ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSA SEGUNDA-FEIRA

Paraguai Dispensou Urnas Eletrônicas Brasileiras Porque São ‘Vulnerareis’. E Elegem Presidente Com Voto Manual

Paraguaios Mostram O Que É Uma Eleição Sem Fraude Ao Rejeitarem Urnas Brasileiras

Os 3,5 milhões de paraguaios que foram as urnas neste domingo (21)  para escolher o novo presidente do país, fizeram seus votos em cédulas de papel.

Segundo o Gazeta do Povo, o Congresso do Paraguai vetou as urnas eletrônicas brasileiras que foram usadas em eleições anteriores. A alegação foi de que não são confiáveis porque podem ser burladas.

No Brasil já é Lei,  urnas devem ter  a impressora de voto para recontagem, em caso de auditoria, o TSE recusou-se cumprir a Lei e pretende colocar o voto impresso em apenas 5% das urnas.

Um projeto de Lei esta tramitando no congresso para obrigar o TSE cumprir a Lei que garante o voto impresso em 100% das urnas.

O mundo inteiro se recusa usar urnas eletrônicas por serem vulnerareis, somente no Brasil o voto eletrônico é considerado ‘seguro’.

 

Gilmar E Lewandowisk Ameaçam Pedir Vistas No ‘Fim Do Foro Privilegiado’

Gilmar Mendes ou Ricardo Lewandowski podem paralisar mais uma vez o julgamento sobre o foro privilegiado.

Segundo Gerson Camarotti, ministros do STF “estão em alerta com uma nova possibilidade de pedido de vista”.

Paulo Pimenta Líder Do PT Disse Que Se Eles Forem Impedidos De Visitar O Lula Vão Invadir A PF

O líder do PT na Câmara Federal, deputado Paulo Pimenta, acaba de divulgar um nota em que ameaça invadir a Polícia Federal para ver o ex-presidente condenado Lula.

“A juíza não poderia invadir prerrogativa da Câmara dos Deputados, definida pela Constituição Federal, e tampouco lhe caberia negar um pedido que não foi feito pela Comissão.”

“Na qualidade de coordenador da Comissão Externa, comuniquei aos outros doze membros e ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que a inspeção está mantida para amanhã, terça-feira (24) , às 11h, com o objetivo de verificar in loco as condições em que se encontra detido o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em nenhum momento a Comissão solicitou à juíza Carolina Lebbos autorização para a inspeção, pois se trata de prerrogativa constitucional da Câmara dos Deputados formar comissões externas para que averiguem condições carcerárias em todo o território nacional, inclusive na sede da Polícia Federal em Curitiba. A Comissão comunicou à juíza a data da realização da inspeção e lhe solicitou providências junto à Polícia Federal para viabilizar o acesso da delegação parlamentar.

A juíza não poderia invadir prerrogativa da Câmara dos Deputados, definida pela Constituição Federal, e tampouco lhe caberia negar um pedido que não foi feito pela Comissão. A atitude da juíza é um grave ataque ao Poder Legislativo e um atentado à independência dos três Poderes e ao Estado democrático de direito.”

Fonte: Notícias Brasil On Line

Deixe uma resposta

Fechar Menu