PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

6 de setembro, quinta-feira

Bom dia! Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado.


Por G1

 

Eleições 2018: G1 e CBN continuam a série de entrevistas com os candidatos à Presidência da República. Hoje, a partir das 8h, o convidado é José Maria Eymael, da Democracia Cristã, que responderá também a perguntas enviadas pelos internautas e ouvintes. O G1 acompanha também repercussão dos novos números do Ibope com a intenção de voto para presidente, e a reação do mercado financeiro. O que prevê o Orçamento de 2019? Recursos para agricultura familiar e igualdade racial serão menores; o Bolsa Família terá R$ 3,5 bi a mais. Brasileiros endividados: levantamento mostra que a renda de 35% dos brasileiros é insuficiente para pagar as contas em dia. As despedidas a Beatriz Segall. E o novo disco de Paul McCartney. O que é notícia nesta véspera de feriado:

NACIONAIS

Eleições 2018

 (Foto: Arte G1) (Foto: Arte G1)

(Foto: Arte G1)

G1 e a CBN seguem com a série de entrevistas com os candidatos à Presidência da República. Hoje, o convidado é José Maria Eymael, da Democracia Cristã. A entrevista começa às 8h e terá uma hora de duração. Ele responderá a perguntas enviadas por internautas e ouvintes e também a perguntas elaboradas por jornalistas. No final, passará por um “pinga-fogo”, em que será sabatinado e poderá responder apenas com “sim” ou “não”. Os interessados em fazer perguntas podem usar a hashtag #cbng1 nas redes sociais. Perguntas que ofendam a honra e a moral dos candidatos serão desconsideradas. Todos os candidatos foram convidados. O representante do PT, Luiz Inácio Lula da Silva, não poderá participar, pois está preso e há decisões judiciais a respeito. Na segunda (3), Cabo Daciolo, do Patriota, não compareceu. Na terça (4), participou Geraldo Alckmin, do PSDB. Ontem, foi a vez de João Amoêdo, do partido Novo.

Ibope

O Ibope divulgou ontem à noite a mais nova pesquisa de intenção de votos na eleição presidencial. Veja os números:

  • Jair Bolsonaro (PSL): 22%
  • Marina Silva (Rede): 12%
  • Ciro Gomes (PDT): 12%
  • Geraldo Alckmin (PSDB): 9%
  • Fernando Haddad (PT): 6%
  • Alvaro Dias (Podemos): 3%
  • João Amoêdo (Novo): 3%
  • Henrique Meirelles (MDB): 2%
  • Guilherme Boulos (PSOL): 1%
  • Vera (PSTU): 1%
  • João Goulart Filho (PPL): 1%
  • Cabo Daciolo (Patriota): 0%
  • Eymael (DC): 0%
  • Branco/nulos: 21%
  • Não sabe/não respondeu: 7%

Orçamento 2019

O governo enviou na semana passada ao Congresso Nacional a proposta orçamentária de 2019. No documento, indicou os valores que disponibilizará para os programas e políticas públicas no próximo ano. O G1 comparou orçamentos de 2017, 2018 e 2019. Mesmo com limite imposto pelo teto de gastos, maior parte das políticas públicas receberá mais recursos no ano que vem. Mas e os programas sociais. Leia hoje no G1.

Seu bolso

 (Foto: Marcos Santos / USP Imagens)

(Foto: Marcos Santos / USP Imagens)

A renda de 35% dos brasileiros é insuficiente para pagar as contas em dia, mostra um levantamento feito pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Dois em cada 10 consumidores tiveram acesso ao crédito negado nas compras a prazo em julho, segundo pesquisa.

Beatriz Segall

O corpo de Beatriz Segall começou a ser velado na noite de ontem em São Paulo, em uma cerimônia reservada à família e aos amigos. A atriz morreu no início da tarde de quarta-feira, aos 92 anos no Albert Einstein, onde ela estava internada. O corpo será cremado hoje, no Cemitério e Crematório Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo.

Monitor da violência

 (Foto: Editoria de Arte / G1 )

(Foto: Editoria de Arte / G1 )

Após um ano, 10% das investigações de mortes violentas vão para a Justiça no RJ. O G1 buscou o desenvolvimento de 84 casos de mortes violentas ocorridos entre 21 e 27 de agosto de 2017. Polícia Civil concluiu 10 inquéritos, e 12 suspeitos estão na cadeia.

Nem da Rocinha

 O traficante Nem da Rocinha está preso em Rondônia (Foto: Reprodução/ TV Globo)

O traficante Nem da Rocinha está preso em Rondônia (Foto: Reprodução/ TV Globo)

O traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o “Nem da Rocinha” foi condenado a 66 anos de prisão por duplo homicídio. Ele foi responsabilizado pelas mortes da modelo Luana Rodrigues de Sousa e a amiga Andressa de Oliveira, em maio de 2011.

Produção

A Anfavea divulga hoje balanço de agosto da produção de veículos, enquanto saem nesta quinta os dados do mercado de máquinas agrícolas em 2018.

Economia

 (Foto: Marcos Santos / USP Imagens)

(Foto: Marcos Santos / USP Imagens)

Sai hoje a inflação oficial de agosto pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Em julho, ficou em 0,33%, quase 1 ponto percentual abaixo do registrado no mês anterior, quando a taxa disparou 1,26% em meio à alta de preços provocada pela greve dos caminhoneiros.

  • Saem hoje dados sobre a inflação da baixa renda
  • BC divulga o desempenho das cadernetas de poupança no mês de agosto
  • Blog do Samy Dana: Poupança ou Tesouro Direto: qual a melhor opção para começar a aplicar desde jovem?

  • Vídeos: Adriana Calcanhotto, Thaeme & Thiago e Encontro do Samba estão na programação de shows em SP

Jogos eletrônicos

Telão e o palco de disputas no Game XP (Foto: Matheus Rodrigues / G1)

Telão e o palco de disputas no Game XP (Foto: Matheus Rodrigues / G1)

A Game XP começa hoje no Parque Olímpico, no Rio de janeiro, com palestra de Ronaldinho Gaúcho e torneios de ‘CS: GO’ e ‘Overwatch’. Evento de jogos eletrônicos que teve origem no Rock in Rio vai até domingo.

Feriadão

Fonte: G1

Antipetismo é a maior chance de Bolsonaro; e vice-versa

O melhor dos mundos para os extremos é se enfrentar no 2.º turno da eleição presidencial. Tanto Jair Bolsonaro (PSL) quanto Fernando Haddad (PT) têm na disputa mano a mano a melhor chance de se eleger presidente. O candidato do PSL segue liderando a disputa para chegar à 2.ª fase. O do PT patina, num sinal de que talvez o partido tenha levado longe demais a estratégia de esticar a corda da candidatura inviável de Lula.

É verdade que Bolsonaro oscilou positivamente, na margem de erro. Mas a maior movimentação foi no miolo, num sinal de que o deputado é resiliente, tem um voto consolidado, mas encontra dificuldade de expandir esse eleitorado. Comprovações disso são a rejeição recorde entre todos os postulantes e o fato de perder com relativa margem para quase todos os oponentes testados no 2.º turno – exceção feita justamente a Haddad.

Dos dez pontos porcentuais que migram do bloco de brancos, nulos e indecisos e dois que saíram dos nanicos, grosso modo é possível dizer que Bolsonaro abocanhou dois pontos, enquanto candidatos do pelotão intermediário cresceram dez, numa demonstração de que há espaço para um voto moderado. A se manter esse movimento, são praticamente nulas as chances de vitória no 1.º turno, mas também vai ficando difícil para os adversários tirá-lo da final, como imaginavam que seria fácil.

Aliás, a campanha na TV não causou nenhum arranhão no casco do PSL nos primeiros dias – tucanos e petistas, os mais interessados nos milagres que a propaganda pode operar, dirão que ainda é cedo para isso.

Geraldo Alckmin oscilou para cima, mas o ritmo ainda é insuficiente para atestar se, a despeito da vantagem estrutural que tem com a enorme aliança que construiu, conseguirá ir ao 2.º turno – se for, se torna bastante competitivo, como mostra a pesquisa.

A outra pergunta de US$ 1 milhão de 2018 – se Lula será capaz de, mesmo preso, transferir seu espólio a Haddad – também tem como resposta do primeiro Ibope após o TSE indeferir a candidatura do ex-presidente um “ainda não”. Por ora são Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede) os maiores usufrutuários destes votos, ainda que não sejam herdeiros legítimos.

VERA MAGALHÃES / ESTADÃO CONTEÚDO

Comments

Posto de anti-Bolsonaro é disputado por quatro

 

A primeira pesquisa feita pelo Ibope depois que o TSE retirou Lula do baralho sucessório indica que 22% dos eleitores manifestam a intenção de impor a presença de Jair Bolsonaro no segundo turno. Mantendo-se essa tendência, a campanha será marcada nas próximas semanas por uma disputa pela única vaga à disposição no momento —a vaga de anti-Bolsonaro. Os dados revelam também que quatro candidatos guerreiam por esse posto: Marina Silva (12%), Ciro Gomes (12%) Geraldo Alckmin (9%) e Fernando Haddad (6%).

No grupo dos presidenciáveis ditos competitivos, todos oscilaram para cima, exceto Marina, que manteve o mesmo percentual que ostentava na pesquisa divulgada em 20 de agosto. Entre os que cresceram, todos escalaram dois pontos percentuais, à exceção de Ciro, que subiu três. Assim, o candidato que promete tirar 63 milhões de eleitores do SPC foi o único a ultrapassar os limites da margem de erro da pesquisa, que é de dois pontos. Um indicativo de que, em tempos de crise, uma mensagem capaz de se comunicar com o bolso pode render dividendos.

O vínculo com Lula, outra fonte de votos na disputa de 2018, ainda não impulsionou o desempenho de Haddad. Ele continua frequentando o noticiário e o horário político no rádio e na TV como estepe do líder preso. O PT planeja formalizar a troca de Lula por Haddad apenas na próxima terça-feira (11). Com isso, o novo poste terá escassos 26 dias para reivindicar os votos do padrinho, hoje dispersos. O egoísmo deixa Lula em posição confortável. Se Haddad chegar ao segundo turno, deverá o feito à divindade presidiária. Eventual infortúnio será debitado à falta de carisma do candidato-laranja.

JOSIAS DE SOUZA

LOCAIS

Estudantes de Fisioterapia da UnP fazem ato contra própria instituição de ensino

Estudantes do curso de Fisioterapia da Universidade Potiguar (UnP) estão organizando um manifestação nesta quinta-feira (6), às 10h, na unidade Salgado Filho, contra a instituição privada de ensino reivindicando melhorias previstas em uma extensa pauta para combater o que eles classificaram como “alguns absurdos”.

Confira a pauta na íntegra

 

INTERNACIONAIS

Diálogo

Kim Jong-un convidou Moon Jae-in a cruzar a fronteira para a Coreia do Norte com ele (Foto: Korea Summit Press / Pool / AFP)

Kim Jong-un convidou Moon Jae-in a cruzar a fronteira para a Coreia do Norte com ele (Foto: Korea Summit Press / Pool / AFP)

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, realizarão sua terceira cúpula do dia 18 a 20 deste mês, em Pyongyang, anunciou porta-voz da Coreia do Sul.

Novo disco de Paul McCartney

Paul McCartney no estúdio de gravação durante sessão do álbum 'Egypt Station' (Foto: Divulgação)

Paul McCartney no estúdio de gravação durante sessão do álbum ‘Egypt Station’ (Foto: Divulgação)

“Egypt station” começa com um som de multidão, como de pessoas andando em uma estação de trem qualquer. Aos poucos vai subindo um vocal meio religioso, como se no meio daquela cena banal alguém tivesse se iluminado. É a vinheta “Opening station”. Não é difícil entender a ideia que guia o 17º álbum solo de Paul McCartney. Até porque o músico de 76 anos sempre procurou este existencialismo pop – interpretar nossa vida comum e achar nela algo excepcional. O G1 ouviu.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

Fechar Menu