PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA SEGUNDA-FEIRA

Por G1

 

Bolsonaro presidente. Capitão do Exército, deputado por quase 30 anos, e agora 38º presidente do Brasil. Jair Messias Bolsonaro, do PSL, derrotou Fernando Haddad no 2º turno e interrompeu uma série de vitórias do PT, após uma campanha que superou a falta de alianças e mirou as redes sociais. No 1º discurso após a vitória nas urnas, o presidente eleito disse que fará um governo ‘defensor da Constituição, da democracia e da liberdade’ e que ‘vai quebrar paradigmas’. Veja no G1 a trajetória política e pessoal de Bolsonaro, a retrospectiva da corrida presidencial e os primeiros acenos do novo presidente no dia seguinte à vitória. E mais: os governadores eleitos, os mapas da apuração e a repercussão da eleição brasileira mundo afora:

NACIONAIS

Veja imagens de Bolsonaro comemorando o resultado das urnas

Veja imagens de Bolsonaro comemorando o resultado das urnas

38º presidente do Brasil

Jair Bolsonaro é eleito presidente da República — Foto: Reprodução / TV Globo

Jair Bolsonaro é eleito presidente da República — Foto: Reprodução / TV Globo

Jair Bolsonaro, do PSL, foi eleito ontem presidente com 57,8 milhões de votos. O capitão reformado do Exército derrotou o petista Fernando Haddad no 2° turno e vai governar o Brasil pelos próximos 4 anos. Ele afirmou, ao ler o discurso da vitória na porta da casa dele, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, que o novo governo será um “defensor da Constituição, da democracia e da liberdade”.

Bolsonaro e Haddad — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF/Estadão Conteúdo; Alice Vergueiro/Estadão Conteúdo

Bolsonaro e Haddad — Foto: Thiago Ribeiro/AGIF/Estadão Conteúdo; Alice Vergueiro/Estadão Conteúdo

Bolsonaro tomará posse como presidente da República em 1º de janeiro de 2019. De acordo com a apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), com 99,99% das urnas apuradas, ele havia recebido 57.797.456 milhões de votos (55,13%).

E mais:

Michelle Bolsonaro — Foto: Reprodução / G1

Michelle Bolsonaro — Foto: Reprodução / G1

Quem é Michelle Bolsonaro, a nova primeira-dama.

Fernando Haddad

Fernando Haddad, durante discurso em São Paulo, após ser derrotado por Jair Bolsonaro — Foto: Reprodução / TV Globo

Fernando Haddad, durante discurso em São Paulo, após ser derrotado por Jair Bolsonaro — Foto: Reprodução / TV Globo

A corrida presidencial

Jair Bolsonaro (PSL) em entrevista ao Jornal Nacional — Foto: João Cotta / Globo

Jair Bolsonaro (PSL) em entrevista ao Jornal Nacional — Foto: João Cotta / Globo

A campanha eleitoral de 2018 foi diferente de tudo que já vimos. Os candidatos foram à TV, ao rádio, às ruas e exploraram muito as redes sociais. Facada, mensagens falsas e briga em família: veja 10 fatos da eleição.

10 fatos que marcaram as eleições de 2018 — Foto: G1

10 fatos que marcaram as eleições de 2018 — Foto: G1

Eleições nos estados

João Doria beija a mulher Bia Doria durante coletiva — Foto: Reprodução / GloboNews

João Doria beija a mulher Bia Doria durante coletiva — Foto: Reprodução / GloboNews

O 2º turno concluiu as eleições em 13 estados e no Distrito federal. João Doria (PSDB) é o novo governador de São Paulo; Wilson Witzel (PSC) venceu no Rio de Janeiro; Romeu Zema (Novo) comandará Minas Gerais. Veja quem são os 27 governadores eleitos em 2018.

Wilson Wizel — Foto: Maíra Coelho/Agência O Dia/Estadão Conteúdo

Wilson Wizel — Foto: Maíra Coelho/Agência O Dia/Estadão Conteúdo

Fato ou Fake

 — Foto: (Foto: G1)

— Foto: (Foto: G1)

Com o fim das eleições 2018, o saldo é de quase mil checagens realizadas pela equipe do Fato ou Fake. São 959 verificações feitas ao longo da campanha. Ao todo, 200 boatos espalhados na internet e no celular foram desmentidos pela equipe nesta eleição – boa parte neste 2º turno.

Concursos

Pelo menos 183 concursos públicos estão com inscrições abertas no país hoje e reúnem 21.150 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 27.424,00 na Procuradoria Geral de Santa Catarina.

Futebol

  • 20 h: Ceará x Atlético-MG

Hoje é dia de…

  • Dia Nacional de Combate à Psoríase
  • Dia Nacional do Cerimonialista

 

INTERNACIONAIS

Acidente aéreo

Site de rastreamento de voos mostra trajetória do avião que perdeu contato após decolar do Aeroporto de Jacarta — Foto: Reprodução / Flightradar

Site de rastreamento de voos mostra trajetória do avião que perdeu contato após decolar do Aeroporto de Jacarta — Foto: Reprodução / Flightradar

Um avião da companhia aérea Lion Air com 189 a bordo caiu no mar de Java 13 minutos após decolar de Jacarta, na Indonésia. O G1acompanha.

Desligou no final de semana? Veja o que foi notícia:

Hamilton garante título da Fórmula 1 no GP do México

Hamilton garante título da Fórmula 1 no GP do México

Vítimas de ataque a sinagoga nos EUA são identificadas

Vítimas de ataque a sinagoga nos EUA são identificadas

Fonte: G1

Haddad tem aval de Lula para comandar oposição

Apesar de derrotado nas eleições presidenciais deste domingo (28), Fernando Haddad tem o aval do ex-presidente Lula para decidir que tarefa vai assumir à frente do PT durante o governo de Jair Bolsonaro (PSL).

Em conversas com aliados que o visitaram em Curitiba na semana passada, Lula recomendou que Haddad seja consultado sobre suas expectativas e como pretende desempenhar o papel de líder da oposição daqui para frente.

Embora a campanha petista tenha sido errática em diversos momentos e demorado para detectar e reagir à onda pró-Bolsonaro, a avaliação no partido é que Haddad foi alçado à condição de liderança nacional.

Isso porque, com um discurso que tentou extrapolar o PT e vencer o sentimento antipetista, o ex-prefeito de São Paulo carregou a militância e atores de fora do espectro do partido em torno de um discurso único, pela defesa da democracia

Comments

Doria fala em ‘meu PSDB’, diz que sigla mudará e prega aliança com Bolsonaro

Em seu primeiro discurso como governador eleito, na noite deste domingo (28), o ex-prefeito João Doria (PSDB) afirmou que sua eleição mudará a correlação de forças no PSDB e que São Paulo vai liderar o que vem sendo visto como refundação do partido.

“A partir de 1º de janeiro, no PSDB, no meu PSDB, […] acabou o muro. Não tem mais [em cima do] muro”, disse ele, aludindo à fama de que a sigla não se posiciona claramente, a apoiadores reunidos no Club Homs, na avenida Paulista.

Segundo o tucano, os prefeitos e outros integrantes da sigla “querem um partido com lado, com posição”. O “novo PSDB”, disse, será “um partido que tem lado, que está ao lado do Brasil, o Brasil de hoje e o de amanhã”.

O discurso foi salpicado de acenos e referências ao presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), a quem Doria se alinhou publicamente no segundo turno, com a pregação do voto “BolsoDoria” no estado.

Nos bastidores do PSDB, a ascensão do paulista é vista como o início de uma nova fase da legenda, hoje presidida pelo padrinho político dele, Geraldo Alckmin —ex-governador derrotado no primeiro turno da eleição presidencial.

Comments

Bolsonaro recebeu ligação de Trump

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) recebeu ligação do presidente dos EUA, Donald Trump, após a vitória.

“Acabou de nos ligar e nos desejou boa sorte e, obviamente, foi um contato bastante amigável”, disse Bolsonaro.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Sanders, também confirmou a ligação do mandatário americano para parabenizá-lo pela eleição.

Comments

Plano de Bolsonaro para segurança ainda é incógnita

Um dos principais temas usados pela campanha de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência, a segurança pública permanece um ponto de interrogação entre os órgãos da União que atuam no setor.

Bolsonaro e seu núcleo de campanha não explicaram o que pretendem fazer nem quem seriam os prováveis candidatos a dirigir a Polícia Federal e o Ministério da Segurança Pública. O mesmo vale para a Polícia Rodoviária Federal e o Depen (Departamento Penitenciário Nacional).

“Aguardamos a abertura de um diálogo logo após a eleição. Não sabemos ainda quais são os planos para a Polícia Federal. Esse silêncio deixa a classe dos delegados um pouco nervosa. Todo mundo quer saber o que Bolsonaro pretende fazer na PF”, disse na sexta-feira (28) Edvandir Paiva, presidente da ADPF (Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal).

Comments

Uso de Forças Armadas contra o crime preocupa militares

O presidente eleito neste domingo (28), Jair Bolsonaro (PSL), enfrentará pelo menos cinco nós na relação com as Forças Armadas.

No Planalto, o capitão reformado muda de figura para os militares, deixando de ser o candidato preferido do meio para se tornar o comandante supremo das Forças Armadas, o que implica ouvir e negociar os temas de interesse da corporação.
O presidente eleito neste domingo (28), Jair Bolsonaro (PSL), enfrentará pelo menos cinco nós na

Um dos principais pontos de interrogação é se vai aumentar o número das chamadas operações de GLO (Garantia da Lei e da Ordem), que, na teoria, só podem ocorrer quando houver o esgotamento da capacidade das polícias estaduais. A determinação cabe ao presidente da República.

Comments

Reestruturação de ministérios será prioridade para Bolsonaro

A reestruturação de ministérios será a primeira medida a ser anunciada pelo presidente eleito JairBolsonaro (PSL).

Depois de conversas informais com integrantes da equipe de Michel Temer (MDB), e de pressão de setores do agronegócio e da indústria, a realidade fez Bolsonaro voltar atrás na extinção de pelo menos quatro ministérios.

Minas e Energia, Transporte, Meio Ambiente e Indústria e Comércio podem ser mantidos como pastas independentes. Bolsonaro deverá começar seu governo descumprindo a promessa de cortar os ministérios de 29 para 15. Serão ao menos 19.

Comments

Moro saúda Bolsonaro e sugere reformas para ‘recuperar a integridade da administração pública’

O juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, que colocou o ex-presidente Lula na cadeia, desejou ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) ‘que faça um bom governo’.

Moro declarou neste domingo, 28, após apuração de 98,89% dos votos, assegurando vitória de Bolsonaro, que ‘encerradas as eleições, cabe congratular o presidente eleito’.

Ele recomenda reformas ‘com diálogo e tolerância’.

“São importantes, com diálogo e tolerância, reformas para recuperar a economia e a integridade da Administração Pública”, sugere o magistrado.

Para Moro este é o caminho para ‘resgatar a confiança da população na classe política’.

“Encerradas as eleições, cabe congratular o Presidente eleito e desejar que faça um bom Governo. São importantes, com diálogo e tolerância, reformas para recuperar a economia e a integridade da Administracao Publica, assim resgatando a confianca da populacao na classe politica.”

Estadão Conteúdo

Fonte: Blog do BG

LOCAIS

‘Teremos um governo de diálogo’, diz Fátima Bezerra (PT) após ser eleita governadora do RN

Foto: Felipe Azevedo/Estadão Conteúdo

Governadora eleita no Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT) agradeceu aos votos dos potiguares e afirmou que vai administrar o estado com diálogo, em entrevista na noite deste domingo (28), após a confirmação da vitória. “O RN pode ter a certeza de que serei a governadora de todos e todas, dos que votaram em mim, e dos que não votaram também. Teremos um governo de diálogo, um governo de união, para construir um RN que tenha paz, segurança, dignidade e empregos para o nosso povo”, declarou.

Fátima Bezerra (PT) foi eleita governadora do Rio Grande do Norte em segundo turno, neste domingo (28). Ela recebeu 1.013.092 votos, ou 57,58% dos válidos e Carlos Eduardo (PDT), 746.432 votos (42,42%). Veja a apuração completa aqui.

Ela foi considerada eleita matematicamente às 18h34, quando as urnas estavam com 90,77% apuradas. Fátima é a única mulher eleita governadora no país em 2018 e a terceira a ser escolhida para o cargo no estado. Mesmo antes do fim da totalização de votos, ela também já foi considerada a governadora eleita com o maior número de votos na história do estado.

A futura governadora do RN comentou o fato de ser a única mulher eleita para liderar um estado, no país. “Eu tenho muita consciência desse momento político que o RN vive. Tem outro aspecto que me emociona muito. O fato de eu ser a única mulher que vai compor o colegiado de 27 governadores no nosso país. E justamente na terra de Nísia Floresta e do primeiro voto feminino do Brasil”, destacou.

“A maioria do povo do RN resolveu fazer uma mudança, no sentido de eleger uma professora de origem humilde que tem mais de trinta anos de vida pública pautada por honestidade, espírito público e seriedade. E isso não vai mudar neste momento político que estamos vivendo”, declarou em entrevista coletiva, após a vitória.

Fátima Bezerra tem 63 anos. É professora, pedagoga e atualmente ocupa o cargo de senadora da república pelo Rio Grande do Norte. Ela nasceu em 19 de maio de 1955 em Nova Palmeira, na Paraíba, mas mora no Rio Grande do Norte desde a adolescência. Se filiou ao PT em 1981 e entrou na carreira política-eleitoral após atuação no sindicato dos professores do estado.

Antes do Senado, Fátima foi eleita deputada estadual duas vezes consecutivas, nas eleições de 1994 e 1998. Em 2002, disputou pela primeira vez um cargo na Câmara Federal. Ganhou e foi eleita outras duas vezes, em 2006 e 2010, sempre pelo Rio Grande do Norte. Entre as candidaturas vitoriosas no Legislativo, disputou a Prefeitura de Natal nos anos de 1996, 2000, 2004 e 2008, mas perdeu nas quatro ocasiões.

Em 2014, com 808.055 votos potiguares (54,84% dos válidos), Fátima foi eleita senadora. Ela poderia permanecer no cargo até 2022, mas decidiu se candidatar ao governo do estado. Eleita, a professora assumirá pela primeira vez um cargo do Poder Executivo – a única governadora eleita no país em 2018.

“Quero agradecer ao povo do Rio Grande do Norte que foi o grande protagonista dessa vitória tão expressiva que a gente acaba de ter. Ao povo do Rio Grande do Norte, o meu mais profundo agradecimento. Nossa candidatura nasceu do sentimento popular. Nossa candidatura expressava isso: esperança por mudança. E o povo do Rio Grande do Norte confirmou isso hoje nas urnas”, disse.

Fonte: Blog do BG

Deixe uma resposta

Fechar Menu