ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSA SEGUNDA-FEIRA

Segunda-feira, 17 de setembro

Boa noite! Aqui estão as principais notícias para você terminar o dia bem-informado.


Por G1

 

O governo Trump lançou nova ofensiva contra a China em mais um capítulo da guerra comercial. Os norte-americanos anunciaram tarifa sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses. Para além da esfera comercial, os dois países estão em alerta por causa de fenômenos naturais. Na China, o tufão Mangkhut matou 2 pessoas e tirou mais de 3 milhões de suas casas. Já a tempestade Florence alagou cidades nos EUA e provocou a morte de 24 pessoas. No Brasil, mais de 50 projetos de privatização do governo Temer não sairão do papel e ficarão para o próximo presidente, segundo levantamento do G1. O que foi notícia nesta segunda-feira:

NACIONAIS

Entrevista de Toffoli

O novo presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, durante entrevista a jornalistas na sede do STF, em Brasília — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O novo presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, durante entrevista a jornalistas na sede do STF, em Brasília — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O ministro Dias Toffoli, novo presidente do STF, recebeu jornalistas para um café da manhã em que apresentou um plano de trabalho para os próximos meses.

Toffoli disse que, no comando do Judiciário, atuará para agilizar julgamentos de homicídios e reiterou que, em casos de crime contra a vida, a eventual condenação por um júri – que funciona como um tribunal de primeira instância – deveria levar à execução da pena.

“É uma vergonha a impunidade no que diz respeito ao número de homicídios no Brasil. Quando tem a condenação, tem a apelação. No meu voto no julgamento da segunda instância, falei que o tribunal de júri, tendo condenando alguém, [o condenado] já tem que ir preso”, afirmou.

Afirmou, além disso, que “dificilmente” a prisão de Lula será derrubada por um recurso a ser julgado no plenário do Supremo. O julgamento ocorria no sistema eletrônico do tribunal, com placar de 7 a 1 contra a soltura do petista, e será levado a plenário após pedido de vista do ministro Ricardo Lewandowski.

Disputa presidencial

Veja como foram as atividades de campanha dos candidatos à Presidência nesta segunda:

Entrevista G1 e CBN

O candidato do PSOL à Presidência, Guilherme Boulos, foi entrevistado pelo G1 e pela CBN. Boulos criticou o voto útil e disse que o “momento de derrotar o atraso é no 2º turno”. Assista à entrevista no vídeo abaixo:

Guilherme Boulos (PSOL) é entrevistado pelo G1 e pela CBN

Guilherme Boulos (PSOL) é entrevistado pelo G1 e pela CBN

Amanhã será a vez de Fernando Haddad, do PT. Mande a sua pergunta com a hashtag #cbng1 nas redes sociais.

Entrevistas nos estados

SP – Entrevista G1/CBN – Toninho Ferreira (PSTU) defende estatização da Sabesp e diz que vai dar calote em bancos

RJ – Entrevista G1/CBN – Pedro Fernandes (PDT) diz que vai acabar com UPPs e quer contratar 1,5 mil PMs no primeiro ano de governo

Pesquisas nos estados

O Ibope divulgou hoje pesquisas de intenção de voto para os governos de MG, DF, PE, AP, RO, PA e RR. Confira os números:

  • MG: Anastasia, 33%; Pimentel, 22%
  • DF: Eliana, 22%; Fraga, 14%; Rollemberg, 11%; Rosso, 10%
  • PE: Paulo, 33%; Armando, 25%
  • AP: Capi, 32%; Waldez, 27% e Davi, 25%
  • RO: Expedito Júnior, 32%; Acir Gurgacz, 14%; Maurão de Carvalho, 12%
  • PA: Helder, 47%; Márcio, 15%; Paulo, 13%
  • RRAnchieta, 41%; Antônio Denarium, 29%

Legado de Temer

Presidente Michel Temer, do MDB — Foto: Reprodução/JN

Presidente Michel Temer, do MDB — Foto: Reprodução/JN

Mais de 50 projetos do pacote de privatizações do governo Temer prometidos para 2018 não sairão do papel e ficarão para o próximo presidente, segundo levantamento do G1. Da lista de 100 projetos, só 30 se concretizaram. Outros 91 estão em andamento e 38 devem ser concluídos até o fim do ano, segundo previsões do governo.

Fraudes bancárias

Polícia prende 29 suspeitos de integrar quadrilha que fraudava contas bancárias

Polícia prende 29 suspeitos de integrar quadrilha que fraudava contas bancárias

Uma operação policial prendeu 29 suspeitos de integrar uma quadrilha que roubava dinheiro de contas bancárias de empresas e pessoas. Segundo as investigações, os golpistas desviaram pelo menos R$ 30 milhões em um ano. O grupo usava dados dos correntistas para transferir o dinheiro. Entre os detidos está o cantor sertanejo Rick Ribeiro.

