PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

26 de abril, quinta-feira

Bom dia! Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado.

NACIONAIS

Reta final para a entrega do Imposto de Renda. Faltam 4 dias para o fim do prazo e mais de 9 milhões de contribuintes deixaram para a última hora. O G1 segue tirando dúvidas sobre como fazer a declaração. No Rio, podem ser soltos 137 dos 159 homens presos durante uma festa de milicianos na Zona Oeste. O grupo está há 19 dias atrás das grades. O pedido de liberdade foi feito pelo Ministério Público, que alegou não haver provas para denunciá-los. E se você está ansioso para assistir ‘Vingadores: Guerra Infinita’, então já pode comemorar: o maior encontro de heróis da Marvel no cinema estreia hoje. A gente conta o que esperar para o desfecho da série iniciada há 10 anos (sem spoilers, é claro).

Prisões revogadas

Justiça concedeu liberdade para 137 de 159 presos em festa de milicianos no Rio. Decisão foi do juiz da 2ª Vara Criminal de Santa Cruz. Familiares comemoraram, embora ninguém tenha sido solto ainda, o que deve ocorrer hoje.

Imposto de renda

A 4 dias do fim do prazo, mais de 9,1 milhões de contribuintes ainda não enviaram a declaração do Imposto de Renda.

Política

STF confirma que vai julgar recurso de Lula contra prisão entre 4 e 10 de maio

O julgamento será pelo plenário virtual da Segunda Turma. Normalmente, processos considerados mais simples são levados para esse tipo de análise, feito por meio do sistema de informática do Supremo.

Ex-presidente Lula está na sede da PF em Curitiba. Foto: Reprodução/Flickr

Fonte: CBN

Força-Tarefa da Lava Jato contra-ataca

Após o STF impedir que as delações do empreiteiro Marcelo Odebrecht fossem utilizada contra o ex-presidente Lula no âmbito da operação Lava Jata, a força-tarefa da operação não desistiu dos processos.

Segundo a jornalista Miriam Leitão, “a força-tarefa vai protocolar manifestações nas duas ações penais que correm na 13ª Vara Federal, informando que entende que o STF não discutiu a competência ao retirar a delação da Odebrecht de Curitiba”.

Fonte: Jornal da Cidade On Line

LOCAIS

 

Exame de DNA

ITEP não tem previsão para identificar corpo que pode ser de Iasmin Lorena

Não foi possível identificar o cadáver pelas digitais ou arcada dentária; Exame de DNA está sendo providenciado à Perícia Forense do Ceará e pode demorar semanas para laudo ser concluído

Desde o início da noite dessa terça-feira, a casa de um dos suspeitos de participação no crime vem sendo depredada e saqueada

polícia ainda não pode afirmar se o corpo encontrado nessa terça-feira, dentro de uma casa em construção, situada na rua José Acácio de Macêdo, na Redinha, é da estudante Iasmin Lorena Pereira de Melo, 12 anos, desaparecida desde o dia 28 de março passado. Devido ao avançado estado de decomposição do cadáver, a única forma de identificação humana será possível através da análise direta do ácido desoxirribonucleico (DNA).

Na manhã desta quarta-feira, os pais da adolescente estiveram no Instituto Técnico e Científico de Perícia (ITEP), mas não conseguiram reconhecer o corpo, através de fotografias, como sendo da filha. Nesta quinta-feira, eles deverão voltar ao instituto para fazer a coleta de saliva que será usada na extração do DNA.

De acordo com o diretor geral do Instituto Técnico e Científico de Perícia (ITEP), Marcos Brandão, que não quis revelar a estatura, peso e sexo do corpo, a identificação por meio do exame necropapiloscópico (digitais) não foi possível, já que Iasmin não possuía RG, apenas certidão de nascimento. Outro exame descartado foi o da arcada dentária, pois a adolescente não possuía ficha odontológica. “É um processo complexo, haja vista que o cadáver estava já no período de esqueletização. Faremos, portanto, o cruzamento da linhagem do DNA desse corpo com o DNA dos pais de Iasmin para analisar a compatibilidade genética”, explicou.

A previsão de conclusão do laudo do exame de DNA também não foi anunciada por Brandão, já que a implantação do laboratório de Genética Forense do ITEP ainda está prevista para junho próximo. Diante disso, análise será feita na Perícia Forense do Estado do Ceará (PEFOCE). Atualmente, existem pelo menos 12 cadáveres aguardando identificação através desse método no ITEP. “Cada exame de DNA apresenta um histórico. Portanto, isso pode levar de dez a quarenta dias para sair o resultado. Sei que a família está ansiosa, mas isso é um trabalho delicado, até porque a fase em que o corpo foi encontrado não ajuda na extração do DNA. Acreditamos que esse cadáver foi enterrado há cerca de 25 dias no interior daquela casa”, observou.

Enquanto o ITEP providencia a realização do exame de DNA no corpo que pode ser da adolescente desaparecida, uma equipe de peritos na área de antropologia forense executa análises necroscópicas para analisar detalhes mais criteriosos no ponto de vista legal, já que a roupa encontrada no cadáver é considerada elemento secundário no processo de identificação pericial. Também será observado a causa mortis e se houve abuso sexual ou não.  “Existem vários indícios de que o corpo seja mesmo de Iasmin. No entanto, fazer qualquer tipo de afirmação é temerário, pois o diagnóstico não foi fechado e o caso corre em segredo de justiça”.

Marcos Brandão Diretor do ITEP

INVESTIGAÇÃO – Nessa terça-feira, a Polícia Civil concedeu entrevista coletiva, onde anunciou a prisão de um dos dois suspeitos de participação na ocultação do cadáver encontrado na Redinha, que pode ser da estudante Iasmin Lorena. Outro homem, que estaria envolvido no crime, foi identificado e intimado a prestar esclarecimentos à polícia. Na ocasião, a titular da Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente (DCA), delegada Dulcinéia Costa, desmentiu que o corpo havia sido concretado. Segundo a delegada, ele apenas foi coberto por areia e tábuas de areia. Sacos de cimento também foram postos sobre o buraco onde o cadáver estava enterrado. A descoberta aconteceu graças ao trabalho de investigação, que contou com auxílio de cão farejador do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

DEPREDAÇÃO – Desde o início da noite dessa terça-feira, a casa de um dos suspeitos de participação no crime vem sendo depredada e saqueada pela vizinhança. Na manhã desta quarta-feira, a equipe do Agora RN registrou várias pessoas retirando objetos do imóvel, como esquadria das portas e janelas, telhas e até vaso sanitário. A fachada do imóvel, que fica ao lado da casa de um dos suspeitos foi pichada com ameaças de morte e xingamentos de safado e estuprador.

Casa do pedreiro suspeito no caso Yasmin

Fonte: AGORA RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Sign up
Lost your password? Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.
We do not share your personal details with anyone.
0