ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESTA TERÇA-FEIRA

Por G1

 

Os detalhes do decreto de Bolsonaro que facilita a posse de armas. A votação que deixou o Brexit sem rumo. O que Battisti disse às autoridades italianas após ser preso. Uma nova denúncia contra João de Deus. E o inusitado jantar oferecido por Trump na Casa Branca a jogadores de futebol americano.

 INTERNACIONAIS

Brexit: e agora?

Como se previa, o Parlamento britânico rejeitou o acordo para o Brexitproposto pela premiê Theresa May. A decisão abre um cenário de incertezas e deixa sob dúvidas o processo de saída do Reino Unido da União Europeia, que tem data para ocorrer: 29 de março.

Foi uma derrota pesada: 432 votos contra a proposta de May e 202 a favor. O Partido Trabalhista, de oposição, não perdeu tempo e já pediu para amanhã uma votação para tirá-la do poder. O texto apresentado pela premiê previa etapas e condições para o “divórcio” e tinha o aval da União Europeia. Em tese, ela terá 3 dias para elaborar um plano B. Resta saber se resistirá no cargo.

Polêmicas do acordo

Um dos pontos mais polêmicos do acordo envolvia a forma como era tratada a fronteira entre a Irlanda (país independente e membro da União Europeia) e a Irlanda do Norte (parte do Reino Unido). Isso porque, após o Brexit, essa passa a ser uma fronteira entre o Reino Unido e a União Europeia dentro da ilha britânica. Entenda essa e outras questões aqui.

Sem um acordo, o Brexit ocorreria como uma ruptura. De uma hora para outra, leis da União Europeia perderiam a validade no Reino Unido, criando um caos burocrático com graves consequências inclusive para a economia. Há preparativos para essa hipótese, inclusive com testes para lidar com problemas de transporte em aeroportos e no Canal da Mancha.

Venezuela

A Assembleia Nacional da Venezuela, controlada pela oposição, declarou Nicolás Maduro um “usurpador”. Os parlamentares consideram que a cadeira de presidente está vaga. Por isso, a Assembleia Nacional se declarou responsável pelos poderes de Maduro e anunciou a criação de um governo de transição. O presidente, que assumiu um novo mandato na semana passada, não reconhece a Assembleia.

Fast food

Donald Trump recebeu na Casa Branca o time de futebol americano Clemson Tigers, campeão da liga universitária, com cerca de 300 hambúrgueres e pizzas encomendados em redes de fast food. A Casa Branca disse que o próprio presidente ofereceu o que descreveu como “a grande comida americana”. Trump explicou que pagou do próprio bolso pelo jantar devido à falta de funcionários na Casa Branca pela paralisação parcial do governo, que entrou em sua quarta semana.

Vestidos de terno e gravata, atletas jantaram hambúrguer na Casa Branca — Foto: Joshua Roberts/Reuters

Vestidos de terno e gravata, atletas jantaram hambúrguer na Casa Branca — Foto: Joshua Roberts/Reuters

Música

O reggaeton é hit entre os que falam espanhol desde os anos 80, deu sinais de dominação global em 2004 com “Gasolina”, de Daddy Yankee, mas foi a partir de “Despacito” que virou o gênero mais ouvido no YouTube em 2017 e 2018. Mas será que o pop latino pode ir além do reggaeton em 2019? A renovação pode passar por flamenco, trapeton e neo soul. Quer saber mais? Clique aqui e assista ao vídeo abaixo.

O pop latino vai além do reggaeton?

O pop latino vai além do reggaeton?

NACIONAIS

Posse de armas

Bolsonaro cumpriu sua promessa de campanha e assinou o decreto que facilita a posse de armas no Brasil. A medida estabelece critérios concretos para que o cidadão possa manter armas em casa. São os chamados requisitos de “efetiva necessidade”. O alcance é nacional: vale para habitantes de todos os estados do país. O decreto também eleva de 5 para 10 anos o tempo de validade do registro da arma.

“Como o povo soberanamente decidiu por ocasião do referendo de 2005, para lhes garantir esse legítimo direito à defesa, eu, como presidente, vou usar esta arma”, disse Bolsonaro, mostrando uma caneta antes de assinar o decreto. Assista ao discurso abaixo:

Jair Bolsonaro discursa durante evento da assinatura do decreto sobre posse de armas

Jair Bolsonaro discursa durante evento da assinatura do decreto sobre posse de armas

O texto modifica um decreto de 2004, que regulamenta o Estatuto do Desarmamento. No discurso, o presidente afirmou que a medida restabelece um direito definido no referendo de 2005, no qual a maioria da população rejeitou regras que tornariam a venda de armas mais restrita.

“O povo decidiu por comprar armas e munições e nós não podemos negar o que o povo quis nesse momento.”

Para lembrar: posse é diferente de porte. A posse é a autorização para manter uma arma guardada. Para andar armado, é preciso ter o porte, cujas regras são mais rigorosas e não foram alteradas.

Saiba mais sobre o decreto:

Ceará

Após um reforço na segurança, a frequência de ataques parece diminuir no Ceará. Mas a violência continua. Ontem à noite, um ônibus foi incendiado na cidade de Guaiúba, perto de Fortaleza. Na capital, a polícia impediu que suspeitos colocassem uma bomba em um viaduto. Eles fugiram. Desde o dia 2, ocorreram 205 ataques em pelo menos 46 cidades. Cerca de 360 foram detidos. O Ceará recebeu ajuda da Força Nacional e de polícias de outros estados.

João de Deus

O médium João de Deus foi denunciado por novos crimes de estupro de vulnerável e abuso sexual mediante fraude. O Ministério Público também fez um novo pedido de prisão. A denúncia é por crimes contra 4 mulheres de Goiás e uma de São Paulo. Preso, o médium é réu em outro processo e nega ter abusado sexualmente das pacientes.

Adélio Bispo

O homem que está preso porque deu uma facada em Bolsonaro passou hoje por dois novos exames, que foram pedidos pela Justiça: um eletroencefalograma, que registra a atividade elétrica no cérebro, e um teste psicológico. O resultado sai em 10 dias. Adélio Bispo está preso desde 6 de setembro, data do ataque, e foi enquadrado na Lei de Segurança Nacional. Seus advogados alegam que ele sofre de insanidade mental.

Battisti

O italiano Cesare Battisti, preso após quase 40 anos foragido, afirmou a investigadores que estava cansado de fugir e que a sua captura “foi uma libertação”. Ele não se declarou inocente durante o voo que o levou da Bolívia para a Itália. Porém, disse não ser culpado de tudo o que o acusam, de acordo com o jornal “Corriere della Sera”.

Carnaval

Juliana Paes, rainha de bateria da Grande Rio, no desfile de 2018 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Juliana Paes, rainha de bateria da Grande Rio, no desfile de 2018 — Foto: Marcos Serra Lima/G1

Também teve isso

 Fonte: G1

Onyx diz que equipe quer apresentar proposta de reforma a Bolsonaro até domingo

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

A equipe econômica pretende fechar o rascunho da reforma da Previdência até o próximo domingo (20) para apresentar ao presidente Jair Bolsonaro, disse nesta terça-feira, 15, o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Ele se reuniu com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e com técnicos da área econômica para alinhar alguns pontos e fazer a “sintonia fina” da proposta. Agora, segundo Onyx, “os técnicos precisam calcular”.

A ideia é fechar uma minuta antes da viagem de Bolsonaro e Guedes para o Fórum Econômico Mundial em Davos. “A ideia é que o presidente use a viagem para ler (o rascunho) e se aprofundar”, explicou Onyx. Na volta, a expectativa é que Bolsonaro dê o sinal verde para a apresentação da proposta na Câmara dos Deputados. Como mostrou o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, a estratégia é apresentar uma emenda aglutinativa diretamente no plenário.

“A equipe está dando os retoques finais para que seja possível apresentar até domingo ao presidente, para que ele use o período da viagem para ler, se aprofundar e, na volta de Davos e antes da cirurgia, o presidente dê o sinal verde para que as equipes finalizem a proposta e apresentem ao Congresso”, afirmou.

Os detalhes da proposta estão sendo mantidos em sigilo absoluto pela equipe envolvida. Na saída da Economia, Onyx não quis comentar nenhum detalhe das regras que serão propostas, nem se as exigências para a aposentadoria dos políticos serão alvos de mudanças. Como mostrou o Broadcast, o presidente é um dos 142 deputados e ex-deputados que podem pedir aposentadoria de até R$ 33,7 mil. No caso de Bolsonaro, ele é beneficiário do Instituto de Previdência dos Congressistas (IPC), o que lhe permite acumular a aposentadoria com o salário de presidente (R$ 30,9 mil). O ministro também não respondeu se o presidente pretende acumular os benefícios.

Sem dar detalhes, Onyx também não comentou se os militares estarão na proposta de reforma da Previdência. Os policiais militares dos Estados querem a vinculação de suas regras com as das Forças Armadas.

O ministro disse apenas que a ideia é propor um regime de capitalização, possivelmente com diferenças em relação a experiências internacionais nessa área. “A ideia é apresentar proposta da Previdência para os próximos 20 ou 30 anos. Queremos oferecer às futuras gerações um novo caminho”, reafirmou Onyx.

O ministro disse que agora ainda é hora de escutar e buscar alternativas para a Previdência. “Estamos alinhados àquilo que Guedes defendeu, que é o remendo do atual sistema, a recuperação do atual sistema”, disse.

MP

A Medida Provisória com iniciativas para combater fraudes nos benefícios previdenciários e assistenciais ainda passa por ajustes, informou Onyx. Segundo ele, a ideia é que a MP, que tem vigência imediata, seja editada antes da viagem a Davos. No entanto, o ministro admitiu que “não será surpresa” se acabar ficando para depois.

 

Estadão Conteúdo

Comments

Conheça novas regras para posse de arma no país

O presidente Jair Bolsonaro assinou hoje (15) decreto que flexibiliza as regras para a posse de arma de fogo no país, que já entrou em vigor. O decreto mudou algumas regras, como o prazo de renovação passou para dez anos.

Veja abaixo alguns pontos do novo decreto:

O que muda com o decreto?

O decreto trata da posse de armas, ou seja, o cidadão poder ter uma arma em casa. Com o decreto, poderá adquirir uma arma quem morar em cidade ou estado onde a taxa de homicídios seja superior a 10 para cada 100 mil habitantes, morar em áreas rurais, for dono de estabelecimentos comerciais ou industriais, militares, for agente público que exerce funções da área de segurança pública, administração penitenciária, integrantes do sistema socioeducativo lotados nas unidades de internação, da Agência Brasileira de Inteligência e no exercício do poder de polícia administrativa e correcional em caráter permanente ou for colecionador, atirador e caçador, devidamente registrado no Exército. Antes, a necessidade de ter uma arma era avaliada e ficava a cargo de um delegado da Polícia Federal, que poderia aceitar, ou não, o argumento.

O decreto anterior estabelecia que o registro deveria ser renovado a cada três anos, nos casos em que o Exército é responsável pela expedição, e a cada cinco anos, nas situações sob responsabilidade da Polícia Federal. O decreto publicado hoje unifica esses prazos em 10 anos.

Quem poderá ter a posse de arma?

A posse de arma de fogo de uso permitido pode ser concedida a quem atender aos requisitos dos incisos I a VII do caput do Artigo 12 do Decreto nº. 5.123, de 2004:

I – declarar efetiva necessidade;

II – ter, no mínimo, vinte e cinco anos;

III – apresentar original e cópia, ou cópia autenticada, de documento de identificação pessoal;

IV – comprovar, em seu pedido de aquisição do Certificado de Registro de Arma de Fogo e periodicamente, a idoneidade e a inexistência de inquérito policial ou processo criminal, por meio de certidões de antecedentes criminais da Justiça Federal, Estadual, Militar e Eleitoral, que poderão ser fornecidas por meio eletrônico;

V – apresentar documento comprobatório de ocupação lícita e de residência certa;

VI – comprovar, em seu pedido de aquisição do Certificado de Registro de Arma de Fogo e periodicamente, a capacidade técnica para o manuseio de arma de fogo;

VII – comprovar aptidão psicológica para o manuseio de arma de fogo, atestada em laudo conclusivo fornecido por psicólogo do quadro da Polícia Federal ou por estar credenciado.

Se eu conseguir a posse, isso significa que poderei sair na rua com a arma?

Não. A posse dá direito de manter a arma apenas em casa ou no trabalho. Para sair da residência com a arma, é preciso autorização para o porte, que garante ao cidadão circular com a arma fora de casa, trabalho ou estabelecimento comercial, ou seja, poder andar com ela na rua. O porte de arma não é objeto do decreto.

Quantas armas posso ter registradas em meu nome?

Não existe limite legal da quantidade de armas a serem registradas por cidadão. O decreto presidencial, em algumas situações, limita a aquisição de até quatro armas. Nesses casos, se o indivíduo tiver interesse em adquirir mais armas, deverá comprovar a efetiva necessidade. Se a pessoa tiver mais de quatro armas registradas e comprovar a necessidade de mais, poderá conseguir autorização para compra das demais.

Poderei ter em casa fuzis, metralhadoras ou armas automáticas?

Não, o decreto somente facilita a posse de armas de uso permitido e não inclui armas de uso restrito, como armas automáticas ou fuzis.

Perdi o prazo de regularização das armas. Poderei ser anistiado?

O decreto não prevê anistia para quem perdeu o prazo para recadastramento, que terminou em 2009. Essa medida demanda mudança legislativa, o que só pode ser feita por meio de lei. O decreto prevê a renovação automática dos certificados de registro de arma de fogo expedidos pela Polícia Federal antes da data de publicação do ato, e ainda vigentes, pelo prazo de dez anos.

Por quanto tempo valerá a autorização de posse de arma?

O prazo passou de cinco para dez anos com o decreto

Como faço para solicitar o registro e quais os documentos necessários?

Primeiro, o interessado precisa obter uma autorização da Polícia Federal para comprar a arma. Para isso, deve preencher os requisitos previstos no Artigo 12 do Decreto nº. 5.123, de 2004. Depois de comprar a arma, deve-se ir a uma unidade da Polícia Federal para fazer o registro com os seguintes documentos: requerimento preenchido disponível no site da PF, autorização para adquirir arma de fogo, nota fiscal de compra da arma de fogo e comprovante bancário de pagamento de taxa devida por meio da Guia de Recolhimento da União – GRU.

Onde devo guardar a arma?

Em um local seguro, como um cofre ou um local com tranca, de difícil acesso por parte de crianças, adolescentes ou pessoas com deficiência mental.

Se eu não tiver um cofre para guardar a arma, serei punido?

Se, na residência houver criança, adolescente ou pessoa com deficiência, o interessado deve se assegurar que a arma seja armazenada em segurança, pode ser um cofre ou local com tranca. Será exigido do interessado a apresentação de declaração de que mantém a arma em um cofre ou local com tranca. Se a criança, adolescente ou pessoa com deficiência tiver acesso à arma por falta de cuidado do responsável, este incorrerá na prática do crime de omissão de cautela do art. 13 da Lei nº 10.826/2003, com até dois anos de prisão.

Agência Brasil

Comments

Banco do Brasil lidera lista de reclamações no último trimestre de 2018

O Banco do Brasil (BB) liderou o ranking de reclamações contra instituições financeiras no quarto trimestre de 2018, segundo informou hoje (15) o Banco Central (BC). A lista, divulgada regularmente pelo órgão, se refere aos bancos que têm mais de quatro milhões de clientes em sua base. Em segundo e terceiros lugares, apareceram o Santander e o Bradesco, respectivamente.

No período apurado, o Banco Central (BC) recebeu 1.585 queixas consideradas procedentes contra o BB, sendo a maioria delas relacionadas à “oferta ou prestação de informação a respeito de produtos e serviços de forma inadequada”, com 304 registros, seguida por “prestação de serviço de forma irregular em conta-salário”, com 144 ocorrências.

O ranking de reclamações é formado a partir das demandas do público registradas nos canais de atendimento do Banco Central, como internet, aplicativo, correspondência, presencialmente ou por telefone. São consideradas como reclamações procedentes as ocorrências registradas no período de referência em que se verificou indício de descumprimento por parte da instituição financeira.

Participam do ranking, além dos bancos comerciais, os bancos múltiplos, os cooperativos, bancos de investimento, filiais de bancos comerciais estrangeiros, caixas econômicas, sociedades de crédito, financiamento e investimento e administradoras de consórcio. As listas se dividem entre aquelas instituições financeiras com mais ou menos de 4 milhões de clientes.

Para fazer o ranking, as reclamações procedentes são divididas pelo número de clientes da instituição financeira que originou a demanda e multiplicadas por 1 milhão. Assim, é gerado um índice, que representa o número de reclamações da instituição financeira para cada grupo de 1 milhão de clientes. O resultado é, portanto, avaliado pela quantidade de clientes de cada instituição financeira, combinada como número de reclamações.

Primeiros da lista

Com esse cálculo, o Banco do Brasil liderou a lista com índice 24,98 reclamações para cada 1 milhão de clientes. Ao todo, a instituição tem 63,4 milhões de clientes. Em segundo lugar no ranking do quarto trimestre de 2018, aparece o conglomerado Santander, com índice 24,04 e um total de 1.033 reclamações registradas. O Santander soma 42,9 milhões de clientes. O conglomerado Bradesco vem em seguida, com índice 23,52 e um total de 2.262 reclamações, considerando um total de 96,1 milhões de clientes.

O Banrisul, que tem pouco mais de 4,7 milhões de clientes, obteve índice de 19,30 com 91 reclamações. Já a Caixa Econômica Federal, com base de 90,9 milhões de clientes, registrou índice de 18,92, com 1.721 reclamações registradas.

Do total de 11.092 reclamações, a principal está relacionada à oferta ou prestação de informação a respeito de produtos e serviços de forma inadequada (2.045), seguida de irregularidades relativas a integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços relacionados a cartões de crédito, com 1.202 casos.

Também houve reclamações relacionadas a restrições à realização de portabilidade de operações de crédito consignado, débito em conta de depósito não autorizado pelo cliente, prestação de serviço de forma irregular em conta-salário e cobrança irregular de tarifa por serviços não contratados. No total, 84 tipos de reclamações foram registradas.

Recomendações

A insatisfação com serviços e produtos oferecidos por instituições financeiras pode ser registrada no BC e as reclamações ajudam na fiscalização e regulação do Sistema Financeiro Nacional. Quando a reclamação chega à autarquia, é encaminhada para a instituição financeira que tem prazo de 10 dias úteis (descontados sábados, domingos e feriados) para dar uma resposta, com cópia para o BC.

Entretanto, o BC recomenda que a reclamação seja registrada, primeiramente, nos locais onde o atendimento foi prestado ou no serviço de atendimento ao consumidor (SAC) da instituição financeira. Se o problema não for resolvido, o cliente pode ainda recorrer à ouvidoria da instituição financeira, que terá prazo de até 10 dias úteis para apresentar resposta. Os clientes bancários também podem buscar atendimento no Procon e recorrer à Justiça.

O outro lado

O Banco do Brasil informou, por meio de nota, que adota “constantemente ações de aprimoramento para que a melhora no atendimento e a adequação de produtos e serviços repercutam na satisfação dos clientes”. A instituição ainda acrescentou que “está trabalhando para retornar ao seu nível histórico nesse ranking, ficando fora das quatro primeiras posições”.

Também por meio de nota, o Santander disse que “trabalha continuamente na melhoria dos seus processos, ofertas e atendimento, tornando-os mais simples e ágeis para garantir a satisfação dos consumidores”. O banco informou ainda que “permanece com total empenho para prestar o melhor atendimento aos clientes e ressalta que disponibiliza outros canais de relacionamento e atendimento além das agências, como a Central de Atendimento Santander, SAC, Ouvidoria, o Internet Banking, APP Santander e APP Way”, complementou.

Já o Bradesco disse que “reduzir os índices de reclamação é foco permanente do banco, assim como oferecer um atendimento de qualidade a todos os clientes e usuários”. Segundo nota enviada à reportagem da Agência Brasil, a instituição vem desenvolvendo, nos últimos anos, programa de análise da origem das manifestações de seus clientes e usuários.

“Esse trabalho é realizado juntamente com os gestores de produtos, processos e serviços e vem produzindo melhorias na solução e redução das manifestações e, consequentemente, da posição do banco nos diversos rankings de reclamações existentes. Além disso, entre outras ações adotadas estão os constantes investimentos em treinamento do quadro de colaboradores e em infraestrutura. É importante ressaltar que o Bradesco tem uma posição de respeito absoluto ao cliente e aos seus interesses”, destacou.

Agência Brasil

Comments

Nascidos em janeiro e fevereiro começam a receber abono salarial

Os trabalhadores que ganham até dois salários mínimos nascidos em janeiro e fevereiro começaram a receber hoje (15) o abono salarial do Programa de Integração Social (PIS). Os servidores com inscrição final 5 no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) também começaram a ter o benefício depositado.

A Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia estima que cerca de R$ 2,8 bilhões sejam pagos a 3,4 milhões de trabalhadores. O pagamento refere-se ao abono salarial de 2018, ano-base 2017.

Os trabalhadores da iniciativa privada devem procurar a Caixa Econômica Federal. A consulta pode ser feita pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-726-0207. Os servidores públicos devem entrar em contato com o Banco do Brasil, que fornece informações pessoalmente, pela internet ou pelo telefone 0800-729-0001.

Responsável pelo pagamento do PIS, a Caixa Econômica Federal começou a depositar nesta terça-feira os valores para os clientes com conta na instituição. No caso do Pasep, o Banco do Brasil também depositou hoje o benefício para seus clientes. Os correntistas dos demais bancos só receberão o abono a partir de quinta-feira (17).

Benefício

Tem direito ao abono salarial ano-base 2017 quem estava inscrito no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos, trabalhou com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2017 e ganhou até dois salários mínimos. O empregado precisa ter os dados corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O valor do benefício é proporcional ao tempo trabalhado formalmente em 2017. Quem trabalhou por um mês recebe R$ 84, equivalente a 1/12 do salário mínimo. O valor aumenta conforme o número de meses trabalhados com carteira assinada até atingir o salário mínimo integral (R$ 998) para quem esteve empregado o ano inteiro.

O abono salarial ano-base 2017 foi pago ao longo do segundo semestre do ano passado para os trabalhadores nascidos entre julho e dezembro. Os nascidos de janeiro a julho sacam o dinheiro de janeiro a março deste ano. Quem se esquecer de retirar o dinheiro até 28 de junho, perderá o direito ao benefício.

Agência Brasil

Comments

Levy vai abrir na internet contratos dos 50 maiores devedores do BNDES

Joaquim Levy determinou à área de tecnologia da informação do BNDES que disponibilize na internet todos os contratos de empréstimos dos 50 maiores tomadores de recursos do banco nos últimos 15 anos.

Ele quer que as informações possam ser consultadas facilmente por qualquer pessoa, a partir da próxima sexta-feira.

O Antagonista

Comments

Justiça de Goiás nega pedido para soltar João de Deus


Por unanimidade, o Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) negou hoje (15) pedido de liberdade feito pela defesa do médium João de Deus, que está preso desde 16 de dezembro, no Núcleo de Custódia de Aparecida de Goiânia (GO), sob a acusação de violação sexual mediante fraude e de estupro de vulnerável. Os supostos crimes teriam sido praticado contra centenas de mulheres. Os advogados negam as acusações.

Durante o julgamento, os advogados de João de Deus defenderam que o médium poderia aguardar o desfecho das investigações em liberdade ou em prisão domiciliar. A defesa alegou que o médium é réu primário, mora em residência fixa há 42 anos, tem 76 anos e problemas de saúde, como doença coronária e vascular, além de ter sido operado de câncer no estômago.

Mais cedo, o Ministério Público de Goiás (MPGO) apresentou à Justiça Estadual a segunda denúncia contra João de Deus pelos crimes de estupro de vulnerável e violação sexual.

Para o MPGO, 13 casos ocorreram entre o início de 1990 e meados de 2018. As vítimas são de oito unidades da Federação: Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo. Uma das mulheres que afirmam ser vítimas diz ter sofrido abuso em dois diferentes momentos. O primeiro quando ainda era uma criança. O segundo, adolescente.

Agência Brasil

Comments

Após recorde, Ibovespa fecha em queda e dólar em alta

O Ibovespa, principal indicador das ações negociadas na B3, antiga BM&F Bovespa, fechou hoje (15) o pregão em queda de 0,44%, aos 94.055 pontos. Ontem (14), o índice havia batido recorde ao fechar aos 94.474 pontos.

As ações que mais valorizaram foram as da Suzano Papelon (8,46%), Viavarejo ON (3,32%), e Klabin (2,92%). As maiores quedas ficaram por conta da Forja Taurus (-22,29%), CCR ON (-3,86%, e Cielo ON (-3,67%).

O dólar comercial fechou o dia em alta de 0,7%, cotado a R$ 3,72. Já o euro sofreu uma leve elevação de 0,09%, chegando a R$ 4,24%.

Agência Brasil

Comments

Golpe de WhatsApp promete emprego no SAMU para roubar dados

Golpe do emprego no Samu fez 6 mil vítimas. Foto: Pixabay

O início do ano é um período no qual muitas pessoas estão procurando emprego. Aproveitando esse momento de predisposição para encontrar novas oportunidades, cibercriminosos estão enviando pelo WhatsApp links falsos de anúncios de vagas.

Um link falso está circulando em conversas e grupos do aplicativo com o anúncio para trabalhar no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o SAMU. Segundo a ESET, empresa especializada em segurança digital, cerca de 6 mil pessoas caíram no golpe.

Mensagem com link falso é compartilhado pelo WhatsApp. Reprodução – ESET

O texto afirma que é para início imediato e a remuneração inicial da vaga seria de até R$ 3.438,21. Para participar do processo seletivo, a pessoa deve clicar no link recebido junto com a mensagem.

Em seguida, o usuário é encaminhado para uma página falsa para informar alguns dados pessoais. Ao final do cadastro, a pessoa deve encaminhar a mensagem para outros 10 usuários e então ter o direito de encaminha o currículo.

Na tentativa de dar mais credibilidade ao golpe uma imagem que simula comentários de usuários nas redes sociais é exibida. Segundo a montagem, um post sobre a vaga teria recebido mais de 52 mil comentários.

Falsos comentários em redes sociais são usados para convencer a vítima. Reprodução – ESET

Para evitar cair em golpes do WhatsApp, não clique em link que oferecem, brindes, descontos ou vantagens exageradas. Busque confirmar as informações no site oficial da empresa ou no perfil verificado de alguma rede social. Por último, ao identificar uma situação de risco, não compartilhe a mensagem com outras pessoas.

Segundo o Ministério da Saúde, para saber sobre possíveis editais do SAMU, é necessário procurar a secretaria de Saúde municipal. E afirma que é um boato a informação sobre contratações de forma emergencial profissionais sem experiência pelo SAMU.

Um número de WhatsApp foi disponibilizado para que a população confirme as informações contidas em mensagens que circulam pelo aplicativo.

R7

 

Fonte: Blog do BG

Por G1 RN

 


Frevo Xico é atração no Luau dos Grandes Carnavais, em Pirangi, no fim de semana — Foto: Divulgação

Frevo Xico é atração no Luau dos Grandes Carnavais, em Pirangi, no fim de semana — Foto: Divulgaçã

O luau do movimento cultural Grandes Carnavais volta com Frevo do Xico, Pedro Luccas, Mesa Doze e Rildo Lima para Pirangi, no litoral Sul potiguar, no sábado (19). A ideia do luau é combinar todos os ritmos da estação de férias na Mansão da Prainha, vizinho ao Porto Brasil.

Serão diferentes eventos na mesma proposta: concentração às 17h na barraca do Duca (beira-mar), para curtir a lua surgir no horizonte, e por volta das 18h30 seguir pela praia ao som da Orquestra de Frevo do Xico, em direção à Mansão da Prainha. Lá vão acontecer os shows de Pedro Luccas, Mesa Doze e Rildo Lima.

“Este é nosso grande encontro de verão. Luau, verão e carnaval mantendo os preparativos para nosso grande momento no dia 28 de fevereiro, com o bloco Fica Comigo, e no dia 1º de março com os tradicionais blocos de carnaval. Nos dois dias percorrendo as ruas de Petrópolis e Tirol, em direção ao grande baile no Aeroclube, no primeiro dia com a banda Fica Comigo e na sexta-feira com Bangalafumenga”, explica Sergio Fernandes, produtor do Movimento Cultural Grandes Carnavais, prometendo mais novidades em breve.

O movimento cultural Grandes Carnavais tem a proposta de promover o resgate do jeito natalense de brincar carnaval, a partir de um novo formato, mas mantendo as tradições.

Vendas

As senhas para o luau estão sendo comercializadas ao preço de R$ 100 até a quinta-feira (17), nas lojas O Boticário do CCAB Petrópolis e Cidade Jardim, e na loja Bransk do Midway Mall. Haverá virada de lote na sexta-feira (18).

Estão entre as modalidades de ingresso a meia, a social e a de convênio: estudantes, clientes Claro (apresentando fatura), clientes Unimed (apresentando carteirinha), social (levar 2kg de alimento, exceto sal).

A compra também pode ser feita online, no site Outgo nas mesmas opções de ingresso.

Serviço

  • O quê: Luau dos Grandes Carnavais
  • Onde: Mansão da Prainha, em Pirangi – Litoral Sul potiguar.
  • Atrações: Orquestra de Frevo do Xico, Pedro Luccas, Mesa Doze e Rildo Lima
  • Ingressos: A venda em O Boticário do Shopping Cidade Jardim e CCAB Petrópolis, loja Bransk do Midway Mall e site.
Rildo Lima também é atração do Luau dos Grandes Carnavais — Foto: Divulgação

Rildo Lima também é atração do Luau dos Grandes Carnavais — Foto: Divulgação

Fonte: G1RN

Por G1 RN

A Defensoria Pública do Rio Grande do Norte emitiu nesta terça-feira (15) um comunicado acerca do concurso da Prefeitura de Macaíba, que foi suspenso por causa de uma série de irregularidades. Em razão disso, os candidatos inscritos estão sendo convocados para uma audiência pública a ser realizada nesta sexta-feira (18), às 9h, no Pax Clube, em Macaíba.

Cerca de 40 mil pessoas se inscreveram no concurso, que tem a oferta de 627 vagas. O concurso foi aberto pela Prefeitura de Macaíba, com salários que variam de R$1.082,24 a R$10.573,50. O período de inscrições foi de 3 de dezembro de 2018 a 3 de janeiro deste ano, e as taxas custaram R$ 85 para nível médio e R$ 105 para nível superior. Já a prova, até então prevista para fevereiro, agora não tem data para acontecer.

Confira a íntegra do comunicado da Defensoria Pública do Estado:

Mesmo com a suspensão do Edital, a Defensoria informa que todas as reclamações relativas ao certame podem ser direcionadas ao e-mail macaiba@dpe.rn.def.br (com a indicação do nome completo, CPF/MF, RG e número de inscrição). Os defensores irão agora buscar junto ao Município de Macaíba/RN maiores informações sobre a contratação de uma nova banca ou sobre a data de prosseguimento do certame, a fim de evitar qualquer prejuízo aos candidatos inscritos.

O concurso havia sido alvo de um Procedimento Preparatório de Ação Coletiva aberto pela Defensoria Pública em dezembro de 2018, um mês após a publicação do edital que previa provimento de 236 cargos de nível médio e superior no quadro de pessoal do município. Entre as irregularidades contatadas a época, estava o descumprimento de normas previstas na Lei Brasileira de Inclusão, no Decreto de nº 3298/99, alterado pelo Decreto de nº 9508/2018.

Por meio de ofícios direcionados à empresa CONSULPAM e ao município de Macaíba/RN, foram solicitadas as adequações de diversos pontos do Edital. As alterações foram efetivadas parcialmente por meio de publicação de aditivos. Durante o transcorrer do cronograma do concurso, foram constatadas falhas na emissão de boletos; indeferimentos equivocados de pedidos de isenção para os candidatos que comprovaram, por meio de declaração da Justiça Eleitoral, a participação nos pleitos eleitoral, na forma da Lei Municipal n. 1770/2015; irregularidades na operacionalização dos recursos nas etapas do concurso; divulgação de resultados com ausência de nomes de candidatos, entre outros.

Por G1 RN

 


Circuito Musical é uma das atrações da festa Verão Retrô — Foto: Divulgação

Circuito Musical é uma das atrações da festa Verão Retrô — Foto: Divulgação

A festa ‘Verão Retrô’ promete animar o fim de semana no litoral norte com sucessos da década de 90. A festa acontece na sexta-feira (18), a partir das 20h, no restaurante Naf Naf, em Jacumã. Circuito Musical, Verdadeira Chama e Messias Paraguai são as atrações do evento.

Com a proposta de recordar os veraneios antigos em um cenário paradisíaco, a festa proporcionará reencontros de amigos de infância ao som das melhores trilhas musicais que marcaram época no RN. “Vamos relembrar os pagodes, sambas e forrós que tocavam há 20 anos, 30 anos, em uma estrutura diferenciada”, ressalta Tiago Freire, organizador do evento.

A festa começa às 20h e terá seis horas de duração.

Serviço

  • Verão Retrô
  • Atrações: Circuito Musical, Verdadeira Chama e Messias Paraguai
  • Data: Sexta-feira (18)
  • Horário: a partir das 20h
  • Ingressos: R$ 100,00 (inteira) ou R$ 50,00 (meia entrada para estudantes ou ingresso social – com entrega de 1kg de alimento não perecível) até esta quarta-feira, 16. A partir da quinta-feira, 17, abre novo lote. Os ingressos estão à venda na Gourmeria, da Av. Afonso Pena, na CVC, do shopping Midway Mall, e também no Restaurante Naf Naf.

Fonte: G1RN

Deixe uma resposta

Fechar Menu