PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA FERIADO NACIONAL

NACIONAIS

Por G1 Vale do Paraíba e região

 


Principal missa deste 12 de outubro será celebrada às 9h no altar central — Foto: Thiago Leon/Santuário Nacional

Principal missa deste 12 de outubro será celebrada às 9h no altar central — Foto: Thiago Leon/Santuário Nacional

O Santuário Nacional de Aparecida, maior templo católico do país, abriu a programação do Dia da Padroeira com missa às 5h. Essa foi a primeira das cinco celebrações programadas para esta sexta-feira (12), que vai contar ainda com procisão e show com o cantor Daniel (veja programação abaixo). São esperados mais de 200 mil romeiros.

Os devotos começaram a chegar ainda nas primeiras horas da madrugada, a pé ou em romarias. A festa deste ano celebra os 40 anos do restauro da imagem de Nossa Senhora, alvo de um atento em 1978, que a quebrou em mais de 200 pedaços. Ela fica exposta em um nicho blindado no templo.

A missa principal, às 9h, será presidida por Dom Orlando Brandes, arcebispo de Aparecida e deve contar com a presença de políticos. O candidato a governador, Márcio França (PSB), confirmou presença.

A programação desta sexta tem ainda uma procissão às 15h30 e o Festival da Padroeira, conduzido pelo cantor Daniel a partir das 18h. As apresentações dele e de padres cantores, como Antônio Maria, vão homenagear a santa. Todas as atividades do dia no templo são gratuitas.

Tempo amanheceu nebuloso em Aparecida neste 12 de outubro — Foto: André Luís Rosa/TV Vanguarda

Tempo amanheceu nebuloso em Aparecida neste 12 de outubro — Foto: André Luís Rosa/TV Vanguarda

Os portões do Santuário Nacional vão permanecer abertos por 24h nesta sexta. O local tem vaga para 5 mil veículos, sendo 2 mil para ônibus e veículos de grande porte e 3 mil para automóveis e motos. A diária para motocicletas é de R$ 8; carros, ônibus e caminhões pagam R$ 18.

Além da basílica, outros pontos turísticos e de peregrinação também devem atrair os romeiros que vão à cidade, como o Morro do Cruzeiro, o Porto Itaguaçu e o bondinho da fé.

A rede hoteleira da cidade tem 41 mil leitos e, até o fim da tarde desta quinta-feira (11), 85% deles estavam reservados.

Veja a programação deste 12 de outubro no Santuário Nacional — Foto: Hellen Souza/Arte G1

Veja a programação deste 12 de outubro no Santuário Nacional — Foto: Hellen Souza/Arte G1

Fonte: CBN

Eleitores de Ciro migram para Haddad e os de Alckmin optam por Bolsonaro, diz Datafolha

 

Pesquisa Datafolha mostra que a maior fatia dos eleitores de Ciro Gomes (PDT) votará em Fernando Haddad (PT) no segundo turno, enquanto boa parte dos que votaram em Geraldo Alckmin (PSDB) migra para Jair Bolsonaro (PSL).

O levantamento foi feito nesta quarta-feira (10), com 3.235 entrevistas presenciais em 227 municípios. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

O recorte mostra que 58% dos eleitores de Ciro preferem Haddad no segundo turno, contra 19% que optam por Bolsonaro. Outros 15% declaram que votam branco ou nulo e 8% não sabem.

Comments

MPF denuncia ministro do TCU por tráfico de influência

Foto: José Cruz/Agência Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Aroldo Cedraz pela participação em um esquema de propina com o objetivo de beneficiar julgamentos. Segundo a denúncia, o ministro e seu filho, o advogado Tiago Cedraz, teriam praticado tráfico de influência ao receber dinheiro da empresa de engenharia UTC para beneficiar o grupo em processos relacionados à Usina Angra 3 em análise no Tribunal.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pede a condenação do ministro, de seu filho e de outras duas pessoas, todos envolvidos no esquema. Além da condenação, a PGR também requer a devolução de R$ 4,4 milhões referentes ao valor que teria sido negociado em propina, de R$ 2,2 milhões, mais R$ 2,2 milhões a título de danos morais.

A denúncia foi estruturada a partir da colaboração premiada do executivo Ricardo Pessoa, da UTC. Segundo o MPF, Pessoa e Tiago Cedraz teriam firmado um esquema em 2012, com pagamentos realizados de maneira parcelada até 2014. Registros de viagem e informações obtidas no escritório do advogado reforçaram a tese da procuradoria.

Conforme o MPF, Ricardo Pessoa comandava um grupo de empresas organizadas em consórcios diferentes atuando na licitação de Angra 3. O executivo teria contratado Tiago para, por meio do ministro Aroldo Cedraz, interferir em dois processos de relatoria de Raimundo Carneiro. A intenção era que o TCU não vetasse a contratação ou impusesse obrigações que onerassem as construtoras.

Aroldo Cedraz teria atuado, de acordo com o MPF, para atrasar o julgamento, com manobras como pedidos de vista. “Tal situação, somada aos fatos narrados pelos colaboradores acerca da atuação de Tiago Cedraz, revela que Aroldo Cedraz agiu para controlar a data do julgamento. Seu ato de ofício infringiu dever funcional, pois pediu vista de um processo para o qual estava previamente impedido”, diz trecho da denúncia.

Consultado pela Agência Brasil, o Tribunal de Contas da União, por meio de sua assessoria de imprensa, respondeu que “não há pronunciamento sobre o tema”. A Agência Brasil também entrou em contato com o escritório Cedraz Advogados, de Tiago Cedraz, e aguarda retorno.

Agência Brasil

Fonte: Blog do BG

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu