JUSTIÇA: EX-DIRETOR DE MARKETING DO BANCO DO BRASIL, HENRIQUE PIZZOLATO NÃO SÓ ESTÁ SOLTO COMO PARTICIPOU DO ATO CONTRA BOLSONARO

PONTO DE VISTA

Caro(a) leitor(a),

É realmente impressionante como as nossas leis só servem para beneficiar bandido. O bandido fugitivo petista Henrique Pizzolato participou livremente, no sábado passado do movimento popular contra Bolsonaro. O bandido havia sido condenado a 12 anos e sete meses de cadeia, mas já está livre. Isso é um absurdo!! A lei tem que valer para todos nesse país. Esse tipo de coisa terminar por fazer o eleitor a dar um voto de revolta ou de extremismo, pois a indignação é incomensurável. Na atual circunstância não temos como censurar o eleitor se votar errado, pois a anarquia é geral. Não existe mais senso de justiça, nem do que é certo ou errado nesse país.

Petista corrupto do mensalão, que deveria estar preso, compareceu ao ato contra Bolsonaro

Condenado a 12 anos e 7 meses de cadeia, mas beneficiado com a liberdade condicional, o ex-diretor de marketing do Banco do Brasil na época do mensalão, o petista Henrique Pizzolato, participou no sábado (29) do protesto contra o candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) em Brasília.

Para quem não se recorda desse corrupto, é aquele que empreendeu fuga para a Itália usando a identidade de um irmão morto há 30 anos, demonstrando assim o seu alto grau de periculosidade.

A fuga de Pizzolato perdurou dois anos, entre 2013 e 2015.

No ato contra Bolsonaro, chamou atenção a sua descontração em meio a inúmeros petistas presentes e um adesivo colado no peito com a propaganda eleitoral da deputada federal petista Erika Kokay.

A presença de Pizzolato no evento denota que a quadrilha ainda está atuante.

Triste é saber que esta figura repugnante já está livre.

Fonte: Jornal da Cidade On Line

Deixe uma resposta

Fechar Menu