VARIEDADES: OS CORTES E CONTINGENCIAMENTOS DA REDE GLOBO

Na coluna VARIEDADES trago uma pequena fofoca sobre a situação financeira da Rede Globo. As demissões e cortes salariais estão acontecendo todos os dias na emissora. É público e notório a queda no Padrão Global, bem como a saída de vários ícones, outrora imexíveis na emissora. São muitos cortes e contingenciamentos feitos na emissora que tanto criticou os do Ministério da  Educação.

Depois de demissões, Globo diminui salário. É corte ou contingenciamento?

Quem não caiu no ‘facão’ da Rede Globo, fatalmente vai enfrentar o martírio da redução dos salários.

É o caso de todos apresentadores, que terão um teto salarial.

Assim, por exemplo, Tadeu Schimidt e Poliana Abritta, que apresentam o Fantástico e ganham na faixa de R$ 200 mil mensais, passarão a receber apenas R$ 50 mil.

A única exceção com relação ao teto, será William Bonner, que, mesmo assim, sofrerá perdas consideráveis.

É a queda gradativa de um gigante.

Não é a toa que essa turma defendia com veemência o #EleNão.

Fonte: Jornal da Cidade On Line

Deixe uma resposta

Fechar Menu