ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSA QUARTA-FEIRA

Por G1

 

Críticas a Maduro no encontro entre Bolsonaro e Macri. Mais uma chance para Theresa May no Reino Unido. Nova denúcia contra João de Deus por crimes sexuais. Acidentre grave com ator de “Tropa de Elite”. O filho que salvou a mãe e morreu baleado durante assalto no Rio. E o “desafio dos 10 anos” com os ícones da Sapucaí.

NACIONAIS

Hermanos

presidente, Jair Bolsonaro , bolsonaro, cumprimenta, sinal de arma, arminha, mãos, Mauricio Macri, macri — Foto: ERNESTO RODRIGUES/ESTADÃO CONTEÚDO

presidente, Jair Bolsonaro , bolsonaro, cumprimenta, sinal de arma, arminha, mãos, Mauricio Macri, macri — Foto: ERNESTO RODRIGUES/ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente Jair Bolsonaro recebeu o argentino Mauricio Macri em Brasília. Na pauta, Mercosul e Venezuela. Sobre o bloco (também formado por Paraguai e Uruguai), Bolsonaro afirmou que será preciso aperfeiçoá-lo. Ele disse que quer um Mercosul “enxuto”, com abertura comercial e menos burocracia, e relações “sem viés ideológico” com a Argentina. Macri, por sua vez, mirou no presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. “É um ditador que tenta se perpetuar no poder com eleições fictícias”, afirmou. Em tempo: Maduro iniciou na semana passada seu 2º mandato, que vai até 2025, sob boicote da oposição e pressão dos EUA e de países vizinhos.

Livre comércio

Durante as reuniões em Brasília, os governos do Brasil e da Argentina discutiram flexibilizar regra do Mercosul que proíbe os países do bloco de negociar individualmente acordos de livre comércio com outras nações. Paraguai e Uruguai já manifestaram apoio à medida no passado.

Contratos suspensos

O Ministério do Meio Ambiente suspendeu a assinatura de novos contratos com ONGs por 3 meses. Segundo a pasta, o objetivo é saber quanto é repassado às organizações. O levantamento também será feito sobre convênios em andamento, mas essas parcerias não serão interrompidas. A decisão gerou reação das entidades. Elas afirmam que a medida pode causar descontinuidade na gestão ambiental

Theresa May cotinua

Foi por pouco. Theresa May continua como premiê do Reino Unido, mas terá pela frente o desafio de salvar o Brexit. Por apenas 19 votos de diferença, o Parlamento britânico rejeitou um pedido da oposição para tirar a premiê do cargo. A chamada moção de desconfiança foi proposta ontem pelo Partido Trabalhista, de oposição, logo após os parlamentares rejeitarem a proposta de May para a saída da União Europeia. O Brexit está marcado para 29 de março, e o governo britânico terá que correr contra o tempo para encontrar uma alternativa que agrade tanto as lideranças europeias quanto o parlamento do Reino Unido.

Réu pela 2ª vez

A juíza Rosângela Santos, de Goiás, aceitou uma nova denúncia contra o médium João de Deus, que agora responde a 2 processos por supostos crimes sexuais. Esta nova ação inclui 5 casos, ocorridos entre 2009 e 2018: são 4 mulheres de Goiás e uma de São Paulo que dizem terem sido abusadas pelo médium durante o atendimento. João de Deus está preso há 1 mês e nega ter cometido crimes.

Abusos em consulta

Mais 9 mulheres procuraram a polícia em Presidente Prudente (SP) relatando abusos sexuais do cardiologista Augusto César Barretto Filho, de 74 anos, durante consulta médica. No total, já são 26 denúncias. Ontem, o Ministério Público denunciou o médico por crime de violação sexual e pediu sua prisão.

Cada vez mais quente

A temperatura dos oceanos atingiu em 2018 o nível mais alto em 60 anos, segundo um estudo publicado na revista científica “Advances in Atmospheric Sciences”. São várias as consequências do aquecimento: elevação do nível do mar, aumento da umidade e formação de mais tempestades, redução dos níveis de oxigênio, morte de peixes e corais.

Teto da aposentadoria

O governo reajustou em 3,43% as aposentadorias e pensões para quem ganha acima de um salário mínimo. Com a medida, o teto da aposentadoria pelo INSS aumentou quase R$ 200, para R$ 5.839,45.

