ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSE DOMINGO

INTERNACIONAIS

Polícia diz que 3 morreram, incluindo o atirador, em torneio de videogames na Flórida

Autoridades identificaram o suspeito como David Katz, de 24 anos, de Baltimore. 11 pessoas estão feridas, sendo que 9 delas foram baleadas.


Por G1

 

Torneio de videogame na Flórida é alvo de tiros

Torneio de videogame na Flórida é alvo de tiros

Primeiramente, a mídia local publicou que 4 pessoas haviam morrido no local, informação que foi contestada pela polícia. O suspeito foi identificado como David Katz, de 24 anos, de Baltimore, no estado de Maryland, e estava na Flórida para o torneio do game “Madden NFL 19”.

“Haviam 3 pessoas mortas no local, incluindo o suspeito do ataque, que tirou a própria vida”, disse Mike Williams, xerife de Jacksonville.

De acordo com a autoridade policial, o número de feridos é de 11 pessoas, sendo que duas delas não foram baleadas.

Local do ataque

O incidente aconteceu no Jacksonville Landing, espaço que abriga bares, restaurantes e lojas na região central e à beira do rio que corta a cidade.

A imprensa americana informou que o tiroteio ocorreu dentro de um estabelecimento chamado GLHF Game Bar durante um campeonato do game “Madden NFL 19”, jogo oficial da Liga Nacional de Futebol Americano. Era etapa classificatória para as finais em Las Vegas, com prêmio de US$ 25 mil.

O torneio estava sendo transmitido ao vivo por mídia sociais quando tiros começaram a ser ouvidos. Nos vídeos, é possível ouvir jogadores reagindo aos tiros e gritando (veja abaixo).

No Twitter, a a conta do Jax Sheriff’s Office alertou: “Tiroteio em Jacksonville. Fiquem longe da área. A área não está segura neste momento. Fiquem longe. #TheLandingMassShooting”.

A TV local News4Jax informou que várias ambulâncias, bombeiros e policiais foram ao local, e as ruas estavam bloqueadas em todo o centro de Jacksonville.

Muitas pessoas foram encontradas escondidas em áreas fechadas no Jacksonville Landing. A polícia afirmou que a SWAT já está fazendo uma busca metódica e pediu que as pessoas não corram.

Vídeo mostra momento em que torneio de videogame é interrompido por tiroteio na Flórida

Vídeo mostra momento em que torneio de videogame é interrompido por tiroteio na Flórida

Em um vídeo aparentemente captado como parte de uma transmissão em streaming do site Twitch, vários disparos de arma de fogo podem ser ouvidos ao fundo, antes de a conexão cair. O site Twitch retirou o vídeo, mas ele continou disponível em redes sociais.

Uma das equipes que participavam do torneio, a CompLexity Gaming, informou que seu jogador, Young Drini, foi ferido de raspão em uma das mãos.

Jogadores ‘chocados e tristes’

“Obviamente estamos chocados e tristes com os eventos desta tarde. Nosso jogador, Drini, foi atingido no polegar, mas ele ficará bem. Ele conseguiu escapar e correr até uma academia de ginástica próxima”, disse o diretor da equipe, Jason Lake, à agência de notícias AFP.

“Nunca mais vou dar nada como certo. A vida pode ser interrompida em um segundo”, tuitou o jogador.

Vários usuários de redes sociais, inclusive uma que se apresentou como sua mãe, informaram que o jogador profissional conhecido como “oLARRY2K” tinha sido baleado no peito.

“Tenho sorte por estar vivo, em sinto enjoado e ainda estou tremendo”, escreveu @SirusTheVirus, que se identifica como um jogador profissional de Madden. “Não posso acreditar que uma bala atingiu a parede ao meu lado… Ver corpos no chão… É um pesadelo total”.

“Fui levado ao hospital”, escreveu outro jogador, @DubDotDUBBY. “Uma bala passou raspando na minha cabeça. me sinto bem, só tenho um arranhão na cabeça. Traumatizado e devastado”.

Tiroteio em Jacksonville, na Flórida. (Foto: Crédito: Igor Estrella/G1)

Tiroteio em Jacksonville, na Flórida. (Foto: Crédito: Igor Estrella/G1)

Casa Branca diz que Trump foi informado

O governador da Flórida, Rick Scott, confirmou ter oferecido o apoio do estado após o tiroteio. O senador republicano pela Flórida Marco Rubio disse que o FBI e o Birô de Álcool, Tabaco, Armas de Fogo e Explosivos estão investigando o tiroteio deste domingo.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, disse que o presidente Donald Trump tinha sido informado sobre o incidente. “Nós estamos monitorando a situação”, afirmou.

Discussão sobre porte de arma

O tirotei do Jacksonville Landing é o episódio mais recente de uma série de atos de violência armada registrados nos Estados Unidos, onde o porte de armas é constantemente discutido entre quem pede um controle maior de sua venda e quem defende seu direito constitucional de ter acesso a elas.

O ataque a tiros na escola de Parkland, ao norte de Miami, renovou as discussões em todo o país sobre a necessidade de um maior controle do acesso às armas no país.

Guarda costeira patrulha o rio St. John's, em Jacksonville, na Flórida (Foto: Laura Heald/AP)

Guarda costeira patrulha o rio St. John’s, em Jacksonville, na Flórida (Foto: Laura Heald/AP)

Guarda costeira patrulha o rio St. John's, em Jacksonville, na Flórida (Foto: Laura Heald/AP)

Guarda costeira patrulha o rio St. John’s, em Jacksonville, na Flórida (Foto: Laura Heald/AP)

Carros da polícia bloqueiam uma rua que conduz à área de Jacksonville Landing, no centro de Jacksonville, na Flórida (Foto: Laura Heald/AP)

Carros da polícia bloqueiam uma rua que conduz à área de Jacksonville Landing, no centro de

Jacksonville, na Flórida (Foto: Laura Heald/AP)

Papa Francisco afirma que ‘não dirá uma palavra’ sobre acusação de encobrir abusos sexuais

Ex-embaixador do Vaticano divulgou documento com alegações contra Francisco e pediu a renúncia do pontífice.


Por Reuters

Papa Francisco durante visita ao Santuário de Knock, em Dublin (Foto: Tiziana FABI / AFP)

Papa Francisco durante visita ao Santuário de Knock, em Dublin (Foto: Tiziana FABI / AFP)

Francisco afirmou que “não dirá uma palavra” sobre documento de 11 páginas, no qual o ex-funcionário diz que Francisco deveria renunciar. O pontífice disse que os jornalistas devem ler o o comunicado cuidadosamente e decidir por si mesmos sobre sua credibilidade.

“Li o documento hoje de manhã. Li e vou dizer com sinceridade que devo dizer isso, a você (ao repórter) e a todos vocês interessados: leia o documento cuidadosamente e julgue por si mesmo”, disse o Papa Francisco.

“Eu não vou dizer uma palavra sobre isso. Eu acho que a declaração fala por si e você tem capacidade jornalística suficiente para chegar às suas próprias conclusões”, completou o pontífice.

Viganò, de 77 anos, fez a declaração aos meios de comunicação católicos conservadores durante a visita do Papa à Irlanda, que teve como centro dos temas abusos sexuais da Igreja naquele país e em outras partes do mundo.

O ex-embaixador acusou uma longa lista de autoridades atuais e do passado, do Vaticano e da Igreja dos EUA, de encobrir o caso do ex-cardeal Theodore McCarrick, arcebispo aposentado de Washington D.C.

McCarrick, de 88 anos, renunciou ao cargo no mês passado e foi destituído de seu título após alegações de que ele havia abusado de um menor há quase 50 anos e também forçou seminaristas adultos a dividir sua cama.

 Fonte: G1

Google exclui 39 canais do YouTube usados para espalhar ‘fake news’

O Google também começou a eliminar grupos que usavam suas plataformas para disseminar conteúdo falso. A empresa removeu 39 canais do YouTube ligados à emissora estatal iraniana que atuariam em conjunto para influenciar a política de países pelo mundo.

Além dos canais no YouTube, o Google também encontrou blogs hospedados no Blogger e contas no Google+ vinculadas à TV iraniana. Esses grupos usariam as plataformas do Google para espalhar notícias falsas e, assim, influenciar o debate e o cenário político nos EUA, Reino Unido, Oriente Médio e em países da América Latina.

Os grupos atuavam pelo menos desde o começo de 2017 e foram detectados pela empresa de segurança digital FireEye, que também colaborou com o Facebook recentemente. Além de remover os perfis, o Google disse ter alertado autoridades dos EUA sobre o caso para auxiliar em investigações futuras.

Olhar Digital

Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5PL3Sjb2I

NACIONAIS

Henrique Martins, ator e diretor, morre aos 84 anos

Ele atuou em ‘O sheik de Agadir’ e ‘Meu pé de laranja lima’, além de dirigir ‘Éramos seis’ e ‘Revelação’. Enterro vai acontecer nesta segunda-feira (27).


Por G1

 

O ator e diretor Henrique Martins (Foto: Acervo Globo)

O ator e diretor Henrique Martins (Foto: Acervo Globo)

O ator e diretor Henrique Martins, que atuou em novelas como “O sheik de Agadir” (1966), “O meu pé de laranja lima” (1970) e “Carrossel” (2012), morreu neste domingo (26) aos 84 anos, informou a assessoria de imprensa do SBT.

Ele estava internado havia três semanas no Hospital Samaritano, em São Paulo, depois de sofrer uma queda. A causa da morte foi falência múltipla de órgãos.

O velório está marcado para as 9h desta segunda-feira (27), no Cemitério Israelita do Butantã. O enterro está marcado para as 11h no mesmo local.

O último trabalho de Martins como ator foi em 2012, no remake de “Carrossel”, do SBT. Como diretor, esteve à frente de “Revelação”, exibida pela mesma emissora em 2008, na qual também atuou.

Nascido em Berlim, na Alemanha, com o nome de Heinz Schlesinger, ele tinha três anos de idade quando se mudou com a família para o Brasil.

Ao longo da carreira de mais de seis décadas, Martins passou ainda por Tupi, Globo, Excelsior, Band, Record e Manchete.

Ele era viúvo e deixa três filhos.

Henrique Martins na novela 'O sheik de Agadir' (1966) (Foto: Acervo TV Globo)

Henrique Martins na novela ‘O sheik de Agadir’ (1966) (Foto: Acervo TV Globo)

Na TV Globo, Henrique Margins estrelou e foi codiretor de “O sheik de Agadir”, exibida entre julho de 1966 e fevereiro de 1967.

Também atuou e foi diretor-geral de “A sombra de Rebeca” (1967) e de “Anastácia, a mulher sem destino” (1967), de Emiliano Queiroz e Janete Clair.

Esta última ficou marcada, em grande parte, por uma decisão drástica tomada por Janete. Chamada para mudar o rumo da história, ela inseriu um terremoto na trama e assim eliminou mais de 100 personagens. Foi promovido ainda um salto no tempo.

Outro trabalho marcante de Martins foi “O meu pé de laranja lima”, exibida entre novembro de 1970 e agosto de 1971 na TV Tupi. Assinada por por Ivani Ribeiro, a novela adaptava o romance de mesmo título escrito por José Mauro de Vasconcelos.

Esteve ainda em “O direito de nascer” (1978), da Tupi, e “Pão-pão, beijo-beijo” (1983) e “Transas e caretas” (1984), ambas da Globo.

A partir da década de 1990, Henrique Martins passou a atuar menos e se dedicou principalmente à direção de novelas do SBT.

Na emissora, dirigiu “Éramos seis” (1994), “As pupilas do senhor reitor” (1994), “Razão de viver” (1996), “Os ossos do barão” (1997), “Fascinação” (1998) “Vidas cruzadas” (2000), “Amor e ódio” (2001), “Os ricos também choram” (2005), “Maria esperança” (2007) e “Amigas e rivais” (2007), dentre outras.

Henrique Martins e Monique Alves, em 'Pão-Pão, Beijo-Beijo' (Foto: Acervo TV Globo)

Henrique Martins e Monique Alves, em ‘Pão-Pão, Beijo-Beijo’ (Foto: Acervo TV Globo)

Henrique Martins em 'O sheik de Agadir' (Foto: Acervo TV Globo)

Henrique Martins em ‘O sheik de Agadir’ (Foto: Acervo TV Globo)

‘Vou botar ladrão e bandido para correr’, diz Ciro sobre chance de se aliar ao MDB

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, subiu o tom das críticas aos adversários neste domingo. Em visita à capital paulista, o pedetista criticou o tucano Geraldo Alckmin, o emedebista Henrique Meirelles e presidenciável do Novo, João Amoêdo.

O MDB foi quem tomou a maior parte dos ataques. Questionado se aceitaria um eventual apoio da sigla do presidente Michel Temer caso seja eleito, Ciro revidou: “Nem a pau, Juvenal. Meu governo vai botar pra correr ladrão e bandido. Botar pra correr até a porta da cadeia.”

Ao afirmar que no decorrer da campanha deixará evidente qual projeto cada candidato representa, Ciro reforçou a associação direta de Alckmin e Meirelles com o governo do Temer.

“A turma do Temer está dividida entre Meirelles e o Alckmin. Então, se você é favorável às ideias do Temer, à proposta do Temer, vota na turma do Temer”, disse Ciro, que visitou neste domingo uma feira livre na região de Itaquera, na capital. “Eu lutei muito contra o Temer, contra essas reformas antipovo, antipobre, e estou fazendo propostas populares”, afirmou.

Sem citar diretamente o nome de Amoêdo, Ciro fez referência ao patrimônio declarado de R$ 425 milhões do candidato do Novo. “Tem candidato nesta eleição que tem R$ 425 milhões, quase meio bilhão de Reais, e vive com mais da metade disso em renda fixa. E vive falando mal do Estado. Então, o camarada faz com que todo cidadão desempregado no Brasil hoje pague o juro com que ele paga seu jatinho”.

Estadão Conteúdo

Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5PL318m69

LOCAIS

RenovaBR chega ao RN para mostrar como construir um novo momento na política brasileira

Alertar aos cidadãos brasileiros sobre a importância e a necessidade de discutir política é um dos objetivos de uma série de palestras que estão sendo realizadas pelo programa Renova BR em todo o país. Em Natal, o evento foi realizado na manhã deste sábado (25) pelo palestrante Arilton Ribeiro e contou com a presença de potiguares de diversos municípios, entre eles, o advogado e candidato a deputado federal pelo Solidariedade, Arthur Dutra, primeiro potiguar a ser selecionado para participar da primeira turma do programa. Neste sábado (26), o encontro acontece no município de Currais Novos.

Durante o encontro, o palestrante abordou a relevância de discutir o voto e de fazer as pessoas que estão ao nosso redor pararem para refletir sobre política. “Estamos rodando o Brasil para mostrar as pessoas que a situação do nosso país só irá mudar quando elas acreditarem que precisamos fazer a nossa parte. Enquanto nós nos omitirmos e deixarmos que os outros decidam por nós, tudo vai continuar igual. Temos que saber quem estamos colocando no Congresso Nacional, parar para escolher em quem vamos votar para deputado estadual e federal porque estes são votos extremamente importantes e úteis. A mudança começa por lá”, pontuou Arilton Ribeiro.

Candidato a deputado federal, Arthur Dutra afirmou que o encontro conseguiu atingir as expectativas de apresentar o Renova BR, bem como a sua forma de trabalho. “O Renova procura envolver as pessoas na difícil tarefa de conquistar a renovação política no Brasil. E, por isso, a intenção do evento é sensibilizar a população sobre o papel fundamental que cada um tem nesse processo de transformação política e social que o Brasil precisa passar e que tem que começar agora através da participação e do voto consciente”, explicou o advogado.

Professor no município de Touros, Ozildo Segundo, participou do encontro que garantiu ser essencial para a sua formação. “No contexto em que vivemos, no qual as pessoas estão muito descrentes com a política, acredito que este é o melhor caminho para participar desse momento de construção em busca de um país melhor”, disse.

O enriquecimento do debate foi o principal fator do encontro para o gestor de políticas públicas, Tiago Ribeiro. “Tivemos a oportunidade de trocar idéias com pessoas desconhecidas e que também querem pensar em política. Isso é muito bom porque o Brasil precisa de diálogo, precisa se unir em cima de idéias que aumentem a capacidade do país de produzir, de prosperar e de ter competitividade”, concluiu.

Acesse a Postagem Original: http://www.blogdobg.com.br/#ixzz5PL2HG6pr

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu