REFLEXÃO: QUANDO UM NÃO NÃO MAGOA

Na nossa REFLEXÃO desta segunda-feira começamos a semana com um tema muito difícil de digerir: Dizer NÃO a alguém sem magoar. Mas é possível! Leia o artigo publicado por Beth Michepud a seguir e saiba como! 

É possível não magoar

 em 
su444
Às vezes é preciso dizer não. Mas como fazê-lo sem magoar alguém?
Será mesmo que nossa auto preservação é mais importante do que a preservação alheia?
Eu penso que algumas pessoas tem habilidade de se comunicar com diplomacia, gentileza e empatia, e  que, quem não a tem ainda, certamente possui capacidade de desenvolvê-la para que seja possível, quando necessário, dizer “não” sem deixar que o outro fique aborrecido ou se sinta apequenado.
De toda forma,  sempre é preciso observar, tentar conhecer os sentimentos das pessoas e sentir a reação delas antes de dizer essa palavra tão pequena e com tamanho poder.
Paulo Coelho escreveu que as palavras mais importantes em todas as línguas são pequenas.
“Sim”, “amor” e “Deus” são alguns exemplos, que saem da boca com facilidade e que preenchem vazios em nosso mundo.
Também pequena é a palavra “não” que evitamos por nos acharmos generosos, compreensivos e educados.
Disse que o “não” tem fama de maldito, egoísta e pouco espiritual, e que é preciso tomar cuidado com isto, porque há momentos em que dizer sim para os outros é dizer não para si mesmo.
Ele termina falando para jamais dizer um sim com os lábios, se o seu coração disser não.
Este assunto é mesmo intrincado porque cada um de nós tem as próprias razões, não é?
Então, podemos reparar na maneira como temos dito não às pessoas.
Se percebermos que não estamos levando em conta os sentimentos delas, é só tentarmos mudar nosso comportamento e passarmos a agir com mais ponderação e delicadeza.
Vamos levar em consideração que é totalmente possível dizer “não” sem que alguém saia ferido, nem o outro, nem nós mesmos.

Um salve à Vida!

Fonte: Sabedoria Universal

Deixe uma resposta

Fechar Menu