ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSA SEXTA-FEIRA

 

Por G1

O WhatsApp bloqueou contas vinculadas a empresas suspeitas de disparar mensagens em massa na eleição. Investigação da polícia aponta que filha de Nem conversou com facção de SP para retomada da Rocinha a pedido do pai. A Árabia Saudita admite que jornalista desaparecido foi morto dentro de consulado na Turquia. Caravana de imigrantes hondurenhos consegue entrar no México e ruma aos EUA. E uma boa notícia sobre o fóssil Luzia: ele foi encontrado no meio dos escombros do Museu Nacional. O que foi notícia nesta sexta-feira.

nacionais

Investigações eleitorais

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por G1

 


O WhatsApp bloqueou contas vinculadas a empresas suspeitas de disparar mensagens em massa na eleição. Investigação da polícia aponta que filha de Nem conversou com facção de SP para retomada da Rocinha a pedido do pai. A Árabia Saudita admite que jornalista desaparecido foi morto dentro de consulado na Turquia. Caravana de imigrantes hondurenhos consegue entrar no México e ruma aos EUA. E uma boa notícia sobre o fóssil Luzia: ele foi encontrado no meio dos escombros do Museu Nacional. O que foi notícia nesta sexta-feira.

NACIONAIS

Investigações eleitorais

Tribunal Superior Eleitoral abriu ação do PT contra Jair Bolsonaro, candidato do PSL. PT acusa rival de abuso de poder econônomico e uso indevido de meios de comunicação. Ministro Jorge Mussi, porém, rejeitou todos os pedidos de investigação e quebra de sigilo. Presidenciável terá 5 dias corridos para responder a questionamentos.

Tribunal Superior Eleitoral abriu ação do PT contra Jair Bolsonaro, candidato do PSL. PT acusa rival de abuso de poder econônomico e uso indevido de meios de comunicação. Ministro Jorge Mussi, porém, rejeitou todos os pedidos de investigação e quebra de sigilo. Presidenciável terá 5 dias corridos para responder a questionamentos.

Na mira do WhatsApp

WhatsApp informou que baniu contas vinculadas a empresas acusadas de fazer envio em massa de mensagens para campanhas políticas nas eleições. Essa prática, em tese, pode ser ilegal, caso seja considerada pela Justiça doação de campanha feita por empresas. Desde 2015, empresas estão proibidas de fazer doação eleitoral.

Disputa presidencial

O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, disse que sempre teve compromisso com a liberdade de imprensa e internet. Ele passou a manhã desta sexta (19) em casa e manteve a campanha nas redes sociais, onde também prometeu fazer do turismo um dos carros-chefes da economia.

O candidato do PT, Fernando Haddad, se reuniu com representantes de universidades e defendeu ampliar acesso à educação. Ele participou de evento no Rio de Janeiro, onde recebeu lista com 18 sugestões, como plebiscitos sobre a privatização da Eletrobras e a revogação da reforma trabalhista.

Propostas dos candidatos

Selo saiba mais as propostas dos presidenciáveis — Foto: Editoria de Arte/G1

Selo saiba mais as propostas dos presidenciáveis — Foto: Editoria de Arte/G1

2º turno nos estados

O Ibope divulgou novas pesquisas com as intenções de voto para os governos de SC, AM, MS, RO, AP e RR. Veja abaixo:

Opinião dos brasileiros

Datafolha: 50% dos eleitores afirmam que há ‘alguma chance’ de nova ditadura no Brasil

Datafolha: 50% dos eleitores afirmam que há ‘alguma chance’ de nova ditadura no Brasil

50% dos eleitores afirmam que há ‘alguma chance’ de haver nova ditadura. É o que aponta a pesquisa Datafolha. O levantamento também traçou a opinião dos brasileiros sobre as realizações do regime. Para 51%, militares deixaram mais realizações negativas do que positivas. Eleitores também foram perguntados sobre o direito de ação do governo em relação a oito temas.

Fato ou Fake

Veja as checagens de conteúdos suspeitos desta sexta-feira:

André Vargas

O ex-deputado André Vargas foi detido durante a 11ª fase da Lava Jato — Foto: Reprodução/ RPC

O ex-deputado André Vargas foi detido durante a 11ª fase da Lava Jato — Foto: Reprodução/ RPC

Alvo da Lava Jato, o ex-deputado federal pelo PT André Vargas foi solto após 3 anos e meio. Ele foi o primeiro político a ser condenado em um processo da operação. A liberdade condicional foi concedida após o cumprimento de 37% da pena, apresentar comportamento satisfatório na prisão e comprovação do início do pagamento parcelado da reparação de danos de mais de R$ 1,1 milhão.

