ELEIÇÕES 2018: VEJA AQUI EM VÍDEO A VERDADE SOBRE O KIT GAY

A Verdade, mais cedo ou mais tarde, sempre vem a tona, principalmente quando a polêmica é sobre um assunto que envolve política pública e envolve muita gente para ter que guardar segredo. Hoje em dia é praticamente impossível e de uma ingenuidade absurda, num país democrático do tamanho do Brasil e com a variedade de redes sociais funcionando via celular, se guardar um segredo e achar que a verdade não virá a tona de uma forma ou de outra.

Diretor de Associação de Gays, Lésbicas, e Travestis desmascara Haddad sobre a paternidade do “Kit Gay” (Veja o Vídeo)

O propalado “Kit Gay” foi encomendado e financiado pelo Ministério da Educação na gestão do ex-ministro Fernando Haddad, que pode efetivamente ser considerado o “pai do Kit Gay”.

Inúmeras ONGs participaram de sua confecção. Em entrevista concedida na época, Beto de Jesus, diretor da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Transexuais e Travestis, revela que participou da produção dos vídeos e tratou do assunto pessoalmente com o atual candidato do PT à presidência da República.

Inclusive, o projeto foi integralmente financiado com dinheiro público, através de uma emenda parlamentar no valor de R$ 3 milhões, proposta pelo PT.

Beto de Jesus afirma que na hora “H” Haddad “amarelou”.

Na realidade, o ex-ministro recuou em razão de ataques feitos na época ao malfadado “Kit”, efetuados por Jair Bolsonaro e outros parlamentares.

Atualmente, Haddad nega a paternidade do “Kit Gay”, alegando, entre outras coisas, ser “neto de um líder religioso”.

O vídeo abaixo elucida a questão:

Otto Dantas

Articulista e Repórter
otto@jornaldacidadeonline.com.br

Fonte: Jornal da Cidade On Line

Deixe uma resposta

Fechar Menu