ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSA SEXTA-FEIRA

NACIONAIS

Barroso vota pela rejeição da candidatura de Lula

Barroso vota pela rejeição da candidatura de Lula

(Arquivo) O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) analisa nesta sexta-feira a validade da candidatura do ex-presidente Lula para as eleições de outubro, na qual ele aparece como favorito – AFP

 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julga  hoje os pedidos de impugnação do registro do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso e condenado na Operação Lava Jato, e petições para impedir o petista de participar do horário político. Luís Roberto Barroso, ministro relator da ação, indeferiu o pedido de candidatura de Lula.

“Faculto à coligação substituir o candidato Luiz Inácio Lula da Silva em um prazo de 10 dias”, afirmou Barroso.

Fonte: Isto É

Sarampo e pólio: 80% das crianças já foram imunizadas

 

Nesta sexta-feira (31), dia previsto para o encerramento da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e o Sarampo, dados do Ministério da Saúde mostram que 80% das crianças com idade entre 1 ano e menos de 5 anos foram imunizadas. A meta é vacinar 95% do público-alvo, conforme recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Até o momento, Amapá, Rondônia e Pernambuco já vacinaram mais de 95% das crianças. Nove estados brasileiros e o Distrito Federal, entretanto, permanecem abaixo da média nacional de 80%: Rio de Janeiro, Roraima, Amazonas, Acre, Pará, Bahia, Piauí, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul.

Estados e municípios que ainda não atingiram a cobertura vacinal recomendada foram orientados pelo governo federal a abrir os postos de saúde amanhã (1º). O ministério alertou que a organização da mobilização no fim de semana é de responsabilidade de cada município e que, portanto, é necessário verificar com as secretarias municipais quais postos estarão abertos.

Este ano, a vacinação é feita de forma indiscriminada, o que significa que, mesmo as crianças que já estão com esquema vacinal completo, devem ser levadas aos postos de saúde para receber mais um reforço.

No caso da poliomielite, as crianças que não tomaram nenhuma dose ao longo da vida vão receber a vacina injetável, e as que já tomaram uma ou mais doses devem receber a oral. Para o sarampo, todas as crianças com idade entre um ano e menos de 5 anos vão receber uma dose da tríplice viral, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

Casos de sarampo

Até o dia 28 deste mês, foram confirmados 1.553 casos de sarampo no Brasil, enquanto 6.975 permanecem em investigação. O país enfrenta dois surtos da doença: no Amazonas, que já tem 1.211 casos confirmados e 6.905 em investigação, e em Roraima, onde há 300 casos confirmados e 70 em investigação.

Casos isolados e relacionados à importação foram identificados nos seguintes estados: São Paulo (2); Rio de Janeiro (18); Rio Grande do Sul (16); Rondônia (2); Pernambuco (2); e Pará (2).

Foram confirmadas ainda sete mortes por sarampo – quatro em Roraima (três em estrangeiros e uma em brasileiro) e três no Amazonas (todos brasileiros, com dois óbitos em Manaus e um no município de Autazes).

Comments

Mulheres de 18 anos são mais desejadas em aplicativos de relacionamento; homens aos 50 são favoritos

Expectativas e faixa etária do “pretendente ideal” são bem diferentes para homens e mulheres de acordo com o estudo (Foto: Getty Images)

Publicado no início do mês na revista científica Science Advances, o estudo “Aspirational pursuit of mates in online dating markets” (algo como procura por parceiros no mercado de namoro online) acompanhou por um mês as trocas de mensagens de cerca de 200 mil usuários em um “aplicativo de relacionamentos gratuito e muito famoso”. O objetivo era medir a “desejabilidade” dos usuários. Ou seja, entender qual o perfil mais desejável de parceiro com base nas características de cada usuário e na quantidade de mensagens que cada um deles recebeu.

O resultado surpreende. De acordo com os dados, os pesquisadores apontaram que homens atingem o seu pico de ‘desejabilidade” aos 50 anos de idade. A atratividade também aumenta quanto maior for a escolaridade do pretendente.

Já para as mulheres, o resultado é bem diferente. O pico delas é aos 18 anos, e essa taxa de desejabilidade cai a partir daí, ou seja, dos 19 anos para frente, elas se tornam cada vez menos desejáveis. De maneira oposta aos homens, quanto maior a escolaridade delas, menos interessantes elas são aos olhos masculinos, segundo o estudo.

Homens querem beleza, mulheres algo a mais

Na análise do psicólogo Rodrigo Potechi, a desejabilidade feminina é relacionado à beleza externa da mulher. “Essa questão das mulheres alcançarem o pico de desejabilidade aos 18 anos tem muito mais a ver com o desejo, com a fantasia do homem de ‘possuir’ uma mulher virgem, ser o primeiro homem para ela, além de ser uma idade em que, em teoria, a mulher está no ápice de seu vigor e forma física”, explica ele.

Ainda que mulheres tenham desejos sexuais na mesma intensidade e frequência que homens, Potechi aponta que as prioridades para elas são diferentes. “A mulher busca um homem que possa ser seu companheiro e tenha uma vida estável”, diz ele, o que pode justificar a predileção das mulheres por homens mais velhos e mais escolarizados.

Em resumo, o psicólogo acredita que a pesquisa mostra um perfil conservador de usuários, com valores mais antiquados. Para o futuro, é provável que os resultados de uma pesquisa deste tipo sejam mais diversos, considerando o fortalecimento crescente do movimento feminista e a maior difusão das redes sociais no campo afetivo.

“A tecnologia mudou tudo em nossas vidas, e vai mudar ainda mais. Estamos descobrindo novas formas de nos relacionar, e os moldes antigos de relacionamento podem não mais servir para o futuro. É uma evolução constante”, finaliza.

UOL

Fonte: Blog do BG

LOCAIS

Ricardo Motta classifica denúncia de desvios de dinheiro público como “propaganda eleitoral negativa”

 

O deputado estadual Ricardo Motta emitiu uma nota se defendendo das acusações de que teria desviado R$ 400 mil em recursos públicos para concluir a reforma de um imóvel particular. Ele classificou a atitude do Ministério Público em divulgar as delações como “propaganda eleitoral negativa” contra ele e se defendeu das acusações afirmando que não tem “qualquer participação nos fatos investigados”.


Confira nota na íntegra

É revoltante constatar que uma instituição com tão nobre missão constitucional, como o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte, utilize o seu poder de divulgação na mídia para disseminar verdadeira propaganda eleitoral negativa contra a minha pessoa.

As investigações sobre o fato se iniciaram há cerca de dois anos e, coincidência ou não, o ajuizamento da ação e a sua divulgação à imprensa, por duas vezes na mesma semana, ocorrem em pleno período eleitoral, a conta gotas.

O que ora se combate e a legislação eleitoral proíbe expressamente é a
conduta tendente a afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos
eleitorais.

Reafirmo com veemência que não tenho qualquer participação nos fatos investigados e que tenho minha consciência tranquila, o que será provado à Justiça.

RICARDO MOTTA
DEPUTADO ESTADUAL

Ricardo Motta desviou R$ 400 mil para quitar reforma de casa em lagoa, dizem delatores

 

Denunciado pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte por crime de peculato, na última segunda-feira (28), o deputado estadual Ricardo Motta (PSB) teria comandado um desvio de R$ 400 mil do Instituto de Desenvolvimento Ambiental do Estado (Idema) para quitar a reforma de uma casa na Lagoa de Bomfim, em Nísia Floresta, região metropolitana de Natal. As informações se tornaram públicas após o levantamento do sigilo judicial.

Duas delações premiadas reforçam a denúncia, que é resultado da operação Capuleto, deflagrada pelo MP em maio de 2017 para apurar a prática de crimes decorrentes do desvio de recursos públicos oriundos de convênio firmado entre o Idema e a Fundação para o Desenvolvimento Sustentável da Terra Potiguar (Fundep). O desvio teria acontecido dentro do contrato de R$ 1 milhão com uma construtora, para realizar a reforma do Ecocentro – nova sede do Idema – com recursos provenientes de compensação ambiental paga pela empresa Brasventos Eolo Geradora de Energia S/A ao Estado.

Em nota, Ricardo Motta disse que o MP divulgou o processo em período de campanha, “coincidência, ou não”. “O que ora se combate e a legislação eleitoral proíbe expressamente é a conduta tendente a afetar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais”, criticou. O deputado também negou as acusações. “Reafirmo com veemência que não tenho qualquer participação nos fatos investigados e que tenho minha consciência tranquila, o que será provado à Justiça”, declarou Motta.

As delação premiadas são do ex-diretor do Idema, Gutson Johnson Giovanny Reinaldo Bezerra e da ex-presidente da Fundep, Vilma Rejane Maciel de Souza. De acordo com eles, ao tomar conhecimento dos recursos acordados entre a empresa de energia eólica e o Idema para reformar o Ecocentro, o deputado determinou a contratação de uma construtora ligada a ele para fazer a reforma. A empresa tem como sócio o filho de um construtor amigo do deputado, a quem Motta devia R$ 400 mil pela reforma em sua casa na lagoa do Bomfim.

Ainda de acordo com a denúncia, o contrato do Idema com a empresa foi firmado no valor de R$ 1 milhão, porém a empresa só entregou obras equivalentes a R$ 600 mil. Ainda assim, foram feitas simulações de medições para que os órgãos públicos pagassem o valor completo contratado.

“O denunciado emitiu ordem para que a Fundep, responsável por gerir o dinheiro da compensação, forjasse procedimento licitatório na modalidade convite para contratação da Plana Edificações LTDA. O ato de indicação da empresa por parte do parlamentar e a fraude do procedimento licitatório do qual a Plana Edificações LTDA sagrou-se vencedora restaram cabalmente comprovados pelas colaborações premiadas de Gutson Johson Giovanny Reinaldo Bezerra e Vilma Rejane Maciel de Souza, bem como pelos elementos colhidos na instrução e pelos dados e documentos oriundos da Operação Capuleto”, afirmou o MP na denúncia.

“Foi comprovada, de forma exaustiva, a simulação nas medições para que a Plana Edificações LTDA pudesse receber pagamento por serviços que não foram realizados e a consequente falta de conclusão da obra para a qual a empresa foi contratada. Dessa forma, a reforma do Ecocentro serviu apenas como cenário propício para que Ricardo José Meirelles da Motta pudesse pagar sua dívida”, pontua a denúncia, assinada pelo procurador-geral de Justiça, Eudo Leite.

A operação Capuleto foi um desdobramento da operação Candeeiro, em que o deputado Ricardo Motta também foi denunciado por ter desviado do Idema a quantia de R$ 19.321.726,13, entre janeiro de 2013 e dezembro de 2014, segundo as investigações do Ministério Público. O parlamentar também é um dos denunciados da operação Dama de Espadas, em que ele figura como réu por ter chefiado a organização criminosa que desviou recursos públicos do parlamento estadual entre 2011 e 2015, mediante a inserção fraudulenta de “servidores fantasmas” na folha de pagamento do órgão legislativo.

Na denúncia oferecida nesta segunda-feira, o MP do Rio Grande do Norte pede que Ricardo Motta seja notificado e que, querendo, apresente defesa no prazo de 15 dias. O Ministério Público requereu ainda que, com o trânsito em julgado, além de condenado pelos crimes, o deputado estadual tenha os direitos políticos suspensos durante o prazo da condenação.

Propaganda educativa no trânsito confirma resultado ao reduzir 730 acidentes no RN

As campanhas de propaganda educativas do Detran (Departamento Estadual de Trânsito do RN) vem sendo uma marca positiva para diminuição dos acidentes e mortes no trânsito no Rio Grande do Norte. A cada levantamento feito no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, a constatação da redução. Em recente estudo revelado pelo HWG, comparando o ano todo, ou seja 2016 e 2017, o número de pessoas acidentadas com motos reduziu de 8729 para 8010, foram 719 ocorrências a menos, uma economia a saúde pública do Estado. As campanhas são assinadas pelo projeto Vidas no Trânsito do Ministério Público do RN.

A redução de 10% é comemorada pelo Diretor Geral do Detran, Eduardo Machado. Para ele, as campanhas refletem o dia-a-dia da população e tem uma planejamento muito claro. “As campanhas educativas, a publicidade educativa, são feitas para salvar vidas, e o resultado está aí, com esses novos números do Hospital Walfredo Gurgel, nosso maior hospital de trauma. É uma grande economia que o estado vem tendo com uma redução considerável”, comenta.

Para o publicitário Odemar Neto, diretor da Executiva Propaganda, agência licitada do Detran para desenvolver e criar as campanhas, os novos números comprovam que a campanha vem atingindo o objetivo.

“O Detran terá agora com nova campanha sobre motos em setembro, justamente no mês nacional do trânsito. A estratégia será reduzir cada vez mais acidentes. Os números ainda são muito altos e um custo absurdo para o Estado. O novo conceito da campanha sugere reflexão ao piloto sobre as consequências de seus atos em cima da moto, principalmente a pressa de ganhar alguns segundos que podem ser fatais”, conta Odemar Neto.

Fonte: Blog do BG

Justiça Eleitoral derruba restrição que Intertv apresentou para receber propaganda eleitoral, com cobrança a partir de R$ 235,00

O juiz eleitoral Ricardo Tinoco de Góes derrubou, em decisão liminar em caráter de urgência, a restrição que Intertv Cabugi apresentou aos partidos e candidatos para veicular o material de campanha.

A decisão foi tomada em ação movida pela Rede, que contestou a cobrança de R$ 230 e R$ 375,00 para cada sinal de exibição, a depender da abrangência.

O partido, ainda reclamou que, na reunião com a emissora, os custos não foram apresentados e que eles só vieram ao conhecimento dos partidos no momento da entrega do conteúdo das inserções partidárias.

“A legislação admite a entrega física ou por meio eletrônico das mídias contendo a propaganda às emissoras, desde que deliberado em reunião para definição do plano de mídia. Ocorre que, impor aos partidos que o envio eletrônico se dê por intermédio de empresas homologadas pela Representada sem que se delibere sobre o ônus do pagamento quanto ao serviço correspondente torna a exigência juridicamente impossível, isto porque não se sabe se o destinatário da exigência dispõe de recursos financeiros para tanto”, observou o magistrado.

Com a decisão, a Intertv, que vinha admitindo o material eletronicamente pelo streaming, fica obrigada a receber as inserções fisicamente, sem custos para os candidatos.

Fonte: Blog do BG

INTERNACIONAIS

Desaprovação a Trump é a maior desde início de mandato; 49% querem processo de impeachment, diz pesquisa

Foto: KEVIN LAMARQUE / REUTERS

A desaprovação ao governo do presidente americano, Donald Trump, chegou ao maior nível desde que assumiu o cargo em 2017, atingindo 60% dos entrevistados na pesquisa conduzida periodicamente pelo jornal “The Washington Post” e o canal de notícias ABC.

Trump, que desde o início de sua gestão tem se envolvido em uma série de polêmicas — das críticas às investigações sobre a suposta interferência russa nas eleições de 2016 à revelação do seu envolvimento extraconjugal com uma atriz pornô, que foi paga para não falar do caso — é “fortemente desaprovado” por 53% dos entrevistados, segundo a enquete publicada nesta sexta-feira. Apenas 36% das pessoas aprovam o trabalho de Trump à frente da Casa Branca no momento.

Em uma discussão que ganhou força nas últimas semanas, principalmente após a condenação por fraude do ex-chefe de campanha de Trump, Paul Manafort, e a confissão de culpa do seu ex-advogado Michael Cohen — que admitiu ter violado regras de financiamento de campanha, entre outras —, quase metade dos americanos, 49%, acreditam que um processo de impeachment contra o presidente deve começar o quanto antes. Cerca de 46%, no entanto, defendem que não há necessidade de uma medida do tipo, que o afastaria do cargo.

No caso de Cohen, que afirmou ter sido orientado por Trump a pagar pelo silêncio da atriz pornô Stormy Daniels e da ex-coelhinha da Playboy Karen McDougal, os entrevistados foram perguntados se consideravam essa atitude um crime por parte do presidente. Nesse caso, cerca de 61% afirmou que sim, enquanto 31% disseram que não.

Em um dos temas mais sensíveis quanto se trata do presidente, o suposto conluio com agentes russos na campanha que o elegeuI também foi analisada na consulta. Apesar da oposição de Trump, 63% dos americanos entrevistados disseram que apoiam o procurador especial Robert Mueller, que investiga o caso. Além disso, 53% acreditam que o presidente tentou obstruir o trabalho do procurador especial.

Os entrevistados também foram questionados se apoiavam a demissão do procurador geral (secretário da Justiça) Jeff Sessions, que tem sido criticado por Trump por permitir que Mueller continue as investigações. Para 64% das pessoas ouvidas, Sessions não deve ser demitido.

O desempenho de Trump na economia também foi avaliado pela pesquisa. Apesar de o presidente ter afirmado recentemente que, se sofrer impeachment, “o mercado vai desabar”, 47% dos entrevistados afirmaram não gostar da maneira como o presidente está lidando economicamente com o país, contra 45% que aprovam o desempenho.

A pesquisa foi conduzida com 1.003 pessoas, com margem de erro de 3,5 pontos percentuais. Ela aconteceu, entre os dias 26 e 29 de agosto, na semana após a condenação de Manafort e a confissão de Cohen.

O Globo

Fonte: Blog do BG

Deixe uma resposta

Fechar Menu