PRIMEIRAS NOTÍCIAS DESTA QUINTA-FEIRA

14 de junho, quinta-feira

Bom dia! Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado.

Por G1

 

Chegou o dia! Começa hoje a Copa do Mundo da Rússia. São 736 jogadores de 32 seleções e 64 jogos até a grande final. Os anfitriões entram em campo ao meio-dia para enfrentar a Arábia Saudita na partida de estreia. O palco é o histórico Estádio Olímpico Lujniki, em Moscou. Momentos antes de a bola rolar, a cerimônia de abertura contará com show do cantor britânico Robbie Williams e a presença de Ronaldo Fenômeno. Com o apito inicial, começa a valer também a brincadeira mais popular dos mundiais: o “bolão”. A convite do G1, 26 famosos “chutaram” os placares dos jogos. Alok, Safadão, Fafá de Belém, Gustavo Borges e muitos outros toparam o desafio e deram seus palpites. Um ranking reúne os pontos de todos os participantes.

É hoje! ⚽ 🎤

Rússia e Arábia Saudita dão nesta quinta o pontapé inicial da Copa do Mundo. Antes das seleções entrarem em campo, o espetáculo fica por conta do cantor britânico Robbie Williams e da soprano russa Aida Garifullina. Mas quem é ela? O G1 relata a trajetória da cantora lírica, que já fez parceria com Plácido Domingo e Andrea Bocelli.

O maestro russo Valery Gergiev e a soprano russa Aida Garifullina em apresentação nesta quarta-feira (13) dedicado à Copa do Mundo (Foto: Sergei Chirikov / Reuters)

O maestro russo Valery Gergiev e a soprano russa Aida Garifullina em apresentação nesta quarta-feira (13) dedicado à Copa do Mundo

(Foto: Sergei Chirikov / Reuters)

Palpites do G1

G1 convocou uma seleção de personalidades para “chutar” os placares dos jogos do Mundial da Rússia. Vence a disputa quem tiver mais pontos. Leitores também poderão palpitar e compartilhar os resultados. Participe e boa-sorte! 🍀🤞

Bola Telstar, feita para a Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia. (Foto: Divulgação / Adidas)

Bola Telstar, feita para a Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia. (Foto: Divulgação / Adidas)

Vai, Brasil! 💚💛

A Seleção entra em campo no próximo domingo (17) para enfrentar a Suíça, pela abertura do Grupo E. Até lá, os comandados de Tite completarão 24 dias de preparação. Na 1ª partida, eles terão pela frente um adversário que sofre poucos gols. Depois dos suíços, o Brasil pega a Costa Rica e a Sérvia. Acompanhe o noticiário aqui.

Paulinho e Neymar no treino da Seleção (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Paulinho e Neymar no treino da Seleção (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Brasileiros na Rússia

Não vai faltar apoio para o Brasil na Rússia. A viagem de mais de dez mil quilômetros para um país com uma fama não muito amistosa e com língua desafiante não intimidou os brasileiros. Somos a 3ª nação que mais comprou ingressos para o torneio. O G1 relata histórias de torcedores que vão à Copa.

Bianca Geocze usou as redes sociais e grupos de WhatsApp para conhecer outras mulheres que vão para a Rússia. (Foto: Arquivo Pessoal / Bianca Geocze)

Bianca Geocze usou as redes sociais e grupos de WhatsApp para conhecer outras mulheres que vão para a Rússia.

(Foto: Arquivo Pessoal / Bianca Geocze)

Condução coercitiva

STF adiou para hoje a decisão sobre a condução coercitiva. Quatro ministros votaram a favor e dois contra. Instrumento foi usado para colher depoimento do ex-presidente Lula em 2016. Para a decisão final, são necessários os votos de 6 dos 11 ministros do STF.

Liberação do aborto

Câmara de Deputados da Argentina segue sessão histórica com o debate em torno da legalização do aborto. Os parlamentares estão divididos e a votação será decidida pelos indecisos. O projeto declara legal e gratuito o aborto até a 14ª semana de gravidez. Acima desse limite, só se houver risco de vida para a mulher, má formação do feto incompatível com a vida ou em caso de estupro. São necessários 128 votos para aprovar ou vetar o projeto.

Fonte: G1

Bancos terão horário de atendimento reduzido nos jogos do Brasil

Em função dos dias que o Brasil vai jogar na Copa do Mundo da Rússia, as agências bancárias terão horários de atendimento reduzido.

Seguindo a orientação da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), as instituições bancárias deverão cumprir os seguintes horários de funcionamento:

Em dias de jogos às 9h, o atendimento será das 13h às 17h;

Em dias de jogos às 11h, o atendimento será das 8h30 às 10h30 e das 14h00 às 16h00;

Em dias de jogos às 15h, o atendimento será das 9h00 às 13h00

A estreia do Brasil será contra Suíça e está marcada para 17 de junho (domingo) às 15h. A equipe brasileira está no grupo E com Costa Rica, Sérvia e Suíça.

O segundo jogo será no dia 22 (sexta-feira) contra a Sérvia, às 9h. E a terceira partida contra a Costa Rica será realizada no dia 27 (quarta-feira) às 15h.

Se o correntista necessitar, a Febraban lembra que é possível utilizar caixas eletrônicos, internet banking, aplicativo do banco no celular (mobile banking) e fazer operações por telefone.

 

PF afirma que Temer avalizou compra de silêncio de Cunha

No relatório final da Operação Cui Bono, que investiga irregularidadesna Caixa Econômica Federal, a Polícia Federal (PF) ressaltou o envolvimento do presidente Michel Temer na tentativa de compra de silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha e do operador Lúcio Funaro.

A acusação é baseada na delação premiada do empresário Joesley Batista, da J&F, revelada com exclusividade pelo colunista Lauro Jardim, do GLOBO, em maio de 2017. Joesley gravou uma conversa com Temer no Palácio do Jaburu, em que o presidente, ao ouvir que o empresário estava “de bem” com Cunha, responde: “Tem que manter isso aí, viu?”

De acordo com a PF, foram encontrados “indícios suficientes de materialidade e autoria” atribuíveis a Temer. A PF diz que o presidente incentivou Joesley Batista a manter pagamentos a Cunha e Funaro, que estavam presos, para que os dois não fizessem acordos de delação premiada.

Em depoimento, Joesley afirmou que havia repassado R$ 5 milhões para Cunha, depois que ele foi preso, em outubro de 2016, como “saldo de propina”. Já Funaro teria recebido pagamentos menais de R$ 400 mil.

O empresário “asseverou que deu ciência a Michel Temer” sobre os pagamentos, deixando claro que “se destinavam a garantir o silêncio” dos dois, “ao que sua Excelência (Temer) teria recomendado a manutenção de tais repasses”, afirma o relatório.

Após a delação da JBS, Funaro fez um acordo e admitiu que tinha recebido dinheiro para ficar em silêncio.

O caso motivou uma denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra Temer, barrada pela Câmara dos Deputados. O processo voltará a tramitar quando terminar o mandato do presidente.

Temer sempre negou as acusações. Um dos advogados do presidente, Eduardo Carnelós, chegou a dizer que ele foi vítima de uma “tentativa de golpe”.

Além da compra de silêncio de Cunha, o relatório também destaca que Temer deixou de comunicar às autoridades competentes a suposta corrupção de juízes e membros do Ministério Público, que foi narrada por Joesley no Jaburu.

O empresário disse que estava “dando uma segurada” em um juiz. Também afirmou que um procurador estava “dando informação” para ele, e que estava tentando substituir outro procurador. Temer não condenou os relatos de crimes e, depois, não mandou investigá-los.

 

Moro nega desbloqueio de 50% dos bens de Lula

 

Fonte: BLOG DO BG

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×

Carrinho