ELEIÇÕES 2018: PROTOCOLO ÉTICO? QUEM TEM TELHADO DE VIDRO NÃO JOGA PEDRA NO TELHADO DO VIZINHO

PONTO DE VISTA

Caro(a) leitor(a),

Concordo inteiramente a repórter Amanda Acosta que escreveu o artigo logo abaixo. O PT joga sujo, com golpe baixo, como já tivemos a oportunidade de ver em campanhas e momentos anteriores na política brasileira. Precisamos ficar a lertas, pois a estratégia deles agora a do bom moço. Haddad já começou a dar enfase ao seu casamento de 30 anos, valorizando a família. Também já disse que reviu a proposta de fazer uma nova constituinte exclusiva e até em Deus já está falando para se aproximar dos cristãos e católicos. É lobo em pele de cordeiro. Não caiam nessa. É só teatro. Nós sabemos muito bem em que essa gente acredita.

Após covardemente vincular Bolsonaro a Hitler, poste propõe “protocolo ético” (Veja o Vídeo)

Fernando Haddad não sabe o que é “ética”. Desconhece decência e se entregou de corpo e alma num projeto criminoso de poder.

Nesta segunda-feira (8), após deixar a cadeia, onde foi receber ordens de um presidiário, ele disse que irá convidar o candidato Jair Bolsonaro para assinar uma “carta compromisso” que estabeleça um “protocolo ético” para a abordagem das campanhas no segundo turno.

Haddad não tem moral para tal.

Ele e sua vice, a trêfega Manuela D’Ávila, não respeitaram sequer o período de convalescença de Bolsonaro.

Impedido pela equipe médica de participar do debate da Globo, o candidato foi por esse motivo atacado covardemente pelos adversários.

Isso é o PT. Isso é a esquerda.

De lá, nada vem de bom. Nada é sério.

Bolsonaro tem sim que fazer uma campanha propositiva, mas jamais pode deixar de dar ênfase ao mensalão, ao Petrolão, a delação de Palocci e a roubalheira generalizada implantada pelo PT, da qual, inclusive, Haddad e Manuela foram ativos participantes.

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Fonte: Jornal da Cidade On Line

Deixe uma resposta

Fechar Menu