AUTOCONHECIMENTO: DESCUBRA O GRAU DE CONSCIÊNCIA OU NÍVEL EVOLUTIVO QUE VOCÊ ESTÁ

Na sessão de AUTOCONHECIMENTO desta segunda-feira vamos nos aprofundar no conhecimento do nível evolutivo em que estamos. O texto de Carlos Torres abaixo pode nos ajudar a entender melhor e reconhecer em que patamar evolutivo ou grau de consciência estamos.

Descubra o grau de consciência que você está.

 

Dispersos:

• Pensam pouco ou quase nada sobre o coletivo.

• Estão vivendo o individualismo e materialismo.

• Consumo inconsciente.

• Necessidade de serem reconhecidos e amados.

• Estão sempre procurando relacionamentos que preenchem seus vazios interiores.

• Se sentem capazes, mas não conseguem compreender para aonde estão indo. Derivam na vida.

• São os seres mantenedores do sistema atual.

• São facilmente manipulados e condicionados. Massa de manobra.

• Não gostam de filosofia e estudos que levam ao autoenfrentamento e o autoconhecimento.

• Geralmente estão atrelados a crenças e religiões.

• Não são piores nem melhores, só estão em estado de hibernação da consciência.

• Praticam o julgamento alheio e adoram fofocas.

• Ao invés de admirar, ainda persistem em invejar.

• Aceitam ser enganados.

 

Em Memorização:

• Despertaram, abriram os olhos, mas continuam deitados na cama.

• Não conseguem se levantar do sono profundo. O Corpo pesa e a força puxa para trás.

• Sentem medo do desconhecido e temem perder o controle das suas vidas.

• Compreendem que existe mais além do que podem ver.

• Estão saindo em busca de informações e esclarecimentos.

• A intuição, paranormalidade, mediunidade, inspiração e a criatividade começam a surgir com naturalidade.

• Não sabem se estão acordadas ou dormindo.

• Não sabem se estão no velho ou no novo mundo.

• Começam a ler muitos livros e se informar sobre o lado oculto da vida.

• Ao invés de invejar preferem admirar outras pessoas.

 

Em processo de Despertar:

• Decidiram se levantar da cama e começaram a caminhar.

• Querem descobrir seus propósitos de vida.

• Participam de encontros, palestras e vivências espirituais e mediúnicas.

• Acham-se pessoas especiais, mas ainda não descobriram que não são.

• Sentem que existe um mundo além do nosso que cria todas as coisas.

• Percebem que possuem dons e talentos criativos que nunca sentiram antes.

• Querem viver uma nova vida, mas não sabem por onde começar.

• Sentem solidão, pois se sentem diferentes dos demais. Sentem preconceito.

• Começam a ter sonhos lúcidos e projeções fora do corpo conscientes.

• Começam a sentir a intuição aumentar gradativamente.

• Conseguem ler as intenções das pessoas e sentir a energia dos ambientes.

• Querem descobrir o que foram em vidas passadas para compreenderem suas missões terrenas.

• Compreendem que existe muito mais vida além da vida.

• Tornam-se introvertidas e passam a falar somente o necessário.

• Sentem irritabilidade e nervosismo.

• Começam a sentir a necessidade de valorizar as coisas imateriais como amor, amizade e caridade.

• A maioria dos despertos volta a dormir por medo do autoenfrentamento.

 

Em processo de reconexão:

• Já estão caminhando e sabem que não podem voltar atrás.

• Não aceitam mais ser enganadas.

• Já compreenderam que o amor próprio vem primeiro que o amor dos terceiros.

• São seres que quebram os paradigmas dos sistemas atuais.

• Começam a valorizar o consumo consciente.

• Necessitam conhecer a si próprios ao invés de viver pelo reconheci­mento alheio.

• Sentem a presença de seus mentores pessoais e percebem que estão sendo inspirados.

• Costumam ver números repetidos como 11.11 ou 22.22 em relógios, placas de carro e computadores.

• Sonham constantemente com lugares lúdicos e fantásticos. Cachoeiras, voos baixos, mares e oceanos.

• A intuição fica aguçada e se sentem nervosas por se sentirem diferentes e mais aceleradas que as pessoas com quem convive.

• Disfunções constantes de fígado, má digestão e metabolismo lento.

• Dores de cabeça e cansaço extremo devido o descompasso entre o mundo espiritual sutil e o mundo físico que é bem mais denso.

• Sono desconfortável.

• Vontade de não estar neste planeta. Síndrome do estrangeiro.

• Querem ajudar o próximo, mas sabem que precisam primeiro ajudar a si mesmos.

• O amor sem condições é uma meta, porém não conseguem compre­ender como praticar.

• São universalistas, não tem religião fixa.

• As crenças e dogmas não fazem mais parte do seu dia a dia.

 

Reconectados:

• Sabem que passaram por muitas provações e o único caminho é o autoconhecimento e a humildade.

• Sentem o corpo pesado devido ao descompasso com a mente e o espírito.

• Não querem estar neste planeta, mas aceitam e compreendem que precisam passar por muitos aprendizados.

• Compreendem a fonte de seus sofrimentos e tentam seguir na direção da autocura.

• Não focam suas energias nos problemas, somente nas soluções.

• Conhecem seus propósitos de vida e lutam por ele.

• Não conseguem comer alimentos pesados que dificultem o metabo­lismo. Comem pouco.

• Sentem irritabilidade, mas tem autocontrole.

• Precisam exercer a fé o tempo todo, como se fosse a grande prova.

• Não aceitam mais os velhos modelos de consumo e relacionamento. Preferem consumir somente o suficiente.

• Adotam a filosofia do “menos e mais”.

• Meditam o tempo todo, mesmo estando dirigindo e trabalhando. A meditação se torna simultânea e natural.

• Contato direto com o espírito. Vibram na frequência neutra da gratidão.

• Sabem que estão reconectados e não costumam dizer para as pessoas.

• Não querem ser reconhecidas como pessoas especiais, pois sabem que não são.

• Têm paz, pois sabem que possuem uma família espiritual e um dia retornarão para a grande morada.

• Valorizam mais as coisas imateriais que as coisas materiais.

• Sentem que a gratidão é a única fonte da verdadeira felicidade.

• Sabem que seus sucessos é algo que alegra não somente a si, mas todos que estão ao seu redor, inclusive os seres espirituais que o acompanham.

  • Querem aprender ensinando.

Fonte: Carlos Torres

Este post tem um comentário

  1. Muito boa antologia ……

Deixe uma resposta

Fechar Menu