OPINIÃO: O PODER EMANA DO POVO E A SUA ARMA É O SUFRÁGIO UNIVERSAL

Caro cidadão,

O sufrágio universal é o direito de participar ativamente das eleições, de poder votar e de poder ser votado. É a mais legítima e democrática forma do cidadão exercer a cidadania. Ele é universal pelo fato de não haver restrição de sexo, cor, raça, ideologia ou classe social. O voto é o instrumento que permite a prática do sufrágio. É a única e mais poderosa arma que o indivíduo possui para decidir o seu futuro e o destino da nação. Quando falo o destino da nação não estou exagerando nem sendo demagogo. Estou sendo literal.

Tem um ditado que diz: “Você faz as suas escolhas e as suas escolhas fazem você”. Não há nada tão certo quanto isso. Quando escolhemos um candidato à presidência da república para governar o nosso país é como se tivéssemos uma empresa e nomeássemos um gestor para administrá-la. Quando fazemos isso temos a esperança que esse gestor através da sua competência traga bons lucros, prosperidade e crescimento para a nossa empresa. Assim acontece na política. Ocorre que uma decisão errada ou um erro de avaliação pode trazer o prejuízo, a desordem e o caos.

Ocorre que, como tudo na vida para que possamos nos habilitar a exercer ou fazer qualquer coisa precisamos de conhecimento, de estudo e de reflexão e quanto maior a responsabilidade maior é a necessidade de conhecimento e sabedoria. Assim como só podemos manusear uma arma de fogo se fizermos antes um treinamento e tivermos conhecimento do poder de fogo e do estrago que essa arma é capaz de provocar.

Então é preciso que o eleitor conheça a história de cada candidato e de seu partido, bem como a história das ideologias políticas a nível mundial e o que cada ideologia proporcionou para a humanidade ao longo da sua caminhada. Tudo isso precisa ser avaliado para que tenhamos condições de decidir o melhor para o nosso futuro.

Particularmente nessa eleição está havendo um crescimento das pessoas interessadas em conhecer melhor sobre tudo isso dada a acirrada polarização e das dúvidas com relação a natureza e origem de cada candidato. Portanto quero crer que o candidato escolhido fará uma gestão voltada para os interesses do país, pois ficou claro que o povo acordou e descobriu que o poder está em suas mãos, que o processo democrático esta consolidado, que depois de dos dois últimos impeachments  e de todos os movimentos populares de rua, bem como do evento das redes sociais, perder o cargo mais importante do país é só uma questão de vontade popular.

Por Valério Wagner Q. Braga

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu