BOAS NOTÍCIAS: O BRASIL É OURO E PRATA NO MUNDIAL DE DOHA COM ARTHUR ZANETTI

Arthur Zanetti é prata em Doha e mostra superação

Arthur Zanetti é prata - Foto: Ricardo Bufolin / CBG
Arthur Zanetti é prata – Foto: Ricardo Bufolin / CBG

O brasileiro Arthur Zanetti deu a volta por cima, conquistou a medalha de prata e subiu novamente ao pódio mundial, desta vez em Doha.

Se no Mundial de 2017 ele se envergonhou do próprio desempenho, ao terminar no sétimo posto, agora o campeão olímpico de 2012 mostrou sua superação física e emocional.

Zanetti conseguiu 15.100 pontos na disputa da última sexta-feira. Ficou atrás apenas do atual campeão olímpico, o grego Eleftherios Petrounias, que teve 15,366.

“Fazia muito tempo que eu não ia a um pódio de Mundial. Voltar ao pódio foi um grande passo que dei”, disse Arthur Zanetti ao G1.

“Conseguindo essa vaga, consigo pensar na Olimpíada. É mais um passo na minha vida”.

Desistir? jamais!

E ele treinou muito pra isso a ponto de impressionar os árbitros durante os treinos.

Na classificatória, conseguiu 15,033 e a segunda posição. Repetiu a boa nota na final por equipes. Aí na decisão das argolas nem viu Eleftherios Petrounias abrir a disputa com um 15,366.

Último a se apresentar, o brasileiro estava na área de aquecimento, se concentrando para subir no aparelho e fazer sua melhor série desde a Olimpíada do Rio. Com 15,100 pontos, confirmou a prata.

“Eu não sabia nenhuma nota porque eu não vi a apresentação de ninguém, e eu não me preocupei com isso. Eu me preocupei mais em fazer bem a minha série. Pode não ter sido a melhor nota do ano, mas para mim foi a melhor série que eu fiz. Gostei de todos os movimentos que eu fiz”.

“Essa série foi muito perfeita, sem balanço de argolas, os giros também foram bons, cheguei cravado nas paradas e cravei a saída, que é o que eu estava buscando. Sabia que se eu fizesse aquela série eu estaria no pódio”, afirmou  Zanetti.

Agora com seis pódios, Zanetti empatou com Diego Hypolito em número de medalhas em Olimpíadas e Mundiais.

O campeão olímpico das argolas, porém, leva vantagem no número de pratas, liderando o ranking de ginastas mais condecorados da ginástica brasileira.

Arthur Zanetti nas argolas - Foto: Ricardo Bufolin / CBG

Arthur Zanetti nas argolas – Foto: Ricardo Bufolin / CBG

Com informações do GloboEsporte

Fonte: Só Notícia Boa

Deixe uma resposta

Fechar Menu