PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

Por G1

 

A votação da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara ficou para semana que vem. O trâmite está emperrado por causa da inclusão ou não dos estados e municípios. Veja como votou cada senador na aprovação do projeto que permite punir procurador e juizpor abuso de autoridade. Reportagem revela que candidatos do PSL usaram ‘laranjas’ para justificar doações em campanha. Encontro do G20 começa e deve ser marcado por discussões sobre guerra comercial. E o Brasil enfrenta o Paraguai nas quartas da Copa América.

INTERNACIONAIS

Eleições nos EUA

Os 20 pré-candidatos classificados para os debates e que irão concorrer à nomeação do Partido Democrata para as eleições presidenciais de 2020 nos Estados Unidos. — Foto: Montagem: G1 / Fotos: Reuters, AP, AFP e TwitterOs 20 pré-candidatos classificados para os debates e que irão concorrer à nomeação do Partido Democrata para as eleições presidenciais de 2020 nos Estados Unidos. — Foto: Montagem: G1 / Fotos: Reuters, AP, AFP e Twitter

A corrida presidencial do Partido Democrata segue hoje, com a realização do segundo debate com os pré-candidatos. O encontro é em Miami, na Flórida. São 20 pré-candidatos. A partir das discussões, eleitores democratas e o partido irão decidir quem os representará nas eleições presidenciais do ano que vem. Entre os pré-candidatos estão o ex-vice-presidente Joe Biden, que lidera as intenções de voto, o senador Bernie Sanders, e o prefeito de Nova York, Bill de Blasio.

Copa América

Allan será titular contra o Paraguai

Allan será titular contra o Paraguai

Brasil enfrenta esta noite, a partir das 21h30, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, o Paraguai, na abertura das quartas de final da Copa América. Quem vencer pegará quem passar pelo duelo entre Argentina e Venezuela, que jogam amanhã, no Maracanã. Nesta fase, não haverá prorrogação caso o jogo termine empatado: o classificado será conhecido nos pênaltis. Allan será o substituto de Casemiro, que está suspenso.

  • 16 horas: Noruega x Inglaterra

 

NACIONAIS

Reforma da Previdência

Comissão especial da reforma da Previdência encerra debates sobre relatório

Comissão especial da reforma da Previdência encerra debates sobre relatório

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou ontem que a comissão especial da Casa deve votar até o próximo dia 3 de julho o relatório sobre a reforma da Previdência.

debate sobre a reforma foi concluído ontem. Ao todo, foram destinadas quatro sessões à discussão. Segundo a secretaria da comissão, 127 deputados se pronunciaram sobre o tema.

Enviada pelo governo em fevereiro, a proposta foi modificada pelo relator, Samuel Moreira (PSDB-SP), e deveria ser lida hoje. No entanto, a sessão foi cancelada sem explicações. Maia está tentando negociar com líderes partidários a inclusão de estados e municípios na proposta de reforma da Previdência.

O texto a ser aprovado pela comissão especial será enviado ao plenário da Câmara e, por ser uma emenda à Constituição, a reforma da Previdência será aprovada se tiver os votos de pelo menos 308 dos 513 deputados, em dois turnos de votação.

Abuso de autoridade

Senado aprova projeto que facilita punição a juízes e procuradores

Senado aprova projeto que facilita punição a juízes e procuradores

O Senado aprovou o projeto que estabelece um pacote de medidas anticorrupção no qual foi incluída a punição para juízes e integrantes do Ministério Público que cometerem abuso de autoridade. O texto foi aprovado pela Câmara em 2016 e como sofreu alterações no Senado terá de ser reanalisado pelos deputados. Saiba como votou cada senador.

Ex-presidente preso

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em imagem de dezembro de 2017 — Foto: Hélvio Romero / Estadão ConteúdoO ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em imagem de dezembro de 2017 — Foto: Hélvio Romero / Estadão Conteúdo

O juiz da Operação Lava Jato, Luiz Antônio Bonat, determinou o sequestro e arresto de até R$ 77,9 milhões de Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso. A decisão é do dia 18 de junho e foi tomada após pedido do Ministério Público Federal (MPF), em processo que envolve a compra de um terreno onde seria construída uma nova sede do Instituto Lula e um imóvel vizinho ao apartamento do ex-presidente, em São Bernardo do Campo. A defesa de Lula não se manifestou sobre a decisão.

PSL e os ‘laranjas’

JN: Prestação de contas de candidatos do PSL teve ação de laranjas

JN: Prestação de contas de candidatos do PSL teve ação de laranjas

Quatro candidatos do PSL que disputaram as eleições de 2018, no Rio de Janeiro e em Mato Grosso, utilizaram “laranjas” para simular doações de dinheiro e prestação de serviços para movimentar recursos de origem desconhecida em suas campanhas. O Jornal Nacional encontrou várias pessoas que afirmaram não ter realizado o que foi declarado à Justiça Eleitoral.

G20

O presidente Jair Bolsonaro desembarca no Japão — Foto: Reprodução / TV GloboO presidente Jair Bolsonaro desembarca no Japão — Foto: Reprodução / TV Globo

Começa hoje – manhã de sexta-feira (28) no horário local – o encontro do G20 em Osaka, no Japão. A cúpula vai reunir líderes das maiores economias do mundo, e deve ser marcada por discussões sobre conflitos comerciais globais, especialmente em meio às negociações entre China e Estados Unidos em torno da guerra comercial. O encontro, que vai até este sábado (29), deve ter ainda conversas sobre tensões entre EUA e Irã e o acordo entre Mercosul e UE.

Essa será a primeira participação de Jair Bolsonaro na cúpula do G20 como presidente do Brasil. Ele embarcou na noite de terça-feira (25) para Osaka, e a previsão é que chegue à cidade nesta quinta. Bolsonaro deve participar de encontros com os presidentes dos EUA, Donald Trump, da França, Emmanuel Macron, e da China, Xi Jinping.

O presidente também deve ter reuniões com o primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi; com o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman (apontado por relatório da ONU como responsável pela morte do jornalista Jamal Khashoggi); com o primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe; e com primeiro-ministro de Singapura, Lee Hsien-Loong.

Emprego

A Secretaria de Previdência e Trabalho divulga hoje os resultados de maio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Em abril, a economia gerou 129.601 empregos com carteira assinada. O saldo é a diferença entre as contratações e a demissões. Em abril, o país registrou 1.374.628 contratações e 1.245.027 demissões, melhor resultado para meses de abril desde 2013. No mesmo período do ano passado, foram abertas 115.898 vagas com carteira assinada.

Economia

Saem hoje dados de junho sobre a inflação do aluguel. Em maio, o preço médio para novos contratos subiram acima da inflação. O valor médio teve alta real de 0,56%.

Já o Banco Central (BC) divulgará pela manhã o relatório trimestral de inflação. À atarde, o Conselho Monetário Nacional divulgará a meta de inflação para 2022.

Motoboys e aplicativos

Motociclistas protestam contra aplicativo de entrega de comida — Foto: Reprodução / TV GloboMotociclistas protestam contra aplicativo de entrega de comida — Foto: Reprodução / TV Globo

O Ministério Público do Trabalho em São Paulo (MPT-SP) ajuizou duas ações civis públicas contra empresas de aplicativo de entrega por entender que elas atuam na ilegalidade ao se omitir sobre o vínculo de trabalho com os motoboys. Os porta-vozes das plataformas argumentam que a proposta é justamente “reinventar a logística” e acabar com a burocracia, daí a falta de vínculo. Entenda o caso.

Julgamento antecipado

Marcas de tiros no carro onde estavam jovens de Costa Barros — Foto: Matheus Rodrigues / G1Marcas de tiros no carro onde estavam jovens de Costa Barros — Foto: Matheus Rodrigues / G1

Um dos quatro policiais militares envolvido no assassinato de cinco jovens em Costa Barros, Zona Norte do Rio, irá a júri popular no dia 3 de julho. Em novembro de 2015, o carro em que o grupo de amigos estava foi alvo de 111 disparos dos PMs, 80 deles de fuzil.

O julgamento do PM Fábio Pizza Oliveira da Silva foi antecipado de agosto para julho após “ajustes na agenda” do tribunal. Em março, a defesa do policial pediu à 8ª Câmara do Tribunal de Justiça que ele fosse solto, mas os desembargadores negaram pedido de habeas corpus.

Os outros policiais acusados pelo crime são: Thiago Resende Viana Barbosa, Marcio Darcy Alves dos Santos e Antonio Carlos Gonçalves Filho. Eles recorreram da decisão que os levaria a júri popular, mas o pedido já foi negado e, em tese, os policiais poderiam ser julgados junto com Pizza.

Desafio Natureza

O 'rei do rio': a partir de 2019, o abate do dourado está proibido nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul — Foto: Edemir Rodrigues / Secom-MSO ‘rei do rio’: a partir de 2019, o abate do dourado está proibido nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul — Foto: Edemir Rodrigues / Secom-MS

O Pantanal abriga pelo menos 300 espécies conhecidas de peixes em seu vasto Rio Paraguai e em centenas de quilômetros de afluentes, mas só uma carrega título de realeza: o dourado (Salminus brasiliensis). Conhecido como “rei do rio” por seu comportamento de predador, por seus saltos para fora d’água e por travar embates com a vara do pescador que podem durar horas, ele ganhou, neste ano, uma proteção diferenciada dos demais: seu abate está proibido em todo o território de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Jesus and Mary Chain

Os irmãos William e Jim Reid formam o The Jesus and Mary Chain — Foto: DivulgaçãoOs irmãos William e Jim Reid formam o The Jesus and Mary Chain — Foto: Divulgação

Jesus and Mary Chain, de volta ao Brasil, fala de timidez e alcoolismo e sobre ter ‘matado’ Kurt Cobain. Dupla escocesa realiza sua quarta passagem pelo país com show em São Paulo hoje. Veja a entrevista ao G1.

Cinema

Dira Paes e Julio Machado em 'Divino amor' — Foto: Divulgação / Victor JucaDira Paes e Julio Machado em ‘Divino amor’ — Foto: Divulgação / Victor Juca

G1 já viu: ‘Divino amor’ é ‘Black Mirror’ brasileiro com estado religioso e sexo grupal aprovado por igreja. Longa de Gabriel Mascaro apresenta Brasil de 2027 com raves evangélicas e parafernálias tecnológicas. Filme que ganhou elogios no Festival de Sundance estreia hoje.

Fonte: G1

Por Blog do BG

Endurecimento nas prisões fez reduzir o crime

Especialistas em segurança pública reconhecem que houve redução no número de mortes violentas em 2019. O especialista Aloisio Lira, um dos responsáveis pela ações que reduziram os homicídios no Ceará, concorda. Para ele, o endurecimento carcerário foi o maior responsável por essa redução. Mas pode também haver efeito “vacina” com a facilitação ao acesso a armas, mas ainda é cedo para avaliar isso.

“Houve redução, sim”, atesta outro especialista, o professor Antônio Flávio Testa sobre a violência e o número de mortes em 2019.

Testa também acha que investimentos nas polícias (R$1 bilhão a mais, em 2018) também ajudaram a derrubar a criminalidade.

Aloisio Lira acha que somente em dois ou três anos será possível avaliar os efeitos da facilitação da posse de armas de fogo.

CLÁUDIO HUMBERTO

Comments

Fora da reforma, 12 estados e DF perdem chance de cortar déficit em ao menos 50%

Um dos principais defensores de que a reforma da Previdência seja válida também para estados e municípios, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), saiu ontem de uma reunião com governadores do Nordestesem um acordo sobre a inclusão dos entes na proposta. Retirados do texto que tramita no Congresso, 12 estados e o Distrito Federal perderão a chance de cortar ao menos à metade o déficit previdenciário em uma década, mostram cálculos da Instituição Fiscal Independente (IFI), ligada ao Senado. Dois deles (MT e PA) e o DF seriam capazes, inclusive, de tornar superavitários seus regimes próprios caso os estados fossem incluídos na reforma da União.

Comments

BRONCA GRANDE: Caso de militar preso com cocaína tem várias versões e explicita falha de segurança

Avião da Força Aérea Brasileira

Na cúpula do governo Jair Bolsonaro, há poucas dúvidas de que a prisão de um taifeiro da Aeronáutica com 39 kg de cocaína na Espanha poderá revelar um esquema maior de tráfico de drogas.

Mesmo que seja um incidente isolado, na hipótese de o militar ter sido abordado por criminosos devido ao seu acesso a viagens com menor controle burocrático, a preocupação mais aguda é com a exposição das falhas de segurança da Presidência.

Ela foi agravada pela cacofonia de versões sobre o episódio ao longo desta quarta (26).

Folha ouviu cinco ex-integrantes de viagens internacionais de presidentes, que foram unânimes nessa crítica.

Tuíte presidencial aqui, fala do presidente interino ali, notas acolá. Nenhum relato exato sobre o que aconteceu em Sevilha está disponível.

O presidente interino, Hamilton Mourão, afirmou na manhã de quarta que o taifeiro Manoel Silva Rodrigues fazia parte de uma tripulação que ficaria na cidade espanhola para esperar Bolsonaro voltar do Japão.

Já a Aeronáutica disse à noite que eles não embarcariam no Airbus de Bolsonaro, que voltaria ao Brasil pelos EUA.

Mourão voltou atrás depois. Conforme a Folha ouviu do entorno de Bolsonaro, o presidente ficou agastado com a divulgação que seu vice fizera da versão de que o taifeiro iria embarcar no mesmo avião que ele em algum momento.

Segundo oficiais com conhecimento do voo, o Embraer-190 em que Rodrigues estava parou na Espanha para reabastecimento e levava o chamado Escav (Escalão Avançado), grupo que cuida de burocracias aeroportuárias e precede a chegada do presidente.

Também é incerto o que aconteceu em solo, desconsiderando aí as motivações da equipe que ficou em Sevilha.

A FAB não explica o que eles iriam fazer. Uma hipótese provável seria a de voar o próprio Embraer-190 na viagem de volta, para render a tripulação oriunda do Japão na travessia transatlântica.

Segundo reportagem do jornal Diário de Sevilha sobre o caso, Rodrigues foi preso ao tentar deixar o terminal com a bagagem suspeita.

Não fica claro se isso ocorreu durante inspeção alfandegária normal, o que seria normal, e se havia outras pessoas com ele na hora da ação.

Afinal, quantos dos 21 militares integrantes do voo de fato desceram da aeronave e por qual motivo?

Sobre a ação em si, não é o caso de descartar a possibilidade de ter havido uma dica dada à polícia local, dado que Sevilha é conhecido centro distribuidor de drogas da América do Sul na Europa.

Segundo um frequentador do avião presidencial oficial, o Airbus-319ACJ apelidado de Aerolula quando foi comprado pelo então mandatário petista em 2005, a revista é rígida para todas as bagagens.

Confirmam isso os ex-integrantes de comitivas. Que também contam que o controle é bem mais leniente em aviões de apoio. Ainda assim, todos os oficiais ouvidos se disseram surpresos com o caso.

As tripulações GTE (Grupo de Transporte Especial) são consideradas das mais qualificadas em toda a Força Aérea. São vagas disputadas, já que viagens ao exterior também garantem diárias em dólar.

São ao todo cerca de 120 militares, do taifeiro ao comandante, divididos em três esquadrões (o do presidente, outro do vice e ministros, e um terceiro de helicópteros).

Como Rodrigues voou 29 vezes pelo GTE, isso levanta questões óbvias sobre os controles internos de segurança de quem transporta a elite política do país, e a pressão deverá recair sobre o Gabinete de Segurança Institucional.

FOLHAPRESS

Comments

Juiz manda bloquear até R$ 78 milhões de Lula por causa de propinas

O juiz federal Luiz Antonio Bonat, atual responsável pela Operação Lava Jato, determinou o bloqueio de até R$ 78 milhões do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O valor é referente às supostas propinas da Odebrecht oriundas de contratos da Petrobrás que teriam abastecido o PT.

A medida cautelar se deu no âmbito de processo em que o petista é réu por vantagens indevidas de R$ 12,5 milhões da empreiteira. Os valores são referentes à aquisição de um terreno em São Paulo, onde supostamente seria sediado o Instituto Lula, e à compra do apartamento vizinho à residência de Lula em São Bernardo do Campo.

Nesta ação penal, Lula já entregou alegações finais, mas ainda não foi sentenciado. De acordo com o juiz, o bloqueio é decretado ‘para garantir a reparação dos danos decorrentes do crime’. “Tratando-se de arresto ou sequestro de bens substitutivos, não tem relevância se os bens foram ou não adquiridos com recursos lícitos”.

O valor dos imóveis, já sequestrados pela Justiça, poderá ser descontado do bloqueio.

ESTADÃO CONTEÚDO

Comments

Alexandre de Morais barra férias em resort no Caribe a senador condenado

O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes revogou a decisão da Justiça do Distrito Federal que concedia ao senador Acir Gurgacz (PDT-RO) – que cumpre pena de 4 anos e 6 meses em domiciliar – viagem de férias em um resort com cassino no Caribe. A decisão foi de ofício, apesar de a Procuradoria-Geral da República ter pedido a revogação da decisão que concedeu a viagem de Gurgacz. Alexandre de Moraes é relator da ação penal que levou à condenação de Gurgacz, no Supremo.

Por decisão do juiz de direito Fernando Luiz de Lacerda Messere, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, Gurgacz estava autorizado a passar de 17 de julho a 3 de agosto em um hotel resort e cassino em Aruba, ilha que fica relativamente próxima à Venezuela. Segundo o juiz, o Ministério Público concordou com o pedido do condenado.

Em despacho, Alexandre determinou ‘REVOGAÇÃO DA DELEGAÇÃO concedida em 10/10/2018 àquele Juízo para o acompanhamento da execução penal do sentenciado’ e a ‘REVOGAÇÃO da indevida suspensão da execução do cumprimento da pena privativa de liberdade, bem como da autorização de viagem, que foram concedidas por aquele Juízo’.

“Deverá o sentenciado entregar o seu passaporte no prazo de 24 (vinte e quatro) horas”, escreveu o ministro, que ainda determinou que a PF seja notificada da decisão. Segundo Alexandre, a medida foi tomada levando em conta a ampla divulgação da notícia de que Gurgacz teria obtido a decisão junto à Justiça do DF.

Na tarde desta quarta, 26, a procuradora-geral, Raquel Dodge chegou a pedir ao ministro a revogação da decisão da JFDFT. Segundo a PGR, ‘o local de hospedagem – um resort com cassino – é de todo incompatível com as condições para o cumprimento do regime aberto em prisão domiciliar impostas pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal a todos os sentenciados’. “Entre elas, está “Não usar ou portar entorpecentes e bebidas alcoólicas. Não frequentar locais de prostituição, jogos, bares e similares”.

“Não há nenhuma justificativa fática ou legal para conceder-se ao sentenciado autorização dessa natureza, com prejuízo da regular execução da pena imposta, que deve ser cumprida com rigor, moralidade e efetividade”, sustenta.

ESTADÃO CONTEÚDO

 

LOCAIS

Gol anuncia 19 voos extras para Natal ao longo de julho

Entre os dias 7 e 28 de julho, a Gol Linhas Aéreas irá operacionalizar 19 voos extras ligando o Aeroporto Int. Gov. Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, aos Aeroportos de Congonhas e Guarulhos, em São Paulo. As operações adicionais contemplam o período de férias escolares e da alta temporada de inverno. A Latam Airlines Brasil anunciou ampliação de rotas para período similar com 646 decolagens adicionais, mas não incluiu o Rio Grande do Norte. A Azul Linhas Aéreas não divulgou dados sobre o incremento para as férias de julho até o momento.

“Nossa operação de alta temporada está focada principalmente nos destinos de lazer que registram aumento de demanda neste período. Realizamos diversas mudanças na nossa malha para proporcionar mais comodidade aos clientes que escolhem a Gol para viajar. Adicionamos voos diretos conectando diferentes cidades, reduzindo o tempo total de viagem e permitindo que o cliente voe sem a necessidade de fazer conexões ou escalas, proporcionando assim uma melhor experiência”, afirmou Rafael Araújo, diretor de planejamento de malha da Gol.

Em todo o Brasil, em decorrência da proximidade do período de férias escolares, a Gol anunciou mais de 2.320 voos extras, no período de julho a agosto, o equivalente a mais de 400 mil assentos adicionais.

TRIBUNA DO NORTE

Comments

Economia para o RN com a reforma da previdência seria acima de R$ 7,4 bilhões em 10 anos e redução no deficit seria de quase 46%

Segundo o estudo da Instituição Fiscal Independente (IFI), ligada ao Senado o ganho do Rio Grande do Norte com a aprovação da reforma da previdência com os estados incluídos seria de R$ 7,4 bilhões em 10 anos.

Responsável pelo estudo da IFI, o analista e consultor legislativo do Senado Josué Pellegrini considerou o impacto da reforma sobre o rombo previdenciário de cada estado registrado em 201, se atualizarmos esse dados para os dias atuais a situação seria ainda mais favorável para o estado.

Nesse mesmo estudo, o analista diz que com a aprovação da reforma da previdência ainda este ano, a redução do déficit previdenciário potiguar seria de 45,9%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Sign up
Lost your password? Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.
We do not share your personal details with anyone.
0