ENTREVISTA: EM ENTREVISTA NESTE DOMINGO À FOLHA UOL O GENERAL MOURÃO VÊ SITUAÇÃO PRECÁRIA DO GOVERNO TEMER

HÁ 06 meses era até uma insanidade uma autoridade militar se pronunciar sobre a situação político social do Brasil em público. Ninguém podia imaginar militares fazendo pronunciamentos através de tweeter ou outra rede social. Nos últimos três meses isso passou  a ser rotineiro. Sinal de que as coisas estavam passando dos limites. Agora chega ao ponto de um General do Exército resolver sugerir que o seu chefe, o Presidente da República renuncie, por estar vislumbrando o caos. Com certeza não escaparemos da intervenção militar!

General Mourão sugere renúncia de Temer e vê CUT se aproveitando do caos

General Antonio Hamilton Mourão vê atos vergonhosos e mostra preocupação com a vida das pessoas.

Em uma entrevista à Folha de São Paulo, o general da reserva Antonio Hamilton Mourão, se mostrou descontente com a continuação da paralisação dos caminhoneiros [VIDEO]. Segundo ele, as pessoas estão se tornando refém dos caminhoneiros e o Governo agiu totalmente errado ao acionar as Forças Armadas. Para Mourão, existem aproveitadores pedindo a atuação do Exército, até mesmo intervenção militar.

Conforme as palavras do general, muitas pessoas querem episódios de violência. Querem os militares incendiando tudo, mas não sabem que isso é coisa séria e soluções desse tipo podem se tornar algo perigoso. “Acho que a coisa tem que ser organizada, concertada”, disse o general.

O militar sugeriu a renúncia do presidente Michel Temer e considerou seu governo como fraco. Para ele, o Governo deve sair do imobilismo, antecipar as Eleições e deixar que outras pessoas com capacidade tomem conta das ações corretas.

A grande preocupação de Mourão é com a situação do povo brasileiro. As pessoas devem ter o direito de ter os serviços essenciais, pois pagam para isso.“Eu não defendo que o país entre no caos”.

A entrevista foi concedida no domingo (27). Mourão reiterou que no momento em que a situação complicar mais, surgirá a violência, o desespero e ninguém sabe como tudo vai terminar. Ele ressaltou que os pais não sabem nem se levam os filhos nas escolas. “É uma situação muito ruim”.

Ato vergonhoso

Hamilton Mourão comentou que a convocação da FUP (Federação Única dos Petroleiros) para uma greve de 72 horas nas refinarias de petróleo, nesta quarta-feira (30), não deixa de ser uma ato vergonhoso e desrespeitoso da CUT (Central Única dos Trabalhadores).

Segundo o general a FUP é ligada à CUT e estão querendo se aproveitar da situação para angariar recursos para eles.

Mourão deixou uma pergunta no ar. Ele quer saber porque que quando a Petrobras foi devastada pela corrupção, a FUP não entrou em greve?. Nisso dá para ver a ligação dela com a CUT. Os interesses que existem por trás das coisas.

Aproveitadores

Para o militar, há interesses dos dois lados. O sindicato que está por trás do trabalhador não o representa e nem tem consciência de que ele está lá o dia todo batalhando em seu serviço.

Para a crise ser superada, o Governo deve tomar medidas sérias. Na concepção do general, no primeiro dia, Temer [VIDEO] deveria ter agido com mais coerência e com mais rigidez. Faltou o presidente conversar com os caminhoneiros e saber o que eles queriam de verdade e o que poderia ser feito diante da situação existente no Planalto. Reduzir o preço do combustível em um ou dois centavos é coisa sem pé nem cabeça. Segundo Mourão, o Governo está tentando não ir para a cadeia.

Fonte: Blastingnews

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu