OPINIÃO: MORO COMEMORA APOIO PARA QUE A COAF SIGA COM O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

Caro(a) leitor(a),

Essa foi uma grande vitória do ministro Sérgio Moro, pois o COAF permanecer sob o guarda-chuva da pasta da Justiça é mais que essencial para que a luta contra a corrupção e lavagem de dinheiro se consolide neste país.  Todos os argumentos dados pelo Moro são absolutamente pertinentes ao passo que os argumentos contrários não têm nenhuma consistência, mas como este é o país das grandes bizarrices nada é impossível. Finalmente prevaleceu o bom senso e a lógica e 304 deputados resolveram apoiar a permanência do COAF no ministério da Justiça. Parabéns para Moro, para a torcida do bem e para o povo brasileiro!

Ministro Moro comemora apoio maciço de frente parlamentar com 304 deputados

Por Jornal da Cidade Online

A Frente Parlamentar Mista da Segurança composta por mais de 300 deputados, fechou apoio nesta quarta-feira (8) no sentido de que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) permaneça vinculado ao Ministério da Justiça.

O documento manifestando o irrestrito apoio do grupo ao ministro é assinado pelo deputado Capitão Augusto (PR) e anota que o COAF terá mais condição na atuação para o combate ao financiamento de organizações criminosas.

Moro agradeceu e comemorou a importante manifestação. Veja abaixo o texto publicado pelo ministro no Twitter:

“A Frente Parlamentar Mista de Segurança Pública divulgou manifesto em favor da permanência do COAF no MJSP. Estão convencidos da necessidade de reforçar a estrutura do órgão, o que foi e está sendo feito no MJSP, e de facilitar a integração dele com a área de segurança pública.

Tudo isso para combater mais eficazmente corrupção, crime organizado e financiamento ao terrorismo. Integração é tudo. Claro, sempre com respeito aos protocolos e regras.

Deveria nominar em agradecimento todos os parlamentares, mas são 304 e o twitter não ajuda. Nomino dois, Deputado Capitão Augusto e Deputado João Campos, através dos quais agradeço todos os demais (contando com a sua compreensão).”

da Redação

Fonte: Jornal da Cidade Online

Deixe uma resposta

Fechar Menu