Longe dos palcos

Simaria conversa com fãs durante apresentação em Barretos 2018 — Foto: Érico Andrade/G1

Simaria conversa com fãs durante apresentação em Barretos 2018 — Foto: Érico Andrade/G1

A cantora Simaria, da dupla com Simone, terá que se afastar mais uma vez dos palcos por causa do tratamento contra uma tuberculose ganglionar. Ela passou mal na semana passada e foi internada em São Paulo. Novos exames apontaram a necessidade de repouso até o fim do tratamento, segundo comunicado divulgado pela assessoria de imprensa de Simaria.

Curtas e rápidas

Rodovia Antonio Romano Schincariol ficou coberta de gelo — Foto: Reprodução

Rodovia Antonio Romano Schincariol ficou coberta de gelo — Foto: Reprodução

Fonte: G1

Haddad diz que, se eleito, vai manter visitas a Lula na prisão

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, disse nesta segunda-feira (17) que, se eleito, manterá a rotina de visitas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba. Afirmou ainda que Lula é seu “grande conselheiro”.

Haddad participou de uma sabatina organizada pelo jornal “Folha de S.Paulo”, pelo portal UOL e pelo SBT. Ele foi questionado se, caso vença a eleição, continuará fazendo visitas a Lula.

“Com certeza”, respondeu o candidato. “O presidente Lula é meu interlocutor permanente”, afirmou.

Depois da entrevista, à tarde, Haddad visitou Lula na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde o ex-presidente está preso desde abril depois de ter sido condenado pelo Tribunal Regional Federal a 12 anos e 1 mês de prisão em razão do caso do triplex em Guarujá.

Inicialmente, Lula era o candidato do PT à Presidência, mas teve a candidatura rejeitada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com base na Lei da Ficha Limpa. Na semana passada, o partido escolheu Haddad para substituí-lo.

Mesmo antes de ser confirmado como o candidato petista, Haddad vinha fazendo visitas regulares a Lula. Ele foi designado como advogado do ex-presidente, para poder ter direito a mais encontros com o ex-presidente.

Na sabatina, Haddad disse, em um eventual governo, Lula terá um papel de destaque no aconselhamento.

“Eu considero ele um grande conselheiro. Uma pessoa que vai ter papel destacado no aconselhamento, vai falar da sua experiência, falar do que ele aprendeu no governo. Isso é natural numa democracia, ele vai se ser ouvido”, disse Haddad.

G1

Comments

Receita notifica 716 mil empresas do Simples para cobrar dívidas que somam R$ 19,5 bilhões

A Secretaria da Receita Federal informou nesta segunda-feira (17) que está notificando 716.948 empresas inscritas no Simples Nacional (regime simplificado de pagamento de tributos) para cobrar dívidas que somam R$ 19,5 bilhões.

As empresas que não regularizarem a situação serão excluídas do Simples Nacional a partir de janeiro de 2019, informou o Fisco.

De acordo com o órgão, as notificações estão sendo feitas por meio de atos declaratórios executivos (ADEs) e envolvem débitos previdenciários e não previdenciários com a própria Receita Federal e também com a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN).

“As microempresas (ME) e empresas de Pequeno Porte (EPP) devem ficar atentas para não serem excluídas de ofício do Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devido pelas microempresas e empresas de pequeno porte (Simples Nacional) por motivo de inadimplência”, informou a Receita.

De acordo com a Receita, ao tomar ciência do ato declaratório, o contribuinte terá prazo de 30 dias para a regularização dos débitos, à vista, em parcelas ou por compensação.

O teor dos ADEs de exclusão, informou o órgão, pode ser acessado pelo Portal do Simples Nacional ou pelo Atendimento Virtual (e-CAC), no site da Receita Federal, mediante certificado digital ou código de acesso.

A Receita Federal informou que as empresas que regularizarem a totalidade dos débitos no prazo terão a exclusão do Simples Nacional “automaticamente tornada sem efeito, ou seja, o contribuinte continuará no Simples Nacional não havendo necessidade de comparecer às unidades da Receita Federal para adotar qualquer procedimento adicional”.

Os que não regularizarem no prazo de 30 dias a partir da data em que tomaram ciência serão excluídos do Simples Nacional a partir de 1º de janeiro de 2019.

G1

Comments

Presidenciáveis motivam disputa de hashtags no Twitter

Pelo menos três hashtags sobre presidenciáveis movimentaram o Twitter ao longo desta segunda (17) —e duas delas chegaram aos Trending Topics da rede social.

Internautas críticos ao presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) começaram a usar a hashtag #MeuBolsominionSecreto para fazer críticas ao capitão reformado.

A iniciativa é inspirada na hashtag #MeuAmigoSecreto, usada por mulheres em 2015 para denunciar situações de machismo e outros abusos que já tinha sofrido. Desde o começo da tarde a #MeuBolsominionSecreto figurava no topo dos Trendind Topics do Twitter.

Do outro lado, apoiadores de Bolsonaro lançaram as hashtags #DeusFamiliaBolsonaro e #DeusFamiliaBolsonaro17, com mensagens de apoio ao capitão reformado e críticas à esquerda. A segunda foi criada depois de internautas acusarem o Twitter de barrar a primeira.

Também ganhou destaque a hashtag #VotoMarinaPq, uma ofensiva de apoiadores da candidata Marina Silva (Rede) para levá-la ao topo de assuntos mais comentados no Twitter – onde tem aparecido desde o final da tarde desta segunda.

Os voluntários da campanha da ex-senadora intensificaram as mobilizações no fim de semana, depois que pesquisas mostraram queda significativa da presidenciável nas intenções de voto.

As mobilizações são orquestradas pelos apoiadores principalmente em grupos de WhatsApp. Eles geralmente combinam a tag do dia com uma que faça referência mais direta à candidata (como #Marina18, por exemplo).

Os perfis oficiais de Marina e da Rede têm retuitado algumas das mensagens.

De acordo com a mais recente pesquisa Datafolha, Bolsonaro lidera a corrida presidencial com 26% das intenções de voto. Em seguida, empatados com 13%, estão Fernando Haddad (PT) —substituto do ex-presidente Lula na eleição— e Ciro Gomes (PDT).

Já Marina aparece em quinto na corrida presidencial com 8% das intenções de voto, tecnicamente empatada com Geraldo Alckmin (PSDB), que tem 9%.

Folhapress

Marina Silva: “PT, PMDB, PSDB tiveram uma chance e trocaram um projeto de país por projeto de poder”

 

A candidata a Presidente da República pela Rede, Marina Silva, aproveitou a agenda de campanha desta segunda-feira (17), em Aracaju, para disparar contra o PT, o PMDB e o PSDB.

De acordo com ela, os partidos políticos já mostraram que não foram capazes de tocar uma agenda de mudanças no país. “O PT, PMDB, PSDB tiveram uma chance e trocaram um projeto de país por projeto de poder”, disse.

Questionada sobre o arco de alianças que deverá fazer no Congresso Nacional para garantir condições de governabilidade, ela afirmou que fará um governo “dialogando com a população”. “Estou fazendo um estado por dia”, disse.

Fonte: Blog do BG

 

INTERNACIONAIS

EUA tarifam China

Produtos importados dos EUA em um mercado de Pequim, China. — Foto: AP Photo/Andy Wong

Produtos importados dos EUA em um mercado de Pequim, China. — Foto: AP Photo/Andy Wong

Os Estados Unidos anunciaram nesta hoje tarifas de 10% sobre US$ 200 bilhões em produtos chineses. É mais um capítulo da guerra comercial envolvendo os dois países. A cobrança terá início em 24 de setembro, e a taxa aumentará para 25% até o final deste ano.

Argentina

A ex-presidente argentina Cristina Kirchner foi processada pelo juiz Claudio Bonadio no caso dos “cadernos de propinas”. Ela é acusada de comandar um esquema criminoso para arrecadação de dinheiro. Cristina nega irregularidades e diz sofrer perseguição política. Bonadio pediu a prisão preventiva de Cristina, que, para acontecer, precisa ser aprovada pelo Senado de maioria peronista, segundo informa o diário “Clarín”, que teve acesso à decisão.

A ex-presidente Cristina Kirchner, hoje senadora na Argentina — Foto: REUTERS/Marcos Brindicci

A ex-presidente Cristina Kirchner, hoje senadora na Argentina — Foto: REUTERS/Marcos Brindicci

Fúria da natureza

Mulher observa estrago causado pelo tufão Mangkhut nesta sgunda-feira (17) em Macau, na China — Foto: Vincent Yu/AP Photo

Mulher observa estrago causado pelo tufão Mangkhut nesta sgunda-feira (17) em Macau, na China — Foto: Vincent Yu/AP Photo

O tufão Mangkhut deixou um rastro de destruição na Ásia. No fim de semana, 65 morreram nas Filipinas e mais de 50 mil ficaram desabrigados. Um deslizamento de terra deixou trabalhadores presos dentro de uma mina. Na China, mais de 3 milhões tiveram que sair de casa. Há 2 mortes confirmadas.

Um voltunário caminha por enchente antes de tentar atravessar uma estrada alagada com um veículo depois da passagem da tempestade tropical Florence em Dillon, Carolina do Sul, em 17 de setembro de 2018. — Foto: Randall Hill/Reuters

Um voltunário caminha por enchente antes de tentar atravessar uma estrada alagada com um veículo depois da passagem da tempestade tropical Florence em Dillon, Carolina do Sul, em 17 de setembro de 2018. — Foto: Randall Hill/Reuters

Nos EUA, o furacão Florence perdeu força e virou depressão tropical, mas ainda causa fortes chuvas e inundações. O número de mortes subiu para 24: são 18 na Carolina do Norte e 6 na Carolina do Sul.

Deixe uma resposta

Fechar Menu