PONTO DE VISTA: A ESTRATEGIA SUICIDA DA REDE GLOBO PODE TER CONSEQUÊNCIAS MUITO GRAVE

PONTO DE VISTA

Caro(a) leitor(a),

Nessa briga de cachorro grande entre o governo, na figura de Jair Bolsonaro e a rede Globo de televisão com certeza a corda sempre arrebenta do lado mais frágil e nesse caso o lado mais frágil é o da emissora, visto que,  depende das verbas publicitárias para continuar bancando a sua extraordinária folha de pagamento e mesmo que consiga, de alguma forma, prejudicar politicamente o presidente e/ou seu filho, essas coisas só serão resolvidas findo o mandato deles, já que gozam de foro privilegiado. Por outro lado, a Globo, não aguenta 03 meses sem a famigerada verba publicitária para sobreviver. Portanto essa batalha é inglória para a gigante da comunicação. A única coisa que é certo é que está atrapalhando os planos do governo de tirar o país da mais profunda crise político-econômica que esse país já viveu. E esse é um papel muito feio, mesquinho e malévolo para uma empresa como a Rede Globo.

Michelle será a próxima vítima do “assassinato de reputações” promovido pela Rede Globo

Acabar com gigantes nunca foi tarefa fácil.

A Rede Globo é um gigante e seus tentáculos atingem alcances inimagináveis.

Manteve sob domínio todos os governos anteriores ao atual, sem exceção.

Fez e desfez, deu as cartas e ganhou muito dinheiro, aumentando ainda mais o seu poderio.

Pela primeira vez surge um presidente com verdadeira coragem de enfrentar a Rede Globo.

A luta é complicada.

Desde a posse, a emissora não deu um dia sequer de trégua a Jair Bolsonaro. Diuturnamente notícias sórdidas são plantadas visando atingir o presidente, utilizando para tanto, pessoas próximas.

O senador Flávio Bolsonaro foi alvo de desmedidos ataques.

Tudo indica que a próxima vítima será a primeira dama, Michelle Bolsonaro.

Documentação sigilosa já teria chegado nas mãos da Globo sobre o caso COAF.

Em função do empréstimo de 24 mil reais feito por Jair Bolsonaro a Fabrício Queiróz, tendo o pagamento sido feito na conta de Michelle, a primeira dama virou alvo de averiguação fiscal. Um procedimento de rotina da Receita Federal.

Porém, tais documentos nas mãos da Globo certamente serão utilizados de maneira malévola, dando entendimento distante da realidade, tão somente para tentar atingir o presidente da República.

Tudo isso como forma de chantagem, para que Bolsonaro recue na questão dos cortes de verbas publicitárias para essa infame gigante da comunicação.

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Fonte: Jornal da Cidade On Line

Deixe uma resposta

Fechar Menu