ENTREVISTA:OLAVO DE CARVALHO DÁ ENTREVISTA À REVISTA CARTA CAPITAL SOBRE O BRASIL PÓS ELEIÇÕES

Essa uma entrevista de um repórter da Carta Capital, com um viés nitidamente de esquerda, pelo skype, com o filósofo e professor e grande pensador  Olavo de Carvalho, que mora nos Estados Unidos e poderá fazer parte do governo de Bolsonaro.

Para quem não conhece Olavo de Carvalho é uma das mais brilhantes cabeças pensantes da atualidade. Já tem inúmeros livros publicados sobre filosofia, política, geopolítica. É um grande incentivador do governo Bolsonaro e formador de opinião.

Nessa entrevista ele dá uma verdadeira aula, com bastante propriedade dos mais diversos temas em evidência como: Comunismo, fascismo (explica o que realmente é fascismo e qual a diferença para o comunismo), o que é esquerda, direita, extrema direita…

Também explica do convite que recebeu para compor o governo Bolsonaro e onde ele caberia com perfeição nessa composição.

Enfim, é uma entrevista, ao meu ver, imperdível, pois confesso que aprendi muita coisa nesses 45 minutos de entrevista.

Abaixo uma pequena biografia do extraordinário Olavo de Carvalho.

Assista o vídeo e tire suas conclusões.

Fonte: 

Publicado em 10 de nov de 2018

Olavo de Carvalho, o ‘parteiro’ da nova direita que diz ter dado à luz flores e lacraias

  • 15 dezembro 2016Olavo de CarvalhoDireito de imagemJOÃO FELLET
Image caption Olavo de Carvalho tornou-se ‘porta de entrada’ para novos conservadores no Brasil e se diz responsável manifestações de rua recentes

Quando se mudou há alguns meses para que sua casa fosse reformada, o escritor e filósofo Olavo de Carvalho fez questão de levar toda a sua coleção de armas para a residência temporária, no sul do Estado da Virgínia (EUA).

Sobre a cama onde dorme, afixou uma espingarda Remington calibre 12. No cômodo vizinho, ao lado de uma caixa com brinquedos, espalhou mais de 30 rifles de caça. Em frente à mesa onde trabalha, pendurou pistolas e revólveres.

É dali que Carvalho faz as transmissões diárias de seu curso de filosofia, escreve para cerca de 500 mil seguidores nas redes sociais e trava os embates que o tornaram uma das figuras mais conhecidas e controversas da corrente que vem sendo chamada de nova direita brasileira – grupo ao qual, paradoxalmente, diz não pertencer.

“Eu quis que uma direita existisse, o que não quer dizer que eu pertença a ela. Fui o parteiro dela, mas o parteiro não nasce com o bebê”, afirma. “Estou contra o comunismo e quero que o Brasil tenha uma democracia representativa efetiva”, diz.

Nascido em Campinas (SP) há 69 anos, professor de filosofia sem jamais ter concluído um curso universitário e adepto da teoria de que a “a entidade chamada Inquisição é uma invenção ficcional de protestantes”, Carvalho acumula desafetos com a mesma intensidade com que é defendido por seus admiradores.

Fonte: BBC.COM

Deixe uma resposta

Fechar Menu