Fóssil de Luzia

Partes do crânio do fóssil foram apresentadas pelo Museu Nacional nesta sexta-feira — Foto: Patrícia Teixeira/G1

Partes do crânio do fóssil foram apresentadas pelo Museu Nacional nesta sexta-feira — Foto: Patrícia Teixeira/G1

Pesquisadores informaram terem encontrado todo o crânio de Luzia, fóssil humano mais antigo do Brasil desaparecido nos escombros do Museu Nacional. Os técnicos anunciaram que 80% das partes localizadas já foram identificadas. No entanto, o trabalho de montagem dos fragmentos ainda não foi iniciado.

Acordo com facção

Eduarda dos Santos Lopes, a Duda, de 19 anos, filha do antigo chefe da Rocinha, o Nem, articula apoio de facção paulista para invadir a Rocinha — Foto: Reprodução/TV Globo

Eduarda dos Santos Lopes, a Duda, de 19 anos, filha do antigo chefe da Rocinha, o Nem, articula apoio de facção paulista para invadir a Rocinha — Foto: Reprodução/TV Globo

Policiais da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) afirmam que a filha do traficante Nem, Eduarda dos Santos Lopes, fez acordo com uma facção paulista para invadir e retomar o controle da Rocinha, no Rio. Em setembro do ano passado, o traficante perdeu o controle da favela para um ex-braço direito, Rogério 157. A ordem do início dos confrontos veio de Duda, após visitar o pai em presídio de segurança máxima. Ela é procurada pela polícia.

Operação Abismo

Prefeito e outras 17 pessoas são presas em Pernambuco por fraude previdenciária

Prefeito e outras 17 pessoas são presas em Pernambuco por fraude previdenciária

prefeito de um município do Grande Recife foi preso pela Polícia Federal em uma operação contra um esquema de desvio de dinheiro. Outras 17 pessoas também foram presas. Segundo investigação, os envolvidos receberam propina para transferir R$ 90 milhões do instituto de previdência da cidade para uma empresa composta por ativos de risco, o que poderia comprometer o pagamento futuro de aposentadorias. Os nomes dos presos e da cidade não foram divulgados porque o caso segue em segredo de Justiça.

Jornalista desaparecido

Jamal Khashoggi, jornalista crítico ao governo da Arábia Saudita, desapareceu após entrar no consulado do seu país em Istambul — Foto: Mohammed al-Shaikh/ AFP

Jamal Khashoggi, jornalista crítico ao governo da Arábia Saudita, desapareceu após entrar no consulado do seu país em Istambul — Foto: Mohammed al-Shaikh/ AFP

Arábia Saudida confirma que o jornalista crítico ao governo Jamal Khashoggi, que estava desaparecido após entrar no consulado saudita em Istambul, está morto. Segundo o país, jornalista morreu em uma briga no local. 18 foram presos pelo caso. O chefe de inteligência saudita e um conselheiro real foram retirados de seus cargos. Caso gerou atrito diplomático entre o país árabe e os EUA.

Crise migratória

Imigrantes hondurenhos passam por bloqueio policial em Ciudad Tecun Uman ao atravessar a fronteira da Guatemala com o México nesta sexta-feira (19) — Foto: Johan Ordonez/ AFP

Imigrantes hondurenhos passam por bloqueio policial em Ciudad Tecun Uman ao atravessar a fronteira da Guatemala com o México nesta sexta-feira (19) — Foto: Johan Ordonez/ AFP

caravana de imigrantes vindo de Honduras conseguiu furar bloqueio e entrar no México. Eles são motivados pela falta de segurança e pela busca de melhores condições de vida. Ontem, o presidente dos EUA Donald Trump ameaçou fechar a fronteira do país com o México para evitar imigração ilegal.

Curtas e rápidas

Ativista celebra fora da Câmara dos Deputados do Uruguai, em Montevidéu, a aprovação da lei que garante direitos a transgêneros na madrugada desta sexta-feira (19) — Foto: Matilde Campodonico/AP

Ativista celebra fora da Câmara dos Deputados do Uruguai, em Montevidéu, a aprovação da lei que garante direitos a transgêneros na madrugada desta sexta-feira (19) — Foto: Matilde Campodonico/AP

 

Policiais carregam vítima de atropelamento de trem em Amritsar — Foto: Munish Sharma/Reuters

Policiais carregam vítima de atropelamento de trem em Amritsar — Foto: Munish Sharma/Reuters

Fonte: G1

Iniciadas as vendas para o Oktoberfest Eisenbahn Wanted; confira

 

Com um cenário de filme, a Wanted Pub abriu suas portas ao público natalense no mês de setembro. Localizado em um dos endereços mais nobres da cidade, o bairro de Ponta Negra, o pub oferece o que há de melhor no quesito, localização, ambiente e segurança, proporcionando uma experiência singular aos seus clientes.

Apresentando uma proposta diferenciada unindo bar e balada com um conceito country e sertanejo, na Wanted tem diversão para todos os públicos. Desde um ambiente tranquilo e aconchegante como o lounge bar, ao agito da boate no salão principal.

E na Wanted, as novidades não param de acontecer. Em parceria com a cervejaria Eisenbhan, o pub promove o seu primeiro Oktoberfest. A festa acontecerá no dia 20/10, sábado, das 15:00 às 21:00, com um completo open bar de cervejas Eisenbahn Pilsen e Especiais. E para animar a tarde, Pedro Luccas fará o melhor do repertório sertanejo, juntamente com a Banda Metamorfose, tocando o melhor do Pop Rock.

Os ingressos custam R$ 80,00 e estão à venda no próprio local ou pela internet, através do site www.sympla.com.br. Para maiores informações, (84) 99498-0631.

Serviço

Evento – Oktoberfest Eisenbahn Wanted
Data e hora – Sábado, 20/10, 15:00 às 21:00
Atrações – Pedro Luccas e Banda Metamorfose
Valor – R$ 80,00
Local – Wanted Pub (Rua Pedro Fonseca Filho, 10000, Ponta Negra, Natal, RN)

Comments

“É difícil ligar Bolsonaro a crime no caso do WhatsApp”, diz fonte do MP

Foto: Wilton Junior/Estadão Conteúdo

É difícil configurar, até o momento, um eventual crime passível de impugnação da chapa encabeçada pelo candidato do PSL, Jair Bolsonaro, no caso relatado pelo jornal “Folha de S.Paulo” de empresas comprando pacotes de disparos em massa de mensagens contra o PT no WhatsApp, disse à Reuters nesta quinta-feira 18 uma fonte do Ministério Público com larga experiência em redes sociais.

A fonte, que pediu para não ser identificada, disse que é preciso, além das provas de atuação das empresas em favor de um candidato, demonstrar a ligação direta de quem atuou dessa forma e a campanha beneficiada.

Reportagem publicada na Folha nesta quinta relata que empresários têm bancado a compra de distribuição de mensagens contra o PT por Whatsapp, em uma prática que se chama pacote de disparos em massa de mensagens, e estariam preparando uma operação para a próxima semana, antes do segundo turno.

Na avaliação da fonte à Reuters, o valor de R$ 12 milhões mencionado pela Folha para se impulsionar conteúdo via essa rede social é irreal.

A coligação encabeçada pelo petista Fernando Haddad, adversário de Bolsonaro no segundo turno, entrou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com pedido de investigação sobre o conteúdo da reportagem e, caso os fatos sejam comprovados, a inelegibilidade de Bolsonaro.

IstoÉ

Comments

Bolsonaro tem cinco dias para se manifestar em processo sobre fake news

O ministro Jorge Mussi, do TSE, deu seguimento à investigação judicial pedida pelo PT para apurar se a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) foi beneficiada pela compra milionária, por parte de empresas, de pacotes para disseminar fake news.

Bolsonaro tem cinco dias para ele se manifestar no processo. Mussi negou pedidos de diligência apresentados pelo PT, que requereu busca e apreensão e quebras de sigilos telefônicos e bancários de empresas envolvidas.

“Observo que toda a argumentação desenvolvida pela autora está lastreada em matérias jornalísticas, cujos elementos não ostentam aptidão para, em princípio, nesta fase processual de cognição sumária, demonstrar a plausibilidade da tese em que se fundam os pedidos”, disse o magistrado.

Comments

Mulher é indiciada por disseminar notícias falsas sobre eleição

Uma mulher foi indicada pela Polícia Federal no Rio Grande do Sul por disseminar notícias falsas em redes sociais. Em um vídeo, a moça afirma que urnas eletrônicas teriam sido fraudadas e enviadas a cidades da Região Nordeste. A informação foi divulgada hoje (19) pela Superintendência da Polícia Federal no Rio Grande do Sul.

A mulher também acusa o governo federal como responsável por fraudar o sistema de votações das eleições deste ano. A Polícia Federal instaurou inquérito a pedido do Tribunal Regional Eleitoral do estado (TRE-RS). Os agentes realizaram diligências para identificar a autora dos comentários enganosos.

A mulher foi enquadrada nos artigos 324 e 325 do Código Eleitoral, segundo os quais são crimes “divulgar, na propaganda, fatos que sabe inverídicos, em relação a partidos ou candidatos e capazes de exercerem influência perante o eleitorado” e “caluniar alguém, na propaganda eleitoral, ou visando fins de propaganda, imputando-lhe falsamente fato definido como crime”.

Ela pode pegar pena de 1 a 3 anos de prisão. O tempo pode ser aumentado pelo fato da mulher ter usado redes sociais para a propagação dos conteúdos.

Mensagens falsas como a que motivou a prisão foram disseminadas em todo o país. O Tribunal Superior Eleitoral criou um site para esclarecer eleitores quanto às teorias da conspiração e acusações de supostas fraudes em urnas e no conjunto do sistema de votação.

A disseminação de desinformação sobre o tema tem crescido. A presidente do TSE, ministra Rosa Weber chegou a receber ameaças. Na quarta (17), ela reuniu representantes da candidaturas para solicitar ações de desincentivo aos questionamentos.

No balanço da votação do primeiro turno, nem o TSE nem a missão internacional da Organização dos Estados Americanos (OEA), que acompanhou o pleito, identificaram indícios de fraude ou problemas que pudessem comprometer o resultado.

Comments

Advogados pedem audiência com Rosa Weber para discutir fake news

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Um grupo de advogados e juristas pediu hoje (19) uma audiência com a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, para cobrar medidas contra divulgação de notícias falsas nas redes sociais. O grupo é formado pelo advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, conhecido como Kakay, que atua para investigados na Operação Lava Jato, e o ex-advogado de Lula, Sepúlveda Pertence. O ex-ministro da Justiça do governo Dilma Rousseff, José Eduardo Cardozo, também assina o documento.

Em um documento enviado hoje à ministra, o grupo também pediu que as medidas solicitadas pela coligação do candidato à presidência da República Fernando Haddad (PT) contra a campanha de seu adversário Jair Bolsonaro (PSL) sejam autorizadas de forma urgente.

Na quinta-feira (18), a coligação de Haddad entrou com pedidos no TSE para que a candidatura de Bolsonaro seja investigada em razão das suspeitas de uso de sistemas de envio de mensagens em massa na plataforma WhatsApp custeados por empresas de apoiadores do candidato.

No mesmo dia, pelo Twitter, Bolsonaro afirmou que não tem controle sobre apoios voluntários e que o PT não está sendo prejudicado por fake news, e sim pela “verdade”.

Agência Brasil

Comments

Raquel Dodge diz ao Supremo que Lula não pode conceder entrevistas na prisão

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou parecer hoje (19) ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra o pedido feito pelos jornalistas Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, e Florestan Fernandes para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva conceda entrevistas dentro da prisão.

No parecer, a procuradora defendeu a liberdade de expressão e de imprensa, mas ressaltou que, em algumas situações, há a possibilidade de proibir que presos concedam entrevistas.

Para Dodge, entre as finalidades da condenação de presos está o objetivo de cumprimento da pena “com discrição e sobriedade”. “O fato é que ele [Lula] é um detento em pleno cumprimento de pena e não um comentarista de política”, disse a procuradora.

“Conclui-se que a proibição de que Luiz Inácio Lula da Silva conceda entrevistas em áudio e/ou vídeo, apesar de ser restritiva da sua liberdade de expressão, é medida proporcional e adequada a garantir que as finalidades da pena a ele imposta sejam concretizadas, sendo, portanto, compatível com a ordem jurídica do país”, disse.

No início do mês, uma guerra de decisões liminares sobre os pedidos terminou com a decisão do presidente do STF, Dias Toffoli, que impediu a concessão das entrevistas.

Desde 7 de abril, Lula cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão em Curitiba, imposta pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá (SP).

Agência Brasil

Comments

Metade dos deputados estaduais e distritais conseguem se reeleger

Dos 1.059 deputados estaduais e distritais eleitos no país em 2014, 535 foram reconduzidos ao cargo nas eleições de 2018. Isso significa que 50,5% deles conseguiram se reeleger. Se forem considerados apenas os que tentaram voltar ao cargo, a taxa de sucesso chega a 70,2% do total.

Com isso, a renovação ficou em 49,5% no total de cadeiras nas Assembleias Legislativas dos estados e na Câmara Distrital do DF – o maior percentual desde 2006.

Apesar disso, o índice se mantém próximo do registrado nas últimas quatro eleições, sempre perto de 50%.

Se forem analisados apenas os deputados que realmente tentaram uma vaga, ou seja, excluídos os que não concorreram, o índice de reeleição é ainda maior. Sete de cada dez eleitos em 2014 – e que concorreram novamente agora – tiveram sucesso na tentativa. A taxa de sucesso é ligeiramente menor que a de 2014 (73,9%) e a de 2010 (73,4%). Em 2006, a taxa foi de 68% no país.

G1

Fonte: Blog do BG

LOCAIS

Paulo Rodrigues de Araújo Macêdo do Guinza é o entrevistado deste sábado do Cara a Cara com BG

O natalense Paulo Rodrigues de Araújo Macêdo é convidado deste sábado do programa Cara a Cara com BG. Na entrevista, o empresário revela como surgiu a ideia de construir o Guinza, o primeiro restaurante especializado em culinária japonesa no Rio Grande do Norte. Cara a Cara com BG, neste sábado, às 18h50, e reprise aos domingos, às 9h, na Band Natal, canais: 3.1 na TV aberta; 16 Cabo Natal; e 522 na Net Digital.

Peça de alunos do Ensino Fundamental é cancelada porque Prefeitura de Parnamirim não apresentou documentação de teatro aos Bombeiros

O Colégio Marista emitiu uma nota informando sobre o cancelamento da peça O Príncipe do Tirol, ensenada por alunos do Ensino Fundamental. O motivo do cancelamento é porque a Prefeitura de Parnamirim não entregou as documentações necessárias para a realização do evento para o Corpo de Bombeiros Militar (CBM).

Como os bombeiros não liberaram o Teatro por falta de documentação da Prefeitura de Parnamirim, o colégio optou por não realizar o evento. Virou questão de segurança. Pais de alunos já tinham comprado os ingressos, os alunos estão ensaiando a peça durante todo o semestre. Os pais entraram em contato com o blog para externar a revolta e insatisfação com o caso. Os alunos serão os principais prejudicados pelo problema provocado pela Prefeitura.

Confira a nota na íntegra do colégio

Prezados Pais e/ou Responsáveis,

O Colégio Marista do Natal informa que o espetáculo, O Príncipe do Tirol, do 3º Ano do Ensino Fundamental Anos Iniciais, programado para amanhã, dia 20/10 às 15h/19h está CANCELADO por uma resolução do Corpo de Bombeiros referente ao prédio do Teatro Municipal de Parnamirim.

Esclarecemos que a comunicação ao Colégio foi realizada, somente, às 17h30 de hoje. Por esse motivo só agora entramos em contato com os Senhores Pais e/ou Responsáveis para comunicálos.

A administração do Teatro está tramitando, junto ao órgão do Corpo de Bombeiros, para uma devolutiva ao Colégio Marista de Natal sobre a liberação do espaço para realização do evento em data a ser definida e comunicada.

Agradecemos, desde já, a compreensão e a colaboração dos senhores.

A Direção

Fonte: Blog do BG

 

Por G1 RN

 


Livro 'Nísia Floresta - Memória e História da Mulher Intelectual do Século XIX' é lançado em Natal — Foto: Divulgação

Livro ‘Nísia Floresta – Memória e História da Mulher Intelectual do Século XIX’ é lançado em Natal — Foto: Divulgação

Neste sábado (20) é lançado em Natal o livro “Nísia Floresta – Memória e História da Mulher Intelectual do Século XIX”, da professora espanhola Laura Sánchez e da potiguar Rute Pinheiro. O evento é no restaurante Ello Orgânico, às 10h.

A obra busca resgatar a história intelectual das mulheres do século XIX, quando elas passaram a aparecer como objeto de estudo da historiografia. O livro apresenta a biografica da escritora potiguar Nísia Floresta, considerada uma das primeiras feministas brasileiras, que defendia os desfavorecidos e o direito da mulher à educação.

O livro é resultado da pesquisa de mestrado elaborada por Laura Sánchez, que trabalha com a linha de “História e Memória” e de pesquisas independentes da outra autora da obra, Rute Pinheiro. O prefácio é assinado por Constância Lima Duarte, considerada uma das maiores pesquisadoras do universo nisiano.

Laura Sánchez e Rute Pinheiro lançam a obra neste sábado (20) — Foto: Divulgação

Laura Sánchez e Rute Pinheiro lançam a obra neste sábado (20) — Foto: Divulgação

Serviço

O quê: Lançamento do livro “Nísia Floresta – Memória e História da Mulher Intelectual do Século XIX”
Data: 20 de outubro (sábado)
Horário: 10h
Local: Restaurante Ello Orgânico (Rua Cel. Milton Freire, 2924 – Capim Macio)
Entrada: gratuita

Fonte: G1RN

Por Igor Jácome, G1 RN

 


Competição aconteceu durante comemorações pela emancipação de Rafael Fernandes, no Alto Oeste potiguar — Foto: Reprodução

Competição aconteceu durante comemorações pela emancipação de Rafael Fernandes, no Alto Oeste potiguar — Foto: Reprodução

Uma festa promovida por uma prefeitura no interior do Rio Grande do Norte terminou com quatro pessoas hospitalizadas por excesso de consumo de álcool. É que uma das provas da gincana promovida pela Secretaria de Esporte, Lazer e Cultura de Rafael Fernandes dentro da semana de comemorações pela emancipação do município da região do Alto Oeste potiguar, era a prova da cachaça, vencida por quem conseguisse beber mais. Dois participantes tiveram coma alcoólico.

O prefeito da cidade, Bruno Anastácio, confirmou ao G1 que o evento é da Prefeitura, mas declarou que vai apurar a responsabilidade pela realização dessa e de outra prova: uma corrida de motocicletas que exigia apenas que os participantes tivessem mais de 16 anos. Pelo código de trânsito, só podem pilotar aqueles com mais de 18 anos habilitados pelo Detran.

“A gente está apurando toda essa situação. No momento, estamos acompanhando o atendimento a essas pessoas que estão hospitalizadas. Estamos empenhados primeiro na saúde deles”, disse o prefeito, que confirmou o internamento de duas pessoas.

Quatro homens, todos maiores de idade, foram levados ao Hospital Regional de Pau dos Ferros, município localizado na mesma região do estado. De acordo com a direção da unidade, dois pacientes estão entubados na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) em coma alcoólico e o estado de saúde deles é estável. Outro permenece internado, orientado, e pode receber alta ainda nesta sexta-feira (19). O outro já foi liberado mais cedo.

O prefeito confirmou ao G1 que a gincana faz parte da programação do aniversário de 55 anos de emancipação do município, que ocorre ao longo de toda a semana, mas questionado sobre as provas, especificamente, diz que vai apurar responsabilidades. “Eu ainda não sei exatamente como foi promovido”, disse. Bruno Anastácio ainda declarou que a prefeitura vai emitir uma nota para explicar o caso.

A gincana foi divulgada no site da prefeitura e nos perfis oficiais nas redes sociais. As inscrições para as provas aconteceram na Secretaria de Assistência Social de Rafael Fernandes.

Segundo pessoas da cidade, duplas participavam da corrida de motos, que tinha um circuito ao redor da praça central do município. Eles percorriam pequenas distâncias e precisavam parar o veículo para realizar uma tarefa e continuar o percurso, intercalando até o local de chegada.

Evento foi divulgado nas contas oficiais da prefeitura nas redes sociais — Foto: Reprodução

Evento foi divulgado nas contas oficiais da prefeitura nas redes sociais — Foto: Reprodução

Fonte: G1RN

Deixe uma resposta

Fechar Menu