ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTE SÁBADO

COPA DO MUNDO

Cavani faz dois, Uruguai elimina Portugal de Cristiano Ronaldo e avança para pegar a França

Celeste tem exibição cirúrgica e conta com atuação inspirada de atacante do PSG, que deixa o campo sentindo dores. Lusos voltam a mostrar pouca criatividade, e astro do Real Madrid passa em branco em possível despedida das Copas

RESUMÃO

  • O JOGO

    No confronto em que a expectativa era brilho individual de Suárez e Cristiano Ronaldo, quem roubou a cena foi o faro de gol de Cavani. Em mais uma exibição com precisão cirúrgica do Uruguai, o atacante do Paris Saint-Germain foi fundamental para marcar dois belos gols e dar a vitória à Celeste diante de Portugal, por 2 a 1, neste sábado, em Sochi, nas oitavas de final da Copa do Mundo. Os uruguaios seguem para as quartas, e os lusos voltam para casa.

DESTAQUECOMEMORAÇÃO E PREOCUPAÇÃO

Para ser o herói uruguaio neste sábado, Cavani soube aproveitar as poucas oportunidades perigosas que o Uruguai criou no jogo. Na primeira delas, começou a jogada com uma bela invertida para Suárez, que devolveu o passe longo com a mesma precisão – e o camisa 21 finalizou usando o rosto. Depois, no segundo tempo, quando Portugal havia empatado e tentava o segundo, recebeu um passe em jogada iniciada em chutão e bateu colocado, seco, com a precisão de artilheiro. Entretanto, gerou preocupação nos torcedores ao pedir para ser substituído, mancando muito – e escorado por Cristiano Ronaldo.

DESTAQUEDESPEDIDA DO ASTRO?

A atuação sem grande brilho, com sofrimento com a forte marcação uruguaia e nenhuma grande chance de gol pode ter sido a última de Cristiano Ronaldo em Copas do Mundo. Aos 33 anos, o luso gosta de dizer que jogará ao menos até os 40 – mas, ainda assim, gera expectativa sobre seu futuro na seleção portuguesa, uma vez que estará à beira de completar 38 anos quando chegar o Mundial do Catar, em dezembro de 2022.

DESTAQUEQUEM PARA A CELESTE?

Com 100% de aproveitamento em 2018, a seleção uruguaia se mantém embalada no Mundial da Rússia – com um estilo de jogo de fortaleza defensiva e precisão nos ataques. Depois de ficar na primeira colocação do grupo A e despachar o atual campeão europeu Portugal, os uruguaios terão como rival a França, no dia 6 de julho, em Nizhny Novgorod, às 11h (de Brasília).

Em jogo com duas viradas, França elimina Argentina com show de Mbappé

Atacante de 19 anos assombra o mundo com arrancadas e dois gols em jogo com duas viradas; Messi termina sua quarta Copa sem marcar em mata-mata

RESUMÃO

  • DESTAQUEA VITÓRIA DE UM ADOLESCENTE

    Quem esperava Lionel Messi, 31 anos, viu Kylian Mbappé, 19. O jogador mais novo da fase de mata-mata da Copa assombrou o mundo com arrancadas (uma delas de 64 metros, atingindo 32,4km/h) e dois gols na vitória da França sobre a Argentina por 4 a 3 em Kazan, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, igualando uma marca de Pelé! Com uma atuação histórica, o adolescente conduziu a seleção francesa à classificação num jogo tenso, com duas viradas, e que confirmou o time de Didier Deschamps como um dos candidatos ao título.

    Mbappé comemora um de seus dois gols contra a Argentina em Kazan

    Mbappé comemora um de seus dois gols contra a Argentina em Kazan

    (Foto: Alexander Hassenstein/Getty Images)

DESTAQUEOS GOLS

Griezmann abriu o placar de pênalti, e Di María empatou no fim do primeiro tempo, num chutaço de fora da área. Mercado virou o jogo no início do segundo tempo, desviando chute de Messi. Mas a França marcou três gols em 11 minutos na sequência (um golaço de Pavard e dois de Mbappé) e levou a classificação para as quartas de final da Copa do Mundo. Nos acréscimos, Agüero ainda fez o terceiro da Argentina.

DESTAQUEO DRAMA DE MESSI

Em sua quarta Copa do Mundo, o dono de cinco Bolas de Ouro se despede mais uma vez sem fazer um gol numa fase de mata-mata no Mundial (ele tem agora 19 jogos e seis gols em Mundiais, todos em fase de grupos). Messi participou do lance do segundo gol, o da virada argentina, no início da etapa final – ele chuta, a bola desvia em Mercado e entra. No geral, porém, o camisa 10 teve pouco espaço para jogar, marcado de perto pelo incansável Kanté e sem um centroavante por 65 minutos (Aguero entrou aos 20 do segundo tempo).

Messi cabisbaixo após gol da França contra a Argentina em Kazan

Messi cabisbaixo após gol da França contra a Argentina em Kazan (Foto: Kevin C. Cox/Getty Images)

  • DESTAQUEO QUE VEM POR AÍ

    A França agora pega o Uruguai nas quartas de final, sexta-feira, às 11h de Brasília, em Nizhny Novgorod. O volante Matuidi recebeu o segundo amarelo e não joga. Tolisso deve ser seu substituto.

  • DESTAQUEQUE ARRANCADA

    Antes de fazer dois gols no segundo tempo, acabando com a Argentina, Mbappé deixou a todos de queixo caído com uma arrancada no primeiro tempo. Ele correu 64m e chegou a atingir 32,4km de velocidade na arrancada até ser parado por Rojo no lance do pênalti, aos 10 minutos de jogo, convertido por Griezmman.

Rojo derruba Mbappé e comete pênalti em França x Argentina

Rojo derruba Mbappé e comete pênalti em França x Argentina (Foto: Kevin C. Cox/Getty Images)

DESTAQUEPRIMEIRO TEMPO

A decisão de Sampaoli de sacar Higuaín e usar Messi como falso 9 não deu certo. O craque argentino se viu cercado por defensores franceses (marcado individualmente por Kanté), sem ter com quem jogar. O time de Deschamps abriu mão da posse de bola (fechou o primeiro tempo com apenas 38%, chegando a ter apenas 30% em determinado momento) e deixou a Argentina tocar, sem saber o que fazer com ela. Quando a França recuperava a posse, era letal. O lance do pênalti em Mbappé aos 10 entra para a história das Copas como uma das maiores arrancadas de todos os tempos – ele pega a bola na intermediária, sai correndo e só é parado por Rojo com pênalti. Na cobrança, Griezmann deslocou Armani e fez seu segundo gol na Copa (ele havia mandado uma falta na trave dois minutos antes). A Argentina mostrava dificuldade, com Pavón exagerando das bolas alçadas na área para ninguém. Até que Di María achou um gol. Um golaço, na verdade. Aos 40, sem ser incomodado, arriscou um petardo de fora da área, e Lloris demorou a cair na bola. Um empate que caiu do céu para a Argentina.

Di María chuta para empatar França x Argentina na Arena Kazan

Di María chuta para empatar França x Argentina na Arena Kazan

(Foto: Shaun Botterill/Getty Images)

  • DESTAQUESEGUNDO TEMPO

    A Argentina achou também o segundo gol, logo aos 2 minutos, com Mercado desviando chute de Messi. A França, que parecia acomodada em campo, acordou e foi pra cima. Fez três gols em 11 minutos: Pavard empatou aos 11 (um golaço de fora da área), Mbappé virou em lance de oportunismo aos 18 e deu o tiro de misericórdia aos 22, numa jogadaça que envolveu todo o time da França, desde a defesa até o ataque. A Argentina foi para o desespero, com Agüero e Meza substituindo Enzo Pérez e Pavon. Mas a Argentina é e sempre foi dependente de Messi, e o craque continuava sumido, marcado por Kanté. Uma arrancada aos 39 foi a única boa jogada do camisa 10 argentino no segundo tempo. A Argentina ainda descontou nos acréscimos com Agüero, completando cruzamento de Messi. No final, resultado justo: 4 a 3 para a França.

    Mbappé e Griezmann comemoram gol da França contra a Argentina frente a um Armani caído em Kazan

    Mbappé e Griezmann comemoram gol da França contra a Argentina frente a um Armani caído em Kazan

    (Foto: Michael Regan – FIFA/FIFA via Getty Images)

    DESTAQUENÃO CHORES, MEU QUERIDO!

    A Argentina perdeu e o Maradona tá como? CLIQUE AQUI e veja as reações do ex-jogador argentino.

    Maradona lamenta o resultado

    Maradona lamenta o resultado (Foto: Catherine Ivill/Getty Images)

    DESTAQUEA REAÇÃO DA GALERA NO TWITTER

    CLIQUE AQUI e veja os melhores memes com o show de Mbappé e a eliminação da Argentina.

    Mbappé ou Bolt, o tempo vai dizer

    Mbappé ou Bolt, o tempo vai dizer (Foto: reprodução)

Deixe uma resposta

Fechar Menu