PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA TERÇA-FEIRA

Por G1

 

Ameaça no Pacífico. Depois de alcançar a categoria 5, o furacão Willa se aproxima da costa oeste do México e deve tocar o solo à tarde. Eleições 2018: saiba mais sobre as propostas de Bolsonaro e Haddad no combate à corrupção. O IBGE divulga a prévia da inflação no mês de outubro. Enem 2018: 10 apostas de professores ouvidos pelo G1 para o tema da redação. E o guia completo para aproveitar o Salão do Automóvel de SP. O que é destaque nesta terça-feira:

INTERNACIONAIS

Tormenta

Furacão Willa se formou no Pacífico oriental e seguia a caminho da costa oeste do México — Foto: NOAA / via AP

Furacão Willa se formou no Pacífico oriental e seguia a caminho da costa oeste do México — Foto: NOAA / via AP

Com ventos de até 260 km/h, Willa tornou-se um poderoso furacão de categoria 5 e deve chegar ao México hoje à tarde ou à noite, informou o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (CNH).

NACIONAIS

Eleições 2018

 — Foto: Alexandre Mauro / G1 — Foto: Alexandre Mauro / G1

— Foto: Alexandre Mauro / G1

Saiba mais sobre as propostas de Bolsonaro e Haddad para combater a corrupção. Ambos manifestam apoio à Operação Lava Jato. Candidato do PSL promete ‘resgatar’ pacote de 10 medidas contra corrupção. Candidato do PT propõe criar controladorias nas estatais.

Inflação

 — Foto: Marcos Santos / USP Imagens

— Foto: Marcos Santos / USP Imagens

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga hoje os dados de outubro do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15), que é uma prévia da inflação oficial do país. Em setembro, ficou em 0,09%, com forte recuo dos preços de alimentos compensando alta da energia elétrica.

Enem

 — Foto: Editoria de Arte / G1

— Foto: Editoria de Arte / G1

Faltam poucos dias para o Enem 2018, que ocorre em 4 e 11 de novembro, mas ainda dá tempo de revisar uma parte do que foi estudado ao longo do ano – inclusive os temas que poderão ser cobrados na redação. Veja 10 temas que podem cair na prova.

Salão do Automóvel

Salão do Automóvel de SP 2016 — Foto: Alan Morici/G1

Salão do Automóvel de SP 2016 — Foto: Alan Morici/G1

O Salão Internacional do Automóvel de São Paulo abre para o público, neste ano, entre 8 e 18 de novembro. O primeiro final de semana coincidirá com o GP Brasil de Fórmula 1, com treino classificatório no dia 10 e corrida no dia 11. O evento também acontecerá durante o feriado prolongado de 15 de novembro. Veja o guia e programe-se.

Mega-Sena

 — Foto: Marcelo Brandt / G1

— Foto: Marcelo Brandt / G1

O concurso 2.090 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 18 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) em Jequié (BA). Excepcionalmente, serão três concursos nesta semana, como parte da “Mega Semana da Sorte”: demais serão na quinta (25) e no sábado (27).

Imóveis comerciais

O preço médio de venda dos imóveis comerciais nas cidades monitoradas pelo índice FipeZap recuou 0,54% em setembro, no sétimo mês seguido de queda. Para a locação, a queda média foi de 0,57%, no quarto recuo consecutivo. No acumulado do ano, as quedas foram mais acentuadas no Rio de Janeiro. Entenda.

Curtas e Rápidas:

Ônibus em miniatura tem capacidade para 7 pessoas — Foto: Reprodução / Facebook / Leonor Alvarez

Ônibus em miniatura tem capacidade para 7 pessoas — Foto: Reprodução / Facebook / Leonor Alvarez

Futebol

Grêmio faz último treino para enfrentar o River Plate na Argentina

Grêmio faz último treino para enfrentar o River Plate na Argentina

  • 21h45: River Plate x Grêmio

Hoje é dia de…

  • Dia do Aviador

Sinalização de que Bolsonaro pode indicar Moro para o STF desagrada cortes superiores

Por Mônica Bergamo / FOLHA

A sinalização de Jair Bolsonaro (PSL) de que, se eleito presidente, pode indicar o juiz Sergio Moro para o STF (Supremo Tribunal Federal) não caiu bem nas cortes superiores.

FILA 2

Segundo um magistrado, não é “normal” a indicação de um juiz de primeira instância para o mais importante tribunal do país.

FILA 3

Em geral, quando a escolha recai sobre a magistratura, a disputa se dá entre ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça) ou desembargadores de tribunais regionais e de justiça dos estados.

FILA 4

Levar o juiz ao STF furando fila, diz outro ministro, é como colocar um soldado para comandar os generais.

NUVENS 

Bolsonaro ainda cria arestas no STJ: vários dos ministros da corte sonham um dia ir para o STF.

Comments

Haddad chama Bolsonaro de ‘soldadinho de araque’

O candidato do PT à Presidência, Fernando Haddad, chamou o adversário, Jair Bolsonaro (PSL), de soldadinho de araque.

Na tentativa de atrair o líder das pesquisas para o debate, ele se dirigiu diretamente ao opositor.

Em ato no teatro Tuca, Haddad lembrou o discurso feito no domingo pelo capitão reformado.

“Ontem, ele [Bolsonaro] fez um vídeo muito grave que nunca tinha visto a pessoa ter coragem de fazer, que é ameaçar de morte um adversário, ameaçar a integridade física de seus opositores dizendo que não terão lugar no Brasil, ou a cadeia ou o exílio”, recordou Haddad, em alusão à mensagem que Bolsonaro transmitiu a apoiadores reunidos na avenida Paulista.

Haddad se dirigiu então ao adversário: “quero dizer para o Bolsonaro, esse soldadinho de araque como costumo chamar”, discursou o petista.

Interrompido por aplausos, Haddad continuou. “Eu quero dizer para ele uma coisa muito simples: o projeto que ele representa já perdeu, já está derrotado, não tem chance de prosperar. A humanidade jamais vai concordar com arbítrio”.

Segundo Haddad, em um momento de delírio, de perturbação, de raiva e de ódio, a Humanidade pode até querer querer abraçar o projeto que Bolsonaro representa. “Mas a gente acorda desse pesadelo é realiza a humanidade que todo mundo tem dentro de si”.

Repetindo expressões usadas por Bolsonaro na véspera, Haddad chamou o adversário de o anti-humano, o anti ser humano. “É tudo que precisa ser varrido da face da terra e nós vamos varrer no dia 28 de outubro, sem dó e sem piedade”, discursou.

Em um ato que contou com a participação de artistas, juristas e religiosos, Haddad refutou a palavra de ordem usada pelos que discursaram anteriormente: de resistência.

O candidato se disse comovido com a palavra, muitas vezes repetida nos discursos, inclusive o de sua vice, Manuela D’Ávila, mas disse que a luta é pela vitória.

Ele contou ter conversado com Marina Silva e ter recebido, logo depois, a manifestação de apoio da candidata da Rede. O petista pediu então que os militantes trabalhem para conquistar o que chamou de vitória da democracia.

FOLHAPRESS

Comments

Natalense é presa em aeroporto do Rio de Janeiro com 10 quilos de drogas avaliada em R$ 1,5 milhão

Uma brasileira de 24 anos de idade, residente em Natal, foi presa em flagrante pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro Galeão – Antonio Carlos Jobim por transportar em sua bagagem 10,26 quilos de MDMA (metileno dioxi metanfetamina), que é o princípio ativo do ecstasy.

Distribuída em seis pacotes ocultos em fundos falsos das malas, a droga foi apreendida sexta-feira, 19, pelo Serviço de Conferência de Bagagem da Alfândega do Galeão, mas a informação só foi divulgada nesta segunda-feira, 22. A passageira desembarcou no Rio procedente de Lisboa, mas o embarque inicial foi em Bruxelas.

Segundo informação da Alfândega do Galeão, depois de ser selecionada pelo Sistema de Gerenciamento de Risco e identificada por reconhecimento facial, a passageira teve a bagagem encaminhada para a inspeção no raio X. Ali, as imagens revelaram a existência de substância orgânica.

A passageira foi encaminhada para a inspeção física, que constatou a existência da droga oculta nas malas. De acordo com os fiscais da Receita Federal, a mercadoria apreendida tem valor estimado de R$ 1,5 milhão.

AGÊNCIA BRASIL

Comments

Bolsonaro pretende viajar a Brasília para tratar de transição com Temer

O candidato do PSL à sucessão presidencial, Jair Bolsonaro, pretende viajar a Brasília para um encontro com o presidente Michel Temer caso seja eleito no próximo domingo (28).

A ideia é ele se desloque na semana seguinte ao anúncio oficial, assuma pessoalmente a negociação da mudança de governo e apresente seus nomes para o grupo de transição.

No encontro, que deve ser promovido no Palácio do Planalto, Temer pretende entregar a ele uma espécie de cartilha, explicando as regras do processo e destacando as suas realizações.

Segundo relatos, o presidente pedirá na reunião que Bolsonaro mantenha as duas iniciativas que considera as marcas de seu governo: o teto de gastos e a reforma trabalhista.

A equipe do candidato já se mostrou favorável a ambas, mas ressaltou que fará alterações pontuais para aperfeiçoá-las, como a criação de autorização legal para que os trabalhadores possam escolher seus sindicatos.

Temer também defenderá a aprovação de uma reforma previdenciária, apesar de já admitir, em conversas reservadas, que não há clima político ou disposição parlamentar para votá-la neste ano.

​”Quem deve fazer essa reforma é o novo Congresso Nacional e quem deve encaminhar ou não é o novo presidente”, disse o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE).

Para coordenar uma equipe de transição de cinquenta pessoas, total ao qual legalmente tem direito de escalar, Bolsonaro irá sugerir o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), anunciado como eventual ministro da Casa Civil de sua gestão.

O grupo será nomeado pelo Palácio do Planalto em cargos comissionados com direito a salário e passagem de deslocamento à capital federal. A oferta de auxílio-moradia será analisada caso a caso pelo governo federal.

Pelo decreto que regulamenta a transição, o novo presidente pode solicitar reforço na segurança. O ministro da Defesa também pode autorizar a utilização pelo presidente eleito de avião da FAB (Força Aérea Brasileira).

Nesta segunda-feira (23), o presidente afirmou que pretende fazer um processo de transição para o novo governo de maneira “muito tranquila”.Em reunião, com a presença de ministros das áreas política e econômica, ele informou que a iniciativa será conduzida pelo ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, que concluirá nesta semana a formatação de documentos para entregar ao seu sucessor no Palácio do Planalto.

“Nós faremos uma reunião muito tranquila em relação ao novo presidente. Os dados estão sendo equacionados e formatados”, disse.

FOLHAPRESS

Comments

Em carta a Celso de Mello, Bolsonaro diz prestigiar STF após fala de filho

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) enviou uma carta ao ministro Celso de Mello, decano do STF (Supremo Tribunal Federal), manifestando “apreço” pelo magistrado e dizendo prestigiar a Corte depois que o magistrado classificou como “inconsequente e golpista” a declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidenciável, sobre a possibilidade de fechar o Supremo.

O candidato ao Palácio do Planalto disse querer deixar claro, por escrito, que “manifestações mais emocionais, ocorridas nestes últimos tempos, se mostram fruto da angústia e das ameaças sofridas neste processo eleitoral”.

Ele não citou a fala do filho, que está em um vídeo que veio à tona neste domingo (21), mas foi feita em julho deste ano. Na gravação, Eduardo responde a pergunta sobre uma hipotética possibilidade de ação do Exército em caso de o Supremo impedir que Bolsonaro assuma a Presidência e diz que “bastam um cabo e um soldado para fechar o STF”.

Em mensagem postada nas redes sociais ontem à tarde, Eduardo afirmou que o vídeo “não é motivo para alarde”.

“Se fui infeliz e atingi alguém, tranquilamente peço desculpas e digo que não era a minha intenção”, afirmou em mensagem nas redes sociais.

Leia a carta na íntegra

“Senhor Ministro,

Tomo a liberdade de encaminhar esta carta à Vossa Excelência, diante do noticiário recente.

É meu dever, como cidadão, manifestar meu apreço por Vossa Execelência, seja pela conduta impecável no exercício de jurisdição, seja pela forma ponderada como sempre se manifesta ao público.

Quero, por escrito, deixar claro que manifestações mais emocionais, ocorridas nestes últimos tempos, se mostram fruto da angústia e das ameaças sofridas neste processo eleitoral.

O Supremo Tribunal Federal é o guardião da Constituição e todos tempos de prestigiar a Corte.

Cordialmente,
Jair Messias Bolsonaro.”

UOL

Comments

“Faremos uma transição muito tranquila”, avisa Temer

O presidente Michel Temer afirmou nesta segunda-feira (22) que pretende fazer o processo de transição para o novo governo de maneira “muito tranquila”.

Em reunião, com a presença de ministros das áreas política e econômica, ele informou que a iniciativa será conduzida pelo ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, que concluirá nesta semana a formatação de documentos para entregar ao seu sucessor no Palácio do Planalto.

“Nós faremos uma reunião muito tranquila em relação ao novo presidente. Os dados estão sendo equacionados e formatados”, disse.

No encontro, ele pediu que o processo seja centralizado em Padilha, que foi escalado para se reunir individualmente com todos os ministros para finalizar a formatação das informações sobre estruturas, servidores e programas.

“O ministro fará a partir de terça-feira (23) reuniões seguidas apara verificar o andamento dos documentos da transição”, afirmou.

Ao todo, Temer nomeará 50 pessoas da equipe do presidente vencedor para participar da transição. Eles receberão salário e terão direito a transporte oficial. O ministro fez um requerimento de esclarecimento a técnicos da pasta para saber se eles receberão auxílio-moradia e passagem aérea.

Também nesta segunda-feira (22), o deputado federal Onyx Lorenzoni (DEM-RS), anunciado como ministro da Casa Civil de um eventual governo de Jair Bolsonaro (PSL), disse que tem evitado em falar sobre transição.

“Nós temos que manter o foco e humildade. Nossa equipe é humilde para manter o foco, disse.

Ele falou que só começará a discutir o assunto na semana que vem, após a divulgação do resultado do segundo turno presidencial.

Folhapress

Comments

Próximo presidente deve nomear dois ministros do STF

Se não houver nenhuma intercorrência que altere a permanência dos ministros do Supremo Tribunal Federal, como morte ou antecipação de aposentadoria, o próximo presidente da República poderá indicar dois membros da mais alta corte do país. Isso porque os ministros Celso de Mello e Marco Aurélio, os mais antigos do tribunal, se aposentarão compulsoriamente até o fim do mandato do próximo chefe do Executivo em 2022.

No STF desde agosto de 1989, indicado por José Sarney, o decano Celso de Mello será o primeiro a se despedir. Sua aposentadoria será em 1º de novembro de 2020, quando completa 75 anos. Marco Aurélio integra o Supremo desde junho de 1990, indicado pelo presidente Fernando Collor, e nele deve ficar até 12 de julho de 2021.

A substituição dos dois ministros durante o próximo mandato só será possível graças a uma mudança que aconteceu em 2015 e contou com a ajuda e iniciativa do ex-deputado federal Eduardo Cunha (MDB-RJ) — hoje preso na Lava Jato. Então presidente da Câmara dos Deputados, ele colocou em votação a chamada PEC da Bengala, que ampliou de 70 para 75 anos a idade de aposentadoria compulsória no serviço público.

O objetivo era evitar que o governo de Dilma Rousseff (PT), que ainda não havia sofrido impeachment, pudesse nomear cinco ministros até o fim de seu mandato em 2018. Se não houvesse essa mudança, a próxima troca de ministros só ocorreria em 2023, com a aposentadoria de Luiz Fux.

Veja

Fonte: Blog do BG

Por G1 RN

 


Cursos gratuitos do Sesc têm inscrições abertas até esta terça-feira (23). — Foto: Sesc/Divulgação

Cursos gratuitos do Sesc têm inscrições abertas até esta terça-feira (23). — Foto: Sesc/Divulgação

O Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN) encerra nesta terça-feira (23) as inscrições para os cursos gratuitos de novembro ofertados pela instituição. Ao todo, são disponibilizadas 173 vagas, distribuídas em turmas em Natal, Mossoró, Caicó, São Paulo do Potengi e Nova Cruz, nas áreas de beleza, decoração, culinária e corte e costura.

As inscrições podem ser feitas nas centrais de relacionamento das unidades Sesc das cidades onde acontecerão os cursos. Na capital potiguar, a unidade é o Sesc Cidade Alta.

Para quem tem habilidade ou se interessa por corte e costura, serão oferecidos cursos de confecção de roupas versáteis, moda jovem e casual e bordados em pedrarias no Sesc Cidade Alta. Além disso, designer de sobrancelhas é outra opção para novembro.

Com o final do ano se aproximando, a busca por itens natalinos se torna cada vez maior. Por isso, quatro dos cursos são voltados para a temática do Natal, tanto para a decoração como para a culinária. Na cozinha pedagógica do Sesc Mossoró, além de bolos natalinos, também será oferecido curso sobre o preparo de palhas italianas.

Os cursos integram o Programa de Comprometimento e Gratuidade (PCG) do Sesc. O resultado da seleção será divulgado no site da instituição na sexta-feira (26) e as aulas começam em datas especificadas no edital.

Cozinha pedagógica é usada em curso de culinária do Sesc/RN — Foto: Sesc/Divulgação

Cozinha pedagógica é usada em curso de culinária do Sesc/RN — Foto: Sesc/Divulgação

Critérios de seleção

Podem se inscrever nos cursos gratuitos os trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e seus dependentes, além de estudantes de escolas públicas cuja renda familiar mensal não ultrapasse três salários mínimos.

No ato da inscrição, é preciso levar os documentos originais (com cópias): RG ou certidão de nascimento, CPF do candidato e do responsável legal, comprovante de residência (com emissão inferior a 60 dias) e de escolaridade, e ainda, caso necessário, documento que comprove deficiência física ou mental.

Também deverá ser entregue a autodeclaração de renda familiar e o questionário socioeconômico. Caso o interessado em fazer o curso seja menor de idade, deverá estar acompanhado do responsável.

Serviço

  • O quê? Inscrições para cursos gratuitos de novembro
  • Quando? Até 23 de outubro
  • Onde se inscrever?
  • Sesc Cidade Alta | Rua Cel. Bezerra, 33, Cidade Alta, Natal – RN | (84) 3133-0360
  • Sesc Mossoró | Rua Doutor João Marcelino, s/nº, Nova Betânia | (84) 3316-3665
  • Sesc Caicó | Rua Washington Luiz, 55, Boa Passagem | (84) 3421-2337
  • Sesc Ler São Paulo do Potengi. Rua Ouro Branco, nº 297. Novo Juremal | (84) 3251-2798
  • Sesc Ler Nova Cruz. Rua Severino Nunes, nº 55. Frei Damião | (84) 3281-4078.
  • Edital no site do Sesc (aqui).

Por G1 RN


Doadores de medula óssea cadastrados em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde ficam isentos de taxa de concursos no RN — Foto: JLSiqueira/ALMT

Doadores de medula óssea cadastrados em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde ficam isentos de taxa de concursos no RN — Foto: JLSiqueira/ALMT

O governo do Rio Grande do Norte sancionou a Lei 10.440/2018, que permite a doadores de medula óssea e beneficiários de programas sociais do Governo Federal direito à isenção do pagamento da taxa de inscrição em concursos públicos para cargos efetivos ou empregos permanentes em órgãos e entidades da administração pública e de qualquer um dos poderes estaduais.

De acordo com a Lei, proposta pelo deputado Nélter Queiroz (MDB), o benefício é destinado a integrantes de famílias de baixa renda registrados no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), cuja renda familiar mensal per capita seja inferior ou igual a meio salário-mínimo nacional. Os outros beneficiários são os doadores de medula óssea cadastrados em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde.

Para ter direito à isenção, os candidatos terão que comprovar ter os requisitos no momento da inscrição, “nos termos do edital do concurso”.

Com a Lei, os órgãos públicos do Rio Grande do Norte que realizarem concursos ficam obrigados a inserir nos editais uma cláusula que assegure o benefício da isenção para os candidatos nessas condições.

A sanção foi publicada no Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Norte (DOE) da última quarta-feira (17). A isenção de que trata a Lei não pode ser aplicada aos concursos públicos cujos editais tenham sido publicados antes da vigência dela.

Fonte: G1RN

Por G1 RN

 

O Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte e os Correios deram início, na manhã desta segunda (22), ao projeto-piloto de emissão de carteiras de identidade com utilização de tecnologia biométrica.

Segundo o Itep, a parceria é inédita no país, e vai ampliar o acesso à identificação para todos os municípios potiguares que contemplam agências dos Correios e aumentará a segurança do documento.

Neste primeiro momento, ainda de acordo com o Itep, o projeto funcionará por 60 dias em fase de testes na unidade central dos Correios, no bairro da Ribeira, na Zona Leste da capital, com encaminhamento de pessoas pelo Itep para a emissão de 2ª e 3ª vias do RG. Em seguida, o serviço será ampliado, gradativamente, para todo o estado.

Fonte: G1RN

Deixe uma resposta

Fechar Menu