ÚLTIMAS NOTÍCIAS DESSA QUARTA-FEIRA

Quarta-feira, 12 de setembro

Boa noite! Aqui estão as principais notícias para você terminar o dia bem-informado.


Por G1

Mais um estado no alvo da PF. Buscas são feitas no gabinete e na casa do governador de MS, Reinaldo Azambuja (PSDB), e o filho dele está preso. A operação apura o suposto pagamento de propina a integrantes da cúpula do estado. Em Brasília, Fachin dá 15 dias para Dodge decidir se denuncia Temer no caso Odebrecht. Eleições 2018: o nº de brasileiros inscritos para votar fora do país sobe 41%. Qual candidato a governador tem mais a ver com você? O Jogo Eleitoral do G1 pode te ajudar na hora do voto. E os novos iPhones lançados pela Apple. O que foi notícia nesta quarta-feira:

NACIONAIS

Governador do MS

A PF fez buscas na casa do governador Reinaldo Azambuja em MS. A operação Vostok investiga suspeita de que empresas pagavam propina em troca de benefícios. Um dos filhos do governador, Rodrigo Silva, foi preso.

Beto Richa preso

Empresário ligado a Beto Richa é filmado com pacote de dinheiro

Empresário ligado a Beto Richa é filmado com pacote de dinheiro

Vídeo entregue por um delator mostra um empresário ligado ao ex-governador do Paraná Beto Richa com pacote de dinheiro. Segundo o MP, o dinheiro seria propina. Richa e a mulher dele foram presos ontem e hoje foram encaminhados para um alojamento da PM.

Votação no exterior

selo, eleitores no exterior, voto no exterior — Foto: Igor Estrella/G1

EUA, Japão e Portugal têm maior eleitorado inscrito para votar no exterior nestas eleições. Em todo o mundo, cerca de 500 mil pessoas poderão votar para presidente. O percentual de eleitores que vão às urnas fora do Brasil aumentou 41,4% na comparação de 2014 com 2018.

Jogo eleitoral

Selo jogo eleitoral — Foto: Arte/G1

Selo jogo eleitoral — Foto: Arte/G1

Qual candidato a governador tem mais a ver com você? O G1 reuniu as propostas em 10 temas. Escolha as com que mais se identifica e ajude a definir seu voto. Jogue aqui.

Candidato em libras

Selo candidatos libras versão VALE — Foto: Infografia: Juliane Souza/Editoria de Arte G1
Selo candidatos libras versão VALE — Foto: Infografia: Juliane Souza/Editoria de Arte G1

Você com certeza já viu no canto da sua televisão um intérprete de Libras, a língua brasileira de sinais, durante a propaganda eleitoral. Mas o que inspira os nomes dos candidatos a presidente? Traços, trejeitos e a personalidade ajudam a identificar os políticos. Entenda aqui e a aprenda a dizer os nomes dos presidenciáveis em Libras.

Entrevista G1 e CBN

Jair Bolsonaro (PSL) é entrevistado na Central das Eleições — Foto: Reprodução GloboNews

Jair Bolsonaro (PSL) é entrevistado na Central das Eleições — Foto: Reprodução GloboNews

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, participaria hoje, das 8h às 9h, da série de entrevistas do G1 e da CBN com os presidenciáveis. Mas ele continua internado e não pôde comparecer ao estúdio da CBN em São Paulo, onde ocorreria a entrevista. Bolsonaro está internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, desde sexta-feira (7), após ser esfaqueado por um homem em Juiz de Fora (MG) na quinta-feira (6). G1 e CBN o convidaram para dar entrevista em outra data neste mês. Amanhã será a vez de Marina Silva, candidata da Rede (veja o calendário).

Campanha na rua

Veja abaixo as atividades de campanha dos candidatos à Presidência nesta quarta-feira:

Entrevistas nos estados

G1 também começou a série de entrevistas com os candidatos ao governo em SP, RJ, MG, DF e PE. Veja abaixo:

SP – Entrevista G1/CBN: Entrevista de Edson Dorta (PCO) foi cancelada

RJ – Entrevista G1/CBN: Wilson Witzel (PSC) propõe acabar com Secretaria de Segurança no RJ

RJ – Entrevista RJ1: Indio da Costa (PSD) diz que, se eleito, vai ‘limpar a polícia’ do RJ

SP – Entrevista SP1: Doria (PSDB) diz que causou desencanto ao deixar a Prefeitura de SP

MG – João Batista Mares Guia (Rede) propõe eliminar 25% de cargos comissionados em MG

Abusos na Igreja

Papa Francisco durante visita ao Santuário de Knock, em Dublin — Foto: Tiziana FABI / AFP

Papa Francisco durante visita ao Santuário de Knock, em Dublin — Foto: Tiziana FABI / AFP

O Papa Francisco convocou bispos do mundo todo para discutir casos de abuso sexual na Igreja. A reunião, que acontecerá entre os dias 21 e 24 de fevereiro, é a primeira desse tipo e sinaliza uma percepção nos níveis mais altos da Igreja de que o abuso sexual clerical é um problema global e não restrito ao mundo anglo-saxão, como muitos líderes da igreja insistem em dizer.

No rastro de Florence

Os brasileiros Cristiane Gomes com o marido Ronei Feliphe e os filhos Davi, Maria Gabriela e Rafael — Foto: Arquivo Pessoal/Ronei Feliphe

Enquanto centenas de milhares de pessoas que vivem na Costa Leste dos Estados Unidos estão deixando suas casas por causa da chegada iminente do furacão Florence, há outras que decidiram ficar, apesar da ordem de evacuação do governo. É o caso do brasileiro Ronei Feliphe, de 38 anos, que vive com a mulher e três filhos em Goose Creek, na Carolina do Sul. Para a chegada do Florence, prevista para amanhã, Feliphe colocou tapumes nas janelas do apartamento térreo onde vivem, e comprou muitos mantimentos.

Maior iPhone já lançado

iPhone XR é uma versão baixo custo do novo modelo. Feito de alumínio e tela LCD mais resistente, terá opções de cores branca, azul, preta, amarela e vermelha. — Foto: Stephen Lam/Reuters

iPhone XR é uma versão baixo custo do novo modelo. Feito de alumínio e tela LCD mais resistente, terá opções de cores branca, azul, preta, amarela e vermelha. — Foto: Stephen Lam/Reuters

A Apple anunciou a nova geração de seus smartphones, o iPhone Xs, iPhone Xs Max (com a maior tela já criada pela marca, 16,5 cm) e iPhone XR. Os aparelhos também são à prova d’água. Os preços nos EUA variam de US$ 999 a US$ 1.099, e ainda não tem data pra chegar ao Brasil. A nova geração do Apple Watch, o Series 4, também foi apresentada e traz um recurso que permite detectar batidas irregulares no coração e fazer eletrocardiograma.

Curtas e rápidas

Fonte: G1

Gilmar Mendes critica processos contra candidatos: ‘É preciso moderação’

Foto: Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), criticou nesta quarta-feira o que chamou de “hiperativismo” do Judiciário e Ministério Público em relação a processos movidos contra candidatos nas eleições de 2018. Segundo Gilmar, há um notório “abuso de poder de litigar” e um risco de tumulto ao processo eleitoral.

“Acho que é preciso moderação. Do contrário, daqui a pouco podemos, inclusive, tumultuar o pleito eleitoral. Sabemos lá que tipo de consórcio há entre um grupo de investigação e um dado candidato?”, levantou.

Os comentários foram feitos ao ser questionado sobre como avaliava a prisão do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), candidato ao Senado e alvo de duas operações policiais na última terça-feira. O ministro também citou os casos envolvendo os candidatos à Presidência da República Geraldo Alckmin (PSDB) e Fernando Haddad (PT).

Richa é suspeito de envolvimento em um esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e fraude em licitações do setor de rodovias no Estado do Paraná, durante seus dois governos, entre 2011 e abril de 2018. Gilmar, que destacou não ter mais informações sobre o caso do tucano, ressaltou, no entanto, que a prisão preventiva a menos de um mês da eleição “suscita muita dúvida”.

“Não tenho dados sobre o caso, mas de fato todo esse hiperativismo que se revela no contexto, na prisão, neste caso, nos processos contra candidatos, Alckmin, Haddad, com processos antigos. Pelo que estava olhando no caso do Richa, é um episódio de 2011”, destacou o ministro.

Veja

 

Bolsonaro “ganha” mais de um minuto de propaganda de Alckmin no rádio

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) concedeu nesta quarta-feira (12) o direito de resposta ao candidato Jair Bolsonaro (PSL), com mais de um minuto na propaganda de rádio de Geraldo Alckmin (PSDB). A fala deverá ser veiculada no início do bloco diurno do programa eleitoral gratuito.

A decisão foi do ministro Luis Felipe Salomão, que afirmou que a propaganda do tucano usou um trecho de uma entrevista de Bolsonaro com o intuito de “apresentá-lo como alguém contrário à classe das empregadas domésticas e aos pobres” e também “ultrapassou a esfera da mera crítica política, espraiando-se em verdadeira divulgação de fato distorcido, perceptível de plano”.

A resposta se dá por conta de uma propaganda veiculada pela campanha de Alckmin em que é mostrada uma fala do candidato do PSL em um trecho de sua entrevista no Jornal Nacional.

Na peça, um ator diz: “a situação está muito feia, você ouviu, tá vendo, acompanhando, o candidato Bolsonaro? Ele foi ao Jornal Nacional e disse que votou contra os direitos das empregadas domésticas. William Bonner perguntou e olha só como ele respondeu”.

Na sequência aparece o candidato dizendo: “Eu sou o único a votar contra, em dois turnos, então não houve erro da minha parte”. A propaganda do tucano, porém, não mostra o restante da resposta, em que Bolsonaro explica os motivos que o levaram a votar contra a PEC. A peça completa tem 1 minuto e 14 segundos.

A coligação de Bolsonaro afirma que houve montagem da campanha do tucano e por isso entrou com o pedido de resposta. A data da veiculação da resposta ainda não foi definida e cabe recurso.

Estadão Conteúdo

Sebrae entra com mandado no Supremo contra criação da Abram

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) ingressou na tarde desta quarta-feira (12) com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a medida provisória que criou a Agência Brasileira de Museus (Abram). O motivo é a retirada de parte dos recursos do Sebrae para destinar ao novo órgão.

No documento, os advogados questionam quatro pontos da MP editada no início da semana pelo presidente Michel Temer. Os principais são o que classificam como “desvio de finalidade” da contribuição responsável por bancar o Sebrae. Os defensores do mandado de segurança argumentam que a Contribuição de Intervenção do Domínio Econômico (Cide) foi criada pela Constituição para destinar recursos a assuntos econômicos, diferindo de temas como a gestão de museus.

O artigo que destina 6% do orçamento anual do Sebrae para a Abram também é criticado pelo órgão. Segundo o mandado de segurança, há uma “ilegalidade” na obrigação de transferir o dinheiro à agência porque as receitas do Sebrae provêm mensalmente da Receita Federal, que deveria ser a responsável por alterar ou diminuir a destinação dos recursos.

Como se trata de uma medida provisória, que tramita no Congresso Nacional, mas já tem força de lei, o critério da urgência também é questionado pelo Sebrae. “A MP não possui urgência para sua aprovação, devendo, caso seu mérito ainda permanecessse válido, ser criada por meio de projeto de lei”, explicou o órgão.

Ontem (11), ao anunciar que ingressaria com o mandado, o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, disse não ser contra a busca de soluções para os problemas dos museus, mas que os micro e pequenos empresários não poderiam “pagar sozinhos esta conta”.

Recursos

Procurado pela Rádio Nacional, o ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, criticou o mandado de segurança. “É uma pena que o Sebrae não queira contribuir com a recuperação dos museus e do patrimônio cultural brasileiro. Trata-se de uma gota no oceano de recursos que o Sebrae recebe”, respondeu.

Após participar de um encontro com o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Cláudio Lamachia, para pedir apoio da entidade em prol do mandado de segurança, Afif Domingos disse que os 6% do Orçamento do Sebrae representam cerca de R$ 210 milhões. “Não é pouco dinheiro. A MP vai causar a diminuição direta do atendimento de micro e pequenas empresas. Estamos estimando cerca de 330 mil atendimentos [não serão mais realizados]. Imagine toda a região Norte deixada de ser assistida”, afirmou

Segundo o presidente do Sebrae, o dinheiro é arrecadado em instituições privadas e não entra no Orçamento da União, o que deveria permitir ao órgão mais autonomia para planejar e fazer uma governança das verbas “separada da estrutura de Estado”. “Quando se trata de Cide, é uma contribuição de domínio econômico, e não social. O uso desse recurso tem que ser em uma atividade econômica. Outras entidades já foram formadas a partir de recursos pelo Sebrae. Uma é a Apex [Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos], mas que cuidava de exportação e também de micro e pequenas empresas, e a ABDI [Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial”, disse, separando as entidades citadas da finalidade da Abram.

Cláudio Lamachia prometeu levar o pedido do Sebrae com urgência para uma “manifestação formal” do plenário do conselho federal da OAB. “Todos nós estamos sensibilizados com o que aconteceu com o Museu Nacional no Rio de Janeiro e com esse descaso com todos museus, a educação e cultura brasileira. Precisamos sim de mais investimentos. Mas eu não vejo, de uma forma superficial, as características necessárias para que se tivesse aqui neste momento uma MP”, antecipou.

Fonte: Blog do BG

LOCAIS

A Festa da Caravana 2018 promete boas doses de diversão e de solidariedade

Faltam poucos dias para mais uma edição da melhor e mais solidária festa da cidade: A Festa da Caravana, que acontece no próximo dia 29, no Boulevard Recepções.

O evento já faz parte do calendário da capital potiguar e nesta edição traz Rebekka Martins, Mesa Doze, Cavalo de Pau e Banda Dubê para animar A Festa que conta com estrutura ampla, climatizada e confortável.

A Festa da Caravana, além de ser uma grande celebração, é um ato de fé e de amor ao próximo. A Festa é mais uma forma de arrecadar fundos para compra de mantimentos, que serão doados para diversas comunidades em vulnerabilidade social no interior do Rio Grande do Norte.

O evento é idealizado pela Caravana Natal Feliz, formada por membros da Paróquia de Nossa Senhora das Graças e Santa Teresinha, que este ano completa 20 anos de atuação. Ao longo desse tempo já beneficiou mais de 14 mil famílias. Ao todo são 200 caravaneiros (membros das igrejas), divididos em 9 equipes, que desbravam o interior do estado fazendo a entrega das doações, levando a essas famílias um pouco mais de esperança, conforto e fé. A meta para este ano é atender 1.500 famílias, que dá em torno de 6 mil pessoas que terão um Natal mais feliz.

Mais informações em: www.instagram.com/afestadacaravana

Serviço

A Festa da Caravana – Edição 2018
Dia: 29 de setembro
Local: Boulevard Recepções
Hora: 18h
Vendas: Mesas (Granlíder Corretora de Seguros) e ingressos (Caravaneiros e Le Postiche/Midway Mall)

[VÍDEO] Moradores denunciam total falta de iluminação pública em Potilândia: “Verdadeiro descaso da Prefeitura”

Moradores de Potilândia gravaram um vídeo mostrando a situação de descaso que se encontra o conjunto, na zona Sul de Natal. Quem anda pelas ruas facilmente pode confirmar a total falta de iluminação públicas em várias ruas, situação que tem deixado os moradores com medo.

As reclamações do descaso são antigas e os moradores contaram que a Prefeitura já foi contatada várias vezes para solucionar o problema. Pelas imagens, um morador relata o “verdadeiro descaso da Prefeitura do Natal” com os moradores.

Pior, alguns moradores relataram que recebem piadas de servidores da Prefeitura quando tentam solucionar o problema por telefone com a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur).

Confira

Audiência no Legislativo discute proteção a crianças e adolescentes

Foto: Ney Douglas

A Assembleia Legislativa debateu, na tarde desta quarta-feira (12), o Sistema de Garantia de Direitos da Criança e do Adolescente vítima ou testemunha de violência. Na audiência pública, também foram abordadas as principais mudanças implementadas pela lei 13.431/2017, em vigor desde abril deste ano, que, além de estabelecer o referido sistema, trouxe alterações ao Estatuto da Criança e do Adolescente.

George Luiz Bonifácio, membro do Observatório Nordeste de Conselhos Tutelares, iniciou seu discurso falando da realidade vivenciada pelas crianças e adolescentes em contexto de violência. Além disso, ele detalhou os pontos mais relevantes da nova lei e enfatizou a necessidade de haver uma melhor comunicação entre os órgãos componentes do sistema de garantia de direitos desses jovens.

“A lei já está em vigor desde abril, mas as estruturas para o seu efetivo cumprimento ainda não foram montadas. As entidades envolvidas no sistema, das áreas de saúde, educação e assistência social, bem como o Poder Judiciário, o Ministério Público e os Conselhos Tutelares precisam se reunir e discutir os protocolos, a fim de saber realmente a função de cada um dentro do novo contexto criado pela legislação atualizada”, alertou.

A delegada especializada na defesa da criança e do adolescente, Dra. Dulcinéia Costa, externou a necessidade de adaptação dos diversos órgãos ligados ao sistema, para se adequarem às alterações trazidas pela nova legislação.

Ela disse também que o principal objetivo da lei é evitar a revitimização das crianças e adolescentes que sofrem ou testemunham a violência. A Dra. Dulcinéia falou ainda sobre a importância das regras impostas pela lei atual com relação ao depoimento especial, que deve ser feito por pessoas qualificadas, em ambiente apropriado e acolhedor, respeitando sempre os limites da vítima.

Como presidente da Comissão da Infância da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RN), Paulo César garantiu que a instituição acompanhará mais de perto a efetivação da aplicabilidade da nova lei, em conjunto com as entidades componentes do Sistema de Garantias de Direitos, devido à importância do sistema para todas as famílias potiguares.

Representando o Tribunal de Justiça do RN (TJ/RN), o Dr. João Francisco informou que o Judiciário irá instalar, até dezembro de 2019, doze salas de depoimento especial, que atenderão toda a demanda do Estado. “Os locais estarão interligados por meio de videoconferência, com equipamentos de última geração e profissionais especializados, garantindo atendimento digno às crianças. Inclusive, já em novembro deste ano, iremos inaugurar as salas de Natal, Parnamirim e Mossoró”, esclareceu João Francisco.

Por sua vez, o presidente da Associação dos Conselheiros Tutelares do RN, Carlos Pinheiro, relatou a necessidade de os Conselhos se reunirem com os órgãos públicos para discutir suas atribuições e, após, levar as informações à população. “Para isso, nós temos investido em diversos encontros e audiências públicas por todo o estado, porque temos a preocupação constante de que os direitos das crianças e adolescentes sejam efetivados”, detalhou.

Em nome da Frente Parlamentar Municipal em Defesa da Criança e do Adolescente, Edson Nonato levantou a necessidade urgente de se chamar a atenção dos gestores sobre a responsabilidade de proteger as crianças e adolescentes.

Segundo Edson, “nós devemos enxergar essa modificação legalcomo uma forma de cuidarmos melhor das crianças que estão chegando agora. Porém, também é preciso desenvolver ações para recuperar as que já foram agredidas”.

Ao final do encontro, foi sugerida uma reunião, em data a ser definida, envolvendo as instituições presentes no debate, a fim de dar continuidade às discussões e colocar em prática ações para garantir maior proteção às crianças e adolescentes no território potiguar.

Fachin dá 15 dias para PGR decidir se denuncia Temer em inquérito da Odebrecht

O ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), deu prazo de 15 dias para a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifestar no inquérito que investiga o presidente Michel Temer a partir da delação dos executivos da Odebrecht. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, poderá tomar três decisões: apresentar denúncia contra o presidente, pedir prazo para obter novas provas ou, ainda, pedir o arquivamento do caso por falta de elementos mínimos.

Fachin encaminhou Dodge o relatório final da Polícia Federal. No documento, o delegado Thiago Delabary afirma que há indícios de que Temer cometeu corrupção passiva e lavagem de dinheiro, por ter recebido vantagem indevida da Odebrecht. “Tendo em vista que foi acostado aos autos o relatório conclusivo da autoridade policial, dê-se vista dos autos à Procuradoria-Geral da República, para que se manifeste no prazo de 15 dias”, escreveu o ministro no despacho.

Se Dodge concordar com a Polícia Federal, será a terceira denúncia apresentada contra Temer ao STF desde que ele assumiu a presidência da República. A Constituição Federal impede um presidente de responder por um crime cometido fora do mandato. Os fatos do inquérito remetem a um período em que Temer não ocupava o cargo ainda. Portanto, se for apresentada denúncia, as investigações ficarão paralisadas e só poderão ser retomadas a partir de 2019, na primeira instância, quando Temer deixar o posto.

No mesmo inquérito, são investigados os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, de Minas e Energia. A suspeita é de que houve entregas de dinheiro no escritório do advogado José Yunes, amigo de Temer, e também pagamentos no Rio Grande do Sul, que seriam destinados a Padilha.

De acordo com a delação dos executivos da Odebrecht, houve um acerto da empreiteira de repassar R$ 10 milhões para o MDB em 2014, ano no qual Temer era candidato à vice-presidência na chapa de Dilma Rousseff. O acerto teria sido selado em um jantar no Palácio do Jaburu.

Segundo o relatório da Polícia Federal, há indícios de repasses de R$ 1,4 milhão a Temer após pedidos de Moreira Franco. O dinheiro teria sido recebido pelo coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Temer.

O Globo

 

Dólar fecha em queda cotado a R$ 4,14

 

O dólar fechou hoje (12) em queda de 0,21%, cotado a R$ 4,1455 na venda, invertendo uma tendência de alta no fechamento de ontem, quando a moeda norte-americana terminou o dia acima de R$ 4,15. O Banco Central manteve a política tradicional de swaps cambial, sem efetuar leilões extraordinários de venda futura da moeda.

O índice B3, da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), encerrou o pregão em alta de 0,63%, com 75.124 pontos, também invertendo a baixa no fechamento de ontem. As ações de empresas de grande porte puxaram a alta, com Petrobras valorizadas em 2,43%, Vale 1,64% e Eletrobras com alta de 4,73%.

Exército apreende 507 quilos de explosivos e 2.250 metros de cordel detonante no RN

 

Onze Pedreiras e mineradoras foram autuadas pelo Exército brasileiro em quatro estados do Nordeste, sendo sete empresas na última terça-feira (11) e quatro nesta quarta-feira (12). No Rio Grande do Norte, 507 quilos de explosivos e 2.250 metros de cordel detonante foram apreendidos porque o paiol de armazenamento estava com excesso de material. As fiscalizações fazem parte da Operação Dínamo VI, que tem o objetivo de coibir desvios de explosivos que poderiam ser utilizados em crimes ou colocar em risco a população.

Em Pernambuco e em Alagoas, as mineradoras autuadas têm problemas documentais, enquanto na Paraíba o paiol onde ficam armazenados os explosivos apresenta falhas na estrutura. Já as sete autuações do primeiro dia de operação ocorreram por falta de plano de fogo, de aviso de explosão, ausência de apostilamento para serviço com explosivo, falta de autorização para uso de explosivo e de controle de entrada e saída, além de possuírem extintores vencidos.

Militares do Exército, Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiro Militar e Receita Estadual, Ibama e Departamento Nacional de Produção Mineral participaram das fiscalizações nos estados. Ao todo, 44 empresas foram inspecionadas nos dois primeiros dias de operação.

A fiscalização acontece através de vistoria da documentação de controle de explosivos, das condições dos depósitos e do armazenamento dos produtos controlados pelo Exército. As empresas autuadas vão responder a um processo administrativo. Elas podem ser punidas com uma simples advertência ou, em último caso, ter o certificado de registro (documento necessário para operar com esse tipo de material) cancelado.

As bananas de dinamite são como são chamados os cilindros de papel parafina que contêm a nitroglicerina. Já o cordel detonante é um tubo recheado de explosivo especial (o nitropenta) que intensifica a explosão das bananas de dinamite.

Fonte: Blog do BG

Deixe uma resposta

Fechar Menu