ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSA QUARTA-FEIRA

Por G1

 

Pela 4ª vez seguida, o Banco Central decidiu manter a taxa básica de juros em 6,5% ao ano. Aumento? É esperado somente no ano que vem. Eleições 2018: pesquisa Ibope indica que Bolsonaro cresceu entre os mais ricos e Haddad entre os mais pobres. Ambos tem os maiores eleitorados que dizem não mudar seus votos. A Guiné Equatorial diz que o Brasil deturpou valor de bens apreendidos com o filho de ditador africano em aeroporto de SP. E a literatura de cordel ganha o reconhecimento merecido. O que foi notícia nesta quarta-feira:

NACIONAIS

Juros básicos

O Comitê de Política Monetária (Copom) deciciu manter a taxa básica de juros da economia, a Selic, em 6,5% pela 4ª vez seguida no ano. A taxa está no menor patamar desde o início do regime de metas para a inflação, adotado em 1999. A expectativa dos analistas é que ela não seja alterada até o fim deste ano e, em 2019, seja elevada gradualmente até alcançar 8% ao ano.

Entenda o que é a taxa Selic no vídeo abaixo.

Educação Financeira: entenda o que é a taxa Selic

Educação Financeira: entenda o que é a taxa Selic

Eleições 2018

Ibope divulga nova pesquisa de intenção de voto para presidente

Ibope divulga nova pesquisa de intenção de voto para presidente

O Ibope divulgou resultado de sua última pesquisa eleitoral dividido por renda, idade, região e escolaridade. Metade das mulheres diz que não votaria em Bolsonaro, que aumentou percentual entre os mais ricos. Haddad cresce no Nordeste e entre os mais pobres. Ambos tem os maiores percentuais de eleitores que dizem não mudar o voto.

Fundo partidário

Selo repasses dos partidos — Foto: Arte/G1

Selo repasses dos partidos — Foto: Arte/G1

R$ 1,4 bilhão. Esta é a quantia que os partidos já destinaram para as candidaturas nas eleições deste ano, segundo parcial divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As candidaturas a deputado receberam a maior parcela: R$ 930 milhões do total. Apenas três partidos (MDB, PR e PP) respondem por mais de 1/3 (36,9%) desses repasses a candidatos.

Esta é a primeira eleição com o Fundo Eleitoral, que totaliza R$ 1,7 bilhão, destinado a financiar candidaturas após a proibição das doações de empresas, em 2015.

Entrevista G1 e CBN

Ciro Gomes (PDT) é entrevistado pelo G1 e pela CBN

Ciro Gomes (PDT) é entrevistado pelo G1 e pela CBN

Ciro Gomes, candidato do PDT à Presidência, foi entrevistado pelo G1 e pela CBN. Ciro criticou voto útil, afirmou que o ‘Brasil não aguenta mais um presidente fraco, que tenha que consultar seu mentor’ e disse que momento de escolher ‘o menos pior’ é no 2º turno.

A série de entrevistas termina amanhã com Álvaro Dias. Já foram sabatinados Alckmin (PSDB)Amoêdo (Novo)Eymael (DC)Meirelles (MDB)Vera Lucia (PSTU)Marina Silva (Rede)João Goulart Filho (PPL)Boulos (PSOL) Haddad (PT). Cabo Daciolo não compareceu.Bolsonaro participaria de sabatina, mas continua internado em SPapós receber facada em campanha.

Mande a sua pergunta com a hashtag #cbng1 nas redes sociais.

Disputa Presidencial

Veja como foram as atividades de campanha dos candidatos à Presidência nesta quarta-feira:

Entrevista nos estados

RJ – Entrevista G1/CBN – Rodrigo Tavares propõe recriar banco estatal em SP

Entrevista ao Jornal da Globo

Geraldo Alckmin (PSDB) é entrevistado no Jornal da Globo

Geraldo Alckmin (PSDB) é entrevistado no Jornal da Globo

Geraldo Alckmin foi entrevistado pelo Jornal da Globo. Em sabatina, ele disse que ‘quem ganhar subirá a rampa em dia de chuva com lata d’água na cabeça’, e que todos os partidos estão fragilizados, inclusive o PSDB.

O entrevistado de hoje é Fernando Haddad (PT). Marina Silva (Rede) participa do jornal na sexta. Ciro Gomes foi o primeiro presidenciávela conceder entrevista.

Mais eleições

Cordel sim, senhor!

Literatura de cordel — Foto: Oton Veiga/TV Globo

Literatura de cordel — Foto: Oton Veiga/TV Globo

literatura de cordel foi reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro pelo Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). De acordo com a pesquisadora e escritora Maria Alice Amorim, que estudou a literatura de cordel no mestrado e doutorado, o título é uma forma de reconhecer um gênero que já sofreu preconceitos.

Curtas e rápidas

Fonte: G1

 

Poupança bate maioria dos fundos com Selic a 6,5%

A estabilidade da taxa básica de juros mantém a poupança como um investimento mais atrativo que a maioria dos fundos de investimento de renda fixa, em especial aqueles com taxas de administração mais altas, de acordo com simulações feitas pela Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade).

Nesta quarta (19), o Copom (Comitê de Política Monetária) decidiu manter a Selic em 6,5% ao ano, em linha com a expectativa do mercado.

A Anefac estima o rendimento mensal da poupança em 0,37% nesse cenário.

Pelas contas da associação, fundos de investimentos tem um rendimento superior às contas da poupança quando suas taxas de administração são inferiores a 0,5% ao ano, independentemente do prazo de resgate.

Ganha também da poupança com taxas de 1%, exceto se o resgate for em até seis meses, caso em que as rentabilidades são equivalentes.

A poupança empata com fundos com taxa de administração de 1,5% se o resgate for feito entre um e dois anos, mas perde para resgates nessa situação acima de dois anos.

[VÍDEO] Temer grava vídeo diretamente para João Dória e pede para tucano desacelerar: “Nós devemos nos comportar”

Em mais uma tentativa de defender a sua imagem, o presidente Michel Temer criticou nesta quarta-feira (19) o candidato do PSDB ao governo de São Paulo, João Doria, e afirmou que ele se desmente ao criticar o governo federal.

Em vídeo, divulgado nas redes sociais, o presidente lembra que o tucano o elogiou inúmeras vezes quando foi prefeito de São Paulo, que lhe pediu ajuda com recursos federais e que partidos que fazem parte de sua coligação eleitoral apoiam a gestão emedebista. “Você estava tramando para trair seus eleitores e padrinho. Eu que não topei”, diz Temer em um dos trechos.

Temer insinuou que a postura de Dória é uma atitude eleitoreira e pediu para ele “desacelerar” na postura. “Nós devemos nos comportar”, disse.

Comments

Marco Aurélio rebate Bolsonaro e diz que não vê com ‘bons olhos’ quem questiona segurança de urnas

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), rebateu nesta quarta-feira as críticas do candidato a Presidente Jair Bolsonaro (PSL) às urnas eletrônicas. Segundo o presidenciável, líder nas pesquisas de intenção de voto, com 28% das preferências no último levantamento do instituto Ibope, os aparelhos são passíveis de fraudes. Questionado se é uma irresponsabilidade pôr em dúvida à segurança do sistema eletrônico, Marco Aurélio respondeu: — Eu não vejo com bons olhos que alguém o faça.

Marco Aurélio, que também já foi presidente e hoje é ministro substituto do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ainda disse:

— Presidi as primeiras eleições com o sistema eletrônico, em 1996, e de lá para cá não tivemos uma impugnação minimamente séria quanto à apuração dos votos. O que ele (Bolsonaro) receia? Se ele se apresenta na ponta deve haver um móvel para essa colocação de dúvida no sistema da própria instituição do voto eletrônico.

Após as declarações de Bolsonaro, outros ministros do STF, ao serem questionados sobre o assunto, também defenderam as urnas eletrônicas.

— Temos 22 anos de utilização de urnas eletrônicas. Não há nenhum caso de fraude comprovado. As pessoas são livres para expressar a própria opinião. Mas, quando essa opinião é desconectada da realidade, nós temos que buscar os dados da realidade. Para mim, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, as urnas são absolutamente confiáveis — disse na terça-feira a ministra Rosa Weber, que também é presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Na segunda-feira, o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, também disse que as urnas são confiáveis e auditáveis pelos partidos, Ministério Público e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Destacou ainda que Bolsonaro foi eleito várias vezes por meio da urna eletrônica. E comparou quem acredita em fraudes no sistema a quem crê num dos personagens mais conhecidos do folclore brasileiro.

— Tem gente que acredita em saci pererê — disse Toffoli na segunda.

Meirelles cita reformas da Previdência e tributária como prioritárias

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil 

O candidato do MDB à Presidência da República Henrique Meirelles disse que, entre as primeiras ações de seu governo, caso seja eleito, será fazer as reformas da Previdência e tributária. A declaração foi dada em sabatina aos presidenciáveis realizada hoje (19) na capital paulista pela revista Veja.

“Se não fizermos as reformas fundamentais [Previdência e tributária], de um lado, nós temos uma despesa pública crescendo de uma forma insustentável pelas obrigações constitucionais que tem que ser mudada e, de outro lado, nós temos uma complexidade tributária insuportável”, avaliou.

Para Meirelles, o problema da segurança pública poderia ser resolvido com aumento da arrecadação, que seria consequência de uma melhora no cenário econômico do país.

“Nós precisamos ter o Brasil crescendo para que os governos estaduais, municipais e o governo federal possam ter aumento de arrecadação e investir em educação, segurança e saúde. Por exemplo, que tragédia quando vimos no Rio de Janeiro viaturas sucateadas nos pátios, a polícia sem armamento, salários atrasados de policial. País quebrado não resolve problema de ninguém”.

Segundo ele, com o país crescendo, os estados aumentariam a arrecadação, poderiam contratar policial, comprariam equipamentos e viaturas. Além disso, defendeu um sistema unificado de informações para combater crimes.

“O governo federal com um sistema unificado de informações para estar sempre um passo na frente do bandido, porque hoje não existe informação. Polícia Militar não troca informação com Polícia Civil e etc. Nós vamos ter um sistema de informação nacional que será comandado pela Polícia Federal e que vai de fato ter condições de integrar todas as informações. O sistema de segurança brasileiro vai andar um passo sempre na frente do bandido”, disse.

Em relação à corrupção, o candidato disse que o combate é feito por meio de exemplo e de cultura pessoal. “Nós vamos combater a corrupção, primeiro, baseado no exemplo. Quando eu fui presidente do Banco Central durante oito anos, toda minha diretoria, todos os funcionários importantes do banco que eu escolhi nunca houve uma denúncia de corrupção contra um deles. Quando eu fui ministro da Fazenda, todos os secretários da Fazenda a mesma coisa”, lembrou.

Questionado sobre a independência política que o próprio candidato defende, ele afirmou que sua candidatura “não deve nada a ninguém, é independente”. “Eu não trabalho para partido, eu não trabalho para governo específico ou para um presidente ou nada, eu trabalho para o povo brasileiro e esse é meu compromisso”.

“Não tenho compromisso com ninguém, tenho compromisso com o povo brasileiro e com tudo aquilo que estou dizendo que vou fazer, por exemplo, criar dez milhões de empregos no Brasil em quatro anos. Mostrei que é possível e vamos fazer isso e melhorar a vida de todos os brasileiros”, acrescentou.

Agência Brasil

Comments

Haddad se intitula como “o perfil” para assumir a Fazenda sob as bençãos de Lula

 

Abusando do discurso de paz e amor ao longo de todo o dia, o candidato do PT à Presidência e ex-prefeito, Fernando Haddad, defendeu nesta quarta-feira (19) jogo de cintura, pragmatismo e flexibilidade para conduzir a economia brasileira.

Questionado sobre qual seria o perfil ideal para o comando do Ministério da Fazenda, Haddad não pestanejou: “O meu. Eu ia ser o ministro da Fazenda do Lula, ele já tinha me convidado para isso. Por isso, eu digo que o perfil é o meu”, disse ele.

E explicou: “Perfil pragmático, no sentido de buscar solução para os problemas do povo, sem ser sectário. Às vezes, os economistas esses figurões, são sectários, acham que são donos da verdade. Quando você está no governo, você tem que ter jogo de cintura, pragmatismo e flexibilidade para buscar a solução”, afirmou Haddad.

Coordenador do programa petista, Haddad disse também que está trabalhando no plano de governo.

Segundo petistas, essa será a brecha do candidato para, no eventual segundo turno, atrair aliados do centro-esquerda.

Na tentativa de ampliar sua base de apoio, Haddad repetirá que o plano de governo está em construção.

Quando questionado sobre medidas mais polêmicas, especialmente na economia, lembrou que esse programa foi desenhado sob a orientação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para o governo dele, após uma série de reuniões no Instituto Lula, muitas delas sem a presença de Haddad.

Petistas recordam que Haddad nem participou das primeiras reuniões sobre propostas para a economia, entrando na equipe de programa de governo já em andamento.

Fernando Haddad chamou de pequeno desastre a proposta apresentada pelo guru econômico de Jair Bolsonaro (PSL). Apresentado por Bolsonaro como seu ministro da Fazenda, Paulo Guedes pregou a adoção de alíquota única do Imposto de Renda.

Segundo Haddad, esse modelo penaliza os pobres e beneficia os ricos. “Uma campanha disse hoje que quer baixar o imposto dos ricos e aumentar dos pobres”, discursou em Guarulhos.

Dizendo-se contrário à reedição da CPMF e prometendo isenção de IR para os que ganham até cinco salários-mínimos, Haddad diz que a proposta de Paulo Guedes é um desastre “porque faz o pobre, que já paga mais imposto que o rico, pagar ainda mais”.

Pela primeira vez, Haddad usou de maior firmeza ao responder às críticas do adversário pedetista, Ciro Gomes, que, em uma alusão ao petista, disse que o país não suporta mais um presidente fraco.

Haddad disse que Ciro é seu amigo e que os dois pertencem ao mesmo campo, mas, às vezes, têm conceitos diferentes. Sem mencionar os rompantes do pedetista, Haddad disse que força se dá por duas questões: firmeza e autocontrole.

“Tem que ter essas duas qualidades para presidir o pais: firmeza de propósitos, mas muito autocontrole para evitar provocação. Então, sou uma pessoa firme e controlada porque eu sei dos desafios que estão pela frente. Mas também represento um projeto que expressa os anseios da grande maioria da população”, comentou.

Pela manhã, na Zona Leste de São Paulo, Haddad disse que há um acerto democrático a ser feito no dia 7 de outubro, data do primeiro turno.

Investindo no modelo paz e amor, ele disse, no entanto, que o Brasil está cansado da intolerância que se vê nas ruas. “Não queremos ofender ninguém. O Brasil está cansado de ofensas, de xingação”.

Em um aceno aos eleitores do centro-esquerda, Haddad disse querer paz, um Brasil de progresso e oportunidade.

Folhapress

Comments

‘Nem a pau, Juvenal’, diz Ciro sobre já pensar em apoio a Haddad

O presidenciável do PDT, Ciro Gomes, rebateu durante entrevista à Rádio CBN nesta quarta-feira (19) a declaração do candidato Fernando Haddad (PT), dada no dia anterior à mesma emissora, de que tinha certeza que seria apoiado pelo pedetista no segundo turno das eleições.

“Nem a pau, Juvenal. Eu não cedo a instituto de pesquisa a minha responsabilidade com o meu país”, disse Ciro ao ser questionado se já pensa na possibilidade.

O candidato afirmou ainda que a declaração de Haddad era uma amostra de inexperiência e arrogância do petista e seu partido, falando também da possibilidade de derrota do ex-prefeito de São Paulo para Bolsonaro em segundo turno, uma vez que a pesquisa Ibope divulgada nesta terça (18) mostra os dois candidatos empatados nesse cenário.

“Ele está se precipitando como uma demonstração a mais de inexperiência e ou arrogância. A petezada costuma cultivar uma certa arrogância, uma certa superioridade, que não sei de onde tiraram isso. Ele já se acha vitorioso, já se acha no segundo turno e sabe que é o candidato marcado para perder”, completou.

O pedetista também disse que é “diferente em tudo” em Haddad. Ele afirmou que o candidato continuará atendendo aos interesses do mercado e que está fazendo uma nova versão da “Carta ao povo brasileiro”, a exemplo de Lula, mas “agora em parágrafos”.

Folhapress

Comments

Marina Silva diz que vai ampliar cobertura de creches de 30% para 50%

Rovena Rosa/Agência Brasil

A candidata da Rede à Presidência da República, Marina Silva, pretende aumentar a cobertura de creches para crianças do país de 30% para 50% até 2022. A ação integra o Programa Vida Digna, citado pela candidata em sabatina realizada hoje na capital paulista pela revista Veja. Sua proposta inclui ainda medidas na área da saúde e atendimento destinado às mulheres.

“Ontem, lançamos o programa Vida Digna para atender às pessoas na área de saúde, para atender à infância e atender às mulheres nas suas necessidades de se tornarem independentes, de terem acesso ao mercado de trabalho, de poderem ter uma formação em uma universidade”, disse a candidata.

“Hoje [a rede de creches] tem uma cobertura de 30%; nós vamos ampliar para 50% até 2022. Nós vamos criar 400 regiões [administrativas] para o atendimento de saúde, reestruturando o SUS [Sistema Único de Saúde] e, com isso, nós vamos ajudar o Brasil a sair da crise que está vivendo em várias frentes: do desemprego, da segurança pública, da saúde, da educação”, acrescentou.

Marina disse que, caso seja eleita, vai recuperar a credibilidade do país para que o
Brasil volte a receber investimento e gere emprego e renda. Ela também defendeu o combate à corrupção. “Em torno de 6% do PIB, o equivalente ao que se gasta com educação, foi o dreno da corrupção entre empresários inescrupulosos e políticos inescrupulosos. É o dinheiro que falta no saneamento básico, na infraestrutura logística, é o investimento que falta nas casas populares, que cria emprego mais rápido”.

Em relação a impostos, ela disse ser contra a criação de uma nova CPMF, mas defendeu uma reforma tributária. “Os princípios da nossa reforma tributária é de simplificação, de descentralização, de combate à injustiça tributária – porque os mais pobres acabam pagando mais – e o princípio da impessoalidade. Com base nesses princípios, nós vamos fazer uma reforma tributária para que municípios não tenham que ficar com o pires na mão, sobrevivendo de mesadas, atrás do governo federal para tentar conseguir algum tipo de apoio”.

Energia limpa

De acordo com a candidata, haverá investimento em energia limpa, renovável e segura por meio do Programa Sol para Todos, o que ajudará também na recuperação de empregos. “Nós vamos criar 2 milhões de empregos em energia renovável, vamos fazer com que o Nordeste brasileiro seja o maior produtor de energia. Nós vamos produzir energia equivalente a uma [usina hidrelétrica de] Belo Monte utilizando o sol, tanto com investimentos de grande, como médio e pequenos [empresários]”.

“[Haverá] inclusive a geração de energia solar comunitária, alugando pequenas propriedades para que pequenos agricultores possam ter também direito a uma renda, além de poderem ter sua energia de graça”, acrescentou.

Marina destacou políticas dos governos anteriores, às quais deve dar continuidade, “Nós não temos preconceito contra legados, temos que corrigir o que está errado. Vamos recuperar o Plano Real, as políticas sociais, vamos implementar um sistema único de saúde que funcione, que seja rápido quando as pessoas precisam e que trate as pessoas com respeito”.

Comments

Dólar fecha em queda, cotado a R$ 4,12

 

A cotação do dólar fechou o pregão de hoje (19) em baixa de 0,43%, cotada a R$ 4,1242 para venda. O Banco Central manteve a política tradicional de swaps cambiais (equivalentes à venda de dólares no mercado futuro), sem leilões extraordinários de venda futura da moeda.

O índice de ações do índice B3, da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), terminou a sessão desta quarta-feira em leve baixa de 0,19%, com 78.168 pontos, invertendo as últimas três sessões seguidas em alta. As ações da Petrobras acompanharam a queda, terminando o dia em baixa de 1,33%, enquanto os papéis da Vale subiram 1,24%.

Comments

Juiz autoriza laudo de sanidade mental sobre agressor de Bolsonaro

Foto: Divulgação/PM-MG

O juiz Bruno Savino, da 3ª Vara da Justiça Federal da Subseção Judiciária de Juiz de Fora (MG), autorizou a realização de um laudo de sanidade por um médico particular sobre Adélio Bispo de Oliveira, acusado por um atentado contra o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL), no início do mês. Ele foi preso no dia do ataque e agora é objeto de investigação pela Polícia Federal. Bispo foi encaminhado a um presídio federal em Campo Grande (MS).

O laudo de sanidade mental preliminar foi solicitado pela defesa de Adélio Bispo de Oliveira. Os advogados pediram que o procedimento fosse realizado por médico da confiança deles e que houvesse suspensão do curso do processo. Também pleitearam que encontros ou conversas com o acusado tivessem a presença de algum dos advogados.

A defesa recorreu à possibilidade do laudo por médico particular depois que o juiz federal Bruno Savino negou a avaliação completa de saúde mental. O objetivo dos advogados é tentar justificar a necessidade do procedimento completo da saúde mental do acusado. Adélio Bispo assumiu o atentado. Em um dos depoimentos, afirmou que foi motivado por “Deus”.

Na decisão de hoje, o juiz federal Bruno Savino argumentou não ver “indícios da alegada insanidade”, citando como exemplo a lucidez demonstrada pelo acusado na audiência de custódia. Mas autorizou o laudo técnico “para subsidiar a decisão desse juízo acerca da instauração ou não de incidente de insanidade”. O juiz federal destacou que a medida é um procedimento preliminar, não sendo ainda a avaliação de saúde mental propriamente dita. Caso o juiz assim decida, abre-se de fato uma análise da condição médica do acusado. Neste caso, acusação e defesa serão chamadas a apresentar suas posições e indicar assistentes técnicos.

Bolsonaro foi atingido no dia 6 de setembro quando fazia campanha na cidade mineira. Em seguida, foi levado à Santa Casa do município, onde passou por cirurgia. Atualmente, Bolsonaro está em recuperação no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. O quadro do político é estável.

Agência Brasil

Fonte: Blog do BG

 

INTERNACIONAIS

Trump e Florence

Donald Trump fala nesta quarta-feira (19) sobre estragos causados pelo furacão Florence em base da Marinha na Carolina do Norte — Foto: Kevin Lamarque/Reuters

Donald Trump fala nesta quarta-feira (19) sobre estragos causados pelo furacão Florence em base da Marinha na Carolina do Norte — Foto: Kevin Lamarque/Reuters

O presidente dos EUA, Donald Trump, viajou para os estados da Carolina do Norte e do Sul, regiões mais afetadas pela passagem do furacão Florence. “Nunca deixaremos vocês de lado. Estamos com vocês em todo o caminho”, disse Trump em evento. As chuvas deram trega, mas moradores ainda lidam com enchentes e altas dos rios.

Mais passos para a paz

O presidente sul-coreano Moon Jae-in (esq.) e o líder norte-coreano Kim Jong-un apertam as mãos durante encontro em Pyongyang, na Coreia do Norte. Novos acordos da reaproximação incluem o fechamento do sítio norte-coreano de testes de mísseis de Tongchang-ri, a redução da possibilidade de confrontos entre seus exércitos ao redor da fronteira que compartilham, e uma candidatura conjunta aos Jogos Olímpicos de 2032 — Foto: Pyongyang Press Corps Pool via AP

O presidente sul-coreano Moon Jae-in (esq.) e o líder norte-coreano Kim Jong-un apertam as mãos durante encontro em Pyongyang, na Coreia do Norte. Novos acordos da reaproximação incluem o fechamento do sítio norte-coreano de testes de mísseis de Tongchang-ri, a redução da possibilidade de confrontos entre seus exércitos ao redor da fronteira que compartilham, e uma candidatura conjunta aos Jogos Olímpicos de 2032 — Foto: Pyongyang Press Corps Pool via AP

O presidente norte-coreano Kim Jong-un anunciou que fechará local de testes de mísseis, após encontro com a vizinha Coreia do Sul. A medida é mais um passo para tentar acabar com as armas nucleares na península. Lideranças dos dois países assinaram acordo em que prometem ainda ligar estradas e ferrovias.

Malas da Guiné

PF apreendeu US$ 1,4 milhão em uma das malas da comitiva da Guiné Equatorial — Foto: Divulgação

PF apreendeu US$ 1,4 milhão em uma das malas da comitiva da Guiné Equatorial — Foto: Divulgação

A Guiné Equatorial acusa as autoridades brasileiras de deturparem o valor dos bens apreendidos na comitiva de Teodoro Obiang Mang, vice-presidente e filho do ditador do país, no desembarque em Viracopos, no interior de SP. O país africano também diz que vai pedir a devolução do dinheiro e relógios encontrados na mala do diplomata. Na ocasião, a Receita Federal disse que os objetos somavam US$ 16 milhões.

 Fonte: G1

LOCAIS

 

No Distrito Federal

Filho de Henrique Alves é preso por porte de drogas em operação da PCDF

Eduardo José Alves é investigado na Operação Praia de Goa, que apura lavagem de dinheiro, organização criminosa e estelionato, supostamente realizados por empresa cultural da qual é sócio

Produtor cultural Eduardo José de Azambuja Alves, filho do ex-ministro Henrique Alves (DMB)

O produtor cultural Eduardo José de Azambuja Alves, filho do ex-ministro Henrique Alves (DMB), foi preso na última terça-feira, 18, no Distrito Federal, após uma operação da Polícia Civil que resultou no cumprimento de um mandato de busca e apreensão em sua casa. Os agentes policiais encontraram no escritório de Eduardo José, localizado na QI 23 do Lago Sul, três sacos plásticos contendo entorpecentes ilícitos (ecstasy em pó, haxixe e MDMA – variação do ecstasy).

Alves é investigado na Operação Praia de Goa, deflagrada pela Polícia Civil do DF com objetivo de apurar lavagem de dinheiro, organização criminosa e estelionato contra a administração pública, supostamente realizados pela produtora R2, da qual o filho de Henrique é sócio, e que organiza um dos maiores eventos culturais do Distrito Federal: Na Praia.

Eduardo José de Azambuja Alves contou em depoimento na delegacia que a droga era para consumo pessoal, e que teria recebido gratuitamente as substâncias com “um amigo de um amigo” durante uma festa realizada num condomínio no Lago Sul. Ele assinou termo circunstanciado se comprometendo a se apresentar à Justiça.

De acordo com o portal Metrópoles, entre os alvos dos 15 mandados de busca e apreensão, estão sócios da empresa, servidores e órgãos públicos. Foram realizadas buscas e apreensões nas administrações regionais de Brasília, do Lago Norte e nas secretarias de Cultura e do Esporte. Os mandados foram expedidos pela 2ª Vara Criminal de Brasília. O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) acompanha a operação. Os investigadores creem que descobriram um dos maiores esquemas de lavagem de dinheiro envolvendo a dinâmica da realização de eventos culturais do DF.

Fonte: AGORA RN

SetCenas e InC-SP trazem curso Gestão de Mídias Sociais para Natal em outubro

Depois da realização de dois cursos na área do audiovisual na capital potiguar, o SetCenas e o Instituto de Cinema de São Paulo (InC-SP) promovem com exclusividade, de 15 a 19 de outubro, o curso Gestão de Mídias Sociais, na Universidade Potiguar – campus Roberto Freire, das 19h às 22h10. Até o final do mês, a matrícula estará com 10% de desconto e pode ser realizada pelo site www.cursos.setcenas.com.br.

Preparado por profissionais da área da comunicação, marketing digital e design, o curso Gestão de Mídias Sociais será ministrado pela comunicadora e social media Ana Arantes, criadora do blog Bolas de Meia e desenvolvedora de conteúdo para as redes sociais de diversas empresas. Tem trabalhos reconhecidos com marcas como: Expedia, Time For Fun, Natura, Petite Jolie, InstaViagem, O Boticário, Tic-Tac entre outras.

“Quem não é visto, não é lembrando”. Principalmente no mundo digital, no qual milhares de pessoas compartilham dezenas de coisas diariamente. Então, surgem as dúvidas: Como se destacar em meio a tanto conteúdo, que gira tão rápido no Feed de notícias? Como encontrar uma voz? Como encontrar a sua comunidade dentro de cada rede social? E como tirar dinheiro disso tudo, no fim das contas?

Mais que uma exposição, o curso vai apresentar aos alunos o funcionamento de cada plataforma, mostrar como as mídias sociais são importantes na divulgação e crescimento de uma marca, além de expor as boas práticas das redes sociais, ferramentas de auxílio na produção e organização dos conteúdos e também como monetizar em cada rede social. O curso possui carga horária de 15h. Confira mais detalhes e políticas de desconto através das mídias sociais e site do SetCenas.

A temporada 2018 do SetCenas Cursos conta com os apoios de Cinépolis – Natal Shopping, Wayne’s Burger Star, Biergarten Natal – Saint Arnulf, Graphicaria, o Tempo e o Vento Praia Hotel, G7 Comunicação, Empreende UnP – Universidade Potiguar e Telepesquisa.

Sobre a ministrante Ana Arantes

Ana Arantes nasceu em Petrópolis – RJ e vive atualmente entre São Paulo e Los Angeles. É comunicadora, desenvolve conteúdo para as redes sociais de diversas empresas e viaja o Brasil dando palestras sobre boas práticas nas redes sociais. Escritora de gaveta, relata acontecimentos extraordinários do cotidiano em seu blog Bolas de Meia e canal no YouTube.

Sua atuação como social media: Panólatras (2016 e 2017); Community Manager do e-commerce; Urgh.Us. (2017 e 2018); além de desenvolver estratégia, planejamento, publicações, relacionamento e análise de resultados de mídias digitais para vários clientes.

Comments

Natal recebe evento nacional sobre a Reforma Trabalhista

As Jornadas Brasileiras de Relações do Trabalho, série de 56 eventos científicos que vem ocorrendo por todas as regiões do país e que marca o primeiro aniversário da lei que modernizou as relações de trabalho no Brasil, chega agora a terras potiguares. A edição norte-rio-grandense das Jornadas ocorrerá em Natal, no dia 24 de setembro, às14h, na sede da FECOMERCIO, situada na Avenida Alexandrino de Alencar, nº 562, Bairro Alecrim, Natal-RN.

O lançamento nacional das Jornadas foi realizado no dia 19 de junho, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados e já percorreu 15 municípios brasileiros. O objetivo do projeto é debater de forma técnica e sem ideologia a aplicação da nova lei trabalhista. Para tanto, os organizadores reuniram alguns dos mais renomados juristas da área do Direito do Trabalho no Brasil. Na edição potiguar palestrarão o Desembargador do TRT 21 Bento Herculano Duarte Neto, a Desembargadora do TRT 1 Vólia Bomfim Cassar e os Ministros do TST Gelson Azevedo e Emmanoel Pereira. O Ministro de Estado Chefe da Secretaria Geral da Presidência da República em exercício, Pablo Tatim, também é presença confirmada no evento.

Segundo o coordenador-geral das Jornadas e presidente da Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados, Ronaldo Nogueira, “as Jornadas vêm para ser um instrumento de desmistificação da modernização da legislação trabalhista. Estamos reunindo os mais importantes técnicos da área no país para debater o tema”.

Já para o coordenador científico do projeto, Bento Herculano Duarte Neto, que é vice-presidente do TRT21 e Diretor Científico do IBEC – Instituto Brasileiro de Ensino e Cultura, “as Jornadas se prestarão a discutir a nova lei trabalhista em um ambiente eminentemente acadêmico, tendo como reflexo natural a melhor compreensão da lei, quer seja pelos operadores do Direito, quer seja pela população em geral”.

A Secretaria-Geral da Presidência oferece apoio institucional a este projeto, idealizado pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP) da Câmara dos Deputados em parceria com o Instituto Brasileiro de Ensino e Cultura (IBEC), por se tratar de uma discussão estratégica para o país e, em última análise, pelo fato da modernização trabalhista representar importante instrumento gerador de empregos e crescimento econômico do país.

O evento será realizado em parceria com a FECOMERCIO do Rio Grande do Norte e seu presidente em exercício Luiz Antônio Lacerda.

O calendário completo está disponível em www.ibecnet.com.br, onde se podem realizar as inscrições para qualquer das edições das jornadas. As inscrições são gratuitas.”

Comments

Dubdogz e Gil Bala fazem show no Centro de Convenções de Natal

A Odonto Sunrise chega para marcar o calendário de festas universitárias da capital, inovando no conceito, com atração nacional, open bar variado e indo até o amanhecer. A festa é promovida pela Hemotion Entretenimento e está marcada para 11 de outubro (véspera de feriado), prometendo uma experiência única para o público jovem natalense, com a vista privilegiada do nascer do sol no Centro de Convenções.

A festa contará com atração nacional, o projeto Dubdogz, dupla mineira de DJs – destaque no cenário atual da música eletrônica brasileira, além de Gil Bala, o “Rei do Batidão”, Som e Balanço, Banda Pretta e o DJ Guga Holanda. “Queremos que Natal conheça um novo conceito de calourada, e para isso vamos chegar com um serviço open bar de qualidade, estrutura diferenciada, além de trazer uma atração de expressão nacional, e o melhor, indo até o amanhecer”, conta Herculano Júnior, diretor da Hemotion.

A Odonto Sunrise é a calourada da turma de Odontologia da UnP, realizada pela Hemotion em parceria com a Office Iluminações e a Promoover, uma das maiores empresas de formatura do Nordeste. A calourada começará às 22h do dia 11 de outubro, véspera de feriado, no Centro de Convenções de Natal, e as vendas já estão disponíveis no valor de R$ 45, na loja Bransk do Midway Mall, com a comissão de formatura (@odontosunrise) e no app outgo ou pelo site outgo.com.br.

Serviço

Odonto Sunrise
Data: 11 de outubro (véspera de feriado)
Horário: a partir das 22h
Local: Centro de Convenções de Natal
Atrações: Dubdogz, Gil Bala, Som e Balanço, Banda Pretta e DJ Guga Holanda
Vendas: @odontosunrise, Bransk (Midway Mall), app outgo e outgo.com.br
Valor: R$ 45 (primeiro lote)

Fonte: Blog do BG

Deixe uma resposta

Fechar Menu