PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA TERÇA-FEIRA

11 de setembro, terça-feira

Bom dia! Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado.


Por G1

 

Eleições 2018: os números detalhados da mais nova pesquisa Datafolha com a intenção de voto para presidente, por sexo, idade, escolaridade, renda e religião. O PT tem até hoje para definir o candidato substituto de Lula. G1 e a CBN continuam as séries de entrevistas ao vivo com os candidatos ao Planalto, e com os candidatos aos governos de SP e RJ. O IBGE divulga os dados da produção industrial por região, e a nova previsão da safra deste ano. O que é notícia nesta terça:

NACIONAIS

LAVA JATO PRENDE BETO RICHA


Beto Richa foi preso na 53° fase da Lava Jato.

Diz o G1:

“Batizada de ‘Piloto’, esta nova etapa cumpre 36 mandados judiciais em Salvador, São Paulo, Lupianópolis, Colombo e Curitiba.”

Datafolha

O Datafolha divulgou ontem à noite sua 1ª pesquisa de intenção de voto para presidente desde que o TSE rejeitou a candidatura de Lula. O instituto pesquisou o cenário em que Fernando Haddad, candidato a vice na chapa do PT, aparece como possível substituto do ex-presidente. Veja os números:

  • Jair Bolsonaro (PSL): 24%
  • Ciro Gomes (PDT): 13%
  • Marina Silva (Rede): 11%
  • Geraldo Alckmin (PSDB): 10%
  • Fernando Haddad (PT): 9%
  • Alvaro Dias (Podemos): 3%
  • João Amoêdo (Novo): 3%
  • Henrique Meirelles (MDB): 3%
  • Guilherme Boulos (PSOL): 1%
  • Vera Lúcia (PSTU): 1%
  • Cabo Daciolo (Patriota): 1%
  • João Goulart Filho (PPL): 0%
  • Eymael (DC): 0%
  • Branco/nulos: 15%
  • Não sabe/não respondeu: 7%
Datafolha divulga pesquisa de intenção de voto para presidente

Datafolha divulga pesquisa de intenção de voto para presidente

Substituto de Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Sérgio Castro / Estadão Conteúdo / Arquivo)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Sérgio Castro / Estadão Conteúdo / Arquivo)

Termina hoje o prazo dado pelo TSE para o PT apresentar o nome do substituto de Lula na chapa presidencial, depois que o tribunal declarou o ex-presidente inelegível com base na Lei da Ficha Limpa. Ontem, a defesa do ex-presidente entrou com um recurso no STF pedindo que o prazo para definição do novo candidato seja ampliado até a próxima segunda-feira. O recurso é apenas um entre os pedidos dos advogados de Lula para manter a candidatura; entenda a ofensiva do PT.

Eleições 2018

 (Foto: Editoria de Arte / G1)

(Foto: Editoria de Arte / G1)

G1 e a CBN realizam uma série de entrevistas com os candidatos à Presidência da República. Hoje, a convidada é Vera Lúcia, do PSTU. A entrevista começa às 8h e terá uma hora de duração. A candidata responderá a perguntas enviadas pelos internautas e ouvintes e também a perguntas elaboradas pelos jornalistas. No final, passará por uma espécie de “pinga-fogo”, em que será sabatinada e poderá responder apenas com “sim” ou “não”. Os interessados em fazer perguntas podem usar a hashtag #cbng1 nas redes sociais.

G1 e CBN entrevistam Luiz Marinho. Candidato do PT ao governo de SP será entrevistado a partir das 11h desta terça. Envie sua pergunta

G1 e CBN entrevistam Marcia Tiburi. Candidata do PT ao governo de RJ será entrevistado a partir das 11h. Envie sua pergunta.

Mais eleições…

Produção industrial

O IBGE divulga os dados da produção industrial por região, e a nova previsão da safra deste ano.

Mr. Catra

Mr. Catra participa do show do Lulu Santos no Rock in Rio (Foto: Luciano Oliveira/G1)

Mr. Catra participa do show do Lulu Santos no Rock in Rio (Foto: Luciano Oliveira/G1)

Será sepultado hoje, às 10 horas, no Cemitério Jardim da Saudade-Sulacap,na Zona Oeste do Rio, o corpo de Mr. Catra.

Curtas e Rápidas:

Matheus Lisboa (Foto: Divulgação)

Matheus Lisboa (Foto: Divulgação)

Perda de candidatura abate mais Lula que prisão. Mudança será nesta terça-feira

Preso há cinco meses e quatro dias, Lula emite os primeiros sinais de abatimento. Na avaliação de um dirigente do PT, o desânimo não foi provocado pela prisão longeva, mas pela troca compulsória do figurino de candidato pelo de cabo eleitoral de Fernando Haddad. A despeito do baque, Lula comanda desde a cadeia cada detalhe da própria substituição, a começar pela escolha do cenário. Deslocou o palco de São Paulo para Curitiba.

JOSIAS DE SOUZA

DO BLOG: Termina às 19h desta terça-feira (11) o prazo para a coligação formada por PT, PCdoB e PROS apresentar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um substituto para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na chapa à corrida presidencial de outubro.

Na madrugada do último dia 1º, por seis votos a um, o TSE barrou a candidatura de Lula com base na Ficha Limpa, e deu dez dias corridos para que a coligação substituísse o ex-presidente na chapa.

A lei define que uma pessoa se torna inelegível quando o processo transita em julgado (quando não cabe mais recurso) ou quando é condenada por órgão colegiado da Justiça – caso do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), onde Lula foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Lula será substituído na chapa pelo candidato a vice, Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo. De acordo com a colunista do G1 e da GloboNews Cristiana Lôbo, o anúncio deverá ser feito após reunião da Executiva Nacional do PT, prevista para as 11h desta terça, em Curitiba.

Comments

ODEBRECHT: Áudios reforçam indícios de propinas para Temer e sua turma

POR JOSIAS DE SOUZA

O inquérito em que a Polícia Federal colecionou evidências de repasse de propinas da Odebrecht para Michel Temer contém indícios sonoros que complicam a defesa do presidente da República. Os investigadores anexaram ao processo quatro gravações. Nelas, a voz do coronel João Baptista Lima Filho, amigo e operador de Temer, soa em diálogos com entregadores de propinas.

Em notícia veiculada no seu site, O Globo revela o conteúdo de quatro áudios. Foram gravados por funcionários da Hoya Corretora de Valores. A empresa pertence ao doleito Álvaro Novis, contratado pela Odebrecht para realizar as entregas de dinheiro sujo a políticos. O material foi entregue à PF como parte do acordo de colaboração judicial celebrado pela empreiteira.

O inquérito que envolve Temer corre no Supremo Tribunal Federal. Apura a destinação de R$ 10 milhões do departamento de propinas da Odebrecht para caciques do MDB. Coisa alinhavada num jantar no Palácio do Jaburu, em 2014, quando Temer ainda era vice-presidente. Entre os presentes estava Marcelo Odebrecht. A PF sustenta que a parte do bolo que coube a Temer somou R$ 1,4 milhão.

Procurado, o Planalto informou que Temer não comentaria interpretações policiais que se baseiam apenas em “fantasias”. Nos áudios, porém, o operador do presidente fala de coisas reais. Acerta o recebimento de “encomenda”, eufemismo para a verba de má origem. Reclama do valor de uma das “atas”, outro apelido para propina. “Tem alguma previsão pra mais alguma coisa?”, indaga o coronel Lima numa das fitas. Leia abaixo as transcrições:

– Áudio Um: gravado em 19 de março de 2014, às 10h25. Ouvem-se na conversa as vozes de João Baptista Lima e Edimar Moreira Dantas, funcionário da Hoya Corretora de Valores. De acordo com a PF, o entregador combinava com o operador do presidente o horário da entrega:

Coronel João Baptista Lima – Alô?

Edimar – Seu João?

Coronel Lima – Ele mesmo.

Edimar – Meu pessoal tá ai … o senhor já tá no local da … aquela encomenda?

Coronel Lima – Não! Eu tô fora. Não… nós não falamos antes. Eu tô ai com uns compromissos agora. Eu só vou estar lá na minha base por volta das 14:30. Como é que o senhor vê ai? Dá pra passar às 14:30?

Edimar – Eu vou ver aqui e retorno. O senhor tá longe de lá, né?

Coronel Lima: – Estou longe. Eu tô aqui pro lado de Santo Amaro, viu? E … ai com um compromisso que eu não posso deixar de atender, viu? Então 14:30, 15 horas é que eu tô chegando lá na minha base.

Edimar – Então vou ver se consigo marcar para as 15 horas. Qualquer coisa…

Coronel Lima – O senhor faz o favor, me dá uma ligada, fá bom?

Edimar – Tá bom, tchau!

Coronel Lima – Obrigado!

– Áudio Dois: gravado em 19 de março de 2014, às 11h37. Nessa gravação, João Baptista Lima conversa com Márcio José Freira do Amaral, outro funcionário da Hoya:

(mais…)

IBOPE SP: Bolsonaro se mantém com o mesmo patamar de votos após ataque e Alckmin e Ciro e Amoêdo crescem fora da margem de erro

POR ESTADÃO CONTEÚDO

Ao menos em São Paulo, o ataque ao candidato Jair Bolsonaro (PSL) não o beneficiou eleitoralmente. Pesquisa Ibope/Estado/TV Globo realizada apenas com eleitores paulistas indica que o deputado e capitão da reserva tem 23% das intenções de voto nas eleições 2018, uma oscilação de apenas um ponto porcentual para cima desde o dia 20 de agosto, data da divulgação do levantamento anterior do Ibope.

Outros candidatos também tiveram oscilação positiva, dentro da margem de erro de três pontos porcentuais: Geraldo Alckmin (PSDB) foi de 15% a 18%, Ciro Gomes (PDT) de 8% a 11% e Fernando Haddad (PT) de 5% para 7%. Com isso, Alckmin reduziu sua distância em relação a Bolsonaro de sete para cinco pontos porcentuais. Com a margem de erro, os dois estão em situação de empate técnico  – embora seja muito maior a probabilidade de o candidato do PSL estar na frente.

A candidata da Rede, Marina Silva, andou na contramão dos adversários: sua taxa de intenção de votos entre os paulistas oscilou de 10% para 8%. Houve redução significativa na parcela disposta a votar nulo ou em branco, de 20% para 15%. A taxa de indecisos variou de 9% para 6%.

João Amoêdo (Novo) passou de 2% para 5%. Ele é seguido por Henrique Meirelles(MDB), que passou de 1% para 3%, Alvaro Dias (Podemos, 2%)Guilherme Boulos(PSOL, 1%), Cabo Daciolo (Patriota, 1%) e João Goulart Filho (PPL, 1%). Os demais candidatos não pontuaram na pesquisa.

Bolsonaro foi esfaqueado quando participava de um evento de rua na última quinta-feira, em Juiz de Fora (MG). Seus filhos e porta-vozes afirmaram que isso faria com que as chances de vitória aumentassem.

Gasolina e diesel já estão mais caros nos postos, diz ANP

Os aumentos dos preços da gasolina e do diesel nas refinarias chegaram às bombas na semana passada, segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis). Após um período de estabilidade, o preço médio da gasolina subiu 1,77% e o do diesel, 3,44%.

Os aumentos refletem o repasse da desvalorização cambial e de alta nas cotações internacionais dos combustíveis. Segundo a ANP, o litro da gasolina foi vendido na semana passada a R$ 4,525, em média no país. O litro do diesel custou R$ 3,489.

A gasolina vinha subindo nas refinarias desde o dia 18 de março até que, na quinta (6), a Petrobras anunciou a implantação de um mecanismo para evitar o repasse de volatilidades externas, como câmbio e desastres naturais, ao consumidor.

Desde quarta (5), o preço do produto em suas refinarias está estável em R$ 2,2069 por litro -valor que será cobrado também nesta terça (11). A estatal não respondeu, porém, se o mecanismo já foi posto em prática. Ele permite que a empresa segure os preços por até 15 dias.

No caso do diesel, a alta nas bombas reflete o repasse do reajuste anunciado pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis) no último dia 30, também sob pressão do câmbio e da elevação das cotações internacionais.

O preço diesel nas refinarias estava congelado desde o final de maio, quando o governo anunciou acordo para encerrar a greve dos caminhoneiros. No dia 31, teve reajuste médio de 13%, subindo de R$ 2,0316 para R$ 2,2964 por litro.

O acordo com os caminhoneiros prevê subsídio de até R$ 0,30 por litro, além de desconto de R$ 0,16 por litro nos impostos federais, com a promessa de que o preço cairia R$ 0,46 nas bombas.

Com a alta da semana passada, o preço médio do diesel nos postos é hoje R$ 0,106 menor do que o vigente na semana anterior à greve. Na comparação com a semana da greve, a queda é de R$ 0,299 por litro.

Folhapress

Fonte: Blog do BG

 

INTERNACIONAIS

Vostok 2018

Soldados do exército russo marcham ao longo Praça Vermelha durante um ensaio geral para o desfile militar do Dia da Vitória (Foto: Alexander Zemlianichenko / AP)

Soldados do exército russo marcham ao longo Praça Vermelha durante um ensaio geral para o desfile militar do Dia da Vitória (Foto: Alexander Zemlianichenko / AP)

Com a mobilização de cerca de 300 mil homens, a Rússia lança nesta terça-feira os maiores exercícios militares desde o fim da União Soviética, denunciados pela Otan como o ensaio para um “grande conflito”. Batizados de “Vostok-2018” (Leste-2018, em russo), eles serão realizados de 11 a 17 de setembro.

11 de Setembro

Torres Gêmeas em chamas após ataques em 11 de setembro (Foto: The New York Times)

Torres Gêmeas em chamas após ataques em 11 de setembro (Foto: The New York Times)

Os atentados de 11 de setembro deixaram 3 mil mortos, a maioria em Manhattan, e levaram a uma longa guerra no Iraque e no Afeganistão, que até hoje são afetados por conflitos violentos. Pentágono e Nova York fazem atos hoje pelos 17 anos dos ataques.

Futebol

Amistoso internacional

Tite faz seis mudanças para amistoso contra El Salvador

Tite faz seis mudanças para amistoso contra El Salvador

  • 21h30: Brasil x El Salvador

Fonte: G1

Deixe uma resposta

Fechar Menu