REFLEXÃO 2: A DIRENÇA ENTRE “MITO” E “MINTO” É UMA LINHA MUITO TÊNUE, MAS SE RESOLVE COM ATITUDE

Recebi esse texto pelo whatsapp de autoria de “Silvio Lach”. Achei muitíssimo inteligente e original. Por isso resolvi publicar aqui para, quem sabe, chegar ate´o candidato e futuro presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Seria ótimo que chegasse até ele e fosse lida, pois é bastante apelativo e, se o Bolsonaro tiver consciência com certeza seria tocado. Mesmo que não chegue até ele, mas circule bastante nas redes sociais poderá fazer o mesmo efeito, já que as palavras têm força quando se propagam e mais ainda quando são escritas. 

Bolsonaro, meu véio, você tem oportunidade de entrar para a história. A mesma que o Collor teve e jogou fora. A mesma que o Lula teve e desperdiçou. A chance de você fazer a mesma merda é gigante. Mas a gente fica aqui torcendo pro patriotismo, pro Brasil acima de tudo… A gente sabe que quando chega lá é foda, mas se lembra sempre que mais de 50% dos teus votos, te odeiam. Ao mesmo tempo estão loucos para estarem errados. Os primeiros 6 meses serão fundamentais para definir a tua história. Cuida primeiro da economia e da segurança. Deixa o aborto e o sexo dos anjos, dos gays, etc… pra depois. Isso não muda nada agora. Só traz os pentelhos pra rua. Depois você vira extrema direita, mas primeiro resolve o Brasil. Você tem o congresso na mão agora. O que você fizer agora é que vai definir. Dá uma porrada na cara em quem te chama desses “ismos” todos e governa para todos. A gente tá louco para trabalhar, investir, cair dentro, empreender, empregar, gastar, fazer… a gente não aguenta mais. Por isso mesmo estamos colocando, contra a nossa própria vontade, um maluco que nem você no planalto. Vai lá maluco e mostra que você é mito e não o “minto”.

– Silvio Lach

Deixe uma resposta

Fechar Menu