PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA TERÇA-FEIRA

18 de setembro, terça-feira

Bom dia! Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado.


Por G1

 

Eleições 2018: o G1 segue a série sobre as propostas dos economistas dos candidatos à Presidência da República que podem mexer com o seu bolso. Na 2ª reportagem, o tema é Previdência. Continua também a série de sabatinas, ao vivo, com os presidenciáveis: hoje, G1 e CBN entrevistam Fernando Haddad, do PT. O Jornal da Globo iniciou a série de entrevistas com os presidenciáveis: ontem foi Ciro Gomes, do PDT, e hoje será a vez Geraldo Alckmin, do PSDB. E tem início a terceira cúpula intercoreana, com o encontro entre o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un. O que é notícia hoje:

NACIONAIS

Eleições 2018

Eleições 2018 — Foto: Arte G1

Eleições 2018 — Foto: Arte G1

G1 e a CBN realizam série de entrevistas com os candidatos à Presidência da República. Nesta terça-feira, o convidado é Fernando Haddad, do PT. A entrevista começa às 8h e terá uma hora de duração. O candidato responderá a perguntas enviadas pelos internautas e ouvintes e também a perguntas elaboradas pelos jornalistas. No final, passará por uma espécie de “pinga-fogo”, em que será sabatinado e poderá responder apenas com “sim” ou “não”. Interessados em fazer perguntas podem usar a hashtag #cbng1 nas redes sociais.

Entrevistas ao Jornal da Globo

Ciro Gomes (PDT) é entrevistado no Jornal da Globo

Ciro Gomes (PDT) é entrevistado no Jornal da Globo

Ciro Gomes, do PDT, abriu ontem a série de entrevistas de candidatos à Presidência da República ao Jornal da Globo. Hoje o entrevistado é Geraldo Alckmin, do PSDB. Amanhã será a vez de Fernando Haddad, do PT. Na sexta-feira (21), Marina Silva, da Rede.

Proposta dos economistas dos presidenciáveis para 5 temas: Previdência

G1 segue com a série sobre as propostas dos economistas dos candidatos à Presidência. São 5 temas que dizem respeito à economia do país e também mexem com o seu bolso. Na 2ª reportagem, o assunto é Previdência.

Entrevistas ao G1 e à CBN

G1 e CBN entrevistam, a partir das 11 horas, Márcio França, candidato do PSB ao governo de SP. Envie sua pergunta.

G1 e CBN entrevistam, a partir das 11 horas, Luis Eugênio, candidato do PCO ao governo do RJ. Envie sua pergunta.

Coreias

O presidente sul-coreano Moon Jae-in acena ao caminhar ao lado do líder norte-coreano Kim Jong-um no aeroporto de Pyongyang — Foto: AFP

O presidente sul-coreano Moon Jae-in acena ao caminhar ao lado do líder norte-coreano Kim Jong-um no aeroporto de Pyongyang — Foto: AFP

O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, se encontra hoje com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, em Pyongyang. Será uma visita de três dias que corresponde a terceira cúpula intercoreana este ano.

Arrastada por ônibus escolar

Casaco fica preso na porta de ônibus e adolescente morre após ser arrastada em SC

Casaco fica preso na porta de ônibus e adolescente morre após ser arrastada em SC

Uma adolescente de 15 anos morreu ontem após ser arrastada por cerca de 2 km por um ônibus escolar na zona rural de Caibi, no Oeste de Santa Catarina. De acordo com a Polícia Militar, a suspeita é de que o casaco de Samanta Melissa Cansi tenha ficado preso à porta. O motorista do veículo foi preso em flagrante por homicídio culposo no trânsito. O G1 acompanha os desdobramentos desse caso.

Indígenas Yanomamis

Indígenas armados impedem que aviões decolem da Terra Indígena Yanomami — Foto: Júnior Yanomami/Arquivo Pessoal

Indígenas armados impedem que aviões decolem da Terra Indígena Yanomami — Foto: Júnior Yanomami/Arquivo Pessoal

Quinze comunidades Yanomami da região de Surucucu, no município de Alto Alegre, Norte de Roraima, apreenderam neste domingo (16) três aviões e servidores da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), após a morte de duas crianças indígenas dentro de 10 dias. Os indígenas exigem a saída do coordenador do Distrito Sanitário Especial Indígena Yanomami (DSEI-Y), Rousicler de Jesus Oliveira. O G1 acompanha.

Mega-Sena

 — Foto: Marcelo Brandt / G1

— Foto: Marcelo Brandt / G1

O concurso 2.079 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 5 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h (horário de Brasília) no município de Oliveira (MG).

Emprego

 — Foto: Valdecir Galor / SMCS

— Foto: Valdecir Galor / SMCS

Curtas e Rápidas:

A cantora Sandy posa para fotos após entrevista em São Paulo — Foto: Marcelo Brandt / G1

A cantora Sandy posa para fotos após entrevista em São Paulo — Foto: Marcelo Brandt / G1

Fonte: G1

Campanha do PT gasta R$ 1,5 mi com advogados que defendem Lula

A campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) registrou R$ 1,5 milhão em gastos eleitorais com o escritório de advocacia Teixeira, Martins Advogados, que defende o petista nos processos criminais da Lava Jato.

A prestação de contas da candidatura, que acabou barrada na Justiça Eleitoral e substituída desde terça (11) pela de Fernando Haddad, aponta que este é o maior gasto com advogados registrado pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) até agora, segundo dados preliminares dos candidatos que disputam algum cargo nas eleições deste ano.

A despesa é descrita como “consultoria jurídica em processo eleitoral”. Em nota oficial, a assessoria de imprensa da campanha afirmou que o escritório “prestou consultoria ao registro da chapa do Partido dos Trabalhadores”.

Segundo a Folha apurou, parte da consultoria abordou a decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU, que defendeu o direito da candidatura de Lula e que foi a tese central da defesa para que o petista disputasse a Presidência.

Os advogados Cristiano Zanin e Valeska Teixeira Zanin Martins, sócios do escritório Teixeira Martins, defendem o ex-presidente nos processos da Lava Jato e também no processo que tramita na ONU.

Em agosto, o comitê da entidade publicou entendimento provisório no qual apontava o direito de Lula de participar das eleições e de fazer campanha de dentro da prisão.

A defesa de Lula alega que esta é uma decisão que teria quer ser cumprida pelo Brasil, em função de tratados internacionais. Ao barrar a candidatura com base na Lei da Ficha Limpa, o TSE entendeu que a Justiça eleitoral brasileira não está obrigada a se submeter a esse braço da ONU.

Além dos gastos com o escritório Texeira, Martins, a campanha do PT registra ainda despesas de R$ 900 mil com o escritório Aragão e Ferraro Advogados e R$ 150 mil com o escritório de Edilene Lobo, ambos especializados em direito eleitoral. Não há registros de pagamentos diretos ao advogado Luiz Fernando Pereira, que liderou a defesa do registro de Lula no TSE.

Ao todo, a campanha já gastou R$ 26 milhões, e o site do TSE registra a transferência de toda a prestação de contas feitas por Lula para o registro de Fernando Haddad.

Alguns advogados especialistas em direito eleitoral avaliam que a assessoria jurídica no caso da ONU não pode ser computada como gasto de campanha, por se tratar de uma defesa individual de Lula. Mas, segundo a assessoria da campanha, o caso se refere à consultoria para o registro do ex-presidente no TSE.

Segundo a resolução do TSE 23.553/2017, serviços de consultoria jurídica prestados durante as campanhas devem ser pagos com recursos da conta de campanha. Já os honorários advocatícios relacionados à defesa de candidato ou de partido político em processo judicial não caracterizam gastos eleitorais.

As regras do TSE foram estabelecidas na esteira da criação do Fundo Especial de Financiamento, conhecido como fundão, em que R$ 1,7 bilhão do Tesouro Nacional foram destinados aos partidos para financiar as campanhas neste ano. O PT recebeu R$ 212 milhões deste fundo, e o diretório nacional repassou R$ 20 milhões para a campanha presidencial até agora.

Neste ano, os gastos eleitorais para a campanha a presidente estão restritos a R$ 70 milhões. Isso significa que só o escritório de Teixeira, Martins vai representar pelo menos 2,1% dos gastos totais da campanha presidencial do PT.

Em 2014, a campanha da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) informou ter gasto no total R$ 318 milhões. De acordo com o Jota, site especializado em assuntos jurídicos, apenas 1,5% das despesas foram registradas como gastos com advogados.

O escritório Teixeira, Martins não se manifestou até a conclusão desta edição.

FOLHAPRESS

Pesquisa reforça a polarização hospital X cadeia na eleição presidencial

Faltam 20 dias para o desfecho do primeiro turno da eleição presidencial. E são cada vez mais fortes os sinais de que o segundo turno pode ser extremista. De um lado, Bolsonaro. Do outro, Haddad. Pesquisa CNT/MDA atribui ao capitão 28,2% das intenções de voto. E acomoda o “poste” petista numa sólida segunda posição, com 17,6%, muito à frente de Ciro (10,8%), Alckmin (6,1%) e Marina (4,1%). Esboça-se uma polarização sui generis: Hospital X Cadeia.

Numa divisão grosseira, o eleitorado trincou em três pedaços. Um odeia o PT, tem ojeriza a Lula, e encontrou no ultra-conservadorismo de Bolsonaro a melhor tradução para sua raiva. Outro lembra com saudade do governo Lula, fecha os olhos para a decomposição ética e vota em quem o presidiário indicar. Um terceiro naco, no centro, pulveriza-se. Oscila entre os outros candidatos, a dúvida ou o voto em ninguém.

Suprema ironia: os dois personagens que mais movimentam o cenário eleitoral estão imobilizados. Um, hospitalizado, passa mais tempo deitado do que em pé. Comunica-se por meio de vídeos de UTI. Outro, encarcerado, teve o horizonte reduzido aos 15 m² de uma cela especial. Envia correspondências do cárcere. O risco que o país corre é o de sair da disputa presidencial dividido e, pior, agarrado a dois sinais trocados.

A turma que detesta Lula confunde populismo radical com solução. A banda que tem devoção pelo pajé do PT confunde urna com tribunal. O problema é que radicalismo não produz solução, gera mais radicalismo. E o voto, embora possa anestesiar culpas, não absolve réus. Os dois tipos de confusão têm algo em comum. Ambos costumam conduzir à decepção.

JOSIAS DE SOUZA

LOCAIS

Benes Júnior foi atingido por tiro de fuzil

A Tribuna do Norte desta terça-feira destaca que pelo menos um dos tiros que matou Luiz Benes Leocádio Júnior foi de fuzil calibre 5.56, do uso exclusivo das forças militares do RN.

A informação consta no laudo balístico realizado dos fragmentos do projetil retirado do corpo do adolescente na noite do dia 15 de agosto pelo ITEP.

O laudo realizado analisa dois projeteis retirados do corpo, ambos indicam que se trata de fuzil 5.56.

Das oito armas recolhidas no dia do crime, seis foram fuzis recolhidos dos policiais e dois revólveres calibre 38 que estavam com os bandidos.

A reportagem da Tribuna destaca que o laudo deu negativo para sete das oito armas recolhidas e inconclusivo para uma delas.

A delegada Taís Aires responsável pela investigação afirmou ao jornal que não será necessário um novo exame balístico já que outros indícios elucidam a questão.

Acesse a reportagem completa clicando aqui: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/filho-de-benes-leoca-dio-foi-atingido-por-fuzil-de-uso-exclusivo-das-fora-as-militares/424506

 

Três pesquisas serão divulgadas de quinta a domingo no RN

Três pesquisas serão divulgadas aqui no estado até domingo segundo registros no TSE.

Nesta quinta-feira dia 20 será divulgada a pesquisa OPINE/BAND.

Na sexta-feira 21 será divulgada a pesquisa IBOPE/INTERTV.

E no domingo dia 23 a pesquisa CERTUS/FIERN.

INTERNACIONAIS

Emmy

Rachel Brosnahan beija sua estatueta de melhor atriz em série de comédia por 'The marvelous mrs. Maisel' no Emmy 2018 — Foto: Mike Blake / Reuters

Rachel Brosnahan beija sua estatueta de melhor atriz em série de comédia por ‘The marvelous mrs. Maisel’ no Emmy 2018 — Foto: Mike Blake / Reuters

A série “The marvelous mrs. Maisel” foi a grande vencedora do Emmy 2018, ao ganhar cinco categorias de comédia da maior premiação da televisão americana. A cerimônia terminou no início da madrugada desta terça-feira. Entre os dramas, “Game of thrones” foi a escolhida como melhor série do ano. Veja os vencedores.

Tempestade Florence

Depressão Tropical Florence provoca enchentes catastróficas nos EUA

Depressão Tropical Florence provoca enchentes catastróficas nos EUA

G1 segue acompanhando o furacão Florence nos Estados Unidos e o tufão Mangkhut na Ásia.

 Fonte: G1

VÍDEO: Banquete de Maduro em Istambul revolta venezuelanos, sob forte racionamento

Ao retornar de uma viagem à China, encerrada no domingo passado, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, fez escala em Istambul. Ao lado de sua mulher, Cilia Flores, foi filmado desfrutando de farta refeição no restaurante caro e badalado do chef turco Nusret Gökçe, conhecido como Salt Bae. Divulgadas nas redes sociais, as imagens causaram indignação entre os venezuelanos, submetidos ao flagelo da desnutrição, potencializado por um racionamento alimentar implacável.

Conhecido pelas coreografias que executa ao cortar as peças de carne que serve em sua casa de repastos, Salt Bae proporcionou ao casal Maduro um atendimento personalizado. “Isso é uma vez na vida!”, disse o mandachuva venezuelano, enquanto degustava fatias de uma carne suculenta indisponível nos açougues e supermercados da Venezuela. O próprio chef pendurou as imagens no Instagram e no Twitter. A coisa bombou. Os comentários exalavam indignação. Apagaram-se as cenas. Mas era tarde. Elas já haviam ganhado a web.

Não bastasse o banquete, Maduro deixou-se filmar sorvendo um charuto cubano, retirado de uma caixa que tinha o seu nome gravado numa placa dourada. Enquanto soltava baforadas de fumaça, o gestor da falência venezuelana observava, junto com a mulher, camisetas presenteadas pelo anfitrião. As imagens também mostram que o restaurante estava sob a proteção de guardas com o distintivo da polícia turca. Alguns ostentavam armamento pesado.

Um detalhe injetou ironia nas cenas: Maduro viajara ao exterior com o pires na mão, atrás de financiamentos que atenuem a falência do Estado venezuelano. Antes da China, visitara a Rússia. Retornou a Caracas nesta segunda-feira. Ao desembarcar, comentou sua experiência gastronômica. Enviou saudações ao cozinheiro Nusret Gökçe. “Ele nos atendeu pessoalmente, estivemos conversando, desfrutando com ele. Um homem muito simpático, ama a Venezuela.”

A fome, como se sabe, é o mais antigo dos hábitos humanos. Se Deus tivesse que aparecer para os venezuelanos famintos, não ousaria aparecer em outra forma que não fosse a de um prato de comida. Mas a situação na Venezuela é tão diabólica que a comida só aparece nos pratos daquelas que a fizeram sumir.

JOSIAS DE SOUZA

Fonte: Blog do BG

Deixe uma resposta

Fechar Menu