ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSE SÁBADO

NACIONAIS

SÁBADO, 11/08/2018, 15:11

Política

Fachin autoriza Cristiane Brasil a visitar Jefferson no Dia dos Pais

Ambos são investigados na operação ‘Registro Espúrio’, da PF, que apura irregularidades na concessão de registros sindicais no Ministério do Trabalho. Por essa investigação, ela não pode se encontrar com outros envolvidos, no caso, o próprio pai. Esta não é a primeira vez que a deputada recorre à justiça para se encontrar com Jefferson.

Justiça do Rio suspendeu a posse de Cristiane Brasil como ministra. Foto: Luís Macedo/Câmara dos Deputados (Crédito: )

Justiça do Rio suspendeu a posse de Cristiane Brasil como ministra. Foto: Luís Macedo/Câmara dos Deputados

Fonte: CBN

Paciente é atingida por bala perdida dentro de hospital em Niterói, RJ

Mulher de 61 anos, internada no Hospital Santa Martha, foi baleada na cabeça. PM diz que houve operação na madrugada na comunidade Souza Soares, que fica próxima da unidade.

Por Alba Valéria Mendonça, Guilherme Santos e Marina Araújo, G1 Rio e TV Globo

 

Paciente é atingida por bala perdida dentro de hospital em Niterói

Uma mulher foi atingida por uma bala perdida dentro de um dos maiores hospitais de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, na madrugada deste sábado (11). De acordo com informações da Polícia Civil, a mulher de 61 anos, que estava internada no terceiro andar do Hospital Santa Martha, no bairro Santa Rosa, foi atingida no rosto.

A paciente estava internada da unidade particular há 18 dias para ser submetida a uma cirurgia de vesícula. De acordo com o filho da vítima, a mãe estava internada para fazer diversos exames pré-operatórios.

“Ontem teve muito tiro, barulho de baile, fogos, tudo misturado. De repente, um estouro bem forte, cada vez mais perto e eu fui para o corredor do hospital. A nossa janela do quarto é virada para o morro. Quando eu chego no corredor do hospital, tinha uma moça sentada no chão chorando. Eu perguntei para ela o que aconteceu, abaixei, abracei ela e ela só falava: ‘minha mãe, minha mãe, minha mãe!’. Chamei a enfermeira para ver o que tinha acontecido e a mãe dela estava com um tiro no olho”, disse uma paciente que estava no quarto ao lado da mulher que foi baleada.

A Polícia Militar informou que homens do 12º BPM (Niterói) realizaram uma operação na comunidade Souza Soares, que fica próxima do hospital, na madrugada.

Segundo parentes, a paciente baleada passou por uma cirurgia, está em estado grave, mas estável. Porém, corre o risco de perder a visão de pelo menos um dos olhos. A bala entrou por baixo do olho direito, ficou alojada na parte de trás da cabeça e ainda não foi retirada, pois os médicos estão fazendo exames específicos, já que há muitos coágulos na região.

Segundo o filho da vítima, apesar de estar lúcida, a mãe ainda não tem noção do que aconteceu. “Minha irmã, que estava com ela no quarto, ao ouvir o tiroteio levantou e foi para a janela. Aí, minha mãe pediu pra que ela saísse da janela e se abaixasse. Quando minha irmã se virou, minha mãe estava ferida. Ela foi socorrida prontamente e agora estamos aguardando para ver o que vai acontecer”, disse o filho que ao chegar ao hospital às 6h, encontrou policiais periciando o quarto.

A mãe é auxiliar de serviços gerais numa queijaria em Maricá, onde mora. O filho, que mora no Fonseca, em Niterói, disse que está recebendo todo o apoio dos médicos e que não vai entrar com processo contra o hospital.

“Se fizer alguma coisa vai ser contra o estado. A gente não tem segurança mais em lugar nenhum. Como vou votar em alguém se não tenho certeza de que vou acabar vivo? O estado tinha de garantir a nossa segurança. É revoltante”, disse o filho que não pretende transferir a mãe de hospital.

O caso foi registrado na 77ª DP (Icaraí), que vai apurar de onde partiu o tiro que atingiu a paciente dentro do hospital.

Paciente estava em uma cama do hospital (Foto: Arquivo pessoal)

Paciente estava em uma cama do hospital (Foto: Arquivo pessoal)

O empresário Lucas Almeida, de 21 anos, contou que estava num quarto no segundo andar com a mulher e a filha, que acabou de nascer, quando escutou o tiroteio.

“Primeiro foram os fogos. Muitos fogos por volta de 1h da madrugada. Depois começaram os tiros, muito tiro até uma 3 horas mais ou menos. Foi uma correria para socorrer a mulher baleada. Muita gente saiu dos quartos e ficou abaixada nos corredores. Fiquei no quarto com minha mulher e minha filha, mas foi assustador”, contou o empresário.

Morro Souza Soares fica em frente ao hospital (Foto: Alba Valéria Mendonça / G1)

Morro Souza Soares fica em frente ao hospital (Foto: Alba Valéria Mendonça / G1)

Marcas na esquadria da janela do terceiro andar por onde a bala entrou no hospital Santa Martha em Niterói. (Foto: Arquivo pessoal)

Marcas na esquadria da janela do terceiro andar por onde a bala entrou no hospital Santa Martha em Niterói. (Foto: Arquivo pessoal)

Fachada do hospital em que paciente internada foi atingida por um tiro (Foto: Alba Valéria Mendonça / G1)

Fachada do hospital em que paciente internada foi atingida por um tiro (Foto: Alba Valéria Mendonça / G1)

Fonte: G1

 

SÁBADO, 11/08/2018, 15:30

Polícia

Após explosão, direção da Usiminas diz que não há riscos de vazamentos

Presidente da empresa afirmou, em coletiva, que a Usiminas segue padrões internacionais e que nenhuma anormalidade havia sido detectada. Após explosão, registrada na sexta-feira, os 34 feridos foram liberados. Todos tiveram ferimentos leves.

Explosão em usina de Ipatinga FOTO: twitter (Crédito: )

Explosão em usina de Ipatinga FOTO: twitter

Fonte: CBN

No debate, 10% dos tuítes foram de robôs ou fakes

Uma medição em tempo real no Twitter durante o debate da Band, realizado na noite de quinta-feira, mostra que 10% de todas as publicações que citaram os presidenciáveis foram feitas por robôs ou perfis falsos. Os dados foram compilados pela AP/Exata, empresa especializada em análise de big data. No total, foram analisadas quase 148 mil postagens.

De acordo com o levantamento, o uso dos perfis automatizados — estratégia já conhecida na manipulação do debate político nas redes sociais — teve como principal vítima Marina Silva (Rede). Dos 12.762 tuítes sobre a ex-senadora, 16,84% foram publicados por esse tipo de conta. Segundo Sergio Denicoli, diretor da AP/Exata e pós-doutor em comunicação digital, no caso de Marina a ação dos bots foi provavelmente um ataque.

— Em relação aos perfis falsos e robôs, ela foi proporcionalmente a mais visada. Começaram a postar memes depreciativos, numa tentativa de desconstruir a candidata. Em sondagens anteriores já tínhamos visto que a atuação de robôs a favor de Marina é quase zero — explica.

O Globo

Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5NuKDwyX3

 

Supremo vai decidir se municípios podem contratar parentes de agentes públicos

O Supremo vai analisar se leis municipais podem proibir parentes até o terceiro grau de agentes públicos locais de celebrar contratos com o município. O tema, objeto do Recurso Extraordinário (RE) 910552, teve repercussão geral reconhecida, por unanimidade, pelo Plenário Virtual.

As informações foram divulgadas no site do Supremo – Processo relacionado: RE 910552

No caso dos autos, o Tribunal de Justiça de Minas julgou inconstitucional dispositivo da Lei Orgânica do Município de Francisco de Sá que proíbe parentes até o terceiro grau do prefeito, do vice-prefeito, dos vereadores e dos servidores locais de contratarem com o município.

Segundo a Corte mineira, a lei municipal ‘contraria o princípio da simetria’ – pois não haveria na Constituição Federal nem na estadual a vedação a tal contratação.

Ainda segundo o acórdão, a Lei 8.666/1993) também não prevê essa limitação no regime jurídico das licitações.

No recurso ao Supremo, o Ministério Público de Minas sustenta que o município ‘apenas exerceu sua autonomia constitucional (artigos 29 e 30), dando concretude aos princípios constitucionais da moralidade, da impessoalidade e da isonomia’.

Manifestação

O relator do recurso, ministro Dias Toffoli, observou que normas idênticas à de Francisco de Sá, também oriundas de municípios de Minas, já foram analisadas por ambas as Turmas do Supremo e, em todos os casos, foi afirmada a constitucionalidade da vedação em questão, sob o entendimento de que elas ‘visam promover os princípios da impessoalidade e da moralidade administrativa’ – artigo 37, caput, da Constituição Federal.

O relator destacou que, apesar dos precedentes no Tribunal quanto ao tema, o recurso deve ser analisado pelo Plenário, sob a sistemática da repercussão geral, para que seja fixada orientação sobre o limite da competência legislativa municipal em matéria de contratação pública, pois a Constituição atribui à União competência privativa para editar normas gerais em matéria de licitação e contratação.

O ministro também considera necessário analisar o âmbito de incidência da vedação constitucional ao nepotismo, para definir se essa proibição incidiria apenas na contratação de mão de obra pela administração pública ou se atinge a celebração de contratos administrativos.

O ministro considerou que a matéria tratada no recurso extraordinário tem natureza constitucional e extrapola os interesses subjetivos das partes.

Toffoli destacou, ainda, que a solução que será dada à controvérsia poderá repercutir sobre todas as esferas da administração pública brasileira, ‘por dizer respeito à extensão da vedação ao nepotismo às licitações e aos contratos administrativos’.

Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5NuKZUaW3

Ação popular pede à Justiça que barre aumento de salário dos ministros do Supremo

O advogado Carlos Alexandre Klomfahs requereu, em ação popular, que a Justiça Federal barre o aumento de salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). No documento, Klomfahs pede que ‘seja sustado o andamento do ato administrativo’ enviado ao Ministério do Planejamento para compor o Orçamento do Executivo, do Legislativo e do Judiciário que será analisado pelo Congresso.

À Justiça, o advogado afirmou que ‘além do reflexo no Poder Judiciário da União, há o efeito nos Poderes Executivo e Legislativo, que não podem ter valores diferentes entre si’.

“Não se desconsidera a importância do Poder Judiciário (dos agentes públicos e dos agentes políticos), e uma consequente boa remuneração, muito menos a perda inflacionária e a necessidade de recomposição dos subsídios, desde que não destoem dos índices oficiais e do reajuste do salário mínimo de que depende mais de 50 milhões de brasileiros”, afirmou.

Klomfahs observou ainda. “Causa espécie e furor à sociedade brasileira, que tomando como parâmetro o percentual do aumento do salário mínimo de 2017 para 2018, que foi de 1,81%, e o índice oficial da inflação (IPCA) de 2,95%, temos que aceitar passivamente o percentual de reajuste do Judiciário e seus consectários, de 16,38, que notadamente viola os princípios da razoabilidade, da proporcionalidade e dos objetivos da República Federativa do Brasil em construir uma sociedade livre, justa e solidária e reduzir as desigualdades sociais.”

Na quarta-feira, 8, os ministros da Corte máxima aprovaram a inclusão no orçamento da Corte do próximo ano de um reajuste de 16,38% no próprio salário dos ministros. Considerada o teto do funcionalismo público, a remuneração dos ministros, atualmente em R$ 33,7 mil, pode subir para R$ 39,2 mil, um aumento de R$ 5,5 mil.

Como o valor é o teto do funcionalismo, o aumento tem impacto também nos salários do Executivo e do Legislativo federal e dos Estados. A proposta foi aprovada por 7 votos a 4.

Segundo cálculo feito pelas consultorias de Orçamento da Câmara e do Senado, o reajuste pode gerar uma fatura extra de até R$ 4 bilhões.

Na quinta-feira, 9, o ministro Ricardo Lewandowski, um dos que votou pelo aumento, rebateu críticas à decisão da Corte de incluir o reajuste na proposta orçamentária. Na avaliação de Lewandowski, o reajuste “recupera parcialmente” as perdas inflacionárias e provocará um impacto no Poder Judiciário inferior ao valor de R$ 1 bilhão que a Justiça devolveu aos cofres da Petrobrás em virtude do esquema de corrupção revelado na Operação Lava Jato.

Estadão Conteúdo

Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5NuLoQWuC

LOCAIS

Zenaide discute melhorias para RN com lideranças do Oeste Potiguar

A agenda deste sábado (11) da deputada federal e pré-candidata ao Senado, Zenaide, teve início pela manhã com a participação no seminário: “O RN que o povo quer”, na cidade de Mossoró. Sua presença arrancou aplausos e demonstrações de carinho e apoio em sua caminhada ao Senado.

Acompanhada da senadora e pré-candidata ao governo, Fátima Bezerra, e dezenas de lideranças políticas da região Oeste, Zenaide discutiu sobre ações, propostas e planos para melhorias nos setores da saúde, educação, segurança e bem estar social da população do RN. “O sentimento de dever com seu município, com seu estado e com seu país é um sentimento necessário e revela uma grande responsabilidade para todos nós. É preciso mudar o nosso Estado para melhor”, destacou Zenaide.

Presentes no evento lideranças de Mossoró, Areia Branca, Apodi, Severiano Melo, Janduís, Baraúna, Natal, Serra do Mel, José da Penha, Itaú, João Dias, Paraú, Rodolfo Fernandes e Campo Grande.

A pré-candidata Zenaide participa na tarde deste sábado de mais um seminário: “O RN que o povo quer”, na cidade de Caicó, na Região Seridó.

Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5NuL4YNEk

Imunização

Apenas 2,6% das crianças no RN se vacinaram contra pólio e sarampo

A Campanha Nacional de Vacinação ocorre até o dia 31 de agosto e o dia D de mobilização nacional será no próximo sábado, 18 de agosto

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a poliomielite e sarampo imunizou apenas 10.183 crianças no Rio Grande do Norte

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a poliomielite e sarampo imunizou apenas 10.183 crianças no Rio Grande do Norte. O número representa 2,6% do público alvo previsto para todo o Estado, segundo informações do Ministério da Saúde. O período de vacinação se iniciou há sete dias em todo o Brasil.

A Campanha Nacional de Vacinação ocorre até o dia 31 de agosto e o dia D de mobilização nacional será no próximo sábado, 18 de agosto

Até o momento, foram aplicadas 5.174 doses contra poliomielite e outras 5.009 contra o sarampo no Rio Grande do Norte. A previsão do Ministério da Saúde prevê a distribuição de doses para 188.861 potiguares de até um ano de idade e os menores de cinco anos.

No Brasil, ainda de acordo com o Ministério da Saúde, mais de 1,1 milhão de crianças se vacinaram contra a pólio e 1,51 milhão contra o sarampo em todo o país. O quantitativo corresponde a 10,36% do público-alvo para a pólio e 10,27% para o sarampo. Mais de 11 milhões de crianças de um a menores de cinco anos devem ser vacinadas neste período.

Neste ano, a Campanha Nacional de Vacinação Contra a poliomielite e sarampo está sendo feita de forma indiscriminada, para manter coberturas homogêneas de vacinação. Por isso, todas as crianças de um ano a menores de cinco devem se vacinar, independente da situação vacinal.

Para a poliomielite, as crianças que não tomaram nenhuma dose durante a vida, receberão a Vacina Inativada Poliomielite (VIP). Já os menores de cinco anos que já tiverem tomado uma ou mais doses da vacina, receberão a Vacina Oral Poliomielite (VOP), a gotinha. Em relação ao sarampo, todas as crianças receberão uma dose da vacina Tríplice viral, independente da situação vacinal, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos trinta dias.

“Desta forma,  criamos uma imunidade de grupo. Rapidamente teremos a oportunidade de garantir que, mesmo que os vírus da pólio e sarampo entrem no país, não encontrem uma fonte de infecção”, explica a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Carla Domingues. Ela também ressalta que é uma oportunidade de corrigir falhas vacinais. “As crianças, por terem o sistema imunológico mais frágil, podem não responder imunologicamente à vacina”, esclarece a coordenadora.

Até o momento, 2.251 municípios ainda não registraram os dados sobre as doses aplicadas durante a campanha no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SI-PNI) do Ministério da Saúde. A Pasta reforça que estados e municípios devem manter o sistema de informação devidamente atualizado para ter conhecimento da real situação da cobertura vacinal no país.

Entre os estados com melhor cobertura vacinal neste momento estão: Rondônia, com 39,88% para a pólio e 38,81% para o sarampo, seguido por São Paulo com 27,68% pólio e 27,23% sarampo. Entre as coberturas mais baixam, destacam-se: Roraima, com 0,61% do público-alvo vacinado para pólio e 0,57% para sarampo e Rio de Janeiro, que tem 1,85% pólio e 2,65% sarampo. doenças já eliminadas no Brasil.

“Somente vacinando essas 11,2 milhões de crianças criaremos uma barreira sanitária para impedir a propagação do vírus do sarampo que voltou a circular no país e evitar a reintrodução do vírus da paralisia infantil”, enfatizou Carla Domingues.

O Ministério da Saúde oferta todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS) que estão disponibilizadas no SUS. Ao todo, são 19 para combater mais de 20 doenças, em todas as faixas etárias. Por ano, são cerca de 300 milhões de doses de imunobiológicos distribuídos em todo o país.

Fonte: AGORA RN

Deixe uma resposta

Fechar Menu