ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSA QUARTA-FEIRA

Por G1

 

Os números de um Brasil miserável. Quase 55 milhões de brasileiros vivem com menos de R$ 406 por mês. O retrato da desigualdade: 10% dos mais ricos ganham 17 vezes mais que os 40% mais pobres. Os dados da pobreza no país e do rendimento do brasileiro foram divulgados hoje pelo IBGE. Em Brasília, Bolsonaro diz que a reforma da Previdência vai ser votada ainda no 1º semestre do ano que vem, e o presidente eleito consegue apoio do PSDB para as reformas. Sem punições: a Câmara flexibiliza o limite de gastos dos municípios com funcionários. O velório de Bush pai reúne os ex-presidentes dos EUA em Washington. O que foi notícia nesta quarta-feira:

INTERNACIONAIS

Adeus ao Bush pai

O ex-presidente dos EUA George W. Bush chora diante do caixão do pai, o também ex-presidente George H.W. Bush, durante cerimônia na Catedral Nacional de Washington — Foto: Alex Brandon/pool via AP

O ex-presidente dos EUA George W. Bush chora diante do caixão do pai, o também ex-presidente George H.W. Bush, durante cerimônia na Catedral Nacional de Washington — Foto: Alex Brandon/pool via AP

Líderes de estado e autoridades internacionais compareceram a cerimônia fúnebre com honras de chefe de Estado feita para ex-presidente dos EUA George H. W. Bush., na Catedral de Washington. O ex-presidente George W. Bush fez discurso emocionado ao lembrar do pai e da mãe, Barbara Bush, que também morreu neste ano.

O presidente Donald Trump não discursou. Ele e sua mulher Melania se sentaram em banco junto com outros ex-líderes e ex-primeiras-damas dos EUA, como os casais Obama, Clinton e Carter.

Presidente Donald Trump e primeira-dama Melania Trump, ao lado de ex-presidentes e primeiras-damas, esperam início da cerimônia em homenagem a George H. W. Bush nesta quarta-feira (5) na Catedral Nacional de Washington — Foto: Chip Somodevilla/Getty Images/AFP

Presidente Donald Trump e primeira-dama Melania Trump, ao lado de ex-presidentes e primeiras-damas, esperam início da cerimônia em homenagem a George H. W. Bush nesta quarta-feira (5) na Catedral Nacional de Washington — Foto: Chip Somodevilla/Getty Images/AFP

Fonte: G1

 

NACIONAIS

Mais pobreza

 — Foto: André Resende/G1

— Foto: André Resende/G1

Menos de R$ 406 por mês. É com essa quantia que cerca de 54,8 milhões de pessoas no Brasil viveram em 2017, de acordo com dados divulgados pelo IBGE. Entre elas, quase 15,3 milhões tiveram rendimentos de menos de R$ 140. Elas se encaixam nas classificações de pobreza e extrema pobreza definidas pelo Banco Mundial.

Se compararmos com o ano de 2016, o número aumentou em quase 2 milhões. Preto e pardos são maioria. O pior resultado está no Maranhão, onde mais da metade da população vive na pobreza. A pesquisa aponta que a deteriorização do mercado de trabalho contribuiu para o triste resultado.

A desigualdade segue em alta. Na média nacional, os 10% mais ricos chegam a receber 17,6 vezes a mais que os 40% mais pobres, com rendimento mensal médio de R$ 6,6 mil contra R$ 376. Os mais 10% mais abastados chegam a concentrar 43,1% de toda renda do país.

Futuro governo

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), durante entrevista nesta quarta-feira (5), em Brasília — Foto: José Cruz/Agência Brasil

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), durante entrevista nesta quarta-feira (5), em Brasília — Foto: José Cruz/Agência Brasil

O futuro presidente Jair Bolsonaro afirmou que a reforma da Previdência começará a ser votada “com toda a certeza” nos primeiros seis meses de governo. Ele também voltou a afirmar que o ponto inicial será a mudança da idade mínima.

A Funai continua sendo um ponto de divergência no novo governo. Após o futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmar que o órgão vai para o Ministério da Agricultura e o próprio Bolsonaro dizer que ela pode ser transferida para o recém-criado Ministério da Cidadania, o próximo ministro da Justiça, Sérgio Moro, comentou que a Funai pode ir para a sua pasta.

Enquanto isso, o vice-presidente General Hamilton Mourão contou que a pastora Damares “teria aceito” a vaga no Direitos Humanos.Ainda falta definir quem assumiria o cargo no Meio Ambiente. Os últimos nomes devem ser anunciados ainda nesta semana.

Novos apoios

Líder do PSDB, Nilson Leitão, concede entrevista coletiva na sede do governo de transição — Foto: Guilherme Mazui/G1

Líder do PSDB, Nilson Leitão, concede entrevista coletiva na sede do governo de transição — Foto: Guilherme Mazui/G1

Depois de reunião com o novo governo, o PSDB sinalizou que irá apoiá-lo em pautas comuns à “agenda tucana”, como as reformas da Previdência e tributária, afirma o líder do partido na Câmara Nilson Leitão. Ele também disse que não deseja cargos na futura gestão. Já o PR confirmou que irá integrar oficialmente a base de Bolsonaro na Câmara. Decisão de apoio foi “unânime”, afirmou o líder do partido José Rocha.

Onyx e o suposto caixa 2

O futuro ministro da Casa Civil Onyx Lorenzoni pode ser excluído do governo se houver uma “denúncia robusta” contra ele, de acordo com o presidente eleito Bolsonaro. O deputado foi citado em delação por suspeita de receber R$ 100 mil em caixa 2. O novo vice General Hamilton Mourão que disse que é “óbvio” que Onyx terá que sair se questão for comprovada. Para o futuro ministro do Gabinete de Segurança Institucional General Heleno, citação de deputado não é “elogiável”,mas não prejudica a nova gestão.

Responsabilidade fiscal

A Câmara aprovou o projeto que flexibiliza a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para permitir que municípios estourem o limite de gastos com pessoal sem sofrer punições se houver queda na receita. A LRF define que o teto para as despesas com pessoal seja de 60% da receita corrente líquida obtidas com impostos. A proposta segue para sanção de Temer.

Lava Jato

PF cumpre 11 mandados de prisão em fase que investiga pagamento de $31 milhões em propina

PF cumpre 11 mandados de prisão em fase que investiga pagamento de $31 milhões em propina

Seis pessoas foram presas em nova fase da Operação Lava Jato, que investiga suposto pagamento de US$ 31 milhões – R$ 119 milhões – em propinas a funcionários da Petrobras por empresas que atuam na compra e venda de petróleo e derivados. De acordo com a PF, a atividade criminosa permitia que as empresas conseguissem ganhos acima dos praticados pelo mercado. Não é descartado que esquema, que começou em 2009, continue até hoje.

Denúncias

Geddel e Lúcio Vieira Lima — Foto: Montagem

Geddel e Lúcio Vieira Lima — Foto: Montagem

procuradora-geral da República, Raquel Dodge, denunciou o deputado federal Lúcio Vieira Lima, o ex-ministro Geddel Vieira Lima, a mãe dos dois políticos, e outras cinco pessoas pelo crime de peculato. Eles são acusados de se apropriar de salários de assessores. Os supostos crimes foram investigados em inquérito para apurar a origem dos R$ 51 milhões que foram encontrados no ano passado em um apartamento de Salvador utilizado pelos irmãos.

Também teve isso…

Uma idosa foi feita refém por ladrão após um assalto a joalheria em Valença, no Rio de Janeiro. Em ação que durou 10 minutos, o homem foi morto por um policial e ela escapou ilesa. Ao ser perguntada sobre o caso, ela afirmou: “Vou sair menos”. O presidente eleito Jair Bolsonaro elogiou a atuação os policiais.

Bandido faz idosa de refém durante assalto e é morto pela PM em Valença

Bandido faz idosa de refém durante assalto e é morto pela PM em Valença

O Ministério Público abriu inquérito para apurar a morte de um cachorro em supermercado de Osasco, na Grande São Paulo. ONG afirma que o animal morreu após ser envenenado e espancado por segurança em estacionamento. O homem foi intimado a prestar depoimento. Câmeras de segurança mostram momento em que homem persegue o cão com uma barra de ferro, que depois aparece ferido. A Polícia Civil também acompanha o caso.

Polícia de Osasco, em São Paulo, intima suspeito de ter agredido cachorro em supermercado

Polícia de Osasco, em São Paulo, intima suspeito de ter agredido cachorro em supermercado

Fonte: G1

Magistrados apoiam Lewandowski e repudiam advogado que criticou STF

A Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), Associação dos Magistrados do Distrito Federal (Amagis-DF), Associação Nacional do Ministério Público Militar (ANMPM) e Associação dos Juízes Federais (Ajufe) divulgaram nota hoje (5) em apoio ao ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), e em repúdio a um advogado de 39 anos que fez críticas à Suprema Corte.

Lewandowski deu ordem de prisão ao advogado depois de ouvir dele que o Supremo era uma vergonha. A discussão ocorreu durante um voo de São Paulo para Brasília. Incomodado, o ministro pergunta ao passageiro: “Vem cá, você quer ser preso?”. Em seguida, Lewandowski manda chamar a Polícia Federal. O advogado retruca: “Eu não posso me expressar? Chama a Polícia Federal, então”.

Um agente da PF chegou a ir até a aeronave, mas o advogado se comprometeu a manter a calma e o voo seguiu seu curso. Após desembarcar em Brasília, entretanto, o advogado foi abordado perto da esteira de bagagens e levado para prestar depoimento.

No comunicado, as cinco entidades definem o que para elas representa liberdade de expressão: “A liberdade de expressão é um direito fundamental, propicia o debate democrático e o exercício da crítica, mas não autoriza a prática de agressões pessoais, a invasão da privacidade ou o desrespeito às instituições e a perturbação de voos. Trata-se de reconhecer as mais comezinhas regras de civilidade e convivência, que vêm em socorro de qualquer cidadão, como também da coletividade.”

O texto defende o STF como Corte Suprema. “O Supremo Tribunal Federal é a instituição garantidora das liberdades democráticas e do Estado de Direito, e só aos irresponsáveis aproveita ou interessa a deterioração de sua autoridade e a sua deslegitimação social.”

Por fim, as entidades afirmam que repudiam qualquer atitude de agressão ou violência. “A ninguém é dado o direito de perturbar a tranquilidade de passageiros em voos comerciais, tendo as autoridades constituídas não só o direito como o dever do exercício do poder de polícia para coibir a prática de comportamentos impróprios, que possam desaguar em desinteligências ou perturbações aptas a comprometer a própria condução da aeronave.”

Agência Brasil

Comments

Homens recebem salário 30% maior do que as mulheres no Brasil

A média salarial de R$ 2.261 paga aos profissionais do sexo masculino em 2017 foi 29,72% superior aos R$ 1.743 depositados mensalmente às mulheres, apontou um estudo divulgado nesta quarta-feira (5), pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

De acordo com a publicação, o cenário de crise econômica ajudou a levar mulheres ao mercado de trabalho. Ainda assim, elas têm uma taxa de participação de 52,7% no ambiente profissional, contra 72,5% dos homens.

A pesquisa indica ainda que nem mesmo a maior escolaridade das mulheres é “suficiente para levá-las à força de trabalho em proporção maior ou similar à dos homens”. No entanto, o nível de instrução aparece com maior influência do sexo feminino no mercado de trabalho.

No ano passado, a taxa de participação das mulheres com ensino superior completo era 2,5 vezes maior que a das mulheres sem instrução ou com ensino fundamental incompleto. Já entre os homens, os mais escolarizados tinham 1,5 vez mais atuação na economia.

“As desigualdades entre os sexos são atribuídas tanto a práticas discriminatórias no mercado de trabalho, quanto à divisão por gênero das atividades de afazeres domésticos e cuidados”, observa o estudo.

O levantamento do IBGE feito a partir de dados da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) cita ainda que as mulheres dedicam quase um dia por semana somente com afazeres domésticos.

Segundo a pesquisa, as brasileiras passaram, em média, 20,9 horas semanais com afazeres domésticos no domicílio ou em domicílio de parente e/ou cuidados de moradores ou de parentes não moradores ao longo de 2017. Os homens, por sua vez, dedicavam, em média, 10,8 horas a essas atividades.

Os afazeres domésticos também são atribuídos pelo estudo como um dos entraves para a inserção das profissionais do sexo feminino no mercado de trabalho. “Entre as mulheres na força de trabalho potencial indisponíveis para começar a trabalhar, a maioria apresentou como principal motivo para a indisponibilidade ter que cuidar de afazeres domésticos, de filho ou de outro parente”, explica o IBGE.

Outra constatação da pesquisa mostra que entre as 54,6% das mulheres com força de trabalho potencial que não conseguem arrumar emprego a maioria (20,7%) apresentou como principal motivo para a indisponibilidade ter que cuidar de afazeres domésticos, de filho ou de outro parente. O mesmo motivo representou apenas 1,1% das respostas dos homens.

“Tais resultados fundamentam a importância que é atribuída à expansão da rede de cuidados para crianças, idosos e pessoas com deficiência para ampliar a participação das mulheres no mercado de trabalho, o que, por sua vez, poderia implicar em crescimento do PIB e das receitas tributárias do País”, analisa o levantamento.

R7

Comments

Temer: Bolsonaro vai acabar adotando política externa universalista

Em entrevista exclusiva à jornalista Roseann Kennedy, que vai ao ar hoje (5) às 21h15 na TV Brasil, o presidente Michel Temer defendeu que o novo governo adote o multilateralismo em sua política externa.

“Nunca nos pautamos por ideologia. Nossa relações são de país para país. Acho que o presidente Jair Bolsonaro vai acabar adotando essa política universalista”, opinou.

Temer afirmou ainda que o multilateralismo é uma das exigências da globalização. Para ele, o isolacionismo pode até funcionar para países como os Estados Unidos, que detêm força política e econômica. “Não somos os Estados Unidos; e não temos o mesmo poder”, observou.

Sobre qual conselho daria para o futuro ocupante do Palácio do Planalto, Temer citou três palavras: humildade, temperança e equilíbrio. “Não que ele não os tenha, acredito que tenha esses atributos, e irá exercê-los. É preciso serenidade para conduzir o país”, afirmou.

Na avaliação do presidente, o Congresso não criará obstáculos para o novo governo. “O Congresso tem consciência da necessidade do país. Não vai atrapalhar; vai aprovar o que for importante”, disse. Ele destacou que Bolsonaro já está conversando com as bancadas partidárias. Para Temer, mesmo os novos eleitos, que nunca foram políticos, “logo se aclimatarão e votarão positivamente ao que interessar ao povo brasileiro.”

Agência Brasil

Comments

Toffoli pede providências à PGR sobre discussão em voo com Lewandowski

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, pediu hoje (5) que a Procuradoria-Geral da República (PGR) tome providências sobre o caso envolvendo o ministro Ricardo Lewandowski e um advogado durante um voo entre São Paulo e Brasília.

Em um comunicado enviado à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, Toffoli ainda informou que fez o mesmo pedido ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann. No texto do ofício, o presidente cita “ofensas dirigidas ao Supremo”.

O caso envolveu o advogado Cristiano Caiado de Acioli, de 39 anos. Na manhã de ontem, conforme vídeo divulgado na internet, Acioli estava sentado próximo ao ministro, sentado na primeira fila do avião, e chama por Lewandowski, que mexia no celular na mesma fileira, e diz: “Ministro Lewandowski, o Supremo é uma vergonha, viu? Eu tenho vergonha de ser brasileiro quando vejo vocês”.

Incomodado, o ministro pergunta ao passageiro: “vem cá, você quer ser preso?”. Em seguida, Lewandowski manda chamar a Polícia Federal. O advogado retruca: “Eu não posso me expressar? Chama a Polícia Federal, então”.

Um agente da PF chegou a ir até a aeronave, mas após o advogado se comprometer a manter a calma, o voo seguiu seu curso. Ao pousar em Brasília, entretanto, o advogado foi abordado por policiais federais próximo à esteira de bagagens e encaminhado a prestar depoimento.

Agência Brasil

Comments

RESPONSABILIDADE FISCAL: Câmara libera cidades a estourar teto de gastos com pessoal

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (5) o projeto que retira as sanções a municípios que ultrapassarem o limite para a despesa total com pessoal, em casos de perda de receita.

O texto, que segue para sanção presidencial, altera a Lei de Responsabilidade Fiscal para dar fôlego a municípios afetados por queda nas receitas nos casos de redução de repasses de royalties e participação especial e do FPM (Fundo de Participação dos Municípios).

A LRF estabelece uma série de limites e condicionantes para que municípios, Estados e a União possam contratar empréstimos e como devem proceder com as receitas obtidas com a arrecadação de tributos.

O projeto aprovado pelos deputados modifica uma dessas situações, permitindo que municípios tenham um caminho mais fácil para obter recursos que antes seriam vedados porque os gastos com pessoal ultrapassavam os limites definidos na LRF por fatores alheios a seu controle, como a queda de receitas de royalties e de recursos do FPM.

Esses casos podem ocorrer quando o a União concede isenção de tributos que são compartilhados com as prefeituras, durante crises econômicas que reduzem o volume de recursos arrecadados com impostos ou mesmo por queda no preço do petróleo, entre outros.

Segundo o projeto, os municípios que virem suas receitas de royalties ou do FPM caírem mais de 10% poderão continuar recebendo transferências voluntárias e obtendo garantia, direta ou indireta, de outro ente. Fica aberta também a possibilidade de contratarem diretamente operações de crédito.

O projeto não provoca impacto nas finanças da União, segundo os pareceres elaborados durante a tramitação do texto no Congresso.

Reuters/R7

Comments

[VÍDEO] Bolsonaro parabeniza policiais que mataram criminoso que fez idosa de refém

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) elogiou pelo Twitter ação policial que terminou em morte da criminoso que fazia idosa de refém. O caso aconteceu no município de Valença, no Rio da Janeiro.

“Parabéns aos Policiais Militares de Valença-RJ que salvaram a senhora de 83 anos feita refém por um bandido covarde, ficando mais de 10 minutos com uma arma apontada para sua cabeça. Belo trabalho! A vida do cidadão de bem sempre deve ser prioridade!”, escreveu.

Jair M. Bolsonaro

@jairbolsonaro

Parabéns aos Policiais Militares de Valença-RJ que salvaram a senhora de 83 anos feita refém por um bandido covarde, ficando mais de 10 minutos com uma arma apontada para sua cabeça. Belo trabalho! A vida do cidadão de bem sempre deve ser prioridade!

13,3 mil pessoas estão falando sobre isso

O filho do capitão da reserva do Exército, o deputado federal reeleito Eduardo Bolsonaro (PSL), também fez publicação sobre o fato. Para o parlamentar, os policiais merecem medalhas. “A qualquer momento o criminoso poderia matar a idosa ou o próprio policial”, comentou.

Eduardo Bolsonaro

@BolsonaroSP

Aplausos para esse policial. Merece uma medalha, a qualquer momento o criminoso poderia matar a idosa ou o próprio policial 👏👏👏

A Política de Fato@apoliticadefato

Em Valença no Rio de Janeiro, policiais matam bandido que fazia idosa de 83 anos de refém e são aplaudidos por população.

Vídeo incorporado

Congresso começa a votar Previdência em 6 meses, diz Bolsonaro

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), durante entrevista nesta quarta-feira (5), em Brasília — Foto: José Cruz/Agência Brasil

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), afirmou nesta quarta-feira (5) que a reforma da Previdência começará a ser votada no Congresso o “mais rápido possível”, ainda nos seis primeiros meses do seu governo.

Bolsonaro conversou com jornalistas após encontro e solenidade no Exército onde recebeu uma medalha. O presidente foi condecorado pelo comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, por ter salvo, em 1978, um soldado de um afogamento.

“O mais rápido possível, né? No primeiro mês é impossível. Nos primeiros seis meses com toda certeza o Congresso começará a votar estas propostas”, disse Bolsonaro sobre a votação da reforma da Previdência.

O presidente eleito voltou a falar que o ponto inicial da reforma será a idade mínima para aposentadoria. “O que mais interessa é idade mínima. Pode mudar ate lá. Não significa que houve recuo, mas sim negociação”, disse.

Ele reforçou a importância da reforma. “Se nós continuarmos sem fazer reforma, daqui a pouco estaremos como a Grécia”, afirmou.

Nesta terça-feira (4), Bolsonaro afirmou que pretende apresentar ao Congresso uma proposta fatiada de reforma da Previdência Social. Segundo ele, o primeiro tema que deve ser apresentado ao parlamento é a proposta de definição de uma idade mínima para aposentadoria.

A reforma da Previdência é considerada fundamental para equilibrar as contas públicas do país. O governo do presidente Michel Temer chegou a enviar ao Legislativo uma proposta de alteração das regras previdenciárias, porém, desistiu da reforma em fevereiro após perder apoio no Congresso em razão de denúncias de corrupção.

Com informações do G1

LOCAIS

Gestões de Jaime Calado e Paulinho em São Gonçalo são destaque em avaliação do TCE

O Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM), divulgado nesta quarta-feira (05), pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) mostra que 31 municípios potiguares apresentaram uma melhoria na qualidade das políticas públicas entre 2016 e 2017. Os municípios saíram da faixa de “baixa adequação” para a faixa “em fase de adequação”.

Dentro desse índice, as gestões dos prefeitos Jaime Calado e Paulo Emídio, o Paulinho, foram destaque.

A evolução dos entes públicos é, segundo o diretor de Administração Direta do TCE, Cleyton Barbosa, um dos efeitos advindos da própria aplicação do Índice. Com a sistematização e o conhecimento dos resultados por parte dos gestores, espera-se que a qualidade das políticas públicas aumente. Este ano foi a primeira vez que a Corte de Contas validou in loco todos os dados enviados pelos municípios para a validação do IEGM.

Condomínio reserva acelera obras e comprova reaquecimento do mercado

INFORME PUBLICITÁRIO

Primeiro condomínio reserva do Rio Grande do Norte, o YBY Natureza é uma amostra de que o mercado imobiliário do RN dá sinais claros de reaquecimento. O primeiro sinal foi a venda, no final de 2017, de grande parte dos lotes do condomínio. E agora, a realização de obras estruturais muito antes do prazo estabelecido no cronograma original. A área do YBY tem total de 450 mil m², dos quais 30% são de área verde, incluindo duas reservas naturais preservadas. Até o momento, 75% dos 440 lotes, que têm a partir de 390m², já foram vendidos.

Moisés Dantas, diretor executivo da Habitax Urbanismo, explica que o ritmo acelerado nas obras tem relação direta com a receptividade do condomínio. “O excelente andamento das vendas fez avançar o calendário inicial de obras. Agora, estamos concentrando os esforços para acelerar as obras, já que temos a maior parte do empreendimento com proprietários definidos”. Ainda de acordo com ele, o sucesso das vendas, mesmo em tempos de crise no setor, deve-se ao fato de oferecerem um condomínio com diferenciais de sofisticação, segurança e vida integrada à natureza.

Referências nacionais, o paisagista Benedito Abbud, o urbanista Fabiano Pereira e o arquiteto Leonardo Maia são os responsáveis pelo projeto que segue modelos já existentes em São Paulo e no Rio de Janeiro, com fiação subterrânea, pista de cooper, trilha ecológica, Plano Diretor de Segurança e área verde três vezes maior que a do Bosque dos Namorados. Ainda sobre as virtudes arquitetônicas do empreendimento, a Habitax revela que em algumas semanas será apresentado ao mercado a solução para quem deseja adquirir não apenas o lote, mas também a casa pronta no condomínio fechado de alto padrão, com projetos de arquitetos renomados no RN, no Nordeste e no Brasil.

Comments

FOTOS: ABC vence América e é bi-campeão estadual Sub-17

Fotos: Iuri Seabra / FNF

Alvinegro marca 1 a 0 no Alvirrubro e levanta o troféu na Arena das Dunas. Gol do título foi do meia Pedro Henrique Jeremias, aos 37 minutos da etapa final

O ABC é bicampeão potiguar Sub-17. No último “Clássico Rei” de 2018, o Alvinegro venceu o rival América-RN por 1 a 0, na tarde desta quarta-feira (5) na Arena das Dunas, em Natal. O gol da vitória alvinegra, que dominou a partida, foi marcado pelo meia Pedro Henrique Jeremias, aos 37 minutos do segundo tempo.

O jogo

Em campo, os garotos de ABC e América-RN mostraram um bom futebol e levaram emoção à Arena das Dunas. Com a bola rolando, o Alvinegro chegou com perigo logo no início do duelo e deixou a defesa americana assustada, com a bola passando próximo à trave. Em resposta, o Alvirrubro pressionou aos seis minutos, após uma cobrança de escanteio, em que o volante Jackson cabeceou no ângulo esquerdo da trave, mas o goleiro Jhon Kenedy fez uma bonita defesa.

Aos 17 minutos, após uma troca de passes, o ABC chegou livre pela ponta esquerda com o lateral Reginaldo. O jovem bateu forte, mas o goleiro alvirrubro fez uma grande defesa e segurou a pressão adversária. O Alvinegro teve outra boa chance aos 34 minutos, quando o lateral-direito Pedro Henrique Soares chutou forte de longe da área, assustando o goleiro Rokenedy.

Na etapa final, o ABC voltou mais perigoso e quase abriu o placar aos cinco minutos. O lateral-esquerdo Reginaldo, em cobrança de falta, mandou a bola no ângulo, mas acabou atingindo a parte de fora da rede. Aos 20 minutos, mais uma grande chance do Alvinegro. Desta vez, o meia Davi Lopes chutou bonito e a bola explodiu no travessão.

Aos 27 minutos, o América-RN teve uma boa oportunidade com Luiz Eduardo. O jovem atacante conseguiu uma boa jogada pela ponta direita e chutou forte. A bola passou muito próximo à trave e deixou o goleiro Jhon Kenedy sem reação. Porém, aos 37 minutos, o atacante Pedro Henrique Jeremias, em um toque de muita qualidade, bateu colocado no ângulo e fez um golaço, sem chances para o goleiro Rokenedy.

ABC 1 x 0 América-RN

Escalação do ABC

Jhon Kenedy; Pedro Henrique Soares, Alisson Lima, Neylon (Leandro) (Renê), Reginaldo; Pedro Henrique, Jeová (Davi Lopes), Marcos Venicio, Walley (David Emanoel); Fernando Victor (Pedro Henrique Jeremias) e Wanderson (tony). Técnico: Jonydei Matos Júnior

Escalação do América-RN

Rokenedy; Vinicius (Francisco), Luan, Jackson, Wedson (Beto); Gabriel (Alef), Lucas Paraná (Fernando Gabriel), Gabriel Alex; Juninho (Luiz Eduardo), Marcelo e Arthur (Abner). Técnico: Geilson Santos

Arbitragem

Árbitro: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (CBF/RN)

Assistente 1: Flávio Gomes Barroca (CBF/RN)

Assistente 2: Lorival Cândido das Flores (CBF/RN)

4º Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (CBF/RN)

Com informações da FNF

Sindipostos-RN faz balanço do ano no setor e espera reaquecimento de vendas em 2019

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Derivados de Petróleo (Sindipostos RN), Antonio Sales, fez nesta quarta-feira (5), um balanço sobre o mercado de combustíveis no estado ao longo de 2018.

Na avaliação dele foi um ano com avanços consideráveis, sobretudo nas relações da revenda com o público consumidor e com os órgãos de licenciamento ambiental. “Podemos dizer que este foi o grande avanço do ano. Conseguimos ser mais assertivos na forma como nos comunicamos com o nosso cliente e, sobretudo, com os órgãos fiscalizadores. Conseguimos criar um relacionamento de confiança, respeito e entendimento. Um contexto que acaba sendo positivo para todo mundo”, diz Sales.

Do ponto de vista de mercado, infelizmente, o setor de revenda não tem muito a comemorar. “Estamos fechando os números ainda, mas pelo que sentimos, de uma maneira geral, as vendas no nosso setor devem registrar uma queda significativa”, diz o presidente do Sindipostos.

Além disso, segundo ele, outro grande problema enfrentados pelo segmento foi a queda das margens de lucro da revenda ao longo do ano. Sales explica que, em virtude da grande oscilação dos preços – ao sabor do mercado internacional – e da alta concentração das etapas de refino e distribuição nas mãos de poucas empresas, houve uma pressão muito grande sobre a revenda que, para evitar perder ainda mais vendas, teve que readequar as suas margens, reduzindo-as drasticamente.

Antonio Sales faz questão, no entanto, de ressaltar os pontos positivos do ano. O primeiro, segundo ele, é exatamente o fato de o consumidor começou a entender que os postos são tão vítimas quanto eles quando há um descompasso nos preços dos combustíveis. “Antes, o consumidor nos via como vilões. Agora conseguimos mostrar que não nos interessa, em hipótese alguma, praticar preços abusivos ou mesmo adotar posturas que possam ir de encontro à nossa competitividade. Nosso produto é o combustível. Precisamos fazer nossa parte para torná-lo atraente. E temos feito, talvez até mais do que poderíamos”, pontua.

DIÁLOGO E RESPEITO

Outro ponto positivo do balanço do ano que o presidente do Sindipostos faz questão de destacar é o fato de que houve, na visão dele, um amadurecimento na relação com os órgãos de fiscalização ambiental, sobretudo o Idema, responsável pela emissão e renovação das licenças de operação dos postos de combustíveis do RN. “O presidente do órgão, Rondinelli Oliveira, deu ao órgão um novo dinamismo e implantou uma visão de que somos todos parceiros, que queremos a mesma coisa que é o bem do RN. Foi aberto e vem sendo mantido um canal permanente e respeitoso de diálogo, que tem sido fundamental para que as revendas consigam cumprir com suas obrigações e preservar a competitividade e, sobretudo, os empregos e a renda que geramos. Esta postura de Rondinelli, a nosso ver, se coaduna com um estado que queira promover o desenvolvimento social por meio do estímulo ao setor produtivo e à geração de vagas”, finaliza Sales.

Fonte: Blog do BG

Por Emmily Virgílio, Inter TV Cabugi


Médicos trocam postos de saúde pelo Mais Médicos no Rio Grande do Norte

Médicos trocam postos de saúde pelo Mais Médicos no Rio Grande do Norte

Esta quarta-feira (6) foi o terceiro dia de trabalho da médica Kássia Galvão, em Santa Maria, a 66 quilômetros de Natal. Ela deixou um programa do Ministério da Saúde em outro município do Rio Grande do Norte e assumiu a vaga deixada por uma médica cubana, no Mais Médicos. O salário mais alto contribuiu para a decisão da mudança. Essa é a mesma situação de outros 109 profissionais da medicina que atuavam na atenção básica à saúde no estado potiguar.

Kássia Galvão estava lotada na cidade de Lagoa Salgada e por lá recebia R$ 7 mil. O Mais Médicos está pagando R$ 11.800, líquido. “O Programa Mais Médicos não tem desconto. É um dinheiro que vem líquido, e também nós não declaramos Imposto de Renda com ele. É considerado como uma bolsa. Para o profissional é excelente, e ainda oferta uma educação continuada. Então ele oferta pro profissional que escolhe entrar no programa uma especialização em saúde da família, da comunidade, uma saúde da atenção básica. E isso é importante para o profissional que está melhorando seu atendimento e para a população que vai ganhar com um profissional mais qualificado”, argumenta.

No Rio Grande do Norte, 110 médicos saíram do Programa de Estratégia de Saúde da Família e foram para o Mais Médicos. Os dados foram confirmados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).

Isso representa a metade dos profissionais que atuavam na atenção básica. As vagas deixadas pelos cubanos estão sendo ocupadas, porém surgiu um problema: está faltando médico nos municípios mais distantes.

A médica Kássia Galvão deixou a cidade de Lagoa Salgada para integrar o Mais Médicos em Santa Maria, no Rio Grande do Norte — Foto: Emmily Virgílio/Inter TV Cabugi

A médica Kássia Galvão deixou a cidade de Lagoa Salgada para integrar o Mais Médicos em Santa Maria, no Rio Grande do Norte — Foto: Emmily Virgílio/Inter TV Cabugi

Em todo o país, segundo o Conselho de Secretários Municipais de Saúde, 2.844 trocaram programas básicos de saúde pelo Mais Médicos. Na zona rural de Janduís, a 300 quilômetros de Natal, o posto de saúde está sem médico há dez dias, depois da saída do profissional que atuava lá para o programa Mais Médicos.

“Quando o médico não vem pra cá, a gente tem que pagar o transporte pra ir pra cidade. Aí fica complicado porque muitas vezes é urgência”, conta a dona de casa Jailma Alves.

O secretário de Saúde do Município, Marinaldo da Silva, afirma que está pensando numa nova proposta pra atrair os médicos. “O Mais Médicos tá pagando 11.800 reais sem desconto, líquido. Ao contrário do município, que a gente paga 10 mil reais, mas, com desconto de imposto de renda, vem pra casa de 7.500 reais na ESF (Estratégia de Saúde da Família). A gente tem que planejar uma nova proposta que se adéque mais ou menos parecida com a do Mais Médicos, pra gente ter nas nossas equipes”, explica.

Já o presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte, José Leonardo Cassimiro de Araújo, quer ajuda do Governo Federal. “Nós temos a Estratégia da Família que é do Governo Federal pra levar até os municípios, e temos o Mais Médicos. Dentro desses dois programas houve essa competição. Quem está saindo ganhando é Mais Médicos, ou melhor, os médicos que estão indo para o Mais Médicos. E o problema ficando em muitos municípios brasileiros na falta do médico da Estratégia da Família”, alega.

Situação precária

Nas unidades de saúde em que Kássia Galvão atendeu neste primeiro dia de trabalho falta água para lavar as mãos e até para beber. A geladeira em que ficam armazenadas as vacinas não pode ser usada porque a unidade nunca teve energia elétrica.

“Pra gente aqui ficou melhor (com a chegada da médica). Apenas que não tem água, não tem luz no posto, né? Tem os materiais tudinho aí pra funcionar, mas que não tá funcionando, porque não tem água. Dizem que vão botar, vão botar… Mas até agora não botaram. Não sei quando vão botar, não”, reclama a paciente Maria José Bento Da Silva, dona de casa.

“Essa situação de trabalhar nessas condições é algo que ainda vai ser conversado com a gestão, porque essa é a primeira semana que a gente tá entrando em atividades. Não é fácil trabalhar nessas condições, mas a gente tenta dar o melhor porque é o que os pacientes merecem, e eles também estão nas mesmas condições que nós, sofrendo com o mesmo calor”, afirma a médica.

Fonte: G1RN

Por Felipe Galdino, Inter TV Cabugi

 

Em um ano, o número de potiguares vivendo em situação de extrema pobreza aumentou 1,8% . O percentual de habitantes do estado nesta condição subiu de 9,9%, em 2016, para 11,7%, em 2017. São cerca de 66 mil mais pessoas abaixo da linha da extrema pobreza no estado.

As informações são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou nesta quarta-feira (5) a Síntese de Indicadores Sociais (SIS), um relatório sobre o quadro social do Brasil. Em todo o país, o número de pessoas na situação de extrema pobreza cresceu, exceto na Região Norte, que se manteve estável.

De acordo com as definições do Banco Mundial, as pessoas nessa situação são aquelas com rendimento inferior a US$ 1,90 por dia ou R$ 140 mensais.

Além de potiguares na extrema pobreza, também houve aumento da proporção daqueles que vivem abaixo da linha de pobreza, índice que mapeia aqueles que vivem com US$ 5,5 por dia ou R$ 406 por mês. Se em 2016 36,9% da popalação estava nessa situação, em 2017 o percentual subiu para 39%, o que indica que pouco mais de 1,3 milhão sobrevivem com pouco mais de R$ 400 mensais.

Natal

Quanto à capital do estado, que também faz parte da SIS, os números são ainda mais evidentes do aumento de pessoas com rendimentos abaixo do ideal. A proporção de habitantes na faixa de extrema pobreza subiu de 4,2% em 2016 para 9,1% ano passado. Desta forma, o IBGE indica que 80,4 mil natalenses vivem com até R$ 140 por mês. Já uma população de 259,8 mil pessoas vivem com até R$ 406 mensais.

Número de potiguares em situação de extrema pobreza aumenta 1,8% em 2017 — Foto: Jorge Abreu/G1

Número de potiguares em situação de extrema pobreza aumenta 1,8% em 2017 — Foto: Jorge Abreu/G1

Fonte: G1RN

 

Por G1 RN

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte publicou o resultado preliminar da redação do concurso público para o quadro de praças da Polícia Militar do Estado. O resultado está disponível no Diário Oficial.

O concurso é composto por seis etapas:

  • I: prova objetiva e de redação (já realizada);
  • II: exame de saúde;
  • III: Teste de Aptidão Física (TAF);
  • IV: Avaliação Psicológica;
  • V: Investigação Social
  • VI: Avaliação de Títulos.

Foram ofertadas 1.000 vagas. O candidato aprovado até a sexta etapa, dentro do número exato de vagas, deverá ainda realizar curso de formação, de caráter classificatório e eliminatório, com duração de 10 meses, em tempo integral.

Coronel Araújo promove a última formatura geral com o efetivo antes da Copa do Mundo. — Foto: Assessoria de comunicação da PMRN

Coronel Araújo promove a última formatura geral com o efetivo antes da Copa do Mundo. — Foto: Assessoria de comunicação da PMRN

Fonte: G1RN

 

Por G1 RN

 

O Ballet Municipal de Natal fará apresentação nesta quinta-feira (5) no Centro de Convenções, em Ponta Negra, Zona Sul da capital, com entrada custando R$ 20 para adultos e R$ 10 para crianças. O espetáculo, intitulado As Sete Princesas, é baseado no livro As filhas do Arco-íris, de Eulício Farias Lacerda.

De acordo com a coordenação do evento, o objetivo é revelar a literatura do Rio Grande do Norte em forma de bailado, de forma lúdica. Duzentas pessoas, entre alunos da escola e convidados – com idades entre 5 e 45 anos – vão participar da apresentação.

As vendas antecipadas são feitas na sede do Ballet Municipal e o contato é através do telefone 3232-4949.

Fonte: G1RN

Deixe uma resposta

Fechar Menu