ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSA QUARTA-FEIRA

Por G1

 

Eleições 2018: o Ibope divulga a mais nova pesquisa de intenção de voto para presidente. Veja os números completos, incluindo os votos válidos, os índices de rejeição e as simulações de 2º turno. ‘Vaquinha eleitoral’: candidatos conseguem R$ 11 milhões com financiamento coletivo; veja ranking de quem mais arrecadou. O dólar volta a fechar em queda, desta vez abaixo de R$ 3,90, e a Bolsa tem o 2º dia de alta após as últimas pesquisas eleitorais. Na Indonésia devastada pelo terremoto e por um tsunami, um vulcão entra em erupção. E as evidências de uma lua fora do Sistema Solar. O que foi notícia nesta quarta-feira:

NACIONAIS

Eleições 2018

O Ibope divulgou o resultado da mais recente pesquisa de intenção de voto na eleição presidencial. Veja os números abaixo:

  • Jair Bolsonaro (PSL): 32%
  • Fernando Haddad (PT): 23%
  • Ciro Gomes (PDT): 10%
  • Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
  • Marina Silva (Rede): 4%
  • João Amoêdo (Novo): 2%
  • Henrique Meirelles (MDB): 2%
  • Alvaro Dias (Podemos): 1%
  • Cabo Daciolo (Patriota): 1%
  • Guilherme Boulos (PSOL): 0%
  • Vera Lúcia (PSTU): 0%
  • João Goulart Filho (PPL): 0%
  • Eymael (DC): 0%
  • Branco/nulos: 11%
  • Não sabe/não respondeu: 6%

Nos votos válidos, Bolsonaro tem 38%Haddad, 28%Ciro, 12%Alckmin, 8%; e Marina, 4%. Levantamento foi realizado na segunda (1º) e na terça (2).

Disputa presidencial

Veja como foram as atividades de campanha dos candidatos à Presidência nesta quarta:

Debate nos estados

Candidatos a governador fazem último debate antes do primeiro turno em 25 estados e no DF

Candidatos a governador fazem último debate antes do primeiro turno em 25 estados e no DF

25 estados e o DF tiveram debate entre candidatos a governador transmitidos pelo G1 na noite de terça-feira. Debate no Rio Grande do Sul será realizado hoje.

‘Vaquinha eleitoral’

Arrecadação de presidenciáveis por "vaquinha": valores informados ao TSE até 3 de outubro de 2018 — Foto: Alexandre Mauro / G1

Arrecadação de presidenciáveis por “vaquinha”: valores informados ao TSE até 3 de outubro de 2018 — Foto: Alexandre Mauro / G1

O financiamento coletivo, também chamado de “vaquinha”, arrecadou R$ 11.359.919,32 a candidatos nestas eleições. Por enquanto, 1.490 candidatos declararam à Justiça Eleitoral ter recebido recursos dessa forma. Dentre eles, 10 dos 13 presidenciáveis informaram ter recebido R$ 2.263.454,13 por “vaquinha” eleitoral. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Mais eleições

Tragédia em São Roque

Adolescente é assassinada pelo pai depois de denunciar estupro

Adolescente é assassinada pelo pai depois de denunciar estupro

Um homem é suspeito de matar a filha de 13 anos a facadas em São Roque, no interior de SP. O crime aconteceu horas depois dele deixar a prisão após estuprar a cunhada, em 2011. Durante sua detenção, a menina também denunciou que quase foi estrangulada pelo pai. Umatia da menina afirma que a adolescente confidenciou que teria sido ameaçada de morte caso denunciasse. O suspeito segue foragido.

Três em cada quatro eleitores temem ser influenciados por fake news

Ter o voto influenciado por notícias falsas (fake news) é uma preocupação de 75% dos eleitores, segundo pesquisa divulgada hoje (3) pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Entre os mais jovens, com até 34 anos, o receio sobe para 82%.

Mais da metade (60%) dos eleitores têm o hábito de checar se as informações que recebem pelas redes sociais são verdadeiras. O método mais usado para conferir a confiabilidade das notícias é a partir da verificação da fonte, prática de 52% dos que se preocupam em fazer a checagem, 45% usam os mecanismos de busca, como o Google, para pesquisar e 33% tomam o cuidado de ler todo o texto, não apenas o título.

Cerca de um terço (34%) dos brasileiros tem o hábito de compartilhar informações sobre políticos pelas redes sociais. Entre os homens, esse índice é um pouco maior (42%). A rede mais usada para compartilhar esse tipo de conteúdo é o Facebook, utilizado por 83% dos que disseram divulgar notícias envolvendo políticos, seguido pelo Whatsapp (67%), o Instagram (25%) e o Twitter (23%). A maioria das pessoas (62%), no entanto, não compartilha informações sobre política.

Apesar da importância das redes sociais, a TV é o principal meio de informação sobre as propostas dos candidatos à Presidência, mencionado por 67% dos eleitores. A internet aparece em segundo lugar, com 40% da preferência, as matérias jornalísticas vêm em seguida (34%) e as conversas com parentes são citadas por 30%. O horário eleitoral gratuito em rádio e TV é acompanhado por 29% dos brasileiros.

Para elaboração da pesquisa foram ouvidas 800 pessoas acima de 18 anos de todas as classes sociais nas 27 capitais brasileiras.

Facebook

Em maio, o Facebook anunciou um acordo com agências de checagem para averiguar a veracidade de publicações e evitar a circulação das notícias falsas. No Brasil, a parceria envolve as agências Lupa, Aos Fatos e France Press. As mensagens consideradas falsas têm o alcance reduzido e os usuários que as compartilharam recebem uma notificação.

Outra frente de atuação é o combate aos perfis falsos, identificados como um instrumento de difusão de fake news. A empresa anunciou em maio que derrubou neste ano, em média, 6 milhões de contas falsas por dia. A remoção ocorreu baseada nos “parâmetros da comunidade”, regras que, quando violadas, geram a exclusão da publicação. O chamado discurso de ódio, muitas vezes associado a notícias falsas, também é objeto de retirada.

Agência Brasil

Comments

Ziraldo melhora e começa a fazer tratamento fisioterápico

Melhora o estado de saúde do cartunista e escritor Ziraldo, de 85 anos, internado há uma semana no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo. O cartunista foi hospitalizado após um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico. No último domingo (30), ele foi transferido para a unidade semi-intensiva e, nesta quarta-feira (3), começou a ser submetido a tratamento de fisioterapia.

Boletim médico divulgado hoje diz que o paciente apresentou boa evolução clínica e já recebe intensificação no tratamento fisioterápico. “Seu estado de saúde segue estável”, diz o texto. Nas redes sociais, o Menino Maluquinho, mais conhecido personagem criado pelo cartunista, lançou a corrente “Melhora Ziraldo”.

Criado nos anos 1980, o personagem deu origem a livro infantil campeão de vendas e a filme de grande sucesso nos cinemas do país. O livro foi traduzido para o inglês, o espanhol, o basco, o alemão e o italiano e teve adaptações para o cinema, teatro e televisão.

Agência Brasil

Moro adia depoimento de Eduardo Cunha para depois do segundo turno

O juiz Sérgio Moro adiou para depois do segundo turno das eleições gerais de outubro o depoimento do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (MDB/RJ), no âmbito da operação Lava Jato. O depoimento, que estava marcado para hoje (3), foi adiado para o dia 31 de outubro às 14h. O segundo turno das eleições está previsto para o dia 27 de outubro.

Na decisão da 13ª Vara Federal de Curitiba, o juiz acatou pedido da defesa de Cunha para adiar o depoimento. Segundo o despacho de Moro, a defesa do ex-deputado afirma que “os quesitos complementares formulados pela Defesa ainda não foram respondidos pelo perito e, igualmente, que o interrogatório do acusado pode ser utilizado para prejudicar a campanha de sua filha, Danielle Cunha, para o cargo de Deputada Federal pelo partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB)”.

Na decisão tomada nesta segunda-feira (1), o juiz Sérgio Moro intima o delegado da Polícia Federal Felipe Hideo Hayashi “para que esclareça quanto à apresentação do laudo complementar” após o fim do prazo de 15 dias para apresentação dos quesitos complementares.

“Diante da ausência do laudo complementar, redesigno os interrogatórios de Eduardo Cosentino da Cunha e Solange Pereira de Almeida para 31/10/2018, às 14:00”, escreveu o juiz em sua decisão.

Em março de 2016, os ministros do STF decidiram pela abertura de ação penal contra Cunha e a ex-deputada federal e atual prefeita de Rio Bonito (RJ), Solange Almeida, proposta pelo então procurador-geral da República Rodrigo Janot. O ex-deputado e Solange foram acusados por crimes de corrupção e de lavagem de dinheiro em contratos de fornecimento dos navios-sonda Petrobrás 10.000 e Vitória 10.000.

Agência Brasil

Comments

Ibope: Bolsonaro (32%) e Haddad (23%) oscilam para cima e se distanciam dos demais candidatos, que oscilam para baixo

A apenas quatro dias da eleição, o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, aparece com 32% das intenções de voto na mais recente pesquisa Ibope/Estado/TV Globo, seguido por Fernando Haddad (PT, 23%), Ciro Gomes (PDT, 10%) e Geraldo Alckmin (PSDB, 7%). Marina Silva (Rede) se manteve com 4%.

Em relação à pesquisa anterior, divulgada na segunda-feira, os principais candidatos apenas oscilaram dentro da margem de erro: Bolsonaro e Haddad ganharam um e dois pontos, respectivamente, enquanto Ciro e Alckmin perderam um ponto cada um.

Em votos válidos, ou seja, sem considerar os brancos e nulos, o placar entre os dois primeiros colocados é de 38% a 28%.

O Ibope ouviu 3.010 eleitores, em 209 municípios, entre os dias 1º e 2 de outubro. A margem de erro do levantamento é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, e o intervalo de confiança é de 95%. Isso significa que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o protocolo BR‐08245/2018. Os contratantes foram o Estado e a TV Globo.

Comments

OTIMISTA: Grandes viradas acontecem no final, diz Alckmin

Em campanha no Triângulo Mineiro nesta quarta-feira (3), o presidenciável Geraldo Alckmin disse apostar em uma mudança do voto dos eleitores neste primeiro turno, favorável a ele.

Segundo pesquisa Datafolha, publicada nesta terça, Alckmin está com 9% das intenções de voto, tecnicamente empatado com Ciro Gomes (PDT), com 11%, e ambos atrás de Jair Bolsonaro (PSL), com 32%, e de Fernando Haddad (PT), com 21%.

“Temos uma absoluta fé no Brasil. Vamos chegar domingo com coerência, trabalhando, pedindo voto. As grandes viradas ocorrem no final. Estamos trabalhando firme”, disse Alckmin. Ele chegou a Uberlândia no início da tarde acompanhado do candidato ao governo do mesmo partido Antônio Anastasia.

Os últimos dias, segundo Alckmin, são decisivos porque a eleição ainda está aberta. “Mais de 20% dos votos não estão definidos e mesmo a intenção de votos pode mudar. No caso federal, nós defendemos a terceira via”, afirmou o tucano.

“Acho que o radicalismo de esquerda ou de direita dificulta a retomada da economia. Acho que a gente consegue unir mais para retomar a economia, o Brasil voltar a crescer, ter emprego, renda e melhorar a vida das pessoas. Adquiri experiência para isso, e estou preparado para esse desafio.”

Alckmin fez uma caminhada em uma das principais avenidas da cidade com lideranças do partido e apoiadores. O tucano voltou a dizer que a prioridade é o investimento em saúde.

“A população brasileira está ficando mais velha, o que é ótimo, porque as pessoas estão vivendo mais e melhor, mas isso demanda mais investimento. Vamos priorizar saneamento básico, e o PIS, PASEP E COFINS, que o governo federal arrecada das empresas, nós vamos reinvestir em saneamento básico”. A agenda de campanha ainda previa visita a Montes Claros, também em Minas.

Folhapress

Fonte: Blog do BG

LOCAIS

Forças federais vão reforçar 39 zonas eleitorais do RN durante as eleições

Atuação das forças está prevista na Lei 4.737/1965 e tem como objetivo garantir a normalidade do pleito, o livre exercício do voto e o bom andamento da apuração dos resultados

José Aldenir / Agora RN

Tropas federais vão garantir a segurança das eleições no RN

Até agora, 510 localidades brasileiras terão a segurança reforçada no domingo, 7, por forças federais durante o primeiro turno das eleições. Segundo último balanço do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), divulgado na noite dessa terça-feira (2), os agentes atuarão, no total, em 11 estados. A maioria das zonas eleitorais que vão ter apoio está no Rio de Janeiro (106), seguido do Pará (46) e Piauí (43) e Rio Grande do Norte (39).

Os ministros do TSE já haviam aprovado o apoio para localidades de outros oito estados: Amazonas, Acre, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte e Tocantins. Entre as localidades estão aldeias indígenas, distritos, comunidades ribeirinhas.

A atuação das forças federais nas eleições está prevista na Lei 4.737/1965 (Código Eleitoral) e tem como objetivo garantir a normalidade do pleito, o livre exercício do voto e o bom andamento da apuração dos resultados. Depois de aprovados pelo TSE, os pedidos são encaminhados ao Ministério da Defesa, órgão responsável pelo planejamento e execução de ações das Forças Armadas.

Veja aqui a tabela com as localidades que já tiveram a atuação das tropas aprovada pela Justiça Eleitoral.

Fonte: AGORA RN

Por G1 RN

 


Imigrantes venezuelanos desembarcaram na Base Aérea de Parnamirim por volta das 12h30 — Foto: Renata Duarte

Imigrantes venezuelanos desembarcaram na Base Aérea de Parnamirim por volta das 12h30 — Foto: Renata Duarte

Desembarcou no início da tarde desta quarta-feira (3) na Base Aérea de Parnamirim, na Grande Natal, o voo da Força Aérea Brasileira (FAB) com 60 venezuelanos que irão ficar abrigados na cidade de Caicó, na região Seridó potiguar. A aeronave decolou do Aeroporto Internacional de Boa Vista pela manhã.

Esta é a 11ª etapa do processo de interiorização de um total de 19 voos que saíram de Roraima para outros estados do país desde o mês de abril. Além dos 60 imigrantes transferidos para o RN, 16 têm destino o Rio de Janeiro (RJ), 26 seguirão para Guarulhos (SP), 15 para São Paulo (SP) e outros 7 para Brasília (DF). Conforme a Casa Civil, até agora foram interiorizadas 2.452 pessoas.

No Rio Grande do Norte, os venezuelanos deixaram a Base Aérea de Parnamirim em um ônibus do Exército com destino ao abrigo Aldeias Infantis SOS, em Caicó.

A interiorização busca ajudar os solicitantes de refúgio e de residência a encontrar melhores condições de vida em outros estados brasileiros. Todos aceitam, voluntariamente, participar do programa e são vacinados, submetidos a exame de saúde e regularizados no Brasil – inclusive com CPF e carteira de trabalho.

A iniciativa tem o apoio da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), da Agência da ONU para as Migrações (OIM), do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Interiorização intensificada

O governo intensificou o processo de interiorização após conflitos registrados no município de Pacaraima, ao Norte de Roraima, quando 1,2 mil imigrantes foram expulsos da cidade fronteiriça durante um violento protesto de moradores.

Antes disso, o processo era lento. Nos cinco primeiros meses de interiorização, o governo realizou apenas 8 voos levando 1.194 imigrantes. Só no mês de setembro, depois do tumulto na fronteira, 10 voos foram realizados, levando 1.134 venezuelanos para outras regiões do país.

Venezuelanos em Roraima

Desde 2015, Roraima recebe um número crescente de venezuelanos que fogem, principalmente, da escassez de comida e remédios. Em três anos e meio já são mais de 75 mil pedidos de refúgio ou residência temporária só em Roraima.

Com a chegada em massa de imigrantes, 10 abrigos foram abertos em Boa Vista e em Pacaraima, com uma capacidade total de 5 mil pessoas. As unidades, no entanto, já estão lotadas e ainda há venezuelanos vivendo em situação de rua no estado.

Por G1 RN

 


Policiais Civil deverão atuar no reforço à segurança, durante as eleições 2018, recomenda o MP — Foto: Polícia Civil do RN/Divulgação

Policiais Civil deverão atuar no reforço à segurança, durante as eleições 2018, recomenda o MP — Foto: Polícia Civil do RN/Divulgação

O Ministério Público do Rio Grande do Norte recomendou que o Governo do Estado, a Secretaria de Segurança e a Delegacia-Geral da Polícia Civil assegurem que todos os policiais civis em atividade atuem na segurança das eleições do próximo domingo (7). A recomendação foi feita nesta quarta-feira (3) em caráter de urgência e foi asssinada pelo promotor Wendell Beetoven Ribeiro Agra. Ela ainda prevê que os agentes comecem a atividade excepcional no sábado (6).

O promotor recomendou também que o efetivo seja usado em áreas que não têm reforço das forças federais e da Polícia Militar, previsto no plano operacional das eleições.

les deverão atuar especialmente nas áreas com “maiores índices de crimes violentos ou em que o Sistema Estadual de Inteligência de Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Norte tenha identificado a atuação de facções criminosas, nas quais haja maior possibilidade de indivíduos ou grupos promoverem, alguma forma, atos tendentes a coagir eleitores a votar, ou não votar, em determinado candidato ou partido, ou ainda com o fim de embaraçar ou fraudar o exercício do voto”, pontuou.

Ainda de acordo com o MP, a designação dos servidores deve ser feita independentemente de pagamento por serviço extraordinário ou de diárias operacionais, sendo que os órgãos de gestão poderão avaliar, depois do pleito, a possibilidade de recompensar o trabalho por pagamendo em dinheiro ou folgas. Só devem ficar de fora da escala os servidores que estão de férias ou licença.

Os órgãos têm dois dias para responder ao MP se acatarão ou não a medida.

Atuação de facções

No documento, o promotor considetou que o estado vive uma grave crise de segurança pública ostentando “elevados índices de criminalidade violenta, em grande medida atribuída à persistente e perniciosa atuação de organizações criminosas que exercem influência em diversas localidades, tanto na capital quanto no interior do estado, como inclusive reconhecido em reiteradas manifestações de autoridades estaduais”.

Também foram levadas em conta, na justificação da medida, deficiências de efetivos das forças de segurança estaduais, que levou à requisição de militares das Forças Armadas, ao Tribunal Superior Eleitoral. Esse reforço será destiado a 1.551 locais de votações em 97 municípios potiguares.

Fonte: G1 RN

Por Acson Freitas e Igor Jácome, Inter TV Cabugi e G1 RN

 


Bebê de 10 meses foi levado para Hospital Promater após sofrer agressões do pai em Natal, informou a polícia — Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

Bebê de 10 meses foi levado para Hospital Promater após sofrer agressões do pai em Natal, informou a polícia — Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

Um advogado foi preso em flagrante na tarde desta quarta-feira (3), em Natal, após agredir a mulher e jogar o filho de 10 meses de idade no chão, segundo a Polícia Militar. Os atos de violência teriam acontecido durante uma briga conjugal.

O homem chegou a fugir para a casa dos pais dele, levando o bebê, mas foi encontrado pela polícia. A criança foi recuperada e, com sangramento no nariz, foi levada ao hospital, onde passa por exames.

Segundo a PM, a mulher fez um chamado relatando que o marido havia agredido ela e o bebê e depois teria fugido levando o filho do casal em um táxi. A família mora em Candelária, na Zona Sul de Natal.

A esposa ainda afirmou aos policiais que acreditava que o suspeito tinha ido para a casa dos pais dele, no bairro Neópolis, também na Zona Sul. Após encontrarem o homem no local informado e fazer negociações, a polícia recebeu a criança por cima do muro do imóvel.

Como estava sangrando pelo nariz, a criança foi levada para o Hospital Promater, onde passa por exames.

Ainda de acordo com a PM, o homem ofereceu resistência e chegou a desacatar os militares, mas acabou preso e foi levado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, para prestar depoimento.

A presidência da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Rio Grande do Norte informou que foi à delegacia para garantir respeito aos direitos do advogado.

Fonte: G1 RN

INTERNACIONAIS

Vulcão na Indonésia

Nuvem de cinzas é vista depois após o vulcão do Monte Soputan, na Indonésia, entrar em erupção nesta quarta-feira (3) — Foto: Hetty Andih/AP

Nuvem de cinzas é vista depois após o vulcão do Monte Soputan, na Indonésia, entrar em erupção nesta quarta-feira (3) — Foto: Hetty Andih/AP

A ilha indonésia que foi atingida por um forte terremoto seguido de tsunami enfrenta também a erupção do vulcão Sotupan. Uma coluna de fumaças e cinzas atingiu 4 mil metros de altura. Ainda não há relato de vítimas. O número de mortos após tremor seguido de ondas gigantes subiu para 1,4 mil e equipes de resgate seguem mobilizadas em busca de sobreviventes.

‘Exolua’

A impressão do artista do exoplaneta Kepler-1625b com sua grande lua hipotética. O par tem uma relação de massa e raio semelhante ao sistema Terra-Lua, mas ampliado por um fator de 11 — Foto: Dan Durda

A impressão do artista do exoplaneta Kepler-1625b com sua grande lua hipotética. O par tem uma relação de massa e raio semelhante ao sistema Terra-Lua, mas ampliado por um fator de 11 — Foto: Dan Durda

Astrônomos da Nasa encontraram evidências de que pode existir uma lua fora do sistema solar. A candidata a ‘exolua’ está a 8 mil anos-luz da Terra, orbitando um planeta gigante de gás. Os pesquisadores alertam que a hipótese é experimental e deve ser confirmada após observações futuras do Hubble.

Nobel de química

Frances Arnold, uma das ganhadoras do Nobel de Química em 2018 — Foto: Phil McCarten/Reuters/Arquivo

Frances Arnold, uma das ganhadoras do Nobel de Química em 2018 — Foto: Phil McCarten/Reuters/Arquivo

Frances H. Arnold, George P. Smith e Sir Gregory P. Winter são os premiados com o Nobel de Química deste ano. Eles irão dividir o prêmio equivalente a R$ 4 milhões. Metade será dada a Arnold, 5ª mulher a ganhar a honraria, por sua pesquisa sobre proteínas que catalizam reações químicas, usadas para manufaturar de biocomubustíveis a farmacêuticos. Smith e Winter dividirão a outra metade, por seus projeto de criação de novas proteínas usadas para combater doenças autoimunes e curar o câncer metastático.

Curtas e rápidas

Jen Taylor, de 30 anos, diz que tirar uma foto todos os dias do próprio rosto ajudou a enfrentar as mudanças depois da cirurgia de reconstrução facial — Foto: Jen Taylor/Arquivo Pessoal/BBC

Jen Taylor, de 30 anos, diz que tirar uma foto todos os dias do próprio rosto ajudou a enfrentar as mudanças depois da cirurgia de reconstrução facial — Foto: Jen Taylor/Arquivo Pessoal/BBC

Fonte: G1

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu