PONTO DE VISTA: A GRANDE MÍDIA E O STF QUE NÃO RECLAMEM QUANDO BOLSONARO ASSUMIR VOCÊS PAVIMENTARAM ESSE CAMINHO

PONTO DE VISTA

Caro leitor(a),

Desde domingo que o assunto em todas as mídias televisivas e de rádio é sobre a fala do deputado Eduardo Bolsonaro acerca  do STF. Ligo a tv e o assunto é esse, ligo o rádio a mesma coisa. O candidato Jairo Bolsonaro já veio a público lamentar, pedir desculpas e repudiar a atitude do seu filho. Já enviou carta com pedido de desculpas oficial para os ministros do TSE. O próprio Eduardo Bolsonaro tweetou com pedido de desculpas à toda a sociedade brasileira, mas a mídia não perdoa. Ontem ouvi comentário do jornalista Kennedy Alencar da CBN, notoriamente esquerdista, onde, ao ser lembrado pela colega de programa que o Deputado Wadih Damous do PT também havia dito que o STF tinha que ser fechado, minimizou justificando que o caso de Eduardo Bolsonaro foi mais grave pelo fato dele ser filho do virtual presidente da república. Ora isso não é desculpa. O que os dois fizeram foi um desrespeito a uma instituição que simboliza a estabilidade da democracia em um país. Portanto merecem o mesmo tratamento por parte da mídia e das instituições que sustentam a democracia. O jornalista simplesmente escancarou o seu viés ideológico com o inadequado e infeliz comentário. Numa entrevista cedida pelo criminoso e condenado José Dirceu ele simplesmente acusa o ministro Luiz Fux do STF de assédio e de charlatanismo em alto e bom som. O que foi que deu pra ele? O homem já é condenado em 2ª instância. Ganha a liberdade graças a boa vontade do STF e ainda se atreve a chamar um Ministro de charlatão e fica por isso mesmo? Ninguém falou nada. Ninguém condenou a sua fala. O que isso significa? Assitam o vídeo e tirem suas conclusões porque a minha eu já tirei!

Dirceu, o criminoso, chama ministro do STF de charlatão e ninguém diz nada (Veja o Vídeo)

A grande mídia, totalmente comprometida, fez o maior estardalhaço com o que foi dito por Eduardo Bolsonaro em uma palestra. Tudo empolgação do momento, mero ‘arroubo juvenil’, de um jovem parlamentar de pouco mais de 30 anos.

Virou um colapso nacional. Fascista, foi a acusação contra o parlamentar, para que respingasse no pai, Jair Bolsonaro.

Wadih Damous fez exatamente a mesma declaração, mas numa situação diferente e em tom de ameaça. Não deram a menor importância.

Lula chamou o Supremo Tribunal Federal de “Suprema Corte totalmente acovardada”. Foi esquecido e ninguém toca mais no assunto.

E pior, o criminoso José Dirceu, agrediu um ministro do STF, Luiz Fux.

Disse em alto e bom som, que Fux “assediou” réus do mensalão e que se trata de um “charlatão”. Nenhuma linha da Folha, nada na Veja, nenhum minuto da Globo.

Nesse caso, não é fascismo. É PT.

Lamentável o comprometimento ideológico dos jornalistas desses veículos de comunicação com essa Organização Criminosa.

Veja o vídeo:

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Fonte: Jornal da Cidade On Line

Deixe uma resposta

Fechar Menu