PONTO DE VISTA: CHEGA A SER UM GRANDE INSULTO PARA O BRASILEIRO ESSE MELIANTE SE IMAGINAR MERECEDOR DE UM PRÊMIO NOBEL DA PAZ

PONTO DE VISTA

Caro(a) leitor(a),

Adoro quando pego uma manchete a que vem a seguir!

É como se diz: “É sopa no mel”, “É como tirar pirulito da boca de uma criança”!

Criticar o meliante Lula já é um prazer e fica tudo mais fácil e melhor quando é sobre uma insanidade dele e do PT. 

Só na cabeça dessa gente alienada e subvertida imaginar ser possível que o meliante concorra a um prêmio Nobel da Paz. É delírio puro. Só não é mais hilário porque essa como muitas outras irresponsabilidades dessa gang atrapalham e trás prejuízos à nação. Porque, apesar de toda a imensa derrota que o PT  e o meliante Lula já se submeteram eles ainda conseguem fazer barulho e a primeira instituição a se importunada é o STF, que parece ser um puxadinho da casa de Lula.

Como é que alguém que disseminou no país a divisão da população com a ideologia do “nós contra eles”,  que acrescentou a corrupção sistêmica o rótulo de “endêmica” também, através do aparelhamento de todos os órgãos públicos em todas as esferas (Federal, Estadual e Municipal), que Doou o nosso dinheiro para seus parceiros comunistas em bilhões de reais em detrimento de hospitais paralisados por falta de medicamentos, macas, equipamentos e salários dos médicos, que construiu estradas sem acostamentos provocando muitos acidentes com mortes e um monte de necessidades básicas como a infra-estrutura para exportação dos nossos produtos, pode falar em paz? Pode querer ser homenageado com um prêmio desse? 

Por isso se faz necessário urgentemente Transferir esse bandido para um presídio de segurança máxima e deixar ele mofar lá até o fim dos seus dias.

Candidatura de Lula na ONU é mais uma farsa que será defenestrada

O perverso PT presentemente se debruça na cantilena de que o condenado Luiz Inácio Lula da Silva será candidato ao Prêmio Nobel da Paz em 2019.

Em seu site, o partido diz o seguinte: “o movimento internacional pela candidatura de Lula, liderada pelo Nobel da Paz de 1980 Adolfo Pérez Esquivel, é avalizada por personalidades exponenciais da contemporaneidade (…)”.

Pura e enfadonha mentira. Não existe qualquer movimento internacional nesse sentido e tampouco uma suposta candidatura de Lula será aceita pela ONU.

Lula é condenado pela prática de corrupção e lavagem de dinheiro, num processo legal, onde teve todas as oportunidades para se defender. Além disso, responde a inúmeros outros processos pela mesma prática delitiva.

Logo, com essas credenciais, jamais conseguirá sequer formalizar a sua candidatura.

Entretanto, o PT sempre irá precisar de uma ‘bandeira’ para carregar. Essa é a da vez.

Por isso que, para fulminar por completo tais aleivosias, é que, a partir de 2019, Lula precisa definitivamente deixar de gozar de absurdos privilégios, que só servem para alimentar esse tipo de insanidade.

Para tanto é que se impõe a necessidade imperiosa de que o meliante petista seja encaminhado para um presidio comum e, doravante, passe a receber o mesmo tratamento de todos os demais condenados nas mesmas condições.

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Fonte: Jornal de Natal On Line

Este post tem um comentário

  1. A campanha internacional para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seja contemplado com o Prêmio Nobel da Paz em 2019 está em etapa de formalização. Desde a última semana, o ativista argentino Adolfo Pérez Esquivel, que recebeu o prêmio em 1980, tem trabalhado para reunir assinaturas de indivíduos que se encaixam nos critérios estipulados pela organização a fim de oficializar a candidatura. A ideia é que eles assinem um formulário, na página do Comitê Norueguês do Nobel, até 31 de janeiro do ano que vem. Ao todo, 400 mil pessoas aderiram à campanha desde o ano passado. Esquivel e os demais apoiadores consideram que Lula foi um lutador incansável contra a fome e a pobreza, e que sua trajetória o transformou em um líder mundial pela paz e pela dignidade humana. Esquivel divulgou a campanha na plataforma Change.org e nas redes sociais, deixando um recado aos apoiadores da candidatura: “Faça a indicação, eu já fiz a minha, não há tempo a perder na luta contra a fome. Devemos proteger os mais vulneráveis ​​e reconhecer aqueles que dão tudo, inclusive sua liberdade, para construir a Paz. De acordo com o estatuto da Fundação Nobel, uma candidatura válida para o Prêmio Nobel da Paz requer assinatura de membros de assembleias nacionais e governos nacionais (membros do gabinete ou ministros) de estados soberanos, bem como atuais chefes de Estado; membros do Tribunal Internacional de Justiça em Haia e do Tribunal Permanente de Arbitragem em Haia; membros do Institut de Droit International; professores universitários, professores eméritos e professores associados de história, ciências sociais, direito, filosofia, teologia e religião; reitores universitários e diretores de universidades; diretores de institutos de pesquisa da paz e institutos de política externa; pessoas que receberam o Prêmio Nobel da Paz; membros da diretoria principal de organizações que receberam o Prêmio Nobel da Paz; membros, ex-membros e ex-assessores do Comitê Norueguês do Nobel. No Brasil, a candidatura tem o respaldo de milhares de pessoas, incluindo personagens da vida política brasileira que não fizeram parte dos governos petistas ou que não estiveram ao lado de Lula durante toda sua trajetória. É o caso, por exemplo, do economista Luiz Carlos Bresser-Pereira, ex-ministro de José Sarney e Fernando Henrique Cardoso (1995-1998; 1999), que assinou o formulário do Comitê Norueguês e enfatizando a política de relações exteriores do governo Lula – especialmente a intermediação feita pelo Brasil no conflito Estados Unidos e Irã.

Deixe uma resposta

Fechar Menu