Mais economia:

Caio Junqueira

Montagem com fotos de carro acidentado no Rio e do ator Caio Junqueira — Foto: Reprodução/TV Globo; Bob Paulino/TV Globo

O ator Caio Junqueira, de “Tropa de Elite”, capotou o carro em um grave acidente no Aterro do Flamengo, no Rio. O artista foi retirado do veículo desacordado e está internado em estado grave no Hospital Miguel Couto, no Leblon.

Vítima da violência

Um jovem de 22 anos morreu ao tentar proteger a mãe durante um assalto no Rio. Os dois estavam no mercadinho da família quando foram abordados. Matheus Lessa se jogou na frente da mãe quando os ladrões dispararam e foi atingido no pescoço. Ele havia acabado de se formar em psicologia e se preparava para a festa de conclusão de curso.

10 anos de Sapucaí

G1 entrou na brincadeira do “desafio dos 10 anos” que está dominando as redes sociais e comparou fotos atuais de ícones do Carnaval do Rio com registros de 10 anos atrás. As montagens mostram o que mudou (ou não) nos famosos que brilham na avenida.

Teve isso também

Fonte: G1

Damares assina exoneração de diretora da Funai e confirma novo presidente

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, assinou a exoneração da diretora de proteção territorial da Fundação Nacional do Índio (Funai), Azelene Inácio. A ministra também assinou a nomeação de Franklimberg Ribeiro de Freitas para a presidência da Funai. As informações foram confirmadas à reportagem pela equipe de Damares Alves. Os atos têm previsão de serem publicados no Diário Oficial da União até esta quinta-feira, 17.

A saída de Azelene Inácio da Funai havia sido pedida na semana passada pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, após apurações de conflitos de interesse apontados em processo pelo Ministério Público Federal. Azelene, que é próxima da bancada ruralista e conhecida da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, chegou a ter seu nome cogitado nos bastidores para assumir a presidência da Funai. Ela é uma das principais defensoras da ideia de abrir as terras indígenas para arrendamento e parcerias com produtores rurais.

Nos últimos dias, a informação é de que ela havia se recusado a deixar o cargo, por agora ser subordinada de Damares Alves, e que sentia “no governo do PT”, por ser supostamente perseguida pela cúpula federal. A reportagem questionou Azelene sobre o assunto. Ele disse que não comentaria mais nada sobre o caso e desligou o telefone imediatamente.

Franklimberg Ribeiro de Freitas, que volta a ser presidente da Funai, cargo que ocupou entre maio de 2017 e abril de 2018, deixou claro que vai fazer uma mudança geral de quadros na instituição. “Vamos trocar toda a diretoria”, disse.

Em 16 dias, o governo do presidente Jair Bolsonaro fez mudanças radicais na estrutura da Funai. O órgão, que desde a sua fundação estava vinculado ao Ministério da Justiça, passou a ficar debaixo do recém-criado Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. A missão da Funai de identificar e demarcar terras indígenas passou para as mãos da nova Secretaria de Assuntos Fundiários, ligada ao Ministério da Agricultura. Essa mesma Secretaria também vai cuidar dos processos de licenciamento ambiental de todos os tipo de obras do País.

Estadão Conteúdo

 

Governo estuda liberação de vistos para turistas de quatro países

O ministro do Turismo , Marcelo Álvaro Antônio, disse nesta quarta-feira que já está avaliando os procedimentos necessários para propor a retirada da exigência de visto brasileiro a turistas de quatro países: Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão.

Segundo o responsável pela pasta, o tema passa por análise conjunta de técnicos do Turismo e do Ministério das Relações Exteriores. Há ainda um quinto país que pode ter a entrada de viajantes no país facilitada: a China.

A iniciativa faz parte do plano do ministério para tentar triplicar a receita anual do Brasil com turistas estrangeiros, que hoje é de US$ 6 bilhões.

Para tentar driblar obstáculos como a crise de segurança pública em estados como o Rio de Janeiro (e, agora, o Ceará), Marcelo Álvaro afirma que pretende criar um laboratório do governo na capital fluminense que ajude a fortalecer o turismo e, ao mesmo tempo, diminua a violência. Há uma tentativa do ministro de estabelecer uma parceria com o Ministério da Justiça, comandado por Sergio Moro.

O Globo

Comments

Ministério da Economia sugere a governadores aumentar impostos e privatizar empresas

O Ministério da Economia recomendou a estados em crise financeira aumentar impostos e privatizar estatais como forma de melhorar seus indicadores financeiros. As sugestões estão em um “guia” para os novos governadores, elaborado pelo Tesouro Nacional, divulgado nesta quarta-feira.

O documento apresenta dados sobre a situação financeira de cada estado e sugestões para as unidades da federação que precisam melhorar seus indicadores. As recomendações valem para estados como Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Goiás, Bahia e Santa Catarina, que estão com as piores situações nas contas públicas.

Para melhorar os indicadores, o Tesouro recomenda suspender novas contratações, aumentar alíquotas de impostos, pagar precatórios (dívidas com a Justiça), privatizar estatais, reduzir incentivos fiscais, e utilizar receitas oriundas de concessões. Também sugere evitar ou cortar despesas de pessoal e desvincular receitas (quando um imposto arrecadado precisa ser usado para uma despesa específica).

O documento ainda apresenta uma análise sobre a possibilidade dos estados aderirem ao regime de recuperação fiscal, do qual do Rio já faz parte. Os estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Goiás já anunciaram que querem fazer parte do programa. Segundo o guia do Tesouro, porém, essas unidades da federação não são elegíveis à recuperação fiscal.

O regime de recuperação foi criado para fornecer aos estados com grave desequilíbrio financeiro instrumentos para o ajuste de suas contas. Ele concede redução temporária no serviço das dívidas com a União, ou garantidas por ela, em troca de uma série de medidas duras de ajuste fiscal e de um plano que comprove a retomada do equilíbrio fiscal em no máximo 6 anos.

As exigências do regime incluem privatizações, proibição de contratação e de reajuste de salários, adoção de regras previdenciárias específicas, entre outras. Para ser elegível ao chamado RRF, o estado deve ter Dívida Consolidada maior do que a Receita Corrente Líquida (RCL), gastos correntes obrigatórios (pessoal e serviço de dívida) acima de 70% da RCL e obrigações contratadas superiores às disponibilidades de caixa de recursos não vinculados.

Segundo dados do Tesouro, juntos, os estados acumulam uma dívida bruta de R$ 908 bilhões. O estoque tem trajetória crescente e subiu R$ 121 bilhões (15,3%) entre 2009 e 2017. Além disso, 14 estados apresentam comprometimento de suas receitas com despesas de pessoal acima de 60%, que é o limite previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal.

O Globo

 

Bolsa fecha em ligeira alta e dólar chega a R$ 3,73

O Ibovespa, o principal índice das ações mais negociadas na B3, antiga BM&F Bovespa, fechou o pregão de hoje (16) aos 94.393 pontos, uma ligeira alta de 0,36%. O recorde do índice foi registrado na segunda-feira (14), aos 94.474 pontos.

As ações que mais valorizaram foram as da Cosan ON (4,9%), da Suzano Papel (4,4%), e da JBS ON (4,2%). As maiores quedas ficaram por conta da Forja Taurus (-21,24%), Log Com (-3,52%), e Cielo ON (-2,48%).

O dólar subiu pelo segundo dia seguido e chegou a R$ 3,73 no fechamento do dia, uma alta de 0,23%. O euro encerrou o dia financeiro cotado a R$ 4,25, elevação de 0,22%.

Comments

Prisões por ataques sobem para 383 no Ceará

O número de presos em razão da onda de ataques no Ceará subiu para 383. A atualização foi divulgada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do estado hoje (16). Em meio ao cenário tenso de conflitos com as facções, o governador Camilo Santana esteve em Brasília e se reuniu com o Ministro da Defesa.

As ações de facções criminosas tiveram início no início do mês e deixaram em alerta todo o estado. Prédios públicos, viadutos, estradas, ônibus e locais com veículos foram incendiados ou atingidos de alguma forma pelos grupos.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, as novas prisões ocorreram na capital, Fortaleza, na região metropolitana e municípios do interior. Conforme comunicado divulgado, as forças de segurança do estado e parceiras (como as enviadas pelo governo federal ou por Executivos de outros estados) seguem fazendo policiamento ostensivo “em locais estratégicos” e dentro de ônibus (o transporte coletivo é um dos alvos dos ataques).

Além das detenções (que incluem apreensão de adolescentes), a Polícia Civil comunicou a apreensão hoje de 700 quilos de explosivos em um apartamento em um bairro na capital Fortaleza.

Reunião

O governador Camilo Santana viajou a Brasília nesta quarta-feira. Ele se encontrou com o ministro da Defesa, general Fernando de Azevedo, na parte da tarde. “Aproveitei para apresentar um relatório das ações, dos fatos e das medidas tomadas e agradecer o apoio que tem sido dado pela inteligência e pelo Ministério da Defesa”, relatou.

Em conversa com jornalistas ao fim da reunião, relatou que discutiu com o titular da pasta formas de flexibilizar empecilhos ao emprego das Forças Armadas em situações como essa. “Existem algumas questões legais compreendidas que precisam ser revistas pelo Congresso Nacional e pelo país como um todo que restringem algumas ações. Mas estamos tentando encontrar caminhos para superar essas questões, como a participação das Forças Armadas nos estados”, afirmou, sem dar detalhes.

Medidas

Desde o início da onda de ataques, o governo do estado vem adotando um conjunto de ações. A ofensiva teria ocorrido, segundo as autoridades estaduais, como reação à estratégia anunciada para administração penitenciária do estado pelo secretário Luís Mauro Albuquerque. A Secretaria de Segurança Pública faz policiamento e aumentou o efetivo nas ruas. Anteontem, o governo anunciou que convocará militares da reserva.

No dia 4 de janeiro, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, anunciou o envio de cerca de 300 homens da Força Nacional e das Forças Armadas após pedido de apoio do governador Camilo Santana. Esse contingente foi ampliado nos dias seguintes. Outros estados enviaram oficiais e agentes, como a Bahia.

Denúncias

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do estado disponibilizou o número 181, o Disque Denúncia do órgão, e um número de WhatsApp (98969-0182) para receber denúncias de atos criminosos ou atitudes suspeitas.


Agência Brasil

Para ‘abrir a caixa-preta’, BNDES inaugura nova ferramenta de transparência

O site do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) inaugurará na sexta-feira, 18, uma ferramenta de consolidação de dados sobre os 50 maiores clientes dos últimos 15 anos. A maioria dos dados já está disponível, mas a nova ferramenta poderá incluir algumas informações sobre os empréstimos para a exportação de bens de capital, segundo uma fonte ouvida pelo jornal “O Estado de S. Paulo” sob condição do anonimato.

Os dados sobre os empréstimos para a exportação de bens de capital – como aviões da Embraer ou ônibus da Marcopolo – estavam entre os poucos não informados. Nessas operações, o BNDES financia os importadores, ou seja, as companhias aéreas estrangeiras que compram da Embraer, uma prática comum no mercado internacional.

A mudança na apresentação dos dados, antecipada pelo site “O Antagonista”, foi anunciada pelo novo presidente do BNDES, Joaquim Levy, num evento no Rio. Levy já havia sinalizado que o caminho para abrir a “caixa-preta” das operações do banco seria simplificar a consulta dos dados no site.

“Parte importante disso vai ser organizar melhor os dados. (Os dados) Já existem, alguns deles estão disponíveis, mas de uma maneira que fica difícil para a maior parte das pessoas entender”, disse Levy, na semana passada.

Os valores contratados por operações estão disponíveis no site do BNDES pelo menos desde 2012, mas, a partir de 2015 o BNDES vem ampliando a quantidade de informações, incluindo juros, prazos e garantias. A última rodada de ampliações ocorreu no fim de novembro passado, quando o banco passou a informar o ritmo de desembolsos de cada operação de crédito e o retorno líquido de cada investimento em ações.

Fontes ouvidas pelo Grupo Estado ainda em novembro disseram na ocasião que, a partir daí, haveria pouco a avançar, por causa das regras de sigilo bancário, definidas em lei de 2001.

Atualmente, é possível baixar no site do BNDES planilhas com informações detalhadas sobre cerca de 18,5 mil contratos. Além disso, painéis interativos permitem fazer buscas rápidas pelo nome dos clientes. Os painéis, introduzidos após uma reformulação do site em 2016, também permitem consultar operações por setor ou por ano. A agregação dos dados por cliente, porém, depende de cruzamentos feitos pelo próprio usuário.

Quando se consulta a planilha com a lista total de contratos, por exemplo, a maior operação é um empréstimo de R$ 9,9 bilhões para a Petrobras construir a Refinaria Abreu e Lima (Rnest), em Pernambuco. Só que o projeto teve dois empréstimos, contratados em 2009.

A segunda maior operação da lista é um financiamento de R$ 9,4 bilhões, também para a Rnest, num total de R$ 19,3 bilhões para a refinaria, alvo de investigações da Operação Lava Jato.

A maior operação da história do banco é o financiamento de R$ 25,4 bilhões para o consórcio Norte Energia construir a Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, aprovado em 2012. A consulta simples ao painel interativo no site do BNDES, porém, retorna com cinco operações em nome da Norte Energia – o usuário precisa somá-las para chegar ao valor final.

Ainda assim, a Petrobras é, de longe, o maior cliente do BNDES. Ao longo dos governos do PT, o banco foi usado para financiar os pesados investimentos da estatal, sobretudo aqueles com foco no incentivo à indústria local. De 2005 a 2014, o banco contratou R$ 63,6 bilhões para todas as empresas do grupo petroleiro, em 30 projetos, conforme levantamento feito pelo jornal no site do BNDES em abril de 2015.

Os valores são tão elevados que o Banco Central (BC) precisou editar normas, em vigor até hoje, para criar exceções em relação às regras que limitam a exposição de um banco a um único cliente

Para “abrir a caixa-preta do BNDES”, Levy poderia insistir em mais auditorias e investigações. Desde a gestão de Maria Silvia Bastos Marques, primeira presidente do banco no governo Michel Temer, foram instalados cinco processos de investigação interna, que se debruçaram, por exemplo, sobre as operações com o grupo Odebrecht e com o grupo J&F, do frigorífico JBS. Já encerradas, todas as cinco apurações concluíram que não há indícios de participação de funcionários em atos de corrupção.

Em março de 2018, o escritório de advocacia americano Cleary Gottlieb, contratado pelo BNDES, começou uma investigação externa sobre as operações com a J&F. No fim do ano, o banco decidiu contratar outra investigação externa, sobre os empréstimos para a construtora Odebrecht.

Conforme um ex-executivo de alto escalão do BNDES, que pediu anonimato, novas auditorias dificilmente encontrarão irregularidades.

Estadão Conteúdo

Comments

Estratégia do Governo é enviar proposta para Previdência no início de mandato

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues Junior, disse nesta quarta-feira, 16, que a estratégia do governo é enviar a proposta de reforma da Previdência logo no início do mandato do presidente Jair Bolsonaro para elevar as chances de aprovação. “Este é o momento em que o governo tem fôlego político para apresentar medidas de alto impacto. Exatamente é essa a proposição, e é essa a estratégia”, afirmou o secretário.

Ele informou ainda que a Medida Provisória contra fraudes nos benefícios previdenciários e assistenciais, que deve sair nos próximos dias, terá “impacto significativo, custo baixo e sinalização muito forte”. “É um combate às más alocações de recursos”, afirmou.

O secretário disse também que a orientação no governo é que qualquer eventual nova renúncia fiscal seja acompanhada pela devida compensação no Orçamento. Nesta quarta-feira o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, indicou que uma de suas prioridades é dar incentivos fiscais a empresas ligadas à cadeia do turismo para incentivar a instalação de hotéis e atrações.

Waldery afirmou não conhecer esse caso específico, mas reiterou que é necessário respeitar as exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). No início do ano, o presidente chegou a anunciar um aumento do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para compensar a prorrogação de incentivos fiscais no Nordeste e na Amazônia, mas voltou atrás diante da repercussão negativa e acabou editando um decreto limitando a implementação do benefício em 2019.

Estadão Conteúdo

 

PF pede mais 90 dias para investigar financiamento à defesa de Adélio

A PF em Minas Gerais pediu à Justiça mais 90 dias para concluir o inquérito que investiga quem financiou a defesa de Adélio Bispo de Oliveira, o homem que tentou matar Jair Bolsonaro, informa o G1.

O primeiro inquérito da PF concluiu que Adélio agiu sozinho no momento do atentado a Bolsonaro, em Juiz de Fora, e que a motivação “foi indubitavelmente política”.

Em 21 de dezembro, a PF cumpriu dois mandados de busca e apreensão em endereços ligados a Zanone Manuel de Oliveira Júnior, o advogado de Adélio.

Na época da operação, Zanone afirmou ter acompanhado toda a ação dos policiais federais e voltou a dizer que o nome de quem o contratou para defender o agressor é sigiloso.

O Antagonista

 

LOCAIS

 

SEJA O QUE DEUS QUISER: Detran e DER continuam sem direção

O DETRAN e o DER, duas das mais importantes autarquias do Estado seguem sem comando. Já se passaram 16 dias de gestão e os diretores ainda não foram nomeados.

Inclusive, hoje, o deputado estadual Kelps Lima e o vice-prefeito de Extremoz, Macho Sales, foram até o DER tentar solucionar o drama dos moradores da praia de Pitangui, que vivem com a rodovia de acesso ao distrito interrompida pela areia das dunas que encobre todo o asfalto. Simplesmente não tinha ninguém para resolver.

 

TRT-RN: Ato ecumênico reverencia memória de José Rêgo Júnior

Magistrados, servidores, advogados, familiares e amigos de José Rêgo Júnior participaram, na manhã desta quarta-feira (16), no Tribunal Pleno do TRT-RN, de um ato ecumênico em memória do desembargador falecido no dia 10 de janeiro.

O ato foi iniciado com uma palestra espírita, proferida pela servidora Suzana Fernandes Pais, que falou sobre a passagem feliz do desembargador pela vida terrena.

Em seguida, o capelão do Instituto Maria Auxiliadora, Raul Clepson de Macedo, iniciou a missa em memória de José Rêgo Júnior e falou sobre a certeza, segundo a palavra de Deus, de que a “morte não é o fim, mas o começo de uma nova vida em Cristo, quando já não haverá morte tristeza ou sofrimento”.

Canções embalaram o momento de reflexão e saudades, que contou com a participação nas leituras e depoimentos de magistrados e servidores.

A vice-presidente do TRT-RN, Maria do Perpétuo Socorro Wanderley de Castro, fez uma das leituras durante a missa e, bastante emocionado, o desembargador Ricardo Espíndola Borges falou da amizade e do carinho que nutria por José Rêgo Júnior.

O ministro Emmanoel Pereira, do Tribunal Superior do Trabalho, também participou da cerimônia, juntamente com desembargadores, juízes, diretores e servidores do TRT-RN.

A memória do desembargador José Rêgo Júnior também foi reverenciado em missa de 7º dia celebrada na Catedral de Santa Luzia, em Mossoró.

 

FNF lança campanha para doação de sangue entre torcedores do RN

“Torcedômetro da Vida. Doe e marque um golaço!” pretende atingir meta de mil bolsas por mês junto ao Hemonorte. Clubes e torcedores envolvidos vão concorrer a prêmios

Um simples gesto de amor e de solidariedade, mas que pode salvar uma vida. É com essa ideia que a Federação Norte-rio-grandense de Futebol lança nesta quinta-feira (17) o “Torcedômetro da Vida. Doe e marque um golaço!”, campanha social em parceria com o Hemonorte e a Arena das Dunas, para incentivar a doação de sangue entre as torcidas dos clubes do Rio Grande do Norte. Para isso, a ação vem reforçar que a rivalidade no futebol é somente dentro de campo e que fora dele todos lutam pela mesma causa: doar sangue e salvar vidas. No Hemonorte, o estoque de bolsas de sangue está longe da meta, que é de mil bolsas por mês.

O lançamento será a partir das 11h, no Hemonorte, em Natal, com a presença de jogadores de ABC, América-RN e do mascote do Campeonato Potiguar, o Cajulino. Os 30 primeiros torcedores que doarem sangue até sexta-feira (18), ganharão um ingresso para o “Clássico Rei da Paz”, que acontece no próximo domingo (20), às 16h, no Frasqueirão. Além disso, também estarão concorrendo a participação de uma ação no intervalo do jogo, em campo, com o Cajulino.

De acordo com José Vanildo da Silva, presidente da FNF, a iniciativa vai além da realização dos jogos do Campeonato Potiguar, buscando o envolvimento de toda a sociedade para que o simples gesto de doar sangue reforce uma atitude de solidariedade.

“A FNF cria essa iniciativa buscando parceiros, como o Hemonorte, numa forma de salvar vidas. Falar de futebol é muito mais do que uma partida em campo, mas fomentar o alcance social para a solidariedade. Em razão da força que o futebol possui para a sociedade, gerando o bem-estar ao público, a Federação lança essa campanha para que o torcedor de cada clube do Rio Grande do Norte contribua com um gesto de amor e que vai salvar uma vida. O ‘Torcedômetro’ vai mostrar que o futebol potiguar para ajudar o nosso Estado”, conta José Vanildo.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde, no Brasil, cerca de 1,6% da população doa sangue – 16 a cada mil habitantes. Embora o percentual fique dentro dos parâmetros da OMS – de pelo menos 1% da população – o Ministério da Saúde tem trabalhado para aumentar o número de doadores. Para a coordenadora do Serviço Social do Hemonorte, Miriam Mafra, a expectativa da campanha é atingir a meta e tornar o ato de doação de sangue rotineiro entre os potiguares.

“A importância dessa campanha é o fato de que a doação seja um sentimento de união entre as torcidas. O foco da doação é salvar vidas, mesmo diante das preferências de cores e times. Por isso, é importante essa sensibilidade para criarmos essa rede de solidariedade. Atualmente, nosso estoque de sangue está baixo, em decorrência das férias e do período da alta estação, em que muitas pessoas estão fora de capital. Nossa meta é atingirmos cerca de mil bolsas por mês. Dessa forma, contamos com a doação de todos os clubes e dos seus torcedores para estarmos juntos nessa grande ação”, espera Miriam.

Torcedômetro da Vida. Doe e marque um golaço!

A campanha medirá a paixão da torcida pelo clube de coração através da doação de sangue. Ao final do Campeonato Potiguar 2019, o clube campeão em doações, segundo a medição do Torcedômetro, ganhará um troféu comemorativo e os torcedores do clube estarão concorrendo a 20 vagas para participar do 1º torneio “Torcedômetro da Vida”, na Arena das Dunas, em data a ser divulgada posteriormente. Além disso, os torcedores concorrerão a uma temporada de ingressos para o Campeonato Potiguar 2020.

O clube que atingir a segunda colocação em doações de sangue, também ganhará um troféu comemorativo e os torcedores concorrerão a 15 vagas no torneio e uma camisa oficial do clube, autografada pelo elenco. Já o clube que chegar à terceira colocação, também ganhará um troféu e os torcedores que doaram sangue concorrerão a cinco vagas no torneio e uma bola oficial do Campeonato Potiguar 2019. Outras quatro vagas para o torneio serão sorteadas entre os participantes da campanha.

Quanto mais as torcidas dos clubes potiguares abraçarem a causa da doação de sangue, mais chances os clubes terão de subir no ranking do “Torcedômetro da Vida. Doe e marque um golaço”.

Para realizar a doação de sangue, com a retirada máxima 450 ml, o torcedor precisa atender aos seguintes requisitos:

– Ter idade entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos devem possuir consentimento formal do responsável legal);

– Pesar no mínimo 50 kg;

– Estar alimentado. Porém, evitar alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a doação;

– Caso seja após o almoço, aguardar duas horas;

– Ter dormido pelo menos seis horas nas últimas 24 horas;

– Apresentar documento de identificação com fotografia, emitido por órgão oficial. (Carteira de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação, Carteira de Trabalho, Passaporte, Registro Nacional de Estrangeiro, Certificado de Reservista ou Carteira Profissional emitida por classe);

– A frequência máxima é de quatro doações anuais para o homem e de três doações anuais para a mulher. O intervalo mínimo deve ser de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.

Fonte: Blog do BG

 

Por G1 RN

 

O fluxo de passageiros no Aeroporto de Natal no mês de dezembro de 2018 alcançou a marca de 251 mil passageiros e 1.946 pousos e decolagens. A movimentação foi 8,7% maior do que a registrada no mesmo mês de 2017.

No acumulado do ano, o Aeroporto de Natal movimentou cerca de 2.43 milhões de passageiros e mais de 19 mil aeronaves, segundo a Inframerica – administradora do terminal. O 2º semestre apresentou os melhores resultados operacionais, sendo novembro e dezembro os meses com o maior fluxo de passageiros. A perspectiva é de movimento maior em 2019 com o aquecimento da economia.

Para o mês de janeiro estão previstos o total de 387 voos extras. Só nos primeiros 10 dias, 44 mil pessoas já desembarcaram no aeroporto para curtir as praias da região. Segundo a Inframerica, a maioria dos voos tem como origem os estados do Sudeste e Centro-Oeste e também do exterior, como Portugal e Argentina.

A pontualidade das operações também foi positiva em 2018. Dos mais de 19 mil pousos e decolagens que ocorreram durante o ano, 90% estavam dentro do horário.

Movimento de passageiros no Aeroporto de Natal cresce 8,7% em dezembro de 2018 — Foto: Fernanda Zauli/G1

Movimento de passageiros no Aeroporto de Natal cresce 8,7% em dezembro de 2018 — Foto: Fernanda Zauli/G1

Terminal de Cargas

A movimentação do Terminal de Cargas de Natal ficou acima da expectativa em 2018. O Aeroporto movimentou 15,7 mil toneladas, finalizando o ano com aumento de 27% em relação ao ano de 2017. A principal remessa do Terminal de Cargas continua sendo a exportação de frutas e peixes para a Europa. O estado do Rio Grande do Norte é o maior exportador nacional de peixes das espécies atum e meca, com 26% da fatia total exportada. Já as frutas, mamão, manga e melão, equivalem a 70% das remessas.

O Terminal de Cargas do aeroporto passou por reformulações no ano passado. O espaço dobrou a capacidade de armazenamento de cargas refrigeradas para atender materiais que necessitam de conservação em temperaturas mais baixas. As câmaras frias possuem um sistema de controle térmico com divisões cargas que demandem graus de temperatura diversos em uma área total de 1.500 m3. O sistema faz o controle da temperatura, da umidade com calibração, câmeras de segurança e gerador de energia dedicado.

A Lufthansa Cargo, juntamente com os produtores locais, foi uma das responsáveis pelo aumento nas exportações. A empresa aumentou sua frequência no aeroporto, operando duas vezes na semana. Em 2018 foram 189 pousos e decolagens da companhia que levaram em 5,9 mil toneladas de cargas para a Europa.

Fonte: G1RN

Por G1 RN

 


PF apreendeu droga, armas e carros com apoio do Bope em Parnamirim, RN — Foto: Divulgação/PM

PF apreendeu droga, armas e carros com apoio do Bope em Parnamirim, RN — Foto: Divulgação/PM

Uma operação da Polícia Federal, com apoio do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da PM, resultou na apreensão de 76,111 kg de pasta base de cocaína na Grande Natal. A ação aconteceu na cidade de Parnamirim, bairro Emaús. Cinco homens e uma mulher, estudande de Direito em uma faculdade particular da capital potiguar, foram presos.

De acordo com a Polícia Militar, a operação foi encabeçada pelo Departamento de Narcóticos da PF e aconteceu na manhã desta quarta-feira (16). A investigação levou os policiais até uma casa no bairro Emaús e, do lado dentro, eles encontraram os suspeitos e a droga.

A operação partiu de uma denúncia feita à Polícia Federal, de pessoas que perceberam “intensa movimentação suspeita” no imóvel. Os suspeitos que não reagiram ao serem abordados.

Ao todo, foram apreendidos 73 tabletes de pasta base de cocaína, duas pistolas, celulares, três radiocomunicadores e quatro carros.

Fonte: G1RN

Por Julianne Barreto, Inter TV Cabugi

 


Carga de cosméticos roubada em Parnamirim, na Grande Natal, foi recuperada pela PM — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

Carga de cosméticos roubada em Parnamirim, na Grande Natal, foi recuperada pela PM — Foto: Julianne Barreto/Inter TV Cabugi

Um homem foi preso e o outro morreu após um confronto com a Polícia Militar na Zona Norte de Natal no final da manhã desta quarta-feira (16). Segundo a PM, os dois haviam roubado uma carga de cosméticos em Parnamirim, na Região Metropolitana, 50 minutos antes do confronto. Todo o material roubado foi recuperado.

De acordo com o tenente-coronel Rodrigo Trigueiro, comandante do Batalhão de Choque da Polícia Militar, os policiais chegaram até os suspeitos por causa de um rastreador instalado nas embalagens dos produtos.

Os dois interceptaram uma Kombi que carregava os cosméticos no bairro Passagem de Areia, em Parnamirim. Eles ordenaram que o motorista parasse e colocaram os produtos dentro do carro em que eles estavam, um Celta preto.

Ainda segundo o tenente-coronel Trigueiro, depois que eles foram embora com a carga, a empresa proprietária dos cosméticos acionou o rastreador e informou à polícia a localização dos criminosos. “O Copom (Centro de Operações da PM) começou a informar as viaturas der Polícia Militar que se encontravam na área. A viatura do Batalhão de Choque se encontrava lá na área, no conjunto Pajuçara”, detalha o oficial.

O rastreador levou os PMs até uma residência no conjunto da Zona Norte da capital, onde estavam escondidos os assaltantes. Quando a polícia entrou no imóvel, um deles trocou tiros com os homens do BP Choque e o outro se rendeu e foi preso. O suspeito que atirou foi atingido por um disparo da polícia, socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu e morreu.

Tanto o homem detido, quando o material recuperado, além do Celta preto e de um revólver calibre 38, foram levados para a Delegacia de Parnamirim.

Fonte: G1RN

Deixe uma resposta

Fechar Menu