PRINCIPAIS NOTÍCIAS DESSA TERÇA-FEIRA

NACIONAIS

Terça-feira, 10 de abril de 2018

Bom dia! Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado.

emer dará posse hoje a 11 ministros. As mudanças no 1º escalão do governo são motivadas pela saída de titulares, de pastas como Fazenda e Educação, para a disputar as eleições de outubro deste ano. O troca-troca político não é exclusividade da Esplanada dos Ministérios, e pelo menos 80 deputados trocaram de partido na chamada janela partidária, também de olho no voto do eleitor. Nos EUA, é dia de Mark Zuckerberg, dono do Facebook, ser ouvido pelo Congresso dos EUA sobre o escândalo envolvendo a rede social e a privacidade dos usuários.

Mudanças no 1º escalão

Ministros de Temer (Foto: Editoria de Arte/G1)

Onze novos ministros tomam posse em cerimônia no Palácio do Planalto. Eles substituem antecessores que deixaram os cargos porque são candidatos nas eleições deste ano.

Troca-troca de partidos

Plenário da Cãmsra dos Deputados (Foto: Luis Macedo / Câmara dos Deputados)

Escândalo do Facebook

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook (Foto: Jose Miguel Gomez/Reuters

Mark Zuckerberg, presidente-executivo do Facebook, irá pela primeira vez ao Congresso dos Estados Unidos nesta terça-feira, para responder a questionamentos de deputados e senadores sobre como a rede social protege a privacidade de seus usuários, além de discutir os efeitos da plataforma sobre a democracia.

LOCAIS

“Álvaro Dias receberá Prefeitura na ‘melhor situação possível’”, antecipa controlador

Segundo Dionísio Gomes, previsão é de melhora na situação financeira até o final do ano, mas recuperação depende dos indicadores nacionais e estaduais

Dionísio Gomes acredita que Município conseguirá pagar débitos até final do ano, se previsão de retomada se mantiver

A Prefeitura de Natal está bem, claro, dentro de um cenário de crise nacional e estadual que implica em menor arrecadação e exigência de um maior controle de gastos. Essa foi a avaliação feita pelo controlador-geral do município, Dionísio Gomes, em contato com o Agora RN, sobre como Álvaro Dias (MDB), novo prefeito de Natal, encontrará os cofres públicos quando assumir oficialmente o município nesta terça-feira, 10. “Álvaro vai encontrar a Prefeitura melhor possível, dentro das condições que hoje existem em todo o Brasil. Todos estão com dificuldades, a nossa também tem, mas nós temos gerenciado isso aí”, antecipou Gomes.

Segundo o controlador, durante a gestão Carlos Eduardo, o Município se esforçou para tomar medidas que aumentam a arrecadação e controlam os gastos e, dessa forma, “manteve indicadores positivos”. “Estamos com a folha de pagamento atualizada. E estamos gerenciado as nossas ´dividas com os fornecedores. Então dentro dessa dificuldade que todos passam, podemos dizer que a Prefeitura está muito bem”, classificou.

Quanto a dívida com os fornecedores, inclusive, na última semana a Câmara Municipal de Natal chegou a realizar uma audiência pública para debater a situação da Secretaria Municipal de Educação, que tinha uma dívida de mais de R$ 41 milhões com as fornecedoras de mão de obra, as chamadas “terceirizadas”. Essa dívida, segundo Dionísio Gomes, já está sendo discutida e a expectativa é que, até o final do ano, esteja tudo quitado. Claro, se for mantida a previsão de retomada da economia, incluindo as previsões estadual e federal.

“Temos dois tipos de expectativas. As medidas que dependem da Prefeitura, nós tomamos. Agora, estamos de olho na reativação da economia, porque gera maior ICMS e FPM. Então, os nossos indicadores são positivos. A tendência ela é crescente, diferentemente do ano passado. A cada dia, a gente tem recebido recurso e coberto uma despesa. Então, essa é a tendência. A gente espera chegar até o final do ano com tudo regularizado, mas não depende exclusivamente da Prefeitura, porque ela depende do Governo Federal e Estadual”, prometeu.

Após fortes chuvas do fim de semana, parede de açude ameça romper no RN

Paredes do Açude Várzea Comprida, na cidade de Triunfo Potiguar, a 254 quilômetros de Natal, onde as ameaçam romper por conta do volume da água

As fortes chuvas caíram nos últimos dias, com precipitações acima de 100 milímetros, causaram diversos estragos em diversas cidades do Rio Grande do Norte. O problema mais grave foi registrado na cidade de Triunfo Potiguar, a 254 quilômetros de Natal, onde as paredes do Açude Várzea Comprida ameaçam romper. Há o risco de inundação de áreas habitadas.

A Defesa Civil Estadual abriu um trecho da barragem para permitir o escoamento da água, que estava em nível acima do limite de segurança. Uma equipe esteve com uma equipe na região para realizar o levantamento da área de risco.

O rompimento no açude pode afetar, também, outro dois reservatórios do município – o Açude Jurema e um balneário -, o que pode afetar cerca de 50 imóveis em Triunfo.

Por medida de segurança, as famílias instaladas na área de risco foram comunicadas de que devem deixar as residências, e o balneário foi interditado. Na sequência, um engenheiro de barragens, profissional habilitado em verificar esse tipo de problema, deve ser encaminhado ao local para emitir um laudo com a possível solução.

O Governo do Estado, através da Defesa Civil Estadual, segue acompanhando a situação e prestando assistência ao ente municipal.

Nos últimos dois dias, segundo a Empresa de Pesquisas Agropecuárias do Rio Grande do Norte (Emparn), nove cidades registraram chuvas acima dos 100 milímetros. Os maiores volumes caíram nos municípios de Apodi e Martins, na região Oeste, com 192,6 milímetros e 190 milímetros, respectivamente.

Em Apodi, por conta do grande volume de água, foram registrados deslizamentos de pedras e o tombamento de uma árvore em trecho da BR-405. O tráfego está parcialmente interditado em razão de buracos na pista. No domingo, ainda na cidade, uma ponte que dá acesso ao Açude da Barra foi levada pela enxurrada.

Na região Seridó, a chuva provocou o rompimento de duas adutoras na região Seridó do estado, segundo informou a Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern). Cerca de 80 mil pessoas foram afetadas. Foram afetadas as cidades de Acari, Bodó, Cerro Corá, Currais Novos, Florânia, Lagoa Nova, São Vicente e Tenente Laurentino Cruz. A previsão é de que o sistema só seja restabelecido na sexta-feira, 13.

Ainda segundo a Emparn, as chuvas foram causadas pela atuação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). A previsão é de mais chuvas para os próximos dias. O fenômeno vai continuar induzindo a formação de áreas de instabilidades em todas as regiões do Estado.

As chuvas também causaram mudanças no panorama dos 47 reservatórios com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos. Informações do Instituto de Gestão de Águas do Rio Grande do Norte (Igarn) mostra que houve uma redução na quantidade de mananciais em volume morto. Hoje, 15 unidades estão em volume morto, enquanto que o número era de 19 reservatórios no dia 02 de abril.

Fonte: AGORA RN

Deixe uma resposta

Fechar Menu