PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA TERÇA-FEIRA

Por G1

 

Reta final da transição. Bolsonaro volta a Brasília para uma série de encontros com partidos, futuros ministros e autoridades. A expectativa é que ainda esta semana saiam os últimos nomes do 1º escalão do novo governo. Também em Brasília, ministros da 2ª turma do STF decidem se põem o ex-presidente Lula em liberdade. A defesa apresentou pedido de habeas corpus após Sérgio Moro ser anunciado ministro, e alega parcialidade do ex-juiz da Lava Jato. No Rio, tribunal julga pedido para aumentar uma das penas de prisão do ex-governador Sérgio Cabral, que somadas podem ultrapassar os 200 anos. O que é notícia nesta terça-feira:

NACIONAIS

Bolsonaro

O presidente eleito Jair Bolsonaro — Foto: Rafael Carvalho / Governo de Transição

O presidente eleito Jair Bolsonaro — Foto: Rafael Carvalho / Governo de Transição

O presidente eleito Jair Bolsonaro volta a Brasília hoje para abrir rodada de conversas com partidos políticos. Ele se reunirá com parlamentares de MDB, PRB, PR e PSDB. Nas viagens a Brasília, costuma anunciar ministros: faltam Meio Ambiente e Direitos Humanos. É a quinta viagem de Bolsonaro à capital federal desde a vitória no 2º turno da eleição presidencial, em 28 de outubro. A previsão é que ele fique em Brasília até quinta (6).

Lula

O ex-presidente Lula — Foto: Reprodução

O ex-presidente Lula — Foto: Reprodução

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) analisará hoje um novo pedido de liberdade apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os advogados apresentaram o pedido após Sérgio Moro, ainda como juiz responsável pela Lava Jato, aceitar o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro para comandar o Ministério da Justiça. Compõem a Segunda Turma do STF os ministros Edson Fachin (relator), Ricardo Lewandowski, Celso de Mello, Cármen Lúcia e Gilmar Mendes.

Cabral

O ex-governador Sérgio Cabral — Foto: Fábio Motta / Estadão Conteúdo

O ex-governador Sérgio Cabral — Foto: Fábio Motta / Estadão Conteúdo

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) julga hoje pedido para aumentar a pena de Sérgio Cabral, que pode passar de 200 anos. Condenação do ex-governador na Operação Calicute chega a 45 anos, mas o MPF quer punição ainda maior. No total, são nove condenações na Lava Jato. Além de Cabral, são réus no processo ex-secretários e a ex-primeira dama Adriana Ancelmo. O julgamento está previsto para acabar apenas amanhã.

Loteria

 — Foto: Marcelo Brandt / G1

— Foto: Marcelo Brandt / G1

O concurso 2.103 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 10 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) em Santo Anastácio (SP). Excepcionalmente, serão três concursos nesta semana, como parte da “Mega Semana de Verão: haverá mais um na quinta (6) e outro no sábado (8).

Bush pai

Caixão do ex-presidente George H.W. Bush no Capitólio, em Washington DC — Foto: Eric Thayer / Reuters

Caixão do ex-presidente George H.W. Bush no Capitólio, em Washington DC — Foto: Eric Thayer / Reuters

corpo do ex-presidente americano George H. W. Bush chegou ontem a Washington, onde ele receberá as últimas homenagens. Seu caixão ficará exposto no Capitólio até amanhã, quando acontece o funeral.

Curtas e Rápidas:

Dona entra em bueiro para resgatar cão na Flórida, nos EUA

Dona entra em bueiro para resgatar cão na Flórida, nos EUA

Previsão do tempo

Veja como fica o tempo nesta terça (4)

Veja como fica o tempo nesta terça (4)

Hoje é dia de…

  • Dia do Trabalhador nas Minas de Carvão
  • Dia Nacional do Perito Criminal

Fonte: G1

Jornalista Leo Dias se interna novamente para tratar vício em cocaína

Leo Dias se interna novamente para tratar vício em cocaína

Leo Dias, de 43 anos, voltou a se internar para tratamento contra o vício de cocaína nesse fim de semana. O jornalista se submeteu a procedimentos alternativos no mês de setembro, mas revelou que ainda sonha com a droga.

“Já aconteceram umas três ou quatro vezes, eu sonho que estou cheirando a cocaína. Parece que eu virei a noite e acordo angustiado. É um pesadelo, não um sonho”, relatou o jornalista do ‘SBT’ ao ‘Notícias da TV’, nesse domingo (2).

Ele contou que a internação será breve, de apenas dois dias, pois não teve nenhuma recaída após o último tratamento. O novo procedimento será a base de ibogaína, droga que tem apresentado bons resultados em dependentes químicos, segundo o ‘Metrópoles’.

Leo Dias tomou a primeira dose da ibogaína no sábado (1º). “Vomitei muito. Fiquei muito triste, vieram à minha cabeça cenas de tudo de ruim que eu passei por causa da droga, todos os meus ‘fundo do poço’”, contou.

NOTÍCIA AO MINUTO

Dudu é eleito o craque do Brasileirão e Felipão, o melhor treinador. Vejam todos os escolhidos

Dudu é eleito o craque do Brasileirão

Campeão brasileiro, o Palmeiras também teve o melhor jogador da competição. Nesta segunda-feira, em evento realizado no Rio, o atacante Dudu foi eleito o melhor jogador do torneio, recebendo a principal honraria do Prêmio Brasileirão 2018.

Dudu também foi eleito um dos melhores atacantes do torneio, mas acabou sendo superado em uma disputa definida pelo voto popular, o Craque da Galera, em que o escolhido pelos torcedores através da internet foi o volante Cuéllar, do Flamengo.

O ótimo desempenho que rendeu ao Palmeiras o título do Brasileirão também levou o clube a conquistar outras premiações individuais. Foi o caso de Luiz Felipe Scolari, escolhido o melhor treinador do torneio. E o lateral-direito Mayke e o meio-campista Bruno Henrique também foram eleitos para a seleção ideal da competição em suas respectivas posições.

Assim como o Palmeiras, o Internacional, que terminou o Brasileirão em terceiro lugar, também teve três jogadores escolhidos para a seleção do torneio: o goleiro Marcelo Lomba, o zagueiro Victor Cuesta e o volante Rodrigo Dourado.

Vice-campeão nacional, o Flamengo, além do prêmio popular para Cuéllar, teve dois jogadores lembrados para o time ideal: o lateral-esquerdo René e o meia Lucas Paquetá, que se despediu do clube no fim de semana e vai se transferir para o Milan.

Pedro Geromel (Grêmio), Arrascaeta (Cruzeiro) e Gabriel também compuseram o time ideal, sendo que o atacante do Santos também foi lembrado por ter sido o artilheiro do Brasileirão, com 18 gols. Ele não ficará no Santos para 2019, pois retornará para a Inter de Milão, que o havia emprestado ao clube da Vila Belmiro.

Assim teve a seguinte escalação: Marcelo Lomba (Internacional), Mayke (Palmeiras), Pedro Geromel (Grêmio), Víctor Cuesta (Internacional) e Renê (Flamengo); Rodrigo Dourado (Internacional), Bruno Henrique (Palmeiras), Lucas Paquetá (Flamengo) e Arrascaeta (Cruzeiro); Dudu (Palmeiras) e Gabriel (Santos).

A CBF também premiou Raphael Claus como melhor árbitro, sendo que os auxiliares Kleber Lucio Gil e Danilo Manis também foram reconhecidos pelo trabalho no Brasileirão. Já o primeiro gol de Everton Ribeiro na vitória por 2 a 0 sobre o Cruzeiro, no Mineirão, foi eleito o mais bonito do torneio. E o atacante Pedro, do Fluminense, foi eleito a revelação da competição.

O Corinthians recebeu o prêmio de fair-play do Brasileirão. A CBF também fez homenagem a Nicholas, torcedor palmeirense deficiente visual, que vai aos jogos do time ao lado da mãe Silvia.

FUTEBOL FEMININO – A CBF também premiou os melhores do Brasileirão Feminino, vencido pelo Corinthians, sendo que a meia Adriana Leal, do clube do Parque São Jorge, foi escolhida a melhor jogadora do torneio.

A seleção do campeonato teve: Bárbara (Kindermann); Maurine (Santos), Thaila (Santos), Antonia (Audax) e Yasmin (Corinthians); Brena (Santos), Djennifer (Iranduba), Gabi Zanotti (Corinthians) e Adriana Leal (Corinthians); Dani Helena (Flamengo) e Lelê (Rio Preto).

Arthur Elias (Corinthians) foi escolhido o melhor treinador. E o prêmio fair-play ficou com o Sport. Além disso, Marta foi homenageada e recebeu um troféu das mãos de sua mãe.

ESTADÃO CONTEÚDO

Comments

Problema do Mais Médicos ainda não está resolvido, está distante da realidade diz ministro da saúde de Bolsonaro

O futuro ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, diz que ainda está “esperando” o prazo final de inscrição de brasileiros para o Mais Médicos antes de fazer qualquer avaliação sobre a tentativa de preencher as vagas deixadas pelos cubanos. “Estou olhando com atenção e muito ciente de que a ideia de que está tudo resolvido está distante da realidade”, afirma.

Os dados alardeados pelo governo, de que 97% das vagas deixadas pelos cubanos já estão “preenchidas”, são vistos com cautela. “Tem que ver se isso vai ser concretizado”, diz Mandetta. Ou seja, se os brasileiros inscritos vão se apresentar para trabalhar.

“O problema pode ser o preenchimento de vagas nas áreas de difícil provimento, que muito provavelmente não serão ocupadas”, alerta.

Ele afirma que “a primeira cidade a lotar” de médicos no edital lançado pelo governo “foi Brasília”. “Mas nós precisamos de médicos em áreas críticas, como Xingu, Acre, Vale do Jequitinhonha.”

Mandetta diz que os editais do programa deveriam recrutar primeiro doutores para regiões vulneráveis.

O futuro ministro afirma que, depois de finalizado o processo, estudará eventuais medidas adicionais que poderá tomar quando assumir o cargo —caso elas sejam mesmo necessárias.

Ele descarta a convocação de recém-formados que pagaram seus cursos com financiamento público para uma espécie de serviço civil obrigatório. Mas diz que poderia ser possível, por exemplo, usar mecanismos de incentivo —como o abatimento da dívida deles com o Fies.

“Há uma geração de médicos endividados, que pagam R$ 10 mil por mês numa faculdade de medicina por seis anos e saem com débitos de R$ 1 milhão”, afirma. A outra opção seria uma parceria com as Forças Armadas, que mantêm médicos em regiões remotas do país. “Mas vamos esperar pelo resultado do edital”, diz Mandetta.

MÔNICA BERGAMO

Comments

Justiça dos Estados Unidos acompanha investigação sobre Portos que envolve Michel Temer

Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DoJ, na sigla em inglês) possui informações sobre o inquérito dos Portos. O caso brasileiro chegou às autoridades americanas depois que a empresa sócia da Rodrimar em operação de um dos terminais do Porto de Santos decidiu colaborar de forma espontânea com a justiça americana.

O relatório de conclusão do inquérito do caso feito Polícia Federal aponta indícios da prática dos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa por parte do presidente Michel Temer e de outras dez pessoas. A decisão de levar o caso aos EUA foi encabeçada pela gigante canadense Nutrien, empresa do mercado de fertilizantes. A empresa é sócia majoritária da Rodrimar no grupo Pérola – sociedade formada para operar um terminal em Santos – pela subsidiária PCS Fosfatos do Brasil.

A Nutrien tem ações listadas na bolsa de Nova York e teve receio de as investigações atingirem sua atuação nos EUA, o que a fez encaminhar ao DoJ informações que vinha prestando de forma espontânea à Procuradoria-Geral da República, no Brasil. Segundo o Estado apurou, os americanos não fizeram diligências sobre o caso dos portos, aguardando os desdobramentos da investigação brasileira. A entrega de documentos foi uma antecipação para mostrar que a empresa vai cooperar, caso os americanos decidam entrar no caso e processar os envolvidos.

Os executivos do grupo Pérola não foram indiciados no inquérito da PF, mas o delegado Cleyber Malta solicitou no relatório final do caso a abertura de um novo inquérito policial para apurar o repasse de R$ 375 mil da empresa para o escritório de advocacia de Flávio Calazans.

Em depoimento à PF, o Calazans assumiu ter recebido dez parcelas de R$ 37,7 mil, entre 2014 e 2015, da Pérola S.A. O advogado admitiu ter emitido notas frias do seu escritório para dissimular a transação. O dinheiro, afirmou, foi encaminhado para contas de outras empresas, entre elas, a Link Projetos, investigada por escoar propina de empreiteiras para políticos do MDB.

Aos americanos, a empresa canadense entregou e-mails e documentos relacionados à operação em Santos, como a documentação que mostra pagamentos feitos para o escritório de advocacia de Flávio Calazans. Como mostrou o Estado, o dinheiro pago pela empresa a Calazans foi parar na conta de uma empresa de fachada usada para escoar propina de políticos do MDB. A transação foi investigada no inquérito dos Portos. A empresa também entregou conversas com pessoas da Rodrimar que podem interessar às autoridades brasileiras e americanas e detalhou saques em espécies feitos no Brasil.

Denúncia. O Pérola, formado em 2005 para atuar em um dos terminais do Porto de Santos, também tem colaborado com a procuradoria. O material entregue pela empresa pode ser usado pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em caso de uma denúncia contra Temer com base na investigação sobre o decreto dos portos, finalizada pela PF.

O Departamento de Justiça americano não confirma, nega ou comenta a existência ou não de investigações em curso. Questionada sobre a cooperação com os EUA, a Nutrien respondeu que a empresa “está ciente do inquérito dos portos da Polícia Federal do Brasil e do relatório de investigação”. “A Nutrien tem participação no capital da Pérola e leva a sério a questão da corrupção. Nossa empresa continua a cooperação com autoridades e fornecer assistência conforme necessário”, informou a empresa.

A entrada dos americanos em uma investigação brasileira não seria novidade. O DoJ já participou de investigações criminais e fez acordos com empresas, junto com o Brasil, como no caso da Odebrecht na Lava Jato. No caso da empreiteira, a pressão dos americanos acelerou o processo de acordo. Os americanos ficaram com cerca de 10% dos R$ 6,8 bilhões de multa que a Odebrecht concordou em pagar ao Brasil, EUA e Suíça.

A legislação americana dá aos investigadores locais uma jurisdição ampla para casos de corrupção fora do país. Basta que uma empresa tenha ações na bolsa ou que uma comunicação do ato de corrupção tenha sido feita em servidor de e-mail baseado nos EUA, por exemplo, para que o DoJ possa atuar.

A Rodrimar informou que não é responsável pela administração da Pérola, sendo sócia minoritária não respondendo pelos seus contratos. “No mais, os esclarecimentos relacionados ao inquérito dos portos serão apresentadas no local e momento apropriados.” A Pérola S/A negou qualquer relacionamento com o DoJ no âmbito do inquérito dos Portos. Ela diz ter fornecido “todas as informações solicitadas oficialmente pelas autoridades brasileiras.”

ESTADÃO CONTEÚDO

Fonte: Blog do BG

No Centro de Convenções de Natal é apresentado

FOTO IVANÍZIO RAMOS

 

O Centro de Convenções está prestes a ser palco de eventos ainda maiores no Rio Grande do Norte. Na noite desta segunda-feira, 3, o Governo do Estado realizou uma apresentação técnica do equipamento ao Trade Turístico.

Após retomar a administração do local para o Poder Executivo, o Governo investiu o total de R$ 35 milhões, recursos   assegurados   pelo   Programa   de Aceleração do Crescimento – PAC Turismo, com contrapartida do Governo do Estado de R$ 5 milhões, para a reforma e ampliação do Centro de Convenções.

A área do local passou de 14,2 mil m² para 23,6 mil m², mais que dobrando sua capacidade de 6 para 13 mil pessoas.

O antigo Centro deu espaço à construção de um novo pavilhão de eventos multiuso com dois pisos, configuração flexível e uso de divisórias móveis sobre trilhos, uma estrutura modulada que permite a realização de vários eventos simultaneamente.

Presente à ocasião, o governador Robinson Faria destacou que a obra do Centro de Convenções visa atrair grandes eventos para a capital potiguar e fortalecer o turismo no estado, uma vez que incrementa a atividade fora do período da alta estação. “A parte que nos cabia, fizemos. Agora contamos com vocês, empresários e profissionais do setor, para atrais turistas, palestras, convenções, feiras e demais eventos para o nosso estado”, afirmou, ao enfatizar que este é mais um item que consolida emprego e renda para a sociedade potiguar. “Optei por fortalecer a cadeia do turismo por ser este um dos segmentos que mais gera empregos”, pontuou.

Na ocasião, houve uma visita guiada pelo prédio que será inaugurado em breve. De acordo com Jader Torres, titular da pasta de Infraestrutura, o investimento chegará aos R$ 40 milhões com a aquisição de equipamentos para o local.

Presidente da Associação Brasileira de Indústrias e Hotéis do RN (ABI-RN), José Odécio Júnior disse que o empreendimento faz parte de uma coletânea de ações que o Governo fez em prol do turismo. “Natal estava precisando deste equipamento que irá aumentar o fluxo de turistas para o RN. Esperávamos por isso há muitos anos e essa gestão nos escutou e é esta uma das mais importantes obras do setor para nosso estado. Esperamos que a próxima gestão priorize o turismo assim como Robinson priorizou”, considerou.

Fonte: Blog do BG